Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Stédile parabeniza PSDB nas manifestações antiBolsonaro: “fizeram autocrítica e são bem vindos”

Por Redação

05 de julho de 2021 : 08h35

O líder nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stedile, destacou a participação de movimentos ligados à direita nas manifestação pró-impeachment de Jair Bolsonaro e usou como exemplo o PSDB.

“Todo mundo sabe que o PSDB, o governador João Doria, apoiou a candidatura do Bolsonaro. Eles são responsáveis por isso que está aí. E são bem-vindos, porque fizeram autocrítica e agora estão se somando ao ‘Fora, Bolsonaro!’”, afirmou ao Brasil de Fato.

“Espero que outros setores também da burguesia se somem, porque o Bolsonaro não tem força própria, ele é a expressão da força da burguesia e, em tempos de covid, se a burguesia criar coragem, ela tem força suficiente para afastá-lo”, completou.

Stédile também avaliou que os protestos de sábado, 3, estão servindo para desenvolver um sentimento na sociedade de que “ninguém aceita mais” o Governo Bolsonaro e lembrou o papel da CPI da Pandemia no Senado.

“Todo mundo sabia o método Bolsonaro, a turminha dele e da família que são corruptos, inclusive, o patrimônio pessoal que eles têm certamente tem origem nas rachadinhas. E agora ficou mais claro com a CPI do Senado, o governo paralelo que eles montaram, o orçamento paralelo, os R$ 20 bilhões que liberaram de emendas para o centrão aprovar a privatização da Eletrobrás”.

Assista a entrevista na íntegra!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuiz.

05 de julho de 2021 às 14h03

Legal!

Filiados do PSDB ou de qualquer outro partido político que tenha apoiado bolsonaro ou não se fazerem presentes nas manifestações contra bolsonaro é maravilhoso. É o Brasil que se manifesta.

Eu não votei em bolsonaro porque na minha percepção ele seria uma coisa na linha do que está sendo. E veja que bolsonaro se mostrou uma coisa várias vezes pior do que já prevíamos.

FORA BOLSONARO!

Mas nós temos que construir uma opção a bolsonaro que nào seja danosa ao país.
Tem membros de outros partidos – como o PT, por exemplo – que ficam com essa conversa de equivalência. NÃO EXISTE EQUIVALÊNCIA entre bolsonaro e o PT. Um é um mal maior em um sentido, outro é um mal maior em outro sentido. Apenas em algumas coisas eles se equivalem.

Em ameaça institucional, em ameaça à democracia, bolsonaro é mais perigoso para o Brasil que o PT. O PT pode ser mais perigoso nesta questão da democracia para países pobres da África e da América Latina, como para a Venezuela, mas para o Brasil, na questão da democracia bolsonaro hoje é mais perigoso.

Alô Stédile! O PT tem que fazer autocrítica nessa questào, de apoio ao Chavismo!
– Atenção: o PSOL não apoia o Chavismo.

Já na questão de corrupção, inclusive corrupção do Congresso Nacional pela cooptação de parlamentares e de partidos inteiros, e corrupção feita junto com grandes empresas, com grandes empreiteiras de obras, nisso o PT é mais perigoso ao Brasil do que bolsonaro.

Atenção Stėdile! O PT precisa fazer autocrítica disso também, da corrupção. E disso, mais ainda.
– Atenção: o graduadíssimo petista Gilberto carvalho tem feito, ainda que muito timidamente, autocrítica de corrupção. Mas muito tímida e só ele.

Já na questão da economia, o populismo de bolsonaro e o populismo de Lula são equivalentes.

Mas cabe também a completa honestidade de citar direito para não confundir e fazer o mal por leviandade.

1 – Teve o filiado de partido que apoiou.
2 – Teve o que votou, mas não apoiou.
3 – Teve o Partido que apoiou.
4 – Teve o Partido que NÃO APOIOU.

Cada uma dessas posições são bastante diferentes. Ao que me consta, o PSDB não apoiou bolsonaro.

E tem uma completa diferença do petismo
em relação ao bolsonarismo: o petismo, em suas bases, são majoritariamente empåtico às dificuldades da população.
Seus dirigentes terem gestado a tragédia econômica que gestaram e terem se envolvido com corrupção em dimensões industriais não condena as bases do PT, que pode ser reconstruir em outra versão.

E além do mais, vamos concordar, o que sobra na política partidária brasileira nàk é melhor que o PT não. Quando é melhor, é só em alguns temas. E só parcialmente e muito pouco.

Edson Luiz Pianca.
edsonmaverick@yahoo.com.br

Colegas: eu nem sei se pode ou se é conveniente, mas desde que eu repostei aqui em ‘ocafezinho’ , espaçamente coloco meu nome, meu email ou os dois.

O faço bem espaçado, para nào assodar, e tem o único objetivo de nào me esconder.
Isso dá também oportunidade de alguém contrafeito , mesmo que por delīrio, me abordar diretamente.

Nas respostar me pauto por fundamentar sempre com dados, com fatos ou com ilustrações comparativas, como há dois dias comparei a possibilidade de aplicação de ritos jurídicos aplicados a Lula ou a bolsonaro.

Naz respostas, o repostador deveria se ater inteligentemente à questão, mas há os que pessoaluzam, são muito mal-educados e agridem.

O sr Alexandre Bolsoneres, sempre muito agressivo e mal-educado, por ser mais propagandista de repetições dos blogues que habita, passou muitk do ponto e fez jma ameaça. Esta meaça está há alguns post atrás.

Isso é muito grave. É o bolsonarismo e a prática do PCO aplicada aqui no nosso democrático jornalzinho.

Responder

Marco Vitis

05 de julho de 2021 às 12h05

Stedile está correto em apoiar a nova posição política do PSDB. Mas nenhuma palavrinha em relação ao PCO ? Por que esse obsequioso silêncio em relação ao PCO ? Não se faz crítica a aliados ?

Responder

Deixe um comentário