Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Após receber a benção de Lula, Haddad se empolga para 2022: “Meu nome está colocado”

Por Redação

05 de fevereiro de 2021 : 21h06

O ex-prefeito Fernando Haddad (PT) deu come certa sua participação na eleição para a presidência da República em 2022. O petista recebeu as bençãos do ex-presidente Lula para entrar no jogo.

“Meu nome está colocado, evidentemente está colocado”, disse na CNN.

Em rede nacional, Haddad assumiu que o PT está focado na ação apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF) que pede a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro no caso do Triplex do Guarujá que condenou Lula.

“O Lula recuperando os direitos políticos, evidentemente, a discussão é de outro nível”, afirmou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Netho

05 de fevereiro de 2021 às 21h29

JUCÁ:”Conversei com alguns ministros do Supremo. Os caras dizem, Ó, só tem condição sem Ela, enquanto estiver ali a imprensa não vai parar, nunca, entendeu, estou conversando com os generais, comandantes militares, está tranquilo, os caras dizem que vão garantir, estão monitorando o MST para não perturbar”. O trecho é do diálogo com o presidente da Transpetro Sérgio Machado. (NADA MENOS QUE TUDO, no capítulo ‘O dia que quebraram o nariz da Lava Jato’, livro de Rodrigo Janot. da Editora Planeta, página 127). O livro também traz a declaração que o fim do governo Dilma foi decretado pela delação premiada de Delcídio do Amaral, quando era o Líder do Governo Dilma no Senado.
O PT e Haddad são a garantia da reeleição do filhote da ditadura.
Não há novidade alguma no comportamento do lulo-petismo.
É o mesmo e repisa os mesmos erros crassos praticados desde que Lula indicou Dilma para a sucessão e o PT insistiu com o segundo mandato da ”presidenta”.
Haddad é Dilma de calça. Sem condição alguma de liderar a oposição para derrotar a extrema-direita.
Haddad é a pá de cal no lulo-petismo e a quinta-coluna das oposições socialistas, trabalhistas, populares e democráticas.
Haddad e Lula são o passaporte carimbado para a República das Milícias consolidar o seu projeto de poder miliciano-militar-policial no país.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?