Despolarizando: pesquisa Datafolha neutraliza a terceira via?

Lula fala sobre o PT ‘passar o bastão’ em 2022

Por Redação

09 de abril de 2021 : 19h15

Nesta quinta-feira, 8, o ex-presidente Lula rechaçou a tese de que o seu partido “polariza demais” e também rejeitou a hipótese do PT abrir mão da candidatura a presidência da República em 2022.

De acordo com ele, o PT é o “maior de partido de esquerda do mundo” e ainda ficará em “primeiro ou segundo” em “muitas eleições”.

“O PT vai ser primeiro ou segundo em muitas eleições ainda. Quem não quiser que o PT seja, ou dá um golpe como eles deram ou cresçam, se organizem. Porque o PT não é uma cooperativa de deputados como muitos partidos, mas um partido com muita raiz na base. Se as pessoas quiserem se organizar, qualquer um pode ser maior do que o PT. Quer que eu passe o bastão, corra mais que eu. Quer ficar parado e quer que eu passe o bastão?”, questionou em entrevista ao DCM.

Apesar dessa afirmação, Lula disse que o momento não é para discutir 2022 e que não está preocupado com eleição presidencial.

“Se todos nós ainda tivermos dentro de nós alguma coisa de humanismo, se resolvermos não aceitar a ideia de virar algoritmos e voltarmos a ser humanos, não temos que discutir agora as eleições. Temos que discutir agora a questão da vacina, como cuidar desse povo, como garantir que se a pessoa for tomada pelo vírus tenha leito para se tratar”

Checamos

O Partido dos Trabalhadores não é o maior partido de esquerda do mundo. Com 89,5 milhões de membros, o Partido Comunista Chinês (PCC) lidera esse ranking. De acordo com o TSE, o PT têm 1.535.390 filiados.

Assista a entrevista completa!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Stalingrado

10 de abril de 2021 às 19h33

Lula está certíssimo. Se o candidato 9% estivesse no mesmo partido desde a década de 80, talvez teria muito mais que os 9% atual.
O PT tem história, militância, experiência de governo e VOTOS. O candidato dos 9% pode investir em trabalho de base, criação de base de apoio e, quem sabe, daqui a 20 anos ele atinja 20% de preferência.
Lula será reeleito em 2022 e na sequência, também.

Responder

Getúlio

10 de abril de 2021 às 18h32

Esse Cafezinho está amargo e destemperado. É sempre Ciro, FHC, Doria, Huck, Mandetta! Virou um verdadeiro Direitão Mocotó. Ainda o vejo, como vejo o Antagonista, para ver o que andam dizendo a direita brasileira sobre o efeito Lula. Estão num mato sem cachorro com seus candidatos de 5%.

Responder

Luiz Gustavo

10 de abril de 2021 às 15h12

Parece que o PT e o Lula não aprenderam nada com tudo o que passaram. De fato a base, a raiz do PT é lindíssima. O triste é que ela só é lembrada nesses momentos. A cúpula do PT esqueceu as bases, esqueceu o povo. Muitos não acreditam mais no PT. Falar que é culpa da Globo, do Aécio ou apontar inimigos externos, foge a reflexão tão necessário sobre as próprias responsabilidades pra o cenário que se desencadeou.

Bolsonarismo, petismo, antibolsonarismo e antipetismo devem ser levados em consideração. O PT, mais um vez, vai arriscar a possibilidade de eleger o Bolsonaro, em prol da possibilidade de voltar ao poder. Esse discurso dos petistas de que são o maior partido de esquerda do Brasil (e de fato são) soa antipático fora do núcleo duro que possui. E saibam: nem Bolsonaro, nem o Lula se elegem somente com o núcleo duro que possuem.

Se ambos forem para o segundo turno, evidentemente votarei no Lula, assim como votaria em qualquer um que concorresse contra o Bolsonaro. Mas consciente de que o Lula fechou e fecha os olhos para as coisas que acontecem ao ser redor, tanto no partido, como nos aliados, para manter uma falsa estabilidade de governabilidade.

Com todos os erros da Dilma, no fator honestidade, ela está a anos-luz de distância em relação ao Lula e a maioria dos políticos brasileiros contemporâneos.

Responder

Alan C

10 de abril de 2021 às 10h05

“De acordo com ele, o PT é o maior de partido de esquerda do mundo”

O maior partido “de esquerda” do mundo:

– bancos tiveram lucro recorde na história do mundo capitalista;
– o partido é a favor da independência do BC;
– deu o ministério da fazenda à um banco privado;
– Marcos Lisboa;
– não foi golpe, foi apenas uma “ruptura”;
– protegeu Eduardo Cunha com unhas e dentes;
– protegeu Aécio……

Responder

João Lucas

09 de abril de 2021 às 22h15

Lamentável o “checamos” ao final, todos sabem que em números o PC chinês é o maior do mundo, não é esse o sentido da frase, desnecessário dizer que na China não vigora o mesmo regime que aqui, sem adjetivar um ou outro

Pela sua formação, estrutura organizacional e capilaridade o Partido dos Trabalhadores pode sim ser considerado o maior partido de esquerda do mundo democrático

Responder

    Otávio

    10 de abril de 2021 às 10h04

    Concordo. Decepção com O Cafezinho.

    Responder

    Walsil

    10 de abril de 2021 às 12h46

    Além de tudo, o Lula citou a China e Cuba, deixando a entender que esses dois não entrava nessa contabilidade. O checamos não checou, está na entrevista

    Responder

Carlos Jose

09 de abril de 2021 às 22h09

Lula em 2022 e no primeiro turno

Responder

Paulo

09 de abril de 2021 às 21h59

Numa coisa eu vou dar razão ao Lula, embora isso me martirize e devaste (pelo fato em si e o que isso poderá significar, não pelo direito): o PT tem o direito pleno de lançar candidato…

Responder

Netho

09 de abril de 2021 às 19h45

Lula de 2002 em 2022 é igual ao Scolari de 2002 em 2014.
A crônica anunciada do fracasso combinado com a humilhação.
Lula ainda nem resolveu as suas chaves de cadeia.
Não há garantias que não surjam mais fantasmas e esqueletos do armário lulo-petista.
A tragédia do lulo-petismo agora procura a encenação da própria farsa.
Lula está mais próximo da Ilha de Elba no Arquipélago Toscano do que da Ilha de Ítaca no Mar Jônico.

Responder

    Otávio

    10 de abril de 2021 às 10h19

    Precisamos Urgentemente que o “MESSIAS” do Nordeste venha montado num cavalo alado branco, da ilha de Sobral, para salvar o Brasil. Só ele com sua semi divindade, sua genialidade e perfeição pra nós fazer vencer a batalha do bonzinho contra o mauzinho. Depois do absurdo de pedir ao líder nas pesquisas pra abrir mão em nome da candidatura, advinha? Dele, o Ciro só mostra o desespero de quem tem projeto personalista de poder. Não serve o bem do Brasil, só se o projeto for encabeçado pelo NeoMessias de Sobral. Faça- me o favor, Ciro e os Minions 2.0 só podem estar brincando, são realmente uma piada, de péssimo gosto aliás…

    Responder

    Batista

    10 de abril de 2021 às 20h54

    Cara, desacelera o ‘esperneandis’ pelo retorno em grande estilo dos ‘defuntos’, caso contrário acabará tendo um troço, que não a Covid 19, tamanha angustia emanada desse patético oráculo sem norte, mostrando-o mais perdido que ‘os ossos de Dana de Teffé’ e navio no Triângulo das Bermudas.

    Afinal, não é o único a cravá-los ‘defuntos políticos’, embora seja o único a fornecer antecipadamente por tamanha maníaca insistência, até atestado de óbito, demonstrando-se pole position em analfanethismo político, em surto circuito.

    Pois, sem esquecer de outras ilhas, Cara, é bom perceber que está mais pro ‘Casa Verde’ de Machado, que pra ‘Casa dos Mortos’ de Dostoiévski, ‘sem choro, nem vela, sem alma ou outra encarnação, e pior, sem a mulata a sapatear em seu virtual caixão’, mas com todo o devido respeito e atestado de óbito político do oráculo de uma só previsão.

    Responder

Alexandre Neres

09 de abril de 2021 às 19h42

Vejam só. O Cafezinho está prestando o serviço de fact-checking. Grande estreia. O efeito Lula é mesmo avassalador, depois que ele passa não fica pedra sobre pedra. Moro fazendo escola. Falando nisso, o marreco declarou voto em Danilo Gentili.

Responder

    Francisco*

    09 de abril de 2021 às 20h35

    Que empata com Huck, que empata com Ciro, que empata com Doria…

    Responder

      Alexandre Neres

      10 de abril de 2021 às 01h24

      Meu caro Francisco, parafraseando Merval Pereira, o ex-blog progressista Cafezinho está fazendo reiteradas matérias tentando associar Lula e Renan Calheiros, para ver se cola a pecha de corrupto na maior liderança popular brasileira de todos os tempos. Não é muito original, mas é o que tem pra hoje. Em vez de se preocupar com isso, deveriam atentar para o Gentili. Se fosse o Ciro, estaria ligado é no seu processo de marinização. Imagina ter 1, 2% de voto? Perder para Gentili? A paúra deve estar arrodeando a entourage do neotrabalhismo. Aonde irá o sr. Miguel do Rosário? O barco está à deriva. Estou preocupadíssimo com o Brasil, não bastassem os arroubos autoritários de Bolsonaro, quando vejo o Ciro, fico com a impressão que está com um olhar esgazeado, vociferando como um louco, desconexo, parecendo um napoleão de hospício. Sei lá, qualquer hora dessas Sir’o se autoproclama presidente e pede apoio da rainha.

      https://www.brasildefato.com.br/2021/04/09/ciro-gomes-nunca-voltou-de-paris

      Responder

Deixe uma resposta