Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Para se livrar dos caminhoneiros, Tarcísio afirma que categoria precisa “desmamar” do Governo Bolsonaro

Por Redação

31 de janeiro de 2021 : 19h13

Em áudio que circula no Whatsapp, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse para um representante da Associação dos Caminhoneiros e Condutores de Capão da Canoa (RS) que a categoria precisa desmamar do Governo Bolsonaro.

“Enquanto vocês não desmamarem do governo, vão ver as empresas crescendo e vocês com cada vez mais dificuldades”

As palavras de Tarcísio aumentou a insatisfação dos caminhoneiros que decidiram permanecer a paralisação desta segunda-feira, 1. A conversa foi confirmadoa pelo próprio ministro em nota.

“O Ministério da Infraestrutura esclarece que o ministro Tarcísio conversou, por telefone, com representantes da Associação dos Caminhoneiros e Condutores de Capão da Canoa/RS. Durante a conversa reafirmou o seu posicionamento em referência às ações setoriais adotadas pela pasta; a total abertura para o diálogo com todas as entidades que demonstraram interesse em fazer parte da formulação da política pública; o posicionamento de não negociar com qualquer indicativo de paralisação ou locaute; e sua opinião, de amplo conhecimento de todo o setor, sobre temas de interesse, como a tabela de frete e a necessidade de estimular a economia para ampliar o mercado do transporte rodoviário de

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Nelson

01 de fevereiro de 2021 às 12h54

Jair Bolsonaro, é preciso reconhecer, nunca mentiu. Neste aspecto, pelo menos. Ele sempre se posicionou a favor do capital – do grande, é claro (*) – e contra a grande maioria do povo que, praticamente, não tem capital algum.

Então, há uma montoeira de trabalhadores que, mesmo ele afirmando claramente sua posição contrária à peonada, nele votaram. E, certamente, há uma montoeira de caminhoneiros nessa barca. Então, o que eles têm que fazer agora, de fato, é se unirem, se organizarem e se mobilizarem com força, imprimindo pressão sem tréguas sobre esse desgoverno para que ele mude toda a sua política.

O problema não é o frete baixo. O problema é o projeto do Bolsonariado onde o frete baixo faz parte do esquema para deixar ainda mais ricos os já ricos enquanto vai se ampliando a turma dos de baixo que vão ficar com pouco ou coisa nenhuma.

* Micro, pequenos e médios não contam, a não ser como massa de manobra e para pagarem os impostos que as grandes empresas deixam de pagar por serem agraciadas com generosas isenções fiscais. Infelizmente, porém, essa patota, em sua grande maioria, segue acreditando que vai se dar bem e que, para que isso aconteça, é preciso que se privatize tudo, se acabe com o serviço público e que o Estado murche.

* Vai acontecer extamente o contrário. Sem Estado forte, o Brasil ficará totalmente à mercê dos países mais fortes economicamente – que mantêm cada vez mais forte seus Estados – e das suas corporações capitalistas. Sem Estado forte que possa proteger a economia nacional, podemos prever maus tempos para os pequenos e médios empresários; a tendência é de que sejam dizimados pela grande capacidade de concorrência das grandes corporações estrangeiras.

Responder

Didi Batista Pereira

01 de fevereiro de 2021 às 11h08

É só colocar limites nessas transportadoras o percentual correto é multar quem carregar abaixo motoristas ,donos de caminhão, transportadoras e o dono da mercadoria acho que resolveriam não adiantaria baixar o diesel e carregar abaixo do preço essas transportadoras pegam o frete a100 RS e te pagam 60 70 RS

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?