Paris Café Extra: Finanças Funcionais, uma revolução copernicaniana na economia

Após quatro meses, senador do dinheiro na cueca retoma mandato

Por Redação

18 de fevereiro de 2021 : 17h55

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) retomou o seu mandato após quatro meses afastado por ter sido flagrado por agentes da Polícia Federal com R$30 mil na cueca e acabou sendo acusado de participar de um esquema de desvios de recursos contra a Covid-19.

Na época, o senador alegou que “entrou em pânico” com a operação realizada na sua residência e que o dinheiro seria para supostamente pagar os funcionários da sua empresa.

Em carta enviada aos colegas do Senado, o demista disse que vai provar sua inocência na Justiça e declarou ser sócio da empresa San Sebastian, avaliada em R$350 mil.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

julio

19 de fevereiro de 2021 às 08h14

netho,dinheiro se tornou uma prática normal no brasil,agora aquele apartamento com uma tonelada de dinheiro,eu gostaria que fosse meu,claro com dinheiro lícito,infelismente não acharam nenhun dinheiro ilícito com lula.
só pra informar.
o lula tá solto por falta de provbas

Responder

Netho

18 de fevereiro de 2021 às 20h45

Em matéria de trajes íntimos e performance na lavagem de dinheiro em cuecas, o senador do DEM guarda estreito parentesco com o PT.
Até o mundo protozoário tomou conhecimento da cueca como instrumento de lavagem de dinheiro, com um assessor especial de um deputado do PT do Ceará que se tornou Líder do Governo Dilma na Câmara dos Deputados.
Em matéria de inovação, os créditos da autoria original ficam com o partido da estrela.

Responder

dcruz

18 de fevereiro de 2021 às 20h26

Agora vem cá, ele entra (ou reentra) em cena, com ou sem cueca?

Responder

Paulo

18 de fevereiro de 2021 às 18h58

E a Comissão de Ética? Vai ser reinstalada, como na Câmara? Nosso Congresso é uma piada, só que de mau gosto…

Responder

Deixe uma resposta