Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Merval em seu labirinto

Por Miguel do Rosário

29 de abril de 2014 : 12h02

Peço desculpas aos leitores por trazer esse chorume para cá, mas eu preciso rebater essas mentiras:

Trecho da coluna do Merval de hoje:

“Não haveria grandes novidades nessa fala, a não ser a medição do que foi política e do que foi jurídico na opinião de Lula, mas o ex-presidente mostrou mesmo o desencontro de seus pensamentos quando, confrontado com o fato de que as pessoas condenadas eram líderes do PT, disse ao entrevistador que eram pessoas que não mereciam a sua confiança.

É uma mentira. Assista ao vídeo. Eu recortei exatamente o trecho em questão:

É incrível como as falas de Lula são, sistematicamente, distorcidas. Lula não disse que os petistas presos “não eram homens de sua confiança”. A repórter fazia uma pergunta e dizia: “… homens de sua confiança…”. Lula a interrompe e diz: “Não se trata de homens de minha confiança”. A interpretação de texto correta, em função do uso do termos “não se trata”, é a seguinte: “Não se trata disso“. Lula queria dizer: a questão não é essa, o negócio é que “não houve mensalão”.

Esta afirmação: “não houve mensalão” foi o ataque mais direto já feito por Lula à farsa montada pela mídia e setores corruptos ou manipulados do Ministério Público e do STF. O primeiro procurador federal a montar a farsa, Antônio Fernando de Souza, livrou a cara de Daniel Dantas e inventou a teoria escalafobética do desvio da Visanet. Hoje Souza é advogado de Daniel Dantas. Joaquim Barbosa escondeu o Inquérito 2474 e depois mentiu aos ministros dizendo que “não tinha nada a ver com a Ação Penal 470”. Com isso, ele escondeu, de seus colegas, da opinião pública e da defesa, documentos essenciais para se compreender o que a imprensa denominava ser o “mensalão”, sobretudo o Laudo 2828, que inocentava Henrique Pizzolato e derrubava o pilar central daquela farsa.

Merval, em seguida, insiste em outra mentira. A de que Lula respondeu, a uma repórter, estar “por fora” do escândalo da Petrobrás. Lula havia respondido que “estava fora” do país, mas que teria o maior prazer em responder às questões quando voltasse ao Brasil.

Veja o que Merval diz:

Dias antes desta entrevista, ele se escusou de comentar o escândalo da Petrobras alegando para os jornalistas estar “por fora”. Como ficou muito feio dizer que estava “por fora” da compra polêmica da usina de Pasadena realizada no seu governo, Lula consertou a declaração dizendo, como sempre, que a culpa era da imprensa, os jornalistas entenderam errado. Ele dissera, na verdade, que estava fora (do país) e por isso não falaria sobre o assunto.

Lula não “consertou a declaração”. A própria Folha, que foi o jornal que obteve a declaração de Lula, deu uma errata definitiva, até porque não havia dúvidas.

folha_erramos

A degradação do colunismo político da nossa imprensa tradicional chegou ao fundo do poço. Agora não há mais sequer o escrúpulo de ser fiel a uma gravação do que disse o entrevistado. Toma-se a liberdade de inventar palavras que não dissemos, e interpretar às avessas o significado do que falamos.

O que nos consola é saber que, apesar do grande número de pessoas que ainda são vítimas diárias dessas manipulações, cresce com muito mais velocidade o número de outras que adquiriram maior consciência política sobre esse tipo de mentira.

Mensalão Merval Pereira

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

enganado

29 de abril de 2014 às 19h16

Por essas e outras o infeliz/frustrado/mentiroso Merval foi agraciados com algum título barato comprado em mercado de pulga jornalístico e ainda se encontra feliz da vida, como na foto, ao lado daquele que teve a intenção de ENTREGAR de bandeja para os EUA a PETROBRA(S). Eu gostaria de saber a opinião dos milicos a respeito desses traidores da Pátria do PSDB? Pergunto ainda: Podem falar? Ou se escondem atrás do Reg. do Exército? Porque esse tal de Merval não tem amor nenhum pelo BRASIL e Vocês são obrigados a engolir a Globo CALADOS. Imaginem se Caxias renascesse? Que desastre, hein! Pois é Merval, se vocês fizesse a metade destes seus atos nos EUA, com certeza a cadeira elétrica seria pouco, como TRAIDOR. Oh Merval, você sabe de cor o Hino Nacional?

Responder

Vitor

29 de abril de 2014 às 15h35

Miguel, realmente é vergonhosa a distorção da fala do Lula, ele claramente não quis dizer que os petistas presos não eram pessoas de sua confiança…

Agora tb tenho um ressalva no seu texto em que você diz:

“Esta afirmação: “não houve mensalão” foi o ataque mais direto já feito por Lula à farsa montada pela mídia e setores corruptos ou manipulados do Ministério Público e do STF.”

No entanto, o que o Lula falou foi: “o que eu acho é que não houve mensalão”… Posso estar enganado, mas na minha opinião, tem uma enorme diferença entre as duas coisas!

Responder

    Miguel do Rosário

    29 de abril de 2014 às 16h47

    não entendi. qual a diferença? ele disse: “não houve mensalão”.

    Responder

      Vitor

      29 de abril de 2014 às 17h02

      Pra mim, “eu acho que não houve mensalão”, dá a impressão que ele não tem tanta certeza assim, me parece que ele não quer colocar a mão no fogo. Ao contrário de “não houve mensalão”, que soa mais como uma afirmação de quem tem certeza…

      Pelo menos eu entendo assim, acredito que há diferença…

      Responder

Luiz

29 de abril de 2014 às 14h25

É esse o ‘respeito’ que o PIG tem com o país..

Responder

Roberto Urbano

29 de abril de 2014 às 16h50

miguxos

Responder

Eliana Schaun

29 de abril de 2014 às 16h31

Esse tal de Merval é um nojo.

Responder

Márcio Specht

29 de abril de 2014 às 16h28

Esse Sera não tem vergonha na cara mesmo.

Responder

Cassia Carauta de Albuquerque

29 de abril de 2014 às 16h23

Affff

Responder

João Neto

29 de abril de 2014 às 12h44

Esse cara é um digno representante da escória desse país. Minha mãe dizia “pessoas assim e mijo de gato fedem da mesma maneira”.

Responder

Mario Sergio Maffei

29 de abril de 2014 às 12h41

O Augusto Nunes (Veja) diz que em determinado momento, na entrevista a TV Portuguesa, O Lula diz que nao conhecia o Genoino e o Jose Dirceu “só de vista” . Nao assisti a entrevista toda . Voce pode nos “clarear” estas colocacoes ?

Responder

    Miguel do Rosário

    29 de abril de 2014 às 14h15

    leia o post novamente que terá a resposta

    Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?