Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: Ricardo Stuckert

A nova pesquisa CNT/MDA e os ventos favoráveis para Lula

Por Gabriel Barbosa

30 de agosto de 2022 : 12h45

Foi divulgada no final da manhã desta terça-feira, 30, a pesquisa presencial da CNT/MDA que reforça a tendência de polarização entre o ex-presidente Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL).

O levantamento traz Lula na liderança da corrida presidencial com 42,3% das intenções de voto contra 34,1% do inquilino do Planalto. Na terceira colocação vem o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) com 7,3% das menções e Simone Tebet (MDB) com 2,1%. Branco/Nulo 5% e Indecisos, 3%.

Nos dados sobre a conjuntura, a pesquisa reforça que a preocupação maior do brasileiro continua sendo o alto preço dos combustíveis e da comida.

Cerca de 55,7% dos entrevistados acreditam que esses são os dois pontos que o próximo governo terá que tratar como prioridade. Na sequência, aparecem Saúde com 40,4% e desemprego com 33,3%.

O levantamento da CNT/MDA também mostra que o governo Bolsonaro, apesar de ter aumentado o valor do Auxílio Brasil para R$600, ainda não conseguiu convencer o eleitorado de que a continuidade dessa gestão será benéfica para a maioria dos brasileiros, especialmente entre os mais pobres.

Para 40,6% dos entrevistados, o maior temor é a continuidade do governo Bolsonaro. Outros 31% temem a volta de Lula e apenas 23% que mostra indiferença ao resultado do pleito.

Diante desses dados da pesquisa, podemos analisar que o sentimento de mudança é real na maioria dos eleitores, especialmente entre os mais pobres. Sendo assim, os ventos continuam soprando para Lula, pois no imaginário popular, ele é o único candidato capaz de resolver o problema da fome no Brasil.

A pesquisa da CNT/MDA ouviu 2002 eleitores, de forma presencial, entre os dias 25 e 28 de agosto. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob o número BR 00950/2022

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM. Pós-graduando em Comunicação e Marketing Político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

30 de agosto de 2022 às 15h29

Agora é o tchuchuca do serrado, só que não se Deus quiser será Lula.

Responder

carlos

30 de agosto de 2022 às 15h15

Aos de sempre o choro é livre podem se Deus quiser a lei reversa vai muito bem obrigado, aquele que o batizou está preso e o que foi batizado ➕ dia ➖ dias ele vai pro lugar onde merece estar.

Responder

Valeriana

30 de agosto de 2022 às 14h36

Pesquisa CNT/MDA 29 Setembro 2018.

“Em hipótese de segundo turno, Fernando Haddad venceria Jair Bolsonaro, caso a eleição fosse hoje, por 42,7% a 37,3%. Jair Bolsonaro perderia de Ciro Gomes e venceria Geraldo Alckmin. Fernando Haddad, por sua vez, aparece empatado tecnicamente com Ciro Gomes, e ambos venceriam Geraldo Alckmin em um eventual segundo turno.”

Acreditar em pesquisa é apresentar certificado de imbecilidade com validade nacional e fingir acreditar para sustentar uma narrativa ou um desejo estende o documento a validade internacional…kkkkkkkkkkk

Responder

Uganga

30 de agosto de 2022 às 14h31

Nao hà uma sequer pesquisa que chegou perto do resultado do primeiro turno de 2018, as que menos erraram foram de “somente” 10%…e dizem que a confiança é de 97%…kkkkkkkkkk

Pesquisas sao palhaçadas masi ainda em nivel de Presidencia da Republica, servem para quem paga criar uma narrativa conforme os proprios interesses.

A pesquisa encomendada e xecutada pelos brasileiros sai no dia 7 de setembro.

Responder

EdsonLuíz.

30 de agosto de 2022 às 14h18

Quem tem Tchutchuca na política brasileira é o Centrão : PL, PP, Republicanos…

jair bolsonaro é hoje a Tchutchuca do Centão; antes, a Tchutchuca do Centrão foi Lula.

O Centrão, infelizmente, constitue uma das forças políticas brasileiras, assim como o lulismo, o bolsonarismo, as igrejas, os empresários, os trabalhadores e outras. Precisamos encontrar um modo de nos entender politicamente com o Centrão para ninguém precisar ser Tchutchuca de ninguém. Fazer “política Tchutchuca” sai muito caro!

Responder

Francisco

30 de agosto de 2022 às 14h04

Imagina o que vai acontecer quando os eleitores do Tchuchuca souberem que o corrupto é ele.

Responder

Deixe um comentário