Despolarizando: pesquisa Datafolha neutraliza a terceira via?

Para CPI do genocídio, MDB indica Renan Calheiros e Eduardo Braga

Por Redação

15 de abril de 2021 : 10h03

O MDB oficializou nesta quarta, 14, a indicação dos senadores Renan Calheiros (AL) e Eduardo Braga (AM) para compor a Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19 para investigar a responsabilidade e a omissão do governo Bolsonaro na pandemia.

No Planalto, o desejo era que Márcio Bittar (MDB-AC) ou Eduardo Gomes (MDB-TO), líder do governo no Congresso, fossem escolhidos pela bancada do partido, mas Braga e Calheiros saíram na frente e articularam apoio entre os senadores emedebistas.

A relatoria sob o comando de Renan pode abrir espaço para que o senador Omar Aziz (PSD-AM) também tente reinvindicar a presidência da CPI.

O PSD tem a segunda maior bancada no Senado, considerada ‘indepedente’ e Aziz representa o estado que sofreu um colapso com a falta de oxigênio. Além do senador amazonense, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) também almeja a presidência da CPI.

No total, a CPI terá 11 senadores e a expectativa é que Bolsonaro fique com apenas quatro congressista da base governista do PP, PL, DEM e Podemos.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

15 de abril de 2021 às 12h26

Vão se regalar nessa CPI…

Responder

Deixe uma resposta