Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Imagem: Reprodução/MDB

Simone Tebet defende diálogo na terceira via

Por Redação

23 de dezembro de 2021 : 10h36

A senadora e pré-candidata pelo MDB a presidência, Simone Tebet, destacou em entrevista ao Metrópoles a fragmentação de candidaturas da chamada terceira via e defendeu o diálogo entre os nomes desse campo alternativo. A emedebista também disse que mantém uma boa relação com todos.

“Eu me dou bem com todos. O Henrique Mandetta é do meu Estado (Mato Grosso do Sul). O João Doria (PSDB) eu me dou bem. Já estive na casa dele, a gente se fala por telefone. Eu convivi com o Sergio Moro (Podemos) enquanto eu era presidente da CCJ e ele, ministro da Justiça. Raramente a gente se fala por WhatsApp, mas a gente se fala. O único que eu não conhecia era o Eduardo Leite (PSDB)”.

Porém, ela deixou claro que não vai ser a primeira a se colocar como candidata a vice na chapa de algum nome com mais chances de quebrar a polarização entre o ex-presidente Lula e Jair Bolsonaro.

“Minha candidatura, além de eleitoral, é uma candidatura política. E eu não posso me esquecer disso. Então, me recuso a falar de vice, até por ser a única candidata mulher. Não posso ser a primeira a falar em vice. Isso não está no meu vocabulário. Aliás, o MDB em nenhum momento exigiu de mim qualquer coisa nesse sentido. O MDB tem liberdade em relação a isso. E eu não tenho ‘plano B’ nacional“, esclareceu.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuiz.

23 de dezembro de 2021 às 19h47

Esse povo se entender ajuda a superar os dois populismos incompetentes e apoiadores de autoritários representados por Lula e bolsonaro.

Mas está faltando Ciro Gomes nesse grupo!

Ciro Gomes sozinho não é nada para combater populistas e precisa desse grupo; esse grupo sozinho também não é nada para combater populistas e precisa de Ciro Gomes.

Se TODOS não se entenderem, ganham os populistas, com certeza! Por isso, todos – todos mesmo – conseguirem se entender será um prova de que realmente estavam comprometidos em derrotar os dois populistas, Lula e bolsonaro, e voltar a avançar o Brasil.

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade