Ato em defesa da imprensa

Como libertar o futebol brasileiro da Globo?

Por Miguel do Rosário

31 de maio de 2015 : 12h53

De repente, nos tornamos conscientes de como temos sido manipulados durante todos esses anos por institutos de pesquisa.

(Aliás, sempre é bom lembrar que a única pesquisa confiável é o voto, porque apura a opinião de 140 milhões de brasileiros, e não de apenas 2.000).

Nenhum instituto de pesquisa jamais fez as perguntas:

1) Vocês concordam em assistir jogos apenas depois da novela da Globo?

2) Vocês concordam que o futebol brasileira deve ficar em mãos de uma só emissora, que tem levado os clubes a ficarem cada vez mais endividados e esta emissora cada vez mais rica?

3) Vocês concordam com uma situação que tem acentuado a venda de nossos atletas, ainda adolescentes, para o exterior, prejudicando o futebol brasileiro?

A entrevista abaixo, do ministro do Esporte, George Hilton, sinaliza um sopro de coragem do governo para fazer alguma coisa de útil para o futebol brasileiro: libertá-lo das garras corruptas da CBF e da Globo.

*

GOVERNO JÁ QUER TIRAR BRASILEIRÃO DA CBF

Ministro dos Esportes, George Hilton, defende que o campeonato brasileiro de futebol seja organizado por uma liga independente, e não mais pela Confederação Brasileira de Futebol; “penso que este talvez seja o grande momento de a gente discutir a organização dos clubes de futebol no Brasil como acontece no restante do mundo. Você tem a Liga que administra os campeonatos nacionais, você tem o órgão, que é a confederação, cuidando só da seleção daquele país”, diz ele; segundo Hilton, esta liga seria também responsável pela venda dos direitos de transmissão, tema que gerou o megaescândalo que envolve empresas de marketing esportivo, como a Traffic, de J. Hawilla, e também a Globo

31 DE MAIO DE 2015 ÀS 06:43

247 – Em entrevista ao jornalista Daniel Carvalho (leia aqui), o ministro dos Esportes, George Hilton, defende o esvaziamento da Confederação Brasileira de Futebol e a criação de uma nova liga para administrar o campeonato brasileiro.

“Penso que este talvez seja o grande momento de a gente discutir a organização dos clubes de futebol no Brasil como acontece no restante do mundo. Você tem a Liga que administra os campeonatos nacionais, você tem o órgão, que é a confederação, cuidando só da seleção daquele país. Ou seja, você teria o Campeonato Brasileiro sendo organizado por uma Liga e a CBF ficaria exclusivamente com a seleção brasileira”, diz ele.

Hilton tem plena consciência de que a CBF resistirá ao projeto, mas espera que o momento de crise da entidade, após a prisão do ex-presidente José Maria Marin, na Suíça, abra espaço para as mudanças. “Tenho defendido isso nas minhas idas aí pelo País. Claro que a CBF resiste a isso, mas, se você pegar os países aí, na Europa, você vai ver que quem organiza os campeonatos nacionais é a Liga.”

Segundo Hilton, esta liga seria também responsável pela venda dos direitos de transmissão, tema que gerou o megaescândalo que envolve empresas de marketing esportivo, como a Traffic, de J. Hawilla, e também a Globo. No passado, o “Clube dos 13”, que reunia os times com as maiores torcidas do País já era uma tentativa de criar esta liga e fortalecer os clubes – a iniciativa, no entanto, foi implodida pela Globo.

Atingida diretamente pelo escândalo, a Globo estuda demitir o executivo Marcelo Campos Pinto, responsável pela compra de direitos de transmissão do futebol brasileiro (saiba mais aqui).

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

20 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rogeria Bernardo

06 de agosto de 2016 às 17h41

Porque só a Globo tem espaço dentro da Vila Olímpica?

Responder

Thiago

02 de junho de 2015 às 12h14

2) Vocês concordam que o futebol brasileira deve ficar em mãos de uma só emissora, que tem levado os clubes a ficarem cada vez mais endividados e esta emissora cada vez mais rica?

Blogueiro, por gentileza esclareça, qual a relação entre o endividamento dos clubes com a rede Globo?
Não estou querendo aqui defender a emissora, mas, nós brasileiros, buscamos sempre uma “solução mágica” para os problemas que invariavelmente caem nas costas de alguém: Dilma, PT, Globo, FHC ou quem sabe um empresário graúdo…
Talvez eu tenha memória fraca, mas não consigo me lembrar da Globo atrasar o pagamento aos clubes.
O que você propõe? Estatizar os direitos do futebol igual aos nossos vizinhos argentinos?
Estamos assistindo as principais partidas de futebol às 22hs há anos. Você prefere marcar os jogos para às 19h/20h? Pois bem, prepare-se para sair de casa no máximo às 17h, afinal de contas nossas vias são precárias.
Os clubes brasileiros simplesmente não possuem gestão, trata-se de um ambiente onde a irresponsabilidade vem tomando proporções assustadoras.
Ah, mas aí é outra história. FORA GLOBO!

Responder

    Miguel do Rosário

    02 de junho de 2015 às 12h56

    Ué fácil o dinheiro que vai pra Globo , referente aos patrocinadores, deveria ir para os clubes. É assim nos eua para o futebol americano

    Responder

Carlos Alberto Mitter

31 de maio de 2015 às 18h28

Como libertar os brasileiros da groubo?

Responder

Kitesurfing Course Cumbuco Curso

31 de maio de 2015 às 17h59

Derepente??????? Tem que vir de fora p vcs verem o próprio unbigo

Responder

Rodrigo Mendes

31 de maio de 2015 às 17h37

O Cafezinho:

“(Aliás, sempre é bom lembrar que a única pesquisa confiável é o voto, porque apura a opinião de 140 milhões de brasileiros, e não de apenas 2.000).”

Voto confiável ?

Aliás, também é verdade que há indícios de fraude nas urnas eletrônicas.

Só pra lembrar ;)

Responder

Manfredo Kolbe

31 de maio de 2015 às 17h25

“De repente, nos tornamos conscientes de como temos sido manipulados durante todos esses anos por institutos de pesquisa.” Realmente, nos últimos anos, os analfabetos políticos foram manipulados pelos institutos de pesquisa! Basta ver, quantos anos o PT está no poder!!!

Responder

Elias Freire

31 de maio de 2015 às 17h11

Assim como a seleção do Vôlei brasileiro envolvido nos desvios de verbas, não é Nalber?. ..

Responder

Ana Maria Naccache

31 de maio de 2015 às 17h06

Nenhum instituto de pesquisa jamais fez as perguntas:

1) Vocês concordam em assistir jogos apenas depois da novela da Globo?

2) Vocês concordam que o futebol brasileira deve ficar em mãos de uma só emissora, que tem levado os clubes a ficarem cada vez mais endividados e esta emissora cada vez mais rica?

3) Vocês concordam com uma situação que tem acentuado a venda de nossos atletas, ainda adolescentes, para o exterior, prejudicando o futebol brasileiro?

Responder

Eloisa Elena Abreu

31 de maio de 2015 às 16h50

É ai, vestem a camisa da CBF. Santa ignorância!

Responder

Eloisa Elena Abreu

31 de maio de 2015 às 16h50

É ai, vestem a camisa da CBF. Santa ignorância!

Responder

Lon Martin Wagner

31 de maio de 2015 às 16h21

Protestando contra si mesmo. O MICO DO SÉCULO.

Responder

Eduardo Albuquerque

31 de maio de 2015 às 16h21

Primeiro tomar as rédeas dos clubes que são recheados de Teixeiras e Marins

Responder

Lon Martin Wagner

31 de maio de 2015 às 16h21

Protestando contra si mesmo. O MICO DO SÉCULO.

Responder

Eduardo Albuquerque

31 de maio de 2015 às 16h21

Primeiro tomar as rédeas dos clubes que são recheados de Teixeiras e Marins

Responder

Alexandre Oliveira

31 de maio de 2015 às 16h13

Esta imagem diz tudo. As coxinhas, mais alienadas do que nunca, defendendo o que lhes prejudica, o que corrompe o Brasil Meninas, não sejam instrumentos de manipulação, acordem!

Responder

Luiz Inacio Barbosa

31 de maio de 2015 às 16h13

A hora é essa

Responder

Luiz Inacio Barbosa

31 de maio de 2015 às 16h13

A hora é essa

Responder

Mauricio Reis

31 de maio de 2015 às 16h03

O problema vai além do futebol, engloba todos os esportes.

Responder

Gustavo Lima

31 de maio de 2015 às 15h59

detesto vcs mas com isso eu concordo

Responder

Deixe uma resposta