Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Na presença de aliados, Ciro Nogueira (PP) lança pré-candidatura ao governo do Piauí

Por Redação

30 de abril de 2021 : 22h47

O senador e presidente Nacional do Progressistas, Ciro Nogueira, lançou nesta segunda-feira, 26, sua pré candidatura ao Governo do Piauí. “Ser governador desse Estado não é uma obsessão, mas pode ser uma missão. Essa é certamente a diferença em relação ao lado de lá, que fabrica um candidato”, alfinetou.

Aliado do PT até meados de 2020, Nogueira agora é a principal figura de oposição ao partido no Piauí, em especial ao governador Wellington Dias. De acordo com o pepista, Dias coloca “os interesses de seu partido acima do Estado”. 

No lançamento da sua pré-candidatura, o líder do PP estava na presença de aliados e lideranças do PSDB, PV, PSL e PDT. Sobre a candidatura do ex-presidente Lula, que na qual já foi aliado, Ciro Nogueira disse que o Lula de 2022 vai disputar apenas para que o seu partido volte ao poder.

“O Lula que está vindo hoje não é aquele Lula que veio para tentar erradicar a miséria e a fome. É um Lula que vem apenas para ser uma bandeira política de um partido político. Para tentar trazer esse partido de volta ao comando do país”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

AlexandrecNeres

01 de maio de 2021 às 01h40

Fico feliz em saber que as forças progressistas estão se unindo para lutar contra o PT no Piauí. O centro refundado está bem representado por Progressistas, PSDB, PSL e PDT. Daqui a pouco Cássio Conká adere à causa. No país de Bolsonero, o neotrabalhismo já escolheu seu inimigo figadal: o petê. Para obter a confirmação, basta ler os posts de ACM Netho.

Responder

Deixe um comentário