Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Rodrigo Maia: “Bolsonaro é gay”

Por Redação

03 de setembro de 2021 : 11h47

Na noite desta quinta-feira, 2, o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (sem partido-RJ) participou do podcast “Derrete Cast” no YouTube e após ser questionado sobre sexualidade de Jair Bolsonaro, o parlamentar diz acreditar que o ex-capitão seja homossexual e justificou.

“Tenho uma grande dúvida. Eu acho que é. Não tem uma mulher que ele admire, ele não gosta. Qual é o problema? Não estou brincando. Acho que esse debate tem que fazer. Ele não consegue assumir o que ele é”, declarou.

Maia também observou que a formação militar de Bolsonaro seria um motivo para ele não se assumir. “Ele prefere dizer que é machão”.

Apesar das afirmações, o deputado deixou claro que não é homofóbico e que não tem “problemas com isso”. Atualmente, Maia é secretário de Projetos e Ações Estratégicas do governo de São Paulo.

Assista o podcast na íntegra!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

E. Medeiros

04 de setembro de 2021 às 21h23

Os Gueiss não tem um só momento de paz, senhor! A direita nos odeia tanto, que jogam tudo o que não presta no nosso colo! Credo!

Responder

Washington Zarur

04 de setembro de 2021 às 08h05

Isso já sabíamos, pois desde sempre sua conduta não é de homen com H, esse desrespeito q ele tem pelas mulheres já denota isso
Ok

Responder

Anderson

04 de setembro de 2021 às 03h05

Rodrigão descobriu a América! rs

Responder

Júlio Pedro Querotti

03 de setembro de 2021 às 22h28

. . . Uma declaração do ex-Presidente da Câmara Federal é algo prá ser levado em conta. === Seja como for, continuo não gostando do bozonauta, pelo péssimo presidente quê está sendo.

Responder

Edson Macedo de Santana

03 de setembro de 2021 às 17h37

Novidade!

Responder

EdsonLuiz.

03 de setembro de 2021 às 15h27

A orientação sexual assumida por quem quer que seja não diz respeito a mais ninguém se não à própria pessoa que assume aquela orientação.

Não só a orientação sexual de alguém não diz respeito a outro como também em nada atinge esse outro. É por isso que não se consegue entender tanto preconceito contra os que seguem orientação diferente do preconceituoso.

O mesmo raciocínio se aplica a todo preconceito social e econômico contra pessoas cujas causas de serem vítimas de preconceito não atingem outros, só diz respeito a elas mesmas e, na verdade, é motivo de orgulho, ou deveria ser. Ser negro, ser mulher, ter a orientação sexual que seu impulso ou escolha o indica, ė motivo de orgulho. E orgulho não só para você que as tem; é motivo de orgulho para nós tod@s, pessoas livres e diversas que somos.

Motivo de vergonha ė ser preconceituoso, homofóbico, racista, misógino, todas estas manifestações preconceituosas muito potencializada quando acompanhada de outra grande manifestação que é a misantropia.

Não me pareceu que o deputado Rodrigo Maia tenha feito essa opinião sobre a orientação sexual de Jair Bolsonaro por preconceito à orientação sexual do machista bolsonaro, mas sim devido a toda a misantropia que bolsonaro representa.

O preconceito de bolsonaro contra a mulher, o negro e contra pessoas de outras orientações sexuais diferentes da dele ofende a nossa humanidade e sociabilidade.

Mas a forma com que bolsonaro exerce sua misantropia leva mesmo à desconfiança que Rodrigo Maia levanta. Vou recordar uma experiência feita a alguns anos nos Estados Unidos, que eu li em algum jornal ou revista brasileira:

Reuniram 300 homens em um cinema para assistir a um filme pornô masculino. Cento e cinqüenta dessas deles preconceituosos, manifestamente machistas e homofóbicos; os outros Cento e cinqüenta, não preconceituosos. No colo de cada um foi colocado um sensor.

Durante a exibição do filme pornô, TODOS os preconceituosos tiveram algum grau de ereção peniana.

Sem nenhuma leviandade, e confesso que da minha parte se trata apenas de uma especulação, mas eu sempre achei as manifestações de machismo, homofobismo e misoginia de bolsonaro muito sintomáticas.

Só que devemos ter muito cuidado com nossas opiniões sobre esses temas sensíveis, principalmente nós que não sofremos diretamente as consequências sociais, políticas e econômicas desses preconceitos. Há poucos dias eu li aqui uma opinião desse tipo envolvendo Sérgio Moro e alguns fãs do ex-juiz. Fiquei espantado com a leviandade.

E preste bem atenção: no próximo ano o Brasil viverá ma campanha política sangrenta. Is radicais irresponsáveis são, de fato, a políticos e tratam o que devia ser política como guerra intestinal contra os que eles não gostam, que são na verdade quase todos. Muita leviandade e ódio serão espalhados.

Responder

Gilmar Tranquilão

03 de setembro de 2021 às 11h52

Não!??!?!?! Sério??? Isso é calúnia e difamação, heim…. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Deixe um comentário