Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Divulgação

Ipec: Zema com 18 pontos de vantagem sobre Kalil em MG

Por Redação

15 de agosto de 2022 : 20h51

O atual governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), continua bem a frente na disputa pelo governo do estado. Cerca de 40% dos entrevistados demonstraram preferência por Zema contra 22% do ex-prefeito de BH, Alexandre Kalil (PSD).

O senador Carlos Viana (PL), apoiado pelo presidente Bolsonaro, é mencionado por apenas 5% dos entrevistados. Marcus Pestana (PSDB), apoiado por Ciro Gomes (PDT), com pífios 2%.

Cabo Tristão (PMB), Lorene Figueiredo (PSOL), Lourdes Francisco (PCO), Renata Regina (PCB) e Vanessa Portugal (PSTU) com 1%, cada. Branco/Nulo 11% e Indecisos, 5%. Neste cenário, Zema poderá ser reeleito em 1° turno. Nos votos válidos, ele tem 54%.

O Ipec entrevistou de forma presencial cerca de 1.200 eleitores de 52 municípios de Minas Gerais entre os dias 9 a 15 de agosto de 2022. A pesquisa está registrada junto ao TSE sob o número MG-02868/2022. A margem de erro é de três pontos percentuais. O nível de confiança é de 95%. A TV Globo foi quem contratou a pesquisa.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

16 de agosto de 2022 às 09h23

Em Belo Horizonte, o kallil tira vantagem, kalil é um feitor de obras, na capital mineira.

Responder

Galinzé

15 de agosto de 2022 às 21h02

Kalil é o que ameaçou bater em jornalista durante uma entrevista ?

Tá lugar certo, ao lado do Lula.

Responder

Deixe um comentário