Paris Café Extra: Finanças Funcionais, uma revolução copernicaniana na economia

Deputada petista apresenta projeto que obriga planos de saúde a ofertarem vacinação na pandemia

Por Redação

25 de janeiro de 2021 : 08h24

O Projeto de Lei 5553/20 obriga operadoras de planos de saúde privados a ofertarem vacinas aos clientes em casos de emergência de saúde pública de importância internacional. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

Autora da proposta, a deputada Rejane Dias (PT-PI) cita como exemplo a pandemia de Covid-19, cuja corrida pela imunização teve início em janeiro de 2021 com a autorização para uso das primeiras vacinas contra o novo coronavírus.

“Como o poder público não poderá ofertar gratuitamente a vacina para toda a população, devendo priorizar grupos em que a doença pode representar mais risco à saúde, pretendemos garantir a pessoas que pagam planos de saúde o acesso à imunização contra a Covid-19”, diz a deputada.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Lucia

26 de janeiro de 2021 às 16h50

Sério que estou lendo isso??? Por favor deputada… Lutamos por vacina para TODOS os brasileiros , independente de condição social…Acho um baita egoísmo isso…então quem tem grana compra a vida e quem não tem vai pra debaixo da terra??? “Que é isso companheira?”

Responder

Jackson

26 de janeiro de 2021 às 13h32

Obrigar, obrigar, obrigar…..
Por isso q quem paga plano de saúde nunca vota no PT (e satélites). Tudo com eles fica mais caro.

Responder

Deixe uma resposta