Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Duda Salabert: “Acho tóxica a briga atual entre PDT e PT”

Por Redação

13 de outubro de 2021 : 21h27

A vereadora de Belo Horizonte, Duda Salabert (PDT), se manifestou sobre o novo embate entre PDT e PT. Tudo se iniciou após uma entrevista do ex-ministro Ciro Gomes ao podcast do Estadão onde faz uma série de acusações contra o ex-presidente Lula.

O pedetista também atacou a ex-presidente Dilma Rousseff nas redes sociais. “Na vida nunca menti. Mas errei algumas vezes. Uma delas quando lutei contra o impeachment de uma das pessoas mais incompetentes, inapetentes e presunçosas que já passaram pela presidência. Claro, que estou falando de você, Dilma”, disse Ciro.

Sobre esse episódio, Duda afirmou que lamenta essa briga entre os dois partidos e que vai lutar pela vitória do campo progressista contra Jair Bolsonaro. Vale lembrar que a pedetista foi eleita em 2020 com número recorde de votos.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Mateus Nogueira

14 de outubro de 2021 às 07h40

Não é briga entre PDT e PT e sim de Ciro com Lula e o PT, que fque bem claro. Já passou da hora do PDT se manifestar de forma firme ou vai se esfarelar junto com o Ciro

Responder

Lincoln

14 de outubro de 2021 às 03h12

Ah tá

5%

Bate em 40%

Responder

Patrice L

14 de outubro de 2021 às 01h34

Não de hoje, já que o disse repetidas vezes.

O Ciro acabará emulando os trejeitos fascistas do Bozo, afastando cada vez mais os progressistas que ainda se iludiam sobre ser este o seu campo – e nem por isso colhendo votos à direita no sentido de impulsionar a sua candidatura. Ciro é inconfiável.

Não bastasse, Ciro confunde grosseria com sinceridade. A grosseria é uma forma de sinceridade, mas não é a única e segue sendo grosseria. Ciro é grosso.

E agora também chegado a fake news.

Ou seja, um tipo definitivamente invejoso e repulsivo, capaz de qualquer coisa e tendente a melar o jogo se não for ele o ganhador.

Já deveria estar há tempos voando pra Paris. Au revoir!

Responder

Alexandre Neres

14 de outubro de 2021 às 01h11

“Decidi entrar na política partidária após golpe misógino de 2016. Ali escancararam-se as violências simbólicas de uma política masculinista. Minha solidariedade à @dilmabr. Defender a democracia passa tb pelo combate contra a linguagem violenta que distancia mulheres da política”, tuitou Duda Salabert em 13/10/2021.

Perdoe-me se cometi alguma impropriedade abaixo, Professora Duda!

Responder

Paulo

13 de outubro de 2021 às 23h41

Ah, esse tal “campo progressista”! Duda e o tal Laerte mudam em quê? A que ponto chegamos…

Responder

Alexandre Neres

13 de outubro de 2021 às 21h54

Alto lá, né, Duda!

Ciro ataca Lula e o PT o tempo todo, quase sempre sem resposta.

Além disso, desde o jantar do Eunício os ciristas estão empenhados em incensar um ataque a Lula por estar conversando com desafetos da Dilma. Armou até um teatrinho grotesco pra tentar gerar uma indisposição no seio petista entre ex-presidentes.

Hoje, Ciro promove mais um ataque desnecessário a Dilma, permeado de um machismo tóxico. Aí a Duda fala em uma briga pública entre PT e PDT?

Gente, o tempo que se perde, as energias que são despendidas, quando o adversário é outro e está à espreita na deepweb . O pior de tudo é Ciro desempenhar o papel de linha auxiliar do bolsonarismo, já que as eleições do ano que vem serão duras.

Responder

Deixe um comentário