Paris Café: O que esperar da classe média para 2022?

STF anula todas as condenações de Lula

Por Miguel do Rosário

08 de março de 2021 : 15h57

O ministro Edson Fachin acaba de decidir, monocraticamente, pela anulação de todas as condenações do ex-presidente Lula.

Triplex, Atibaia, Instituto Lula, todas as condenações feitas pela Vara de Curitiba, foram anuladas, e as investigações agora recomeçam do zero e serão conduzidas por outra instância.

A notícia foi revelada pelo jornalista Felipe Recondo, que se especializou em cobertura de atos do STF.

Caso a anulação se sustente, e nada nos leva a crer que Fachin tenha decidido sem se assegurar que teria apoio entre seus pares, o fato representa uma profunda reviravolta na política brasileira.

Especialmente porque ela representa que Lula recupera seus direitos políticos e poderá se candidatar em 2022 à presidência da república.

Mas é um ato que tem significados mais profundos. Ela representa igualmente o reestabelecimento do Estado Democrático de Direito no país, na medida em que os processos contra Lula em Curitiba foram incrivelmente viciados e contaminados por interesses políticos escusos.

A luta pela liberdade de Lula, enfim, parece ter chegado a um bonito desfecho!

A partir de agora, espera-se que o judiciário brasileiro entre nos eixos, e pare de tentar se imiscuir de maneira indevida na vida nacional, permitindo que o debate político se dê em torno de ideias e projetos.

Em relação ao ex-presidente, ele poderá agora se defender com muito mais paridade de armas, num ambiente menos envenenado, pois dificilmente outro magistrado ou procurador arriscará a repetir os arbítrios e violências perpetrados por Sergio Moro e Lava Jato contra ele.

É um muito dia especial para o ex-presidente, para o Partido dos Trabalhadores e para todos os que lutaram para que esse dia chegasse.

Quem quiser ler a íntegra da decisão do Fachin, pode fazê-lo aqui.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

46 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Sebastião Farias

09 de março de 2021 às 21h37

Com alegria por vê o Poder Judiciário ensaiar a promoção de justiça imparcial e, por outro lado, por ter que pagar para vê se esse ato é sustentável, mesmo assim, parabenizamos ao Ministro Fachin do STF do Brasil, por esse ato jurídico humano e surpreendente, justo e imparcial em sua essência e, à ilha de Juízes brasileiros justos e imparciais que ainda, apesar de tudo, acreditam no cidadão e na CF, na democracia e no estado democrático de direito, que persistem apesar de tudo, no continente de injustiças historicas, que é o Brasil.
Parabéns também e com mérito reconhecido, aos competentes e constitucionalistas advogados de defesa do ex-presidente injustiçado mas, que agora, viram seus esforços profissionais, confiança na verdade e na justiça imparcial serem recompensados, com essa anulação pelo STF, dos processos causuísticos e imperfeitos à luz da lei, do Ex-Pres. Lula que assim, teve seus direitos políticos e sua cidadania, restaurados e reconhecidos no mundo inteiro. Deus é justo e presente, tarda mas não falta, acreditem.
Um alerta aos que se dizem cristãos mas, que não trilham os caminhos de Jesus.
Ao juiz injusto, és o que lhe aguarda, conforme a Bíblia Sagrada: “Tu não queres nada com juízes desonestos, pois eles fazem a injustiça parecer justiça, ajuntam-se para prejudicar as pessoas honestas e condenam à morte os inocentes. Ele castigará esses juízes por causa das injustiças que eles têm cometido; o Senhor, nosso Deus, os destruirá por causa dos seus atos de maldade.” (SALMOS 94 v. 20-21, 23).
Em outra passagem bíblica, Jesus já advertia seus Discípulos e ao povo cristão de seu tempo sobre injustiça: “Se a vossa justiça não for maior que a dos escribas e fariseus, não entrareis no Reino dos Céus” (São Mateus. 5,20).
Claro que a maior atitude jurídica, justa e patriótica dos verdadeiros juízes imparciais e do povo brasileiro, será quando o STF acordar para, julgar e responsabilizar imparcialmente, com o rigor que a lei específica permitir, todos os agentes públicos civis e militares dos 03 Poderes, partidos políticos, empresas, organizações e cidadãos que direta e indiretamente, apoiaram iniciativas impatrióticas e inconstitucionais de estratégico do caos, desde 2014, que junto com a Lava-jato, concorreram para o golpe de 2016 e lançaram o Brasil e seu povo, na lamentável situação inconstitucional de desigualdade, de pobreza, de fome, de desestruturação das políticas públicas de direito, de trabalho e salários, de saúde, de segurança, de assistência social e de atividades econômicas sustentáveis, a partir de ações que fortaleçam o mercado interno e as micro e pequenas empresas, etc.
Viva o Brasil, viva a justiça imparcial latente na nossa Constituição Federal Cidadã.
Paz e bem.
Sebastião Farias
Um brasileiro nordestinamazônida

Responder

Alessandro

09 de março de 2021 às 11h12

Crime perfeito não tem culpados? Crime sem provas, deixa de existir ? “palmas” para todos os envolvidos, e viva a democracia que diga-se de passagem no Brasil tem só um “lado”… e é vermelho !!

Responder

NeoTupi

09 de março de 2021 às 10h01

Está na hora da esquerda pensar coletivamente com grandeza dos revolucionários e iluministas. Se Lula se consolidar como candidato vencedor, grandes reformas não sairão do papel sem grande bancada na Câmara.

Ciro, Haddad, Boulos, Dino, Dilma, ex-governadores do PT deveriam agir estrategicamente e se candidatarem a deputado federal para puxar votos e eleger grandes bancadas na Câmara. Depois Lula os nomearia ministros, mas os suplentes com mesmo perfil político assumiriam.

Controlando mais a Câmara, mesmo se não tiver tanto controle no Senado, se projetos populares passam na Câmara, haverá pressão popular para passar no senado também.

Responder

Kleiton

09 de março de 2021 às 09h41

Era tudo que Bolsoanro queria…!!

Responder

dcruz

09 de março de 2021 às 08h45

Há uma sutileza, bem ao tipo de Fachin, nada mais que uma troca de prisioneiros, como nos sequestros políticos: ele trocou a liberdade de Lula pela limpeza das sujeiras do Moro. Resta saber se o restante do STF vai deixar passar mais essa manobra.

Responder

SANDRO

09 de março de 2021 às 07h29

Sinceramente, a unica pessoa que não ganha com essa decisão é o Lula, simplesmente jogou o Lula contra o Bozo, nesse momento Lula se encontra em Liberdade, mas é jogado contra os lobos, enquanto a mídia e a direita se encaminham pra esquecer a Vasa jato, enquanto isso tem tempo para preparar a candidatura do Moro, ou outro candidato. Quanto ao Lula permanece submetido a Justiça e basta uma outra sentença e o afasta definitivamente, com outro golpe jurídico.

Responder

Alan C

09 de março de 2021 às 07h15

O clima de velório na bozolandia tá impagável.

Gado, meus sentimentos.

Responder

Eudoro

09 de março de 2021 às 06h40

No Brasil 247

‘Não contem comigo para esse circo’, diz Ciro em novo ataque, sobre candidatura de Lula
Em um novo ataque contra o ex-presidente Lula, Ciro Gomes diz que a possível candidatura do petista representa um “circo”. Declaração ocorre logo após pesquisa divulgar que Lula é o único candidato a derrotar Jair Bolsonaro nas eleições de 2022
———
Não contamos com você, Ciro. Sabemos que aqui em Fortaleza seus amigos já estão se cotizando para lhe dar uma passagem de presente para VIENA, cidade que você desfrutará entre o 1° e 2º turnos de 2022. Alguns cearenses acham Viena mais bonita do que Paris. O que você pensa?

Boa sorte, viajante sortudo!

Responder

Paulo

08 de março de 2021 às 22h04

Fachin deve ter lido Maquiavel (com boa exegese, ao contrário da maioria, antes que me acusem de não tê-la, ou de não a ter adequadamente). Matou dois coelhos com uma cajadada só: tirou Moro, Gabriela Hardt e os procuradores da Lava-Jato da sanha “justiceira” do Centrão e da extrema esquerda; impediu que Lula fosse declarado inocente. E, de quebra, jogou Lula de volta ao tabuleiro político, o que ajudará a conter o Capetão, em seus arroubos autoritários. Ponto negativo foi ter impedido, como reflexo não desejado de sua decisão, certamente, que o novo Ministro governista do ST, Nunes Marques, fechasse questão a favor da inocência de Lula, o que deitaria por terra a tese da oposição Bolsonaro/Lula,

Responder

    Paulo

    08 de março de 2021 às 22h05

    Nunes Marques e os bolsonaristas devem estar aliviados, de fato…

    Responder

Alexandre Neres

08 de março de 2021 às 21h49

Quem acompanha a trajetória do ministro do Paraná fica com uma pulga atrás da orelha. Ele não dá ponto sem nó. Depois de assistir ao JN, minhas dúvidas se dissiparam. Ao que tudo indica, foi celebrado um acordão por meio do qual o Rubinho Barrichello, depois de 5 anos de ter sido solicitada a incompetência da 13ª Vara, resolveu se posicionar e cometeu uma chicana para preservar a gangue de Curitiba, no sentido de conter danos e evitar julgamentos pesados que teriam de se defrontar. Resta ver a extensão desse acordo. Com o supremo, com tudo. Como diria a frase atribuída a Tom Jobim, o Brasil não é para principiantes. De todo modo, hoje é dia de alegria!

Responder

ANGELO MARCIO SANTOS SILVA

08 de março de 2021 às 19h48

Parabéns pela matéria, realista, ponderada d justa. Infelizmente muitos estão desviados e levados por um ódio sem.base alguma, levando a esquerda a fragmentação. Chegou hora de usar sensatez, sermos justos, que Lula tenha uma julgamento imparcial . Parabéns cafezinho pelo texto

Responder

    Ricardo JC

    09 de março de 2021 às 09h29

    Não se iluda Angelo. No Brasil, Lula jamais terá um julgamentos justo. O sistema judicial no Brasil está podre, por dentro. Os juízes deste país, inclusive (e principalmente) os dos tribunais superiores só querem ver Lula fora do circuito para que o seu desejo de uma sociedade “limpa” (interprete como quiser, vale em diversos sentidos) se concretize. Por sua vez, o mesmo vale para outras forças políticas. É incrível como Lula já foi julgado e condenado (veja o discurso de Ciro Gomes. é cristalino) sem qualquer benefício da dúvida. Não há a menor chance de Lula ser julgado de modo imparcial no Brasil.

    Responder

Marcio Valley

08 de março de 2021 às 19h44

Há quem diga que a decisão não adentra o mérito da culpa ou inocência de Lula, de modo que gritar “Lula inocente” seria fanatismo petista.

Só que, no Estado de Direito, se não há prova da culpa e condenação lícita pelo judiciário, a pessoa é considerada inocente. Está na Constituição.

Portanto, se Lula não está condenado, é inocente para todos os efeitos legais e quem disser o contrário pode estar cometendo o crime de calúnia.

Dizer que Lula é inocente não é fanatismo, mas cumprimento rigoroso do que diz a lei.

Com essa decisão, o judiciário recupera parte da reputação destroçada nos anos de lawfare sofridos por Lula. Lula, porém, jamais recuperará o que perdeu, muito menos D. Marisa e toda a família.

Ainda que Fachin restitua parte da perdida liberdade de Lula, a infâmia que ele suportou jamais será apagada.

Responder

    EdsonLuiz.

    08 de março de 2021 às 21h52

    Não!
    O que eu coloco é apenas o seguinte:
    Lula é réu em processos. Será julgado.
    Uns gritam: Lula é culpado!
    Outros gritam: Lula é inocente!

    Ninguém pode saber se Lula é culpado e ninguém pode saber se Lula é inocente.

    Pelo simples motivo de que a culpa ou inocência de qualquer réu está nas provas a serem analisadas pelos juízes e só os juízes das causas e os advogados do réu têm acesso a essas provas.

    Como ninguém tem acesso às provas que estão nos processos:
    Quem não sabe das provas, não sabe da culpa; do mesmo modo, quem não sabe das provas não sabe da inocência.

    Lula culpado ou Lula inocente, somente após o trânsito em julgado e publicado o acórdão.

    É claro que isso é sempre em relação aos processos.

    Responder

      Alexandre Neres

      08 de março de 2021 às 22h41

      Prezado Marcio Valley, não adianta querer explicar, nem se você desenhar ele irá entender. O pior cego é aquele que não quer ver. E do alto da sua ignorância fala com toda a propriedade a respeito de um assunto que desconhece os aspectos mais comezinhos. Eu ia tentar explicar pra ele que a visão que ele tem de processo é totalmente equivocada e ultrapassada, mas deixei pra lá. Ele continua repetindo suas baboseiras. Dê uma olhada na matéria sobre a Dilma para ver como ele inverte totalmente as premissas para se posicionar. A Lava Jato e jornalistas como a Míriam Leitão fizeram a cabeça dele de tal forma que não consegue enxergar o assunto com a mínima isenção e equidistância. O conceito dele sobre inocência afronta o que estatui a CF, parece que foi forjado entre aquelas 10 medidas fascistas propostas pela gangue de Curitiba.

      Responder

        EdsonLuiz.

        08 de março de 2021 às 23h38

        alexandre bolsonaro (fanático de Ultra-Esquerda e fanático de ultra-direita é pleonasmo?)

        A cidadania das pessoas não é o exercício viciado, autoritário e doutrinado que é o seu.
        Você tem uma única ideia, simples, repetida e errada.

        Mas poderia deixar de ser desagradável e autoritário.

        Aliás, eu ia me esquecendo:
        alexandre néris, você é bobo, você é feio. No próximo natal eu vou falar para papai Noel não dar a você bolinhas de gude de presente.

        Responder

          Alexandre Neres

          09 de março de 2021 às 10h19

          Meu caro Edson Luiz, realmente reconheço que estou sendo desagradável. Mas veja suas teses como são obscuras. Você diz que por uma lado existe uma polaridade simétrica entre Bolsonaro e o PT, que seriam os dois extremos radicais reproduzindo tese de Merval Pereira, mas, por outro, diz que no espectro político o PT é um partido de centro, porém o Cidadania é de centro-esquerda. Tem a pachorra de dizer que a esquerda defende a ruptura institucional quando todos os golpes no país foram perpetrados pela direita. A intentona comunista não pode ser levada a sério. Tudo que fiz até então foi replicar ideias suas não exatamente utilizando suas palavras, mas o sentido é o mesmo. A forma como você justifica o golpe jurídico-parlamentar e o processo stalinista contra Lula na Lava Jato evidencia que você desconhece que processo não é forma em contraposição à matéria de direito que é substância. O Juiz não é um super-herói com uma capacidade sobre-humana para só ele saber valorar as provas, um processo só é legítimo e democrático quando no decorrer dele o juiz se porta de forma imparcial e equidistante em relação às partes, que constroem o processo conjuntamente com o juiz, têm suas opiniões consideradas, as quais podem não ser acatadas, mas se sentem como atores que contribuíram para a decisão a ser tomada. Um processo só é democrático e justo se no seu desenrolar os direitos e garantias fundamentais de todos foram respeitados, com amplo direito de defesa e respeito ao princípio do contraditório, se não não há que se falar em devido processo legal e estado democrático de direito. Isso foi tudo que não ocorreu na 13ª Vara de Curitiba, pois o juiz ficou de um lado do ringue, em conluio e orientando a acusação. Não subestime as pessoas com uma visão rudimentar do que venha a ser um processo para justificar os desmandos e a instrumentalização do sistema de justiça para perseguir adversários políticos. Para comprovar isso nada mais evidente de que todos os próceres do PSDB que cometeram mal-feitos há muito mais tempo estão todos por aí livres, leves e soltos sem serem incomodados, exceto Eduardo Azeredo que serviu como boi de piranha porque já estava no ostracismo e tá livre há tempos. Se você justificou tais infâmias por causa da narrativa construída pela mídia anos a fio, creio que se estivesse na Alemanha na primeira metade do século passado não seria difícil supor de que lado estaria. Desculpe-me pelos excessos e um abraço

          Dr. Macphail

          09 de março de 2021 às 12h14

          E aí, considerou a dica e leu “Chuva” de Somerset Maugham, identificando-se quanto personagem?

          Pelo jeito que continuas a deslizar engomado na maionese do moralismo de fachada, de verniz, certamente não, né?

          Adianto-lhe o texto final do conto, pois se bom entendedor pouco preciso texto basta:

          “(…) O Dr. Macphail ficou indignado. Entrou no quarto empurrando a mulher.

          “Que diabo é que está a fazer? exclamou. “Cale-me já essa maldita máquina.”

          Dirigiu-se ao gramofone e tirou o disco. Ela virou-se para ele.

          “Ei, doutor, também quer alguma coisa de mim? Que diabo está o senhor a fazer no meu quarto?”

          “O que é que quer dizer com isso?” exclamou ele. “O que é que quer dizer com isso?”

          Ela recompôs-se.

          Era indescritível o desprezo da sua expressão ou o ódio desdenhoso que pôs na resposta.

          “Vocês, homens! Porcos sujos! São todos o mesmo, todos vocês. Porcos! Uns Porcos!”

          O Dr. Macphail suspirou. Tinha entendido.”

          EdsonLuiz.

          09 de março de 2021 às 19h22

          É…
          as coisas, mesmos as mais simples, podem guardar alguma complexidade. Se a pessoa não quer, ou se armou o espírito para confirmar seu viés, outra coisa ela não vai entender.
          Vai juntar errado as falas do ‘outro’ por alguma necessidade ou confusão. E qual a melhor autoterapia? Saber, ter certeza, que a confusão é o outro.
          (aliás, fosse escrito por ficção, isto poderia talvez ter sido usado por Somerset Maughan).

          Porém, eu sei que isso não se dá por incapacidade cognitiva; a questão são limites que o ideologismo instalado na cultura da pessoa o levam a turvar o que o ‘outro’ pensa.

          Lamento! Mas, se servir de consolo, eu também me vejo, às vezes, a um passo de cometer as mesmas coisas, e recuo. Quando não estou suficientemente atento, acabo cometendo esses enganos também.

          Só não acho que vale a pena maior esforço entre alguns, depois de várias experiências infrutíferas.

          Vamos combinar, Alexandre bolsoneres:

          Para você eu sou apenas um imbecil político e para mim o imbecil político é você. Se ficarmos cada um tratando o outro como imbecil isso não vai levar a nada.
          É claro que eu lamento. Com outras pessoas, pessoas que até pensam igual a você e diferente de mim, é possível uma interação. Certamente a interação entre eu e elas é possível porque eu não exijo que a pessoa diga o que eu quero ou então cale a boca e ela também não exige que eu diga o que ela quer ou me cale.

          Para darmos descanso às outras pessoas que convivem neste ‘ocafezinho’, dê liberdade ao que o outro pensa e tenha liberdade para pensar como quiser.

          Por exemplo, já que parece que precisa de exemplo:
          Se eu acho que Marina Silva e Roberto Freire merecem elogios, sou eu que penso e isso não devia ser motivo do seu ódio e deseducação; se você pensa que Marina Silva e Roberto Freire são venais, é você que pensa e nunca teve nem terá ódio meu.

          Se eu entender que alguém alegou sobre outra o que não procede, vou repostar, mas não serei mal-educado. Deseducação é coisa de bolsonaro. Em política, costuma ser coisa de fanático.

          Demorei para repetir isso: vamos dar um descanso das nossas imbecilidade às pessoas. E a nós mesmos.

      Alessandro

      09 de março de 2021 às 11h11

      Crime perfeito não tem culpados? Crime sem provas, deixa de existir ? “palmas” para todos os envolvidos, e viva a democracia que diga-se de passagem no Brasil tem só um “lado”… e é vermelho !!

      Responder

Partagas

08 de março de 2021 às 19h20

Antecipou o plano do Gilmarzinho Mendes para liberar o Lula…ja tava escrito.

Responder

Efrem Ventura

08 de março de 2021 às 19h17

Vai pro plenario.

Responder

Duilio

08 de março de 2021 às 19h13

Bolsonaro reeleito !! Kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

    Galinzé

    09 de março de 2021 às 11h31

    Caso a decisão seja mantida pelo planario o Lula vai ser obrigado a se candidatar mesmo sem querer.

    Responder

alex

08 de março de 2021 às 19h12

Depois de 4 ou 5 anos a justiça brasileira conseguiu entender onde um processo deve ser conduzido…é um pais minimamente serio esse ?

Responder

    dudu

    09 de março de 2021 às 11h24

    E’ simplismente ridiculo

    Responder

Ronei

08 de março de 2021 às 19h05

A ligaçao de Fachin com o PT nao é coisa de hoje.

Responder

Valeriana

08 de março de 2021 às 18h54

A justiça brasileira nao sabe nem por onde devem começar os processos…? Kkkkkkkkkkk

Fechem tudo e vendam o Brasil para algum pais africano…kkkkkkkkkkkk

Responder

Kleiton

08 de março de 2021 às 18h50

E’ capaz de ir para o plenario do STF.

Responder

Galinzé

08 de março de 2021 às 18h49

E’ o pais das bananas ou nao…? kkkkkkkkkkk

Responder

Osvaldo Olimpio

08 de março de 2021 às 18h24

Lembrando que Fachin sempre defendeu uma visão lavajatista. Decisão estranha… Talvez para desviar a atenção dos diálogos que estão eclodindo na Mídia e que agora chegaram a membros do próprio STF(Ministra Carmen Lúcia). Dessa forma, retira-se o foco da República de Curitiba e dos seus principais atores. Até que se varra a sujeira para baixo do tapete e o Povo, como sempre, esqueça e ninguém será punido Assim, tudo ficará mais próximo do centro do poder em Brasília, sob a batuta do presidente Bolsonaro. Aguardar os próximos capítulos?…

Responder

    Claudio Freire

    08 de março de 2021 às 19h46

    Tem razão, Osvaldo. Acho que Miguel do Rosário está sendo excessivamente otimista.
    É claro que se deve comemorar que o processo do Lula saia de Curitiba, onde sempre foi alvo de uma perseguição política nojenta, sem uma prova sequer. Mas daí a achar que tudo vai ficar por isso mesmo, vai uma distancia quilométrica.
    Foi manobra do Fachin. Ele sabia muito bem que a situação do Moro e dos procuradores da lava jato era insustentável. No despacho dele, Fachin estabelece que os processos seguirão para Brasília, onde deverá ser analisado se podem ser reaproveitados.
    Reaproveitados! Ou seja, Brasília poderá decidir que as oitivas feitas e as delações colhidas permanecem válidas, e uma nova condenação poderá se dar rapidamente.
    Se isto acontecer, a manobra do Fachin terá exito. Além de condenar Lula em outro foro (teoricamente sem os vícios de Curitiba, e portanto mais carregados de “credibilidade” contra o Lula), ele ainda poderá conseguir tornar sem efeito o processo de suspeição do Moro. Esse segundo fator para mim é o grande objetivo do Fachin, livrar a cara do Moro (na minha opinião, o candidato dos sonhos da direita).
    Esse pessoal da direita não dá ponto sem nó. Melhor aguardar os próximos desdobramentos antes de celebrar de forma tao efusiva o ato de hoje do Fachin, um lavajatista radical.

    Responder

LEONARDO AQUINO

08 de março de 2021 às 18h02

BOA TARDE MIGUEL, ACREDITO QUE A DILMA ROUSSEF É ABORTO COMO AFIRMOU CIRO GOMES????

Responder

Alexandre Neres

08 de março de 2021 às 17h39

Parabéns pelo texto, Miguel. O pai tá on. Resta saber se o Fachin não tomou esta medida com o escopo de beneficiar Moro.

Alô Ciro Gomes, Boulos, Dino, Freixo, Haddad e Lula te chamam para se juntar aos bons. Você tem muito a contribuir na qualidade de homem público. Não estou falando de candidatura. Estou tratando da reconstrução de um país em frangalhos. Precisamos de você. Juntos somos fortes!

Responder

Vera Vassouras

08 de março de 2021 às 17h22

CA-NA-LHAS! Qualquer neófito em direito sabe o que são preliminares. Depois de matarem a esposa, o neto, o irmão… Depois de destruir a honra, a vida … Depoîs de desgraçarem a Nação, quem pagará os prejuízos? Mais uma vez o povo. Devem indenizar o Lula, há fundamento. Exceto se a vítima continuar com síndrome de Estocolmo.

Responder

Heitor R Volkart

08 de março de 2021 às 16h33

Sim, até entendo um júri não ser qualificado para um julgamento, porém para mim ficou claro, nas entrelinhas do Ministro do STF , ____que os delitos foram cometidos__, que sejam então julgados por quem compete, o STF. Ou vão dizer que Lula é Inocente? Que “barbaridade”. É …são muitos os Ministros atuais do STF nomeados pelo PT !!!!!

Responder

    EdsonLuiz.

    08 de março de 2021 às 18h10

    Se Lula é inocente ou é culpado, ninguém sabe.
    A culpa ou a inocência de Lula está nas provas arrecadadas e juntadas aos processos. Como só os advogados do réu e os juízes das causas têm acesso aos processos, só elas sabem das provas.

    Ficar aqui de fora gritando que Lula é culpado não passa de torcida de quem não gosta de Lula.
    Ficar aqui de fora gritando que Lula é inocente não passa de fanatismo dos que apóiam Lula.

    Nós, por não podermos conhecer as provas, não podemos saber da culpa ou inocência do Lula.

    – Era deixar o processo correr e concluir o julgamento com as provas que estão no processo, e decidirem de uma vez se Lula, afinal, é culpado ou inocente.

    – E, outra coisa, investigar se as denúncias contra Sérgio Moro procedem e saber sua extensão e consequências, e julgarem Sérgio Moro também, decidindo de vez se Sérgio Moro é culpado ou inocente.

    Mas alí, naquela turma julgadora do STF, era o Aécio, o bolsonaro e o Lula contra o Fachin e a Carmem: 3 x 2!
    Maioria vence, não adianta pelejar.

    Mas eu prefiro o Luiz Edson Fachin e a Carmem Lúcia e outros preferem o Aécio, o Lula e o bolsonaro.
    É do jogo!

    Responder

      Marcio Valley

      08 de março de 2021 às 18h55

      Olha, concordo com quase tudo. Só que, no Estado de Direito, se não há prova da culpa e condenação lícita pelo judiciário, a pessoa é considerada inocente. Está na Constituição. Portanto, se Lula não está condenado, é inocente para todos os efeitos legais e quem disser o contrário pode estar cometendo o crime de calúnia. Sendo assim, dizer que Lula é inocente não é fanatismo, mas cumprimento rigoroso do que diz a lei.

      Responder

        EdsonLuiz.

        08 de março de 2021 às 22h49

        Para efeito do gozo dos direitos legais, é isso que você está dizendo. Quem não está condenado, com o trânsito da ação em julgado, é inocente para todos os efeitos legais.

        Mas estamos tratando do que diz respeito a réu de processo: enquanto réu, ninguém pode afirmar sobre o réu aquilo que não pode saber por não conhecer as provas da acusação.

        Se Lula não deixou de ser réu, quem não sabe nada das provas dos processos nada pode afirmar sobre a culpa ou a inocência de Lula quanto àquilo de que ele é acusado.

        A menos de duas horas, no posto de gasolina aqui perto de casa, fui agredido por um bolsonarista por dizer isto para um frentista que me perguntou o que eu achava.

        Responder

      Tiago Silva

      08 de março de 2021 às 20h56

      Edson Luiz, permita-me tecer alguns comentários sobre está sua mensagem do fórum do blog.

      Inicialmente há como saber sobre as provas (ou ausência delas) desses processos judiciais, pois inclusive já foram objetos de inúmeros livros técnicos sobre o tema e recomendo ler Lênio Streck (um dos advogados mais cultos do Brasil). Aliás, nestes trabalhos já se evidenciavam a incompetência de Sérgio Moro, algumas aberrações utilizadas como “provas”, além de os vazamentos do Hacker terem minado qualquer posição cínica sobre mínimo de imparcialidade (imagina quando chegamos té a grampear em de forma ilegal uma chefe de Estado para ser uma via auxiliar de Golpe… Nos EUA o Juiz criminoso estaria em Guantànamo e na Europa em prisão perpétua, assim como procuradores que produzem factóides recorrentemente à beira de eleições para buscar influenciar o voto das pessoas… Isso sem falar da corrupção do ex-Juiz ao usar cargo público para buscar prêmio ou para proteger seus afetos do PSDB).

      Outrossim, ainda há uma incongruência lógica ou fática quando fala provavelmente da segunda turma do STF (Fachin, Carmem Lúcia, Levandowisky, Gilmar Mendes, Kassio Nunes), pois vc atribui imagino que Fachin e Carmem Lúcia certa isenção enquanto atribui Lewandowski a Lula, Gilmar a Aécio e Kássio Nunes a Bozo… Porém isso é contradição lógica já que se for por indicação, Levandowisky seria Lula, mas Fachin e Carmem também – incluindo tb Fux, Rosa Weber, Barroso (e Gilmar seria FHC e Kássio do Bozo… Aécio teria sido Alexandre de Moraes no parlamentarismo de fato que ocorreu com o golpista do Temer), sendo que estes foram contra Lula e contra o processo legal. Já se a atribuição levar em termos táticos, ou seja quem mais ajuda quem, daí Fachin e Fux seriam mais subserviente ao partido da Farsa-Jato, Carmem Lúcia golpista que ajudou mais o Temer, Gilmar que ajudou mais o PSDB e grande empresariado (mas que insurgiu contra o Partido da lava jato), Lewandowski pode se falar que ajudou mais Lula (porém acho que a sua coerência está com o garantismo penal, pois vai advogar nisso após o STF), enquanto Kássio pode estar cedo mas tende a “ajudar” mais interesses do Bozo e sua familícia.

      Daí, pq discordo de sua opinião – principalmente por se apresentar uma contradição lógica ou fática… E olha que lógica ou fatos deveriam ser relevantes para combater narrativas sem o mínimo de lastro de lógica ou fatos tanto do PIG, como do Bozo, MBL, etc…

      Responder

        EdsonLuiz.

        08 de março de 2021 às 23h04

        Tiago Silva,
        Muito prazer em falar com você. Um abraço!

        Provas de processos não podem ser vazadas. Sempre que circulam por vazamento, isso constitui uma ilegalidade. Só para ilustrar: uma tática da Operação Lava-Jato para criar massa crítica a favor da Operação era vazar várias provas. Se vazar provas não fosse ilegal, eles simplesmente chamariam a imprensa e distribuiriam os documentos em mãos e ao vivo.

        Se alguém diz que viu provas e não está entre quem pode ter acesso e obrigado a manter confidencialidade, está enganando.

        Quanto as associações entre personagens, eu e você somos puros. Somos mesmo! Eu sou e minha percepção é de que você também é. Mas eu não sou ingênuo e minha percepção é de que você também não é ingênuo. E não podemos ser mesmos. Eu sou puro, mas sou puta de rua.

        Responder

          EdsonLuiz.

          09 de março de 2021 às 02h19

          A Lava-Jato vazava possíveis provas.

Alan C

08 de março de 2021 às 16h24

Estão fazendo tudo que a gente falava em 2018.

Responder

Ricardo JC

08 de março de 2021 às 16h01

Canalha!!! Fez isso para tentar evitar que a suspeição de Moro fosse julgada. Transferiu tudo para Brasília, que é hostil a Lula.

Responder

    Vera Vassouras

    08 de março de 2021 às 17h28

    É para manter a tortura. Livro – O processo judicial como crime de tortura – youtu.be/VfkMGwsyAMU

    Responder

Deixe uma resposta