Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: Fernando Bizerra/EFE

Lula se manifesta sobre Cuba: “bloqueio econômico é desumano”

Por Redação

13 de julho de 2021 : 11h07

O ex-presidente Lula (PT) se manifestou sobre as recentes manifestações ocorridas em Cuba contra o Governo de Miguel Dias-Canez.

Desde o último domingo, 12, que manifestantes ocupam as ruas de Havana e Santiago e uma das reivindicações é a renúncia do mandatário cubano.

Na avaliação de Lula, o que ocorreu foi uma passeata e diz que viu o presidente conversar com os cubanos e lembrou que o país caribenho é alvo de um bloqueio econômico há 60 anos, desde a chamada Revolução Cubana liderada por Fidel Castro e Ernesto “Che” Guevara.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

14 de julho de 2021 às 14h05

Não há nada de novo no front. Trolls, bots, haters, bolsominions, Paulo, Juliana Paes, EdsonLuiz, os mesmos de sempre, a nata do conservadorismo tupiniquim, em pleno século XXI, bradando em uníssono contra a iminência do perigo comunista. Não por acaso o presidente eleito se chama Bolsonaro. Não à toa essa turba idolotrava há pouco tempo um fantoche dos ianques que está sob o abrigo deles atualmente, um santo do pau oco, um juiz ladrão e corrupto!

Responder

Alexandre Neres

13 de julho de 2021 às 21h56

“Desde que se tornou independente em 1959, Cuba tem sido submetida a violência e tortura implacáveis por parte dos Estados Unidos, atingindo níveis de verdadeiro sadismo, com quase nenhuma palavra de protesto de setores da elite. Felizmente, os Estados Unidos são um país excepcionalmente livre, por isso temos acesso a registros desclassificados que explicam a ferocidade dos esforços para punir os cubanos. O crime de Fidel Castro, explicou o Departamento de Estado nos primeiros anos, consiste em seu “desafio bem-sucedido” à política adotada pelos Estados Unidos desde a Doutrina Monroe de 1823, que estabeleceu o direito de Washington de controlar o hemisfério. Claramente, medidas severas são necessárias para reprimir esses esforços, como qualquer capo da Mafia compreenderia bem, e a analogia da ordem mundial com a Máfia é altamente merecida.” (Noam Chomsky, intelectual público, filósofo e linguista estadunidense)

“Quando dizem a mim, um brasileiro, que em Cuba não há democracia, desço da abstração das palavras à realidade. Quantas fotos ou notícias foram ou são vistos sobre cubanos na miséria, mendigos espalhados nas calçadas, crianças abandonadas nas ruas, famílias debaixo de viadutos? Algo semelhante à cracolândia, às milícias, às longas filas de enfermos aguardando anos para serem atendidos num hospital?” (Frei Betto)

Responder

Fanta

13 de julho de 2021 às 16h08

Em todos os esquerdistas mora um ditadorzinho enrustido.

Responder

    dcruz

    13 de julho de 2021 às 21h45

    E dizer-se que o maior ditador ou pelo menos faz tudo que um ditador faz, só que a parcela sã da nação não deixa se concretizar, mora aqui, cercado por militares como é típico de ditadores, e é de direita. Preciso dizer o nome dele?

    Responder

    EdsonLuiz.

    13 de julho de 2021 às 22h02

    Em todo ‘direitista’, também!

    Responder

Kleiton

13 de julho de 2021 às 13h49

Comprem na China, o que tem nos EUA tem na China e mais barato.

Quem ainda acham que enganam esses imbecis comunistoides com esse papo ridículo que é sempre o mesmo há 69 anos ?

Responder

EdsonLuiz.

13 de julho de 2021 às 13h42

Então eu pedgunto, Lula:

Por que os pescadores de Playa Giron não podem ter barcos? Mesmo barcos estatais, por quê?

Os pescadores de Plata Giron deram retaguarda e a infraestrutura precária possível à derrubado do Ditador Fulgêncio Batista e à tomada de poder pelos revolucionários cubanos. Imaginem pescadores, homens esturricados pelo sol,
tradicionalmente conservadores, todos tào parecidos entre si, em sua cultura repetida, em hábitos e em costumes, ajudando a derrubada de um ditador!

Pescadores começam a lida da pesca e vão todos ficando da mesma cor de seus pais, ganhando o mesmo cheiro, cumprindo a mesma rotina. Sào homens e mulheres para as mesmas coisas, para sempre. Pescadores sempre se parecem. Vão ficando iguais, iguais aos seus, iguais a todos. E são bem acomodados a sua rotina.

Mas mesmo pescadores não suportam para sempre a opressào de uma ditadura. Em Playa Giron, a forma de seus pescadores colaborarem com a derrubada do Ditador Fulgêncio foi na água, como observadores e informantes, em postos no mar com os seus barcos quietos. Posteriormente ainda cumpririam uma outra missão para a revoluçào, em uma tentativa de invasão por dissidentes vindos dos Estados Unidos.

Ditadura Fulgêncio derrubada, os pescadores de Playa Giron retomaram a sua rotina. A sempre amada rotina dos pescadores, de pescarem alimento.

Acontece que faz muitas décadas que os pescadores de Playa Giron não mais podem cumprir sua rotina. Os pescadores de Playa Giron nào têm mais barcos.

Por que os pescadores não têm mais barcos?
Para nào transportarem para a costa dos Estados Unidos os que desejam partir. E para que não partam eles mesmos para outros destinos.

Pablo Milanés e Silvio Rodrigues são dois gigantes da cançào cubana. Digamos que correspondem ao cantor Roberto carlos para o imaginário do povo de Cuba, sendo que suas composições lembram mais os temas e canções do também gigante, nosso Chico Buarque. Se você ama MPB não sabe o que está perdendo em não ouvir esses dois compositores cubanos. Chico, que quase nunca canta outros, gravou várias de suas músicas.

Os cantores Pablo Milanés e Silvio Rodrigues foram por anos e anos deputados no Parlamento Cubano.

O parlamento cubano é composto por 500 deputados. É o regime que escolhe quem pode ser candidato, dentre os que se inscrevem. Eles sempre listam entre uns 1500 candidatos autorizados a concorrer alguns nomes que manifestam um certo grau de dissidência. Nunca nenhum se elegeu porque o regime tem controle absoluto da disposição de cada cubano e indica dissidentes que não têm voto.

Pois bem! Fidel sempre indicava os cantores, que se elegiam. Um certo dia, desistiram. Não mais quiseram ser deputados sob uma didadura. Pelo que sei ( e sempre posso estar sabendo errado, porque em ditaduras a informação não flui e Cuba só tem a imprensa oficial), Pablo Milanés conservou a amizade com Fidel.

Um certo dia, faz já mais de 15 anos, Pablo Milánez ( Yolanda, eternamente Yolanda. Eternamente Yolanda) fez um show no México e, antes de cantar a última cançào que havia composto, comentou ao microfone que a música que cantaria foi feita em homenagem a um amigo, a um velho músico que o acompanhava (perco agora a lembrança do nome do músico homenageado, mas vamos ao refrão da letra):

” A filha de ………… teve um filho.
……………não vai conhecer o neto.
…………. nào pode viajar.
As autoridades não deixam.

Será que valeu a pena, será que valeu a oena, será que valeu a pena, será que valeu a pena. ”

Eu mesmo, eu que mesmo já tendo à epoca uma educação para a democracia, dentro da minha formação eurocomunista,
e que trago comigo essa defesa da democracia, mas mesmo assim, quando jovenzinho, incauto, defendia a ditadura cubana, eu, como Pablo Milanés, pergunto a você. Pergunto não só a Lula, pergunto também a você que está lendo:

Será que valeu a pena?

Responder

    EdsonLuiz.

    13 de julho de 2021 às 13h54

    Lembrei o nome do músico do grupo de Pablo Milánez: Firmino.

    Vamis à letra do refrão, então, agora,com o nome do homenageado por Pablo Milanés, Firmino:

    ” A filha de Firmino teve um filho.
    Firmino nào vai conhecer o neto.
    Firmino não pode viajar.
    As autoridades não deixam.

    Será que valeu a pena?
    Será que valeu a pena?
    Será que valeu a pena?
    Será que valeu a pena.? “

    Responder

    Francisco

    14 de julho de 2021 às 13h03

    Parece que o Cafezinho, sentindo o tamanho da lambança ‘feiquista’ nos comentários, incluindo até letra de musica para Pablo Milanés, resolveu tirar do piston a surdina e por as coisas no lugar, através do post com Frei Beto, sobre o assunto.

    Para melhor ainda poder-se saber o que de fato se passa, vale ler, no ‘Viomundo’, de Julián Macías Tovar, “Com fake news à vontade, ação na internet contra Cuba tem digitais da que acompanhou golpe na Bolívia”.

    Responder

      EdsonLuiz.

      14 de julho de 2021 às 23h29

      Francisco,
      Eu desafio qualquer um a mostrar se eu invento um fato.

      Uma das reservas que eu tenho ao PT e a muitos petistas é exatamente o tanto que inventam.

      Sabe por que prefiro os fatos? Porque são devastadores. Prefiro os dados e os fatos exatamente porque eles puverizam as narrativas mentirosas.

      Abraço, Francisco. Mas não se torne um petista acusador vão.

      Ouça o Pablo Milanés. Leia o Pablo Milanés. Conheça o Pablo Milanés.
      Ele ainda defende parcialmente o regime cubano. Mas detesta a miséria a que o regime condena o povo. E detesta a truculência do regime cubano.

      Aliás, o Julián Macias teve a coragem de dizer que Cuba é membro da OMC e que os Estados Unidos é o 4o. parceiro comercial de Cuba? E que só não é o primeiro porque não quer resolver um contencioso de 18 bi de dólares que pode sair de graça? E que o contencioso é remanecente da expropriação.

      Você sabia que, dos 6 documentos do embargo, um, de 1999, determina NÃO EMBARGO de medicamento e alimento.

      Responder

Alexandre Neres

13 de julho de 2021 às 11h48

Não se abandona amigo ferido, esta é uma questão ética que se sobreleva. Por mais que se queira estabelecer associação malévola, é uma questão de princípio. Em meio a um bando de oportunistas, estar vinculado a um contexto histórico e social e não traí-lo, preservando as diferenças e com as críticas sendo feitas nos fóruns pertinentes.

Não se sai por aí apagando fotinha impunemente, feito o aprendiz de político que queriam incensar, mas que pulou fora quando viu que a disputa era de cachorro grande. Não é hora para amadores. Outsiders sempre nos levam para o buraco.

Acho hilário esse tipo de pessoa que vincula simplesmente à democracia ao voto. Lógico que as eleições temporárias têm a sua importância, mas é precário esse esquema de votou pronto, o cidadão cumpriu sua função, agora só daqui a quatro anos… E a democracia social? E o acesso à saúde, à educação e ao saneamento básico? Pode-se chamar de democracia um país no qual a fome grassa enquanto uma minoria passa a pão-de-ló?

E as pessoas que sofrem na pele um embargo há mais de 60 anos? E a falta de humanidade desse modo de agir em plena pandemia? Lembrando que Obama revogou o embargo, Trump por óbvio voltou atrás e Biden ficou na moita.

Outro aspecto que me deixa intrigado são esses democratas de araque que criticam Cuba, o Irã, que tem uma classe média instruída e pujante, mas que se calam ante a ditadura feroz e sexista da Arábia Saudita. Por que será? É porque a falta do sufrágio universal em si não tem problema, desde que se seja amigo da metrópole?

Responder

Paulo

13 de julho de 2021 às 11h27

Desumano é apoiar um Regime ditatorial que vitimou pelo menos 3 gerações de cubanos. Não elogio ditadores, mas estou seguro que os cubanos prefeririam Batista, se lhes fosse dado escolher…

Responder

Willy

13 de julho de 2021 às 11h21

Sempre a mesma cretinice hà 60 anos para justificar uma ditadura na qual poucos trogloditas ainda acreditam…no Brasil tem varios.

O embargo foi um favor que os EUA fizeram a Fidel, ter Cuba toda por si sem ninguem no meio dos pès era tudo que ele queria.

Passou da hora de acabar com essa aberraçào…bastaria um peido de qualquer pais minimamente decente para por esses vermes comunistoides pra correr e pular no mar.

Responder

Zulu

13 de julho de 2021 às 11h11

Lula e os comparsas dele do Foro de Sao PAulo um dia queimarao no inferno.

Responder

Ronei

13 de julho de 2021 às 11h09

Desumanas sao as ditaduras que os vermes como ele apoiam e financiaram com o dinheiro dos brasilerios.

Responder

Deixe um comentário