Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Divulgação

Ceará: Izolda Cela (PDT) defende a unidade para vencer eleição e critica pesquisa interna

Por Gabriel Barbosa

30 de junho de 2022 : 10h21

Na manhã desta quinta-feira, 30, a governadora do Ceará, Izolda Cela (PDT), se manifestou sobre a decisão do seu partido em escolher o candidato à sucessão apenas levando em conta o resultado de pesquisas internas.

Nas redes sociais, a pedetista defendeu a total permanência da aliança que, segundo ela, “tem ajudado a construir este projeto” e “trazendo avanços para o Ceará”. “Acredito que o sentido de estar na vida pública é o propósito de servir à população. Para isso é preciso parceria, união de forças, diálogo permanente e respeito. Simplesmente porque não se faz nada sozinha”, escreveu Izolda.

Em outro momento, a governadora defende o amplo diálogo do PDT com os partidos aliados e criticou a pesquisa como única forma de definir candidatura. “Partidos aliados ao PDT no Estado, como PT, PSD, MDB, PP, PSB, PCdoB, PV e tantos outros parceiros, devem ser ouvidos de forma a contribuir com o processo”, disse.

“Para além de pesquisa, que fornece apenas o retrato do momento, a mais de três meses da eleição, penso que é preciso ter sempre em mente que o amplo diálogo e a união de forças têm sido fundamentais para o Ceará seguir em frente com realizações importantes, com sustentabilidade, corrigindo erros e avançando. Temos feito isso ao longo desses anos”, lembrou.

“Diante disso, reafirmo meu compromisso de lutar para que não tenhamos retrocessos no Ceará, procurando me firmar sempre no propósito de buscar melhores dias para todas e todos os cearenses”, completa.

Como se sabe, o nome de Izolda Cela tem sido apoiado de forma majoritária entre os partidos da base aliada, principalmente entre as lideranças do Partido dos Trabalhadores.

O deputado estadual, Acrísio Sena (PT), tem sido um dos principais articuladores do grupo pró-Izolda no Ceará e comentou a declaração da governadora.

“Izolda Cela é quem melhor representa o projeto que iniciou em 2006 com Cid Gomes, seguido de Camilo Santana. Ela sendo a candidata, há fortes chances em aprofundar as políticas públicas para a população mais carente do Ceará”, destacou.

Vale lembrar que na última terça-feira, 28, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o deputado federal André Figueiredo (PDT-CE) estiveram reunidos com os quatro pré-candidatos do PDT ao governo do Ceará.

São eles: ex-secretário Mauro Filho, o ex-prefeito Roberto Cláudio, o presidente da Assembleia Evandro Leitão e a própria governadora. No encontro, foi apresentado aos pré-candidatos o critério para a definição do nome oficial do partido à sucessão estadual.

Na reunião, o PDT cearense comunicou aos pré-candidatos que vai usar como parâmetro de escolha o nível de popularidade dos quatro nomes do partido. Para isso, o PDT contratou uma pesquisa que será divulgada já nos próximos dias.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM. Pós-graduando em Comunicação e Marketing Político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina