Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Médicos assinam manifesto contra Conselho Federal de Medicina

Por Redação

04 de junho de 2021 : 20h16

Mais de 100 médicos, incluindo a pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz, Margareth Dalcolmo, assinaram um manifesto contra a atuação do Conselho Federal de Medicina (CFM) na pandemia.

O documento foi divulgado nesta quinta-feira, 6, e aponta que a entidade se posiciona contrária “a apuração das responsabilidades e omissões para o enfrentamento da pandemia de Covid-19″.

Os médicos apelam para que “nesse momento em que o padrão de transmissão da Covid-19 segue elevado, nossa atenção seja a necessidade de políticas baseadas na ciência e em boas práticas”.

Manifesto foi elaborado após Jair Bolsonaro compartilha um vídeo nas redes sociais onde o presidente do CFM, Mauro Ribeiro, critica a CPI da Pandemia e adotou a narrativa de que “não sabemos nada, temos todas as dúvidas do mundo”, tese que defende o uso da cloroquina, medicação sem comprovação científica no tratamento contra Covid-19.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Vitor Benda

07 de junho de 2021 às 18h13

importante divulgar o documento na íntegra.

Responder

Antônio carlos

05 de junho de 2021 às 17h50

E o pior,cá ANVISA, também está aparelhada.
Os deputados deveriam extinguir a Anvisa e modificar o modelo do CRF.

Responder

Clara Davidovich

05 de junho de 2021 às 16h29

Além da carta sugiro que os médicos dedicados à Medicina com maiúscula façam um movimento para o afastamento deste médico vendido ao genocida.

Responder

Maria

05 de junho de 2021 às 12h07

Cada comentário aqui q escancara como a Educação no BR está em coma e como ler um bom livro faz falta.

Responder

Ronei

05 de junho de 2021 às 09h15

Parabém a Dra Margareth Dalcolmo

Responder

Iva Araújo

05 de junho de 2021 às 09h05

Quinta feira, dia 06? Esse erro acabou com a matéria.

Responder

Marco Vitis

04 de junho de 2021 às 22h46

Mauro Ribeiro.
Será que esse sujeito será denunciado como cúmplice do genocídio ?

Responder

Geraldo Santos

04 de junho de 2021 às 22h27

?????

Responder

Paulo

04 de junho de 2021 às 21h38

Se, passados quase um ano e meio de pandemia, o cidadão, suposto profissional da saúde, guindado à cargo de prol, tem “todas as dúvidas do mundo”, melhor partir pra outra. Menos corporativismo, mais profissionalismo…

Responder

William

04 de junho de 2021 às 20h44

“não sabemos nada, temos todas as dúvidas do mundo” disse o Presidente da CFM sobre o vírus e seu tratamento.

O que isso tem a ver com cloroquina….?

Quem é a mente iluminada que faz essas matérias ?

Responder

    Maria

    05 de junho de 2021 às 11h57

    Tem tudo a ver com a cloroquina pq o presidente do CFM gravou esse vídeo para defender a maior defensora da cloroquina como tto precoce da CoVid-19.
    Ilumine-se…

    Responder

Ronei

04 de junho de 2021 às 20h43

“a entidade se posiciona contrária “a apuração das responsabilidades e omissões para o enfrentamento da pandemia de Covid-19”

“nesse momento em que o padrão de transmissão da Covid-19 segue elevado, nossa atenção seja a necessidade de políticas baseadas na ciência e em boas práticas”.

Contrataram o Felipe Neto mesmo, não tem outra…

Responder

    Cuban crafter

    05 de junho de 2021 às 10h51

    Se essas frases fazem parte do “manifesto” são tudo menos que contra o CFM.

    Responder

Tony

04 de junho de 2021 às 20h39

Provavelmente esses 100 médicos conhecem o vírus mais que o resto do Mundo inteiro, se assim é que informem os outros que é mais útil que fazer cartinhas idiotas.

Temos essas 100 mentes superiores no Brásil e ninguém sabia….

Responder

    EdsonLuiz.

    04 de junho de 2021 às 22h25

    Tony,

    Estes médicos não conhecem “o” vírus Sars-Cov2 mais que todo mundo. Mas eles conhecem VÍRUS, e conhecem procedimentos em pandemia.

    Ninguém conhecer direito o vírus DESTA pandemia é mais motivo para orientar no sentido da cautela médica, da humildade científica, da sensatez cidadã. Foi isto que as pandemias e a irrupção de vírus desconhecidos ensinaram à ciência; é isto o que estes médicos buscam aplicar.

    Responder

    Maria

    05 de junho de 2021 às 12h04

    Eles justamente estão de acordo com a maioria das entidades médicas e médicos do mundo inteiro. Têm todo o direito de se manifestar, pois pagam anuidade para o CFM, q não é pouco.
    Acho q só vc não conhece a FIOCRUZ. São médicos pesquisadores de um instituto de pesquisa de mais de 100 anos. Não é qualquer um q chega lá. São brilhantes sim e a inveja não percebe isso…

    Responder

Deixe um comentário