Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Advogada confirma que Prevent Senior demitia médicos que se negavam a prescrever o ‘kit Covid’

Por Redação

28 de setembro de 2021 : 15h14

Em depoimento a CPI da Pandemia, a advogada Bruna Morato, que representa um grupo de 12 médicos da Prevent Senior, confirmou que a empresa obrigava os profissionais a receitar o chamado Kit Covid, com medicamentos com ineficácia já comprovada no tratamento contra o coronavírus. Caso o médico se recusasse, a Prevent Senior desligava o profissional do seu quadro de funcionários.

Além disso, também confirmou que o lema da Prevent Senior era lealdade e obediência e que isso era automaticamente incompatível com a autonomia médica. “O kit vinha lacrado, com instrução de uso, eu não tenho como falar para meu cliente que está exercendo a função de forma autônoma”, afirma.

Ao todo, o ‘kit Covid’ tinha oito medicamentos que eram entregues para os pacientes e foi a partir daí que os médicos passaram a alertar que eram obrigados a entregá-los. “[Eles diziam:] ‘eu preciso te dar, mas toma só as proteínas as vitaminas. Os outros medicamentos, além de não terem eficácia, são muito perigosos'”.

Assista o depoimento na íntegra!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário