Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Governadores do Nordeste assinam nota de repúdio contra impeachment

Por Redação

03 de dezembro de 2015 : 17h35

por Fábio Góis, no Congresso em Foco

Governadores dos nove estados do Nordeste divulgaram nota nesta quinta-feira (3) condenando a iniciativa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em dar andamento a um dos pedidos de impeachment protocolados na Casa contra a presidente Dilma Rousseff. Ontem (quarta, 2), horas depois de saber que o PT votaria pela continuidade do processo que pode levar ao fim de seu mandato no Conselho de Ética, Cunha anunciou que a denúncia apresentada pelos juristas Hélio Bicudo, ex-petista histórico, Miguel Reale Júnior e Janaína Paschoal passaria a tramitar formalmente.

Para os governadores, representantes de cinco partidos, Cunha reagiu com motivação pessoal à decisão da bancada do PT na Câmara e, com sua atitude, acentua um “indesejado retrocesso institucional”. “Na verdade, a decisão de abrir o tal processo de impeachment decorreu de propósitos puramente pessoais, em claro e evidente desvio de finalidade. Diante desse panorama, os Governadores do Nordeste anunciam sua posição contrária ao impeachment nos termos apresentados, e estarão mobilizados para que a serenidade e o bom senso prevaleçam”, diz trecho da nota, acrescentando que o Brasil precisa de “união” e não de “golpismos”.

Segundo aliados, Eduardo Cunha ficou muito irritado com a decisão da bancada do PT de votar pela abertura do processo de cassação no Conselho de Ética. No PT, por outro lado, tanto parlamentares quanto a cúpula partidária concluíram que qualquer proteção ao presidente da Câmara desmoralizaria a agremiação de uma vez por todas, além de dar margem para o deputado peemedebista no futuro voltar com a  “chantagem do impeachment” sempre que se visse em dificuldades.

Assinam o manifesto os governadores Camilo Santana (PT–CE), Flávio Dino (PCdoB–MA), Jackson Barreto (PMDB–SE), Paulo Câmara (PSB–PE), Renan Filho (PMDB–AL) Robinson Farias (PSD–RN), Ricardo Coutinho (PSB–PB), Rui Costa (PT–BA) e Wellington Dias (PT–PI). “É inaceitável que um dirigente de um poder, sem moral para manter-se à frente da Câmara Federal por ser flagrado em desvios, possa estar à frente de um impedimento de uma presidente sem respaldo legal”, emendou o governador baiano, em entrevista sobre o manifesto.

Confira a íntegra da nota:

Diante da decisão do Presidente da Câmara dos Deputados de abrir processo de impeachment contra a Exma Presidenta da República, Dilma Roussef, os Governadores do Nordeste manifestam seu repúdio a essa absurda tentativa de jogar a Nação em tumultos derivados de um indesejado retrocesso institucional. Gerações lutaram para que tivéssemos plena democracia política, com eleições livres e periódicas, que devem ser respeitadas.

O processo de impeachment, por sua excepcionalidade, depende da caracterização de crime de responsabilidade tipificado na Constituição, praticado dolosamente pelo Presidente da República. Isso inexiste no atual momento brasileiro. Na verdade, a decisão de abrir o tal processo de impeachment decorreu de propósitos puramente pessoais, em claro e evidente desvio de finalidade.

Diante desse panorama, os Governadores do Nordeste anunciam sua posição contrária ao impeachment nos termos apresentados, e estarão mobilizados para que a serenidade e o bom senso prevaleçam. Em vez de golpismos, o Brasil precisa de união, diálogo e de decisões capazes de retomar o crescimento econômico, com distribuição de renda.

 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

91 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Cleuza Nunes

04 de dezembro de 2015 às 23h55

Esses políticos q ficam atrapalhando a presidente trabalhar poderiam criar vergonha nacara e deixar de tanta baixaria e trabalhar também porque nós não somos idiotas pra pagar salário de funcionários vagabundos. vcs são nossos servidores que precisam mostrar serviços.

Responder

Paulo Cesar Vieira

04 de dezembro de 2015 às 23h11

Rolando bolsa

Responder

Regina Correia Araujo

04 de dezembro de 2015 às 22h44

Sr. Alan Gaudencio júnior o sr é um idiota , preconceituoso e criminoso o nordestino é trabalhador e honesto a maioria como em qualquer região , na sua existe um jumento como você aqui em pernambuco temos também o Mendonça que idiota igual a você

Responder

Regina Correia Araujo

04 de dezembro de 2015 às 22h30

Boa Maria D’orazio é o que eu penso

Responder

Ana Carla Sousa

04 de dezembro de 2015 às 21h27

Obs: Estou defendendo a região, quanto a um comentário desnecessário e não o governo.

Responder

Ana Carla Sousa

04 de dezembro de 2015 às 21h24

Alam seu comentário é tao inútil quanto você.
O Brasil não vai pra frente porque existem (infelismente) pessoas como você que não são capazes de respeitar nem as regiões do próprio país. Temos importância política sim!!

Responder

Maria De Fatima Cabral

04 de dezembro de 2015 às 18h45

Valeu Governadores do meu Nordeste!

Responder

Joaodamasceno Matos de Menezes

04 de dezembro de 2015 às 14h40

Olha a turma do pires ai querendo uma esmola para vender a alma. É uma piada, o PT e as esquerdas acreditam nas próprias mentiras. #ForaAnta #foraPT #LuladrãoNaCadeia.

Responder

Antonino Barros

04 de dezembro de 2015 às 12h25

Valeu conterraneos.

Responder

Alexandre Percegoni

04 de dezembro de 2015 às 09h57

Com o pedido de impeachment inicia-se ciclo de troca de acusações entre o roto e o esfarrapado, sem a menor perspectiva de que os reais problemas da nação sejam atacados. Não será de um tsunami de esgoto provocado por partidos com ideologias de mentirinha e que não nos representam, coadjuvados por pilantras, ops digo, políticos que só pensam descaradamente em fazer suas imorais independências financeiras para o resto de suas criminosas vidas, que virá a solução dos problemas da nação, arrasada por corrupção institucionalizada por todos os setores públicos e privados. A miséria não pode acabar, pois este curral de votos do bolsa família sustenta esta corrupta roubalheira que pretende se eternizar, fazendo “mudanças para que nada mude” eternizando” esse mais do mesmo”, nos obrigando a continuar a votar no “menos pior”. O Dr. Moro, nos oferece uma oportunidade única, de nos unirmos para nos reinventarmos, remando todos para o mesmo lado, dentro de um pacto pelo desenvolvimento socioeconômico, cultural e ambiental, de forma sustentável e autossustentável, como outros lugares que tinham problemas iguais ou piores do que os nossos conseguiram!!! O que estamos esperando, só a união faz a força…
José Paulo Grasso

Responder

Alexandre Percegoni

04 de dezembro de 2015 às 09h55

Os governadores estão todos de pires na mão e sendo processados. Niguem respeita a lei de responsabilidade fiscal. Ah tá! Agora entendi o apoio. Dilma não é desonesta só é incompetente e intervencionista. Arruinou a economia.

Responder

Barros Cruz

04 de dezembro de 2015 às 09h21

Não cumprem seu dever de casa e ficam puxando saco pra atrair investimentos.

Responder

Tida Andrade Tida

04 de dezembro de 2015 às 07h55

enterro e fim dos golpistas #Fora Cunha# e sua Curriola !

Responder

Alam Gaudencio Junior

04 de dezembro de 2015 às 01h31

De onde ??? Nordeste ?? Nossa, qta importância política… Kkkkk

Responder

Alam Gaudencio Junior

04 de dezembro de 2015 às 01h31

De onde ??? Nordeste ?? Nossa, qta importância política… Kkkkk

Responder

Emilson Ramos

04 de dezembro de 2015 às 01h16

O Brasil é um país democrático! E não vai ser Cunha que vai tirar isso do povo brasileiro!

Responder

Emilson Ramos

04 de dezembro de 2015 às 01h16

O Brasil é um país democrático! E não vai ser Cunha que vai tirar isso do povo brasileiro!

Responder

Emilson Ramos

04 de dezembro de 2015 às 01h15

O Brasil vai as ruas para defender Dilma! Você tem um exército de guerreiros! Queremos Cunha na cadeia!

Responder

Emilson Ramos

04 de dezembro de 2015 às 01h15

O Brasil vai as ruas para defender Dilma! Você tem um exército de guerreiros! Queremos Cunha na cadeia!

Responder

    Julianne Tavares

    04 de dezembro de 2015 às 10h46

    É mais foi ela quem cortou muitos dos benefícios dos trabalhadores
    Prolongou o tempo de aposentadoria para cada vez os brasileiros se aposentarem mais velhos
    É a favor da Cpmf
    Aumentou os impostos sha conta de energia está lá nas alturas
    O preço da gasolina está nas alturas tbm
    A inflação está descontrolada
    A economia do nosso país esta na merda
    E ela é uma santa amém

    Responder

    Emilson Ramos

    04 de dezembro de 2015 às 11h11

    Julianne, também estou sofrendo com isso, tem um conflito de interesse aí, pois as eleições até hoje não acabou, Dilma até hoje não conseguiu fazer nada, pois o medo deles é que se a Dilma fazer uma na administração Lula volte e aí mais 5 anos no poder! A oposição não está preocupada com com o povo, querem o poder, por isso a frase quanto pior melhor! Se tivessem preocupados com o povo ajudariam achar saídas para adversidade de nosso país! Infelizmente com tantos confrontos de interesse o nosso pais afundou em crise financeira e crise política, mas lembre-se, nunca a polícia federal trabalhou tanto, e em todas administrações, existiram muita corrupção! Dilma deu abertura para investigação e deixou investigar! Ela está limpa, enquanto todos estão sujos, é por isso que ela tem seu valor!

    Responder

Francilene Sena

04 de dezembro de 2015 às 00h56

NORDESTE, MEU ORGULHO SEMPRE.

Responder

Francilene Sena

04 de dezembro de 2015 às 00h56

NORDESTE, MEU ORGULHO SEMPRE.

Responder

Marilene Ponte

03 de dezembro de 2015 às 23h40

Se eu já me orgulhava de ser neta de Nordestinos e amar morar em uma Capital do Nordeste, agora mesmo é que me orgulho em dose dupla. Governadores de 9 (NOVE) Estados do Nordeste assinam nota de repúdio contra impeachment de nossa Presidenta. Hélio Bicudo, ex-petista histórico, traiu o PT ou melhor, cospe no prato que comeu. Parabéns, Governadores do meu querido Nordeste. AMO de paixão esta Terra abençoada por DEUS!

Responder

Adeildo Alcantara Alcantara

03 de dezembro de 2015 às 23h28

A maioria ta com pinico nas mãos… esse governo ta maltratando os nordestinos.

Responder

Laura Lima Pires

03 de dezembro de 2015 às 22h25

Glória! nos o povo também…Presidenta
te amamos….

Responder

Enzo Amaral

03 de dezembro de 2015 às 21h53

…que legal !!! então vamos derruba-los juntos

Responder

Flor Maio

03 de dezembro de 2015 às 21h52

Kd o Pimentel?

Responder

Cirnandes Santos

03 de dezembro de 2015 às 21h51

Não entendi os governadores do PSB assinando essa nota. Achei que era oposição.

Responder

Joel Araujo

03 de dezembro de 2015 às 21h34

Morte aos golpistas!

Responder

Georgemar José Ribeiro

03 de dezembro de 2015 às 21h28

estes governadores não moram no Brasil,pois não sabem como está o povo e nosso país

Responder

Luiz Henrique

03 de dezembro de 2015 às 21h13

Estou com s presidenta Dilma,para o que der e vinher

Responder

Solange Pestana

03 de dezembro de 2015 às 21h13

Quando fores Brasil afrontado pela guerra feroz da conquista não serás um gigante deitado ao embalar teu ideal pacifista cada um dos teus filhos de pé com o ardor de um herói lutará na epopéia da honra e da fé brasileiros covardes não há.

Responder

Denis Storoz

03 de dezembro de 2015 às 20h59

Responder

Antonio Adeilson Cardoso Cardoso

03 de dezembro de 2015 às 20h53

Façam um Levantamento e vejam quantos desses Governadores Respondem Processos de Cassação Junto aos TRES dos seus respectivos Estados, Por Exemplo o Governador Ricardo Coutinho da Paraíba, responde por Vários Processos que Pedem sua Cassação, e só não foi Julgado por Manobras Judiciais, se não já teria sido Cassado.

Responder

Antonio Adeilson Cardoso Cardoso

03 de dezembro de 2015 às 20h53

Façam um Levantamento e vejam quantos desses Governadores Respondem Processos de Cassação Junto aos TRES dos seus respectivos Estados, Por Exemplo o Governador Ricardo Coutinho da Paraíba, responde por Vários Processos que Pedem sua Cassação, e só não foi Julgado por Manobras Judiciais, se não já teria sido Cassado.

Responder

Fred Brasil

03 de dezembro de 2015 às 20h41

Responder

Armando Oliveira

03 de dezembro de 2015 às 20h39

DIM DIM JA CHEGOU LÂ..COM POVO NÃO SE BRINCA….

Responder

Armando Oliveira

03 de dezembro de 2015 às 20h39

DIM DIM JA CHEGOU LÂ..COM POVO NÃO SE BRINCA….

Responder

Bruno Santos

03 de dezembro de 2015 às 20h37

Ainda a uma esperança

Responder

    Maria D'Orazio

    03 de dezembro de 2015 às 20h55

    Afrodescendentes e também mulheres que se respeitam jamais aceitariam esse racista, misógino, para governar o país.

    Responder

Bruno Santos

03 de dezembro de 2015 às 20h37

Ainda a uma esperança

Responder

    Maria D'Orazio

    03 de dezembro de 2015 às 20h55

    Afrodescendentes e também mulheres que se respeitam jamais aceitariam esse racista, misógino, para governar o país.

    Responder

    Bruno Santos

    03 de dezembro de 2015 às 21h14

    Maria vc fala isso por que vc não conhece a face verdadeira do LuLA,eu tiro o chapéu pro Lula ele conseguiu engana todo mundo

    Responder

Cruz Cruz

03 de dezembro de 2015 às 20h31

Estou atento!

Responder

Cruz Cruz

03 de dezembro de 2015 às 20h31

Estou atento!

Responder

Maria D'Orazio

03 de dezembro de 2015 às 20h19

O engraçado é quando pergunto nos comentários dos imbecis que querem o impeachment: “Qual político você acha mais digno de estar no lugar da Dilma neste momento? Me diga o nome e te dou a ficha completa do elemento”. Ninguém responde…

Responder

Maria D'Orazio

03 de dezembro de 2015 às 20h19

O engraçado é quando pergunto nos comentários dos imbecis que querem o impeachment: “Qual político você acha mais digno de estar no lugar da Dilma neste momento? Me diga o nome e te dou a ficha completa do elemento”. Ninguém responde…

Responder

Alan Mesquita

03 de dezembro de 2015 às 20h19

Responder

Haroldo H Da C Lima Lima

03 de dezembro de 2015 às 20h16

Parece que o Eduardo Cunha disse: Sigam me os bons…

Responder

Haroldo H Da C Lima Lima

03 de dezembro de 2015 às 20h16

Parece que o Eduardo Cunha disse: Sigam me os bons…

Responder

Cristiano Penha

03 de dezembro de 2015 às 20h15

SOBRE O IMPEACHMENT
– 2015 foi um ano perdido por conta da crise política criada e inflada por Cunha e pela oposição que criaram incertezas desnecessárias na economia com a criação de novas despesas bilionárias (pautas bomba), atraso na votação do ajuste fiscal e o fantasma do impeachment. Apostaram no “quanto pior melhor” e no GOLPE pra conseguir o que não conseguem nas urnas.
– 2016 será um ano de CAOS na política e na economia por causa do processo de impeachment que deve criar mais incertezas, pois nenhuma reforma será votada enquanto este tema dominar a pauta do Congresso e do país. A disputa vai parar no STF devido à base jurídica frágil do pedido. Pra onde vai o dólar, os juros, a inflação, o PIB com tudo isso? Ainda há a incógnita de como será a reação dos movimentos sociais.
– Boa Sorte ao Brasil que acredita que toda essa crise é culpa exclusiva de uma pessoa e um partido. Impeachment não vai solucionar nenhuma das causas dessa crise econômica principalmente por que vai rebaixar mais ainda as expectativas econômicas (confiança de empresários e consumidores) e piorar a CRISE, dificultando mais ainda sua superação. Também vai criar um perigoso precedente para a nossa democracia por ser fundamentado em base tão frágil: a reação internacional pode ser adversa e significar recuo dos investimentos no país. Também não resolve os problemas do nosso sistema político, já que nenhum dos partidos defensores do impedimento defendem uma reforma política séria.
– Quem sabe quando o PMDB assumir ou até mesmo a oposição através de novas eleições, e muitas conquistas sociais forem abandonadas e até mesmo o combate a corrupção volte a inexistir, além do CAOS em que vamos entrar, as pessoas se deem conta da enorme imbecilidade que fizeram ao apoiar algo assim.
COMPARTILHEM
#ForaCunha
#DilmaFica
#NãoVaiTerGolpe

Responder

Cristiano Penha

03 de dezembro de 2015 às 20h15

SOBRE O IMPEACHMENT
– 2015 foi um ano perdido por conta da crise política criada e inflada por Cunha e pela oposição que criaram incertezas desnecessárias na economia com a criação de novas despesas bilionárias (pautas bomba), atraso na votação do ajuste fiscal e o fantasma do impeachment. Apostaram no “quanto pior melhor” e no GOLPE pra conseguir o que não conseguem nas urnas.
– 2016 será um ano de CAOS na política e na economia por causa do processo de impeachment que deve criar mais incertezas, pois nenhuma reforma será votada enquanto este tema dominar a pauta do Congresso e do país. A disputa vai parar no STF devido à base jurídica frágil do pedido. Pra onde vai o dólar, os juros, a inflação, o PIB com tudo isso? Ainda há a incógnita de como será a reação dos movimentos sociais.
– Boa Sorte ao Brasil que acredita que toda essa crise é culpa exclusiva de uma pessoa e um partido. Impeachment não vai solucionar nenhuma das causas dessa crise econômica principalmente por que vai rebaixar mais ainda as expectativas econômicas (confiança de empresários e consumidores) e piorar a CRISE, dificultando mais ainda sua superação. Também vai criar um perigoso precedente para a nossa democracia por ser fundamentado em base tão frágil: a reação internacional pode ser adversa e significar recuo dos investimentos no país. Também não resolve os problemas do nosso sistema político, já que nenhum dos partidos defensores do impedimento defendem uma reforma política séria.
– Quem sabe quando o PMDB assumir ou até mesmo a oposição através de novas eleições, e muitas conquistas sociais forem abandonadas e até mesmo o combate a corrupção volte a inexistir, além do CAOS em que vamos entrar, as pessoas se deem conta da enorme imbecilidade que fizeram ao apoiar algo assim.
COMPARTILHEM
#ForaCunha
#DilmaFica
#NãoVaiTerGolpe

Responder

Alba Ramos

03 de dezembro de 2015 às 20h15

Vamos ver se os governadores influenciam seus deputados

Responder

Alba Ramos

03 de dezembro de 2015 às 20h15

Vamos ver se os governadores influenciam seus deputados

Responder

Maria Do Carmo Morotti

03 de dezembro de 2015 às 20h13

Tenho orgulho da dignidade da minha Presidenta! #DilmaFica

Responder

Edilson Souza

03 de dezembro de 2015 às 20h08

Não representa o mesmo pensamento do povo nordestino.

Responder

Dione Pereira

03 de dezembro de 2015 às 20h08

A vergonha de Pernambuco, o menino eleito por Eduardo Campos, não assinou… #Vergonha!

Responder

Deixe um comentário