Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Lula vai tentar convencer Dilma sobre aliança com o MDB em 2022

Por Redação

03 de junho de 2021 : 10h46

Não é segredo para ninguém que o ex-presidente Lula deseja uma reaproximação com o MDB, partido que foi diretamente beneficiado com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff em 2016 quando Michel Temer assumiu a presidência e deixou o mandato com minguantes 4% de aprovação.

Desde que voltou ao cenário eleitoral, o líder petista se reuniu com caciques graúdos do partido como o ex-presidente do Senado, Eunicio Oliveira, e o presidente de honra do MDB, José Sarney. No entanto, essa reconciliação deve passar pela aprovação da própria Dilma que atualmente é resistente com a ideia.

De acordo com o jornalista Guilherme Amado em sua coluna no Metrópoles, Lula deve se reunir nas próximas semanas com Dilma.

O ex-presidente considera importante e legítimo o apoio do MDB a sua terceira candidatura devido a sua capilaridade de prefeituras, estrutura financeira e pelo tempo de TV.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

marco

07 de junho de 2021 às 20h21

Pts !
E pensar que fui a todos os atos convocados pela esquerda contra o impedimento de Dilma..
Que arrependimento, alás a sua foto sorrindo junto com Levandowisk ,Aecio e Renan ´durante sua defenestração é esclarecedora.

Responder

Tony

03 de junho de 2021 às 16h41

Lula, Dilma, Sarney, Eunício…deve ser brincadeira ou é a senilidade atacando.

Responder

Alexandre Neres

03 de junho de 2021 às 15h55

Matéria um tanto quanto desnecessária.

Lula tem uma base de apoio no PMDB.

Outros tantos não querem ver Lula nem pintado.

Tem ainda uns outros que não são pró nem contra.

Dentro dessa mixórdia, que sentido faz procurar Dilma pra tratar de uma aliança com uma parcela do MDB que irá apoiar Lula inexoravelmente?

Responder

Deixe um comentário