Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Caboclo ofereceu dinheiro a funcionária que o acusa de assédio moral e sexual

Por Redação

07 de junho de 2021 : 10h15

Recém afastado da presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo chegou a oferecer cerca de R$12 milhões para a funcionária da entidade que apresentou uma denúncia ao Conselho de Ética por assédio moral e sexual. A quantia seria para ela não divulgar gravações e negar todas as acusações.

De acordo com a TV Globo, a funcionária recusou a proposta. Ela foi orientada pelos seus advogados a gravar todas as conversas quando estivesse sozinha com Caboclo. Sempre quando se dirigia a ela, o mandatário da CBF mantinha conversas de cunho pessoal e sexual. Ele também causava constrangimento, insultava e humilhava ela na frente de outros diretores.

Os abusos eram de um tal nível que a funcionária chegou a pedir socorro para alguns diretores da CBF de dentro da sala de Caboclo. Em um dos momentos de assédio, ele oferece uma taça de vinho a ela que recusa e pergunta: “Você se masturba?”.

Em 16 de março, Caboclo se dirigiu a funcionária e voltou a assediar. “Eu conheço minha mulher há 26 anos. Já apaixonei, pirei por amor. Eu tinha te jurado que eu não ia falar sobre assuntos particulares”, disse.

Essa fala foi feita, segundo ela, após mais um episódio humilhante de abuso sexual e moral na relação entre chefe e secretária. Caboclo a descumpria reiteradamente essa promessa.

Ainda sobre seu casamento, Caboclo sempre deixava a entender que estava livre para ter um caso extraconjugal e usava palavrões para falar de órgãos sexuais. Constrangida, a funcionária ignora a proposta e afirma que não quer saber da vida sexual de Caboclo.

Ele dar de ombros para a negativa da funcionária e continua falando do casamento. “Ela vai fazer ginástica, vai voltar tesuda. Sabe o que eu sou contra? Nada”, disse Caboclo.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Bandoleiro

07 de junho de 2021 às 10h51

Porque nao saiu logo do cargo e fez as devidas denuncias mas ficou là ?

Responder

carlos

07 de junho de 2021 às 10h37

A solução pra todo esse escárnio, é criar uma liga independente de clubes de futebol do Brasil pra gerir o futebol brasileiro, porque o futebol hoje é um negócio que move a economia mundial, e a seleção brasileira é sustentada por grandes empresas nacionais e multinacionais, portanto só vejo essa saída, antes que o povo brasileiro que ainda está com aquele resultado catastrófico na cabeça, vamos esperar um outro resultado catastrófico ?

Responder

Valeriana

07 de junho de 2021 às 10h30

A CBF é a cara do gado e seu presidente é a cara deste governo.

Responder

Deixe um comentário