Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Braga rebate Pazuello sobre falta de oxigênio no Amazonas

Por Redação

19 de maio de 2021 : 15h09

O senador e líder do MDB na Casa, Eduardo Braga (AM), rebateu a afirmação do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que presta depoimento na CPI da Pandemia.

Durante sua fala, Pazuello disse que ficou sabendo da crise de oxigênio no Amazonas apenas na noite do dia 10 de janeiro. “Se tivéssemos sabido antes, poderíamos ter agido antes”, justificou.

Pazuello ainda disse no colegiado que chegou a conversar com o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), na noite do dia 7 de janeiro, mas que não foi informado sobre o colapso no estado.

Com isso, o general afirmou que no dia 12 iniciou o fornecimento extra de cilindros de oxigênio e disse publicamente que a crise durou apenas nos dias 13, 14 e 15.

Após isso, o senador emedebista rebateu de prontidão o general. “O senhor estava lá e viu com seus olhos, os amazonenses morrendo por falta de oxigênio”, disparou.

“Antes a gente ficava dependendo da ajuda do Gusttavo Lima, do Paulo Gustavo”, completa.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

19 de maio de 2021 às 18h49

Pra ser mais justo senador, não foi só o Gustavo Lima, e o nosso saudoso Paulo Gustavo, que a bem da verdade era muito generoso, mas quem iniciou as doações, foram os artistas Winderson Nunes tirulipa, e etc…..

Responder

Luan

19 de maio de 2021 às 15h21

O que Ministerio da Saude tem a ver com o oxigenio dos hospitais…? Quem faz o controle disso sao os governos locais.

O Ministerio repassa o dinheiro e vem em socorro dos estados que fazem cagadas quando pedem ajuda…como foi no caso do Amazonas.

O resto sao palhaçads.

Responder

    Tony

    20 de maio de 2021 às 07h48

    Não houve repasse.

    Responder

Deixe um comentário