Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Créditos: Ricardo Stuckert / Divulgação

Ex-diretor da OAS também nega acusações contra Lula

Por Redação

20 de setembro de 2021 : 10h53

O ex-diretor da OAS, Augusto Cesar Uzeda, também negou acusações feitas pelo ex-presidente da empreiteira, Léo Pinheiro, contra o ex-presidente Lula. As ilações contra o petista foram anexadas na delação premiada de Pinheiro com a Lava-Jato. 

Uzeda entrou no processo, a pedido do então presidente da OAS, como testemunha para apresentar fatos na investigação contra Lula por corrupção e tráfico de influência internacional. Recentemente, foi divulgado na imprensa uma carta de punho do próprio Léo Pinheiro onde retira as acusações contra o ex-presidente.

Já no que diz respeito ao ex-diretor da OAS, ele também fez uma carta escrita a mão, com 17 tópicos, onde afirma que não presenciou nenhum pedido para que Lula tivesse envolvimento no aumento de capital do Banco Centro Americano de Integração Econômica (BCIE). O suposto pedido teria sido feito antes de um evento da empreiteira na Costa Rica, em 2011.

Uzeda afirmou que agenda oficial era apenas uma palestra de Lula e depois um jantar que foi “em local público com centenas de pessoas”.

Na delação, Pinheiro disse que na Costa Rica, pediu a Lula que fizesse uma audiência com o presidente do BCIE, Nick Rischbieth.

 

Na época, o ex-presidente da OAS disse que a reunião teria objetivo de expandir a participação brasileira no quadro societário do banco e “credenciar a OAS a realizar parceria com tal Banco”. 

Além disso, ele detalhou que a suposta audiência aconteceu na suíte onde o ex-presidente estava hospedado e que o então diretor da OAS, Uzeda, estava presente. Porém, o ex-diretor negou a existência de um diálogo com o Lula em sua suíte.

Uzeda também falou em prejuízos que a OAS teve no país da América Central. “Não tenho conhecimento de qualquer vantagem indevida solicitada pelas pessoas mencionadas neste inquérito, tampouco de qualquer ato das autoridades locais que pudesse ter beneficiado ilegalmente a Construtora OAS”.

Com informações de Bela Megale (O Globo).

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuiz.

20 de setembro de 2021 às 14h08

Este, no governo Lula, será ministro de quē?
(O próximo ministério do PT vai conseguir ser ainda pior que o de bolsonaro e seus milícias).

Responder

Valeriana

20 de setembro de 2021 às 14h03

Haja photoshop… rsrs

Responder

Deixe um comentário