Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

CNMP demite procurador que fez outdoor em defesa da Lava Jato

Por Redação

19 de outubro de 2021 : 12h06

Nesta segunda-feira, 18, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) decidiu, por 6 votos a 5, demitir o procurador Diogo Castor de Mattos que foi um dos membros da extinta Operação Lava Jato em Curitiba. Ele pagou por um outdoor em defesa da operação que ficou conhecida por atropelar as normas jurídicas, produzir nulidades e pela parcialidade nos julgamentos.

Outdoor em defesa da Operação Lava Jato paga pelo procurador Diogo Castor de Matos. Foto: Reprodução

O plenário do CNMP entendeu que Castor cometeu ato de improbidade administrativa e a infração impõe a pena de demissão. Com a decisão, o procurador-geral da República, Augusto Aras, deve indicar um procurador para ajuizar a ação de perda de cargo.

A decisão da entidade aconteceu no momento em que se debate a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que muda a composição do órgão para compartilhar o poder do colegiado com o Congresso Nacional.

O procurador foi estagiário de Deltan Dallagnol, um dos cabeças da Lava Jato de Curitiba, e não deixar de ostentar sinais de enriquecimento e ascensão social. De acordo com o jornalista Joaquim de Carvalho, Castor chegou a preencher uma ficha em que pede para ser aceito no Iate Clube de Caiobá, entidade que reúne a elite do Paraná.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

19 de outubro de 2021 às 22h09

Mas você deseja jogar o bebê fora junto com a água suja? É isso mesmo, Henrique?

Responder

Salun Brito

19 de outubro de 2021 às 17h28

Coisa estranha.
O dito procurador era estagiário do Dallagnol e depois vira procurador no mesmo órgão.
É bem estranho isso.

Responder

henrique de oliveira

19 de outubro de 2021 às 12h45

No emu entender , apoiar a lava jato é fazer apologia ao crime.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?