Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Imagem: Reprodução

Ciro defende não-neutralidade do Brasil na guerra da Ucrânia

Por Redação

01 de março de 2022 : 12h09

Nesta segunda-feira, 28, o pré-candidato e ex-ministro Ciro Gomes (PDT) se posicionou a respeito do conflito entre Rússia e Ucrânia, que entrou em fase de tensão total desde o início da operação militar especial ordenada pelo presidente Vladimir Putin.

Segundo o pedetista, o papel do Brasil é repudiar o conflito e não adotar uma postura de neutralidade.

“O Brasil deve repudiar, sem meias palavras, a invasão da Ucrânia pela Federação Russa. Trata-se de violação frontal do direito internacional, da Carta das Nações Unidas e do princípio mais básico da nossa tradição de política exterior”, escreveu Ciro no Twitter.

Em outro trecho, ele diz que “diante dessa agressão, qualquer contraponto de argumentos e motivações arrisca soar como justificativa da agressão armada da Rússia contra o povo ucraniano”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Arlom Nogueira

04 de maio de 2022 às 14h09

É Ciro Gomes, você acaba de perder meu voto, achei que fosse mais inteligente. Quer ser mais um presidente lambe botas dos EUA e UE? Que nunca seja eleito então. O dia em que o mundo “cancelar” os EUA por todas as guerras e invasões que este mesmo praticou desde o fim da 2ª Guerra Mundial, aí sim poderemos condenar o governo russo por esta invasão à Ucrânia, caso contrário, são um bando de hipócritas que não têm direito a palpite algum sobre o assunto.

Responder

João Vicente Gomes

02 de março de 2022 às 09h04

Qdo os EUA invadem/bombardeiam qualquer país por motivos na maioria das vezes duvidosos quase não se percebe o mal,a destruição material e de vidas que isso resulta.nao defendo a guerra mas porque a mídia dominante americana/européia dá tanta ênfase a demonizar a Rússia e seu presidente?Ele defende os interesses do seu povo, é pago para isso…ou é pedir demais que não seja instalada estrutura de guerra,de ataque ao largo de grande parte de suas fronteiras?para embelezar a paisagem tenho certeza que não seria o caso.a Otan está errada,instigou a guerra sim.os EUA queriam a guerra sim.a mídia dominante junto a mídia lambe botas bandida e puxa saco dos americanos e europeus está errada também por apoiar apenas o lado que lhe interessa.

Responder

Elvio

02 de março de 2022 às 07h10

A China está se posicionando a favor da Rússia. A guerra mais fácil de resolver. É só a Ucrânia declarar que não vai entrar na OTAN.

Responder

Sepulveda

01 de março de 2022 às 20h52

Criticar a Rússia e não falar nada a respeito da expansão da OTAN, sufocando e ameaçando a Rússia não é um contraponto justo, tampouco razoável. é preciso acabar com os desmandos dos EUA

Responder

Paulo

01 de março de 2022 às 20h09

O Cirão da Massa mandou bem nessa, de novo…Tem que condenar e pronto, ou acabou o tal Direito Internacional…

Responder

EdsonLuíz.

01 de março de 2022 às 15h37

Sim, Sim, Sim, CIRO GOMES!
Não cabe neutralidade contra a barbárie!

Contra a barbárie, um progressista precisa se posicionar sempre! E se posicionar de forma incisiva! Ainda mais quando a barbárie se dá de uma forma covarde e por um país e um populista tão covarde como são a Rússia e Vladimir Putin.

Contra Putin estão neste momento se posicionando a conservadora progressista alemã Ângela Merkel e o progressista movimento trotskista, este com pouquíssimas excessões. A favor de Putin, no mundo, conta-se a dedos: bolsonaro, Cuba, Síria, Belarus, Venezuela. Talvez tenha mais alguém ou algum país, mas serão só mais dois ou três. Lula, para não condenar Putin e a covarde Rússia, está se escondendo em declarações pela paz.

Putin foi por muitos anos espião da KGB, não surpreende que ele seja tão covarde!

A Rússia é o mesmo país que sempre buscou se fortalecer como um Estado repressor e se constituir como império para fazer expansão territorial.

Na sua última versão imperial, a Rússia liderava a União Soviética e submeteu covardemente os povos de diversos países, como a Estônia, Letônia, Lituânia, Moldávia, Armênia, Azerbaijào e a própria Ucrânia. Em sua covarde anexação desses povos e países, centralizava o poder de forma violentamente repressiva, matava ou torturava muito todos que resistiam e submeteu diversas outras repúblicas, como a Romênia, a República Tcheca, a Eslováquia (Tchecoeslováquia), a Hungria, a Bulgária e outros países, não dando a esses povos a mínima possibilidade de liberdade, de imprensa livre e nenhuma liberdade de expressão ou qualquer traço de democracia. Procurem na internet por ‘Primavera de Praga’, por exemplo. Os povos sob a opressão da União Soviética era cercado até por muros e cachorros em todas as fronteiras, para não fugirem do mal. Leiam também, caso se interessem, sobre os pugilistas cubanos que fugiram da delegação olímpica para não voltarem para Cuba, mas que Tarso Genro e Lula localuzaram e devolveram para a repressão de Cuba.

O principal modo de operação da covarde Rússia na sua comunicação com o mundo é se dizer progressista e mentir, distorcer, tergiversar e manipular, como sempre fizeram ela e seus satélites, desde a antiga União Soviética. Ouça o grito do mundo democrático e verdadeiramente progressista à esquerda e à direita, unido em bloco, e constate a rede de solidariedade de todos, países, instituições e pessoas, para fornecer à Ucrânia alimentos, armas, equipamentos, água, remédios, aviões e o que a Ucrânia necessitar para resistir. O mundo sabe que está sendo decidido na Ucrânia o futuro da democracia e do progresso humano!

Todos os povos antes oprimidos pela Rússia ficaram para trás em seu desenvolvimento e hoje são países muito pobres lutando para afirmarem suas democracias e recuperarem os atrasos econômicos e civilizacionais em geral a que ficaram relegados, inclusive a própria Rússia, embora esta seja um país riquíssimo em recursos naturais e potencial agrícola. Junto com a Ucrânia, a Rússia é fornecedora de diversas comodities, além de gás e petróleo, fornecendo sozinhas 30% dessas mercadorias para o mundo (25% + 5% respectivamente).

Todo o mundo, países, povos, instituições, forças políticas as mais diversas posicionadas à esquerda e à direita, algumas inclusive com muitas políticas de ultra-direita, como a Polônia, a Hungria e
a Turquia, estão fazendo o que Ciro Gomes também afirma e se posicionando firmemente na denúncia do mal e das mentiras que o mal está narrando e sempre pela história afora narrou em suas narrativas covardes.

E fuja de quem transforma a história em narrativas para enganar você!

Dentre as forças que vêm condenando com firmeza a invasão da Ucrânia e ameaçando a autodeterminação e soberania do povo Ucraniano estão o BE-Bloco de Esquerda (partido-frente que junta trotskistas em Portugal); o PS e seu presidente Ântônio Costa, que também é Primeiro Ministro português; o italiano PD, partido eurocomunista, portanto, social-democrata, originado do antigo PCI e o PSOE, partido socialista espanhol.

Todos os países democráticos e progressistas, forças progressistas e instituições diversas nas áreas de esportes, culturas e outras, e seus membros atletas ou artistas, estão se posicionando da forma como Ciro Gomes também pede!

Um dos pontos mais pisitivos dessa corrente progressista de solidariedade para com a Ucrânia e seu povo é a posição do movimento trotskista mundial, com pequenas excessões ainda equivocadas; o ponto mais negativo é o posicionamento do movimento stalinista mundial, que está fazendo a defesa do covarde Vladimir Putin e de seu regime. Se há excessão positiva de stalinista se posicionando contra essa bárbárie em algum lugar e eu não verifiquei, se puderem me informar, eu agradeço!

Nâo se submeta às mentiras de Putin! Não acompanhem a covardia de bolsonaro e de Lula, de não condenarem a barbárie em processo. É a democracia e o progressismo que está em causa, e a democracia é a causa primeira de um progressista, seja ele de direita, como Ângela Merkel; seja de esquerda, como o BE português!

Fora bolsonaro!
Fora Tramp!
Fora Lula!
Fora Maduro!
Fora Putim!

Progressistas de todo o mundo, sejam de direita ou de esquerda, uní-vos!

Edson Luiz Pianca.

Responder

Paulo Werneck

01 de março de 2022 às 13h16

Devo entender que o coronel é a favor da Ucrânia entrar para a OTAN e apertar o cerco militar à Russia.

Devo entender que o coronel é a favor da Ucrânia desrespeitar hà oito anos os direitos civis da falantes de russo.

Devo entender que os sírios, palestinos, somalianos, não são gente e não merecem apoio do coronel.

Responder

Miguel

01 de março de 2022 às 12h31

Esperar o que de um coronel lacaio do Imperialismo

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro