Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Funcionária acusa presidente da CBF de assédio moral e sexual

Por Redação

05 de junho de 2021 : 14h14

A Comissão de Ética e a Diretoria de Governança e Conformidade da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) receberam uma denúncia contra o presidente da entidade, Rogério Caboclo, por assédio moral e sexual contra uma funcionária.

De acordo com ela, que faz parte da equipe de cerimonialistas da CBF, os episódios aconteceram nas reuniões com Caboclo e na presença de diretores. O mandatário teria perguntado, por exemplo, se a funcionária se “masturbava” e também quis forçar que a funcionária comesse um biscoito de cachorro, chamando-a de “cadela”.

Ainda segundo ela, durante os abusos, Caboclo estava alcoolizado. O documento que contém todas as denúncias foi enviado por email ao presidente da Comissão de Ética e ao diretor André Megale que chefia a Governança e Conformidade da CBF. Após formalizar a queixa, ela pediu afastamento por motivos de saúde.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário