Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Pacheco informa que CCJ dará andamento às indicações de Aras e Mendonça

Por Redação

20 de agosto de 2021 : 07h24

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou, na tarde desta quinta-feira (19), que o recebimento da mensagem de indicação de André Mendonça ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) representa “o procedimento natural e dentro da normalidade do andamento”. Pacheco lembrou que a recondução de Augusto Aras na Procuradoria-Geral da República (PGR) também será analisada pela CCJ. A sabatina dele está marcada para terça-feira (24), às 10h. O senador Eduardo Braga (MDB-AM) será o relator da indicação. 

— Estamos recomeçando o trabalho das Comissões e agora fica com o presidente da CCJ, senador Davi Alcolumbre, a responsabilidade de organizar e dar andamento a essas indicações – afirmou Pacheco.

Se passar pela CCJ, o nome de André Mendonça precisa ser submetido ao Plenário do Senado. Para ser considerada aprovada, a mensagem depende do apoio da maioria absoluta da Casa: 41 votos favoráveis. Mendonça é ex-ministro da Justiça e ex-Advogado Geral da União do governo do Presidente Jair Bolsonaro.

Correios

Rodrigo Pacheco também afirmou que está negociando com os líderes partidários o encaminhamento do projeto que trata da privatização dos Correios (PL 591/2021). Ele classificou a matéria como “importante” e disse que vai decidir em conjunto com as lideranças se o projeto será debatido nas Comissões ou vai direto ao Plenário.

Fonte: Agência Senado

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário