Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Fiasco de marchas golpistas anima movimentos sociais

Por Miguel do Rosário

14 de dezembro de 2015 : 15h21

Análise Diária de Conjuntura – 14/12/2015

[Excepcionalmente, deixarei a Análise de hoje aberta para todos. Mas faça uma assinatura para ajudar o Cafezinho a se manter sempre forte!]

É evidente que o fracasso retumbante das marchas golpistas, cuja afluência declinou mais de 70% segundo o Datafolha (que mediu apenas São Paulo; em outras cidades, as marchas minguaram ainda mais) é o grande fato político do final do ano.

O fracasso foi até surpreendente, visto que agora, mais que nunca, há uma perspectiva real de impeachment. Abriu-se um processo na Câmara e a oposição, que ainda não tem votos suficientes, precisaria, mais que nunca, oferecer uma grande demonstração de força nas ruas.

Não ofereceu.

É também curioso que o Datafolha não tenha divulgado, até o momento, outra de suas pesquisas pró-impeachment.

Aliás, reitero aqui minha crítica aos cientistas políticos brasileiros, que não fazem, na minha opinião, uma crítica necessária aos institutos de pesquisa, que pretendem se tornar “urnas virtuais”, substituindo o voto.

As pesquisas de aprovação tem sido usadas falaciosamente para chancelar o golpe.

É isso que os reacinhas golpistas não entendem.

Eu também tenho profundas críticas ao governo. Num dia especialmente irritado, talvez eu respondesse ao pesquisador que acho o governo ruim ou péssimo.

Não preciso fazer parte dos 7% ou 10% que aprovam o governo, ou acham a gestão boa/ótima, para entrar na luta contra o golpe.

Tenho igualmente profundas críticas ao Partido dos Trabalhadores. Também estou decepcionado com a corrupção e com a roubalheira.

O PT se tornou, além disso, um partido de poucos quadros.

Vide a Câmara. É o partido com maior número de parlamentares na Casa, e parece que é um dos menores. Só tem 3 ou 4 deputados que fazem a luta política. O resto não se posiciona, não produz nada.

Parece um bando de fisiológicos inúteis.

Aqui no Rio, a mesma coisa. O PT é uma legenda quase fantasma. Tem uma pequena e combativa militância, mas institucionalmente é um zero à esquerda. Não organiza um mísero debate, e quando o faz, é sempre uma coisa fechada, medíocre.

Mas… pelo amor de Deus!

Isso não significa que apoiaria um golpe travestido de impeachment, sem base jurídica.

Também não apoiaria qualquer movimento para destruir o PT, que, independente de seus problemas, é um partido cuja história o torna um dos momentos mais importantes da nossa democracia e da luta social dos povos.

A maioria dos brasileiros são críticos ao governo, ao PT, mas não querem uma ruptura democrática. E, sobretudo, entendem que a oposição é ainda pior: não por outro motivo, elegeram, pela quarta vez consecutiva, um presidente do PT.

Defeitos e vícios, todos temos, inclusive este blogueiro, e estamos abertos e vulneráveis às críticas, e aprendemos com elas, e tentamos nos aprimorar.

A questão ética também é um problema real que governo e PT devem olhar com atenção. É preciso adotar medidas criativas para combater a corrupção e recuperar um pouco da dignidade perdida.

É preciso ser honesto e parecer honesto.

Os eventos do PT não deveriam se dar em hoteis de luxo, nem adotar a estética brega e triunfalista que tem usado nos últimos tempos.

O vitimismo também não cola muito com o PT.

A esquerda brasileira precisa, naturalmente, sofisticar suas estratégias, inclusive do ponto-de-vista estético.

Governo e PT deveriam adotar novos slogans, novas cores, novos formatos visuais, bandeiras novas.

Minha Casa Minha Vida é um grande projeto, mas é preciso inovar.

Por que Dilma nunca focou seu marketing no Ciência sem Fronteiras, programa pioneiro de bolsas para jovens brasileiros estudarem no exterior?

Por que não criar programas novos de investimento em tecnologia e pesquisa?

Por que o ministro da Fazenda só fala em ajuste fiscal? A economia não é movida por impostos, mas pela produção. O ministro tem de provocar o debate sobre a atividade econômica brasileira, falar sobre a venda de ingressos para cinema, a produção de abacates, geladeiras; sobre comércio eletrônico, etc.

Em relação à Dilma, me parece evidente que ela precisa melhorar a relação com a imprensa, o que não significa submeter-se aos ditames do cartel midiático.

Muito pelo contrário! Dilma precisa procurar a imprensa progressista. Mas tem de fazer isso com inteligência, com planejamento.

Nas coletivas, não adianta responder com sarcasmo vazio aos repórteres. Além do mais, Dilma não é boa para coletivas quebra-queixo. Ela se sai melhor em entrevistas mais intimistas, onde fica mais à vontade. Aposte nisso!

Ponha um porta-voz para as coletivas diárias!

Por que Dilma não escolhe seus entrevistadores? Por que não dá uma entrevista para Fernando Morais, Janio de Freitas, Mario Magalhaes, num dia; para blogueiros, em outro; para o Brasil de Fato, em outro; para a Carta Capital, em outro?

Há vários medalhões com enorme prestígio na grande mídia.

Por que essa tola submissão à Globo, preferindo dar entrevistas para o Jô às três horas da manhã?

Quem ainda assiste ao Jô?

Outra consequência do fracasso das marchas golpistas é que isso ajudará a animar as manifestações antigolpistas, agendadas para esta quarta-feira, dia 16, em todo país.

Essas manifestações, mais que nunca, serão essenciais para vencermos o golpe do impeachment, e pressionarmos o TSE para não dar o golpe mais desonesto e mais antidemocrático de todos: a cassação do mandato.

Para isso, ajudaria que governo e PT investissem em comunicação. É preciso pressionar o TSE e o STF via opinião pública, via redes sociais, e para isso a defesa contra as acusações da oposição não pode ser uma estratégia apenas jurídica, mas também política e simbólica.

O governo tem de se defender politicamente e isso é essencial para a economia, porque um governo que não se defende é um governo fraco e instável, e essa instabilidade contamina a economia.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

40 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gustavo Gomes

16 de dezembro de 2015 às 00h12

Estava vazio mesmo

Responder

Maria Lucia

15 de dezembro de 2015 às 01h15

Eu já sabia !!!

#ADemocraciaExigeMais
#DilmaFica

Responder

Carlos Julio Maca

15 de dezembro de 2015 às 00h33

Com efeito, a atual Constituição Federal, em vigor desde 1988, elaborada democraticamente e festejada por todos como a “Carta Cidadã”, em seu art. 85 disciplina e prescreve as hipóteses jurídicas em que o Presidente da República cometerá crime de responsabilidade, remetendo a definição dos mesmos para a lei especial. Ou seja, o processo é legal e constitucional, conforme vontade prévia do povo e das instituições democráticas.

Responder

Norberto Tso

15 de dezembro de 2015 às 00h16

só rindo.. O pedido de impeachment veio justamente do Dr. Helio Bicudo que foi um dos fundadores do PT e está perfeitamente lúcido e sabe muito bem como a corrupção e a roubalheira tomaram conta do PT com o Lula e os seus comparsas.. As provas estão todas ai.. mas pode ficar tranquilo que em 2016 vai vir muito mais.. a polícia já está cercando o cerco aos filhos do Lula e a Dilma foi no minimo incompetente .. nunca soube de nada não viu nada .. mesmo na época que estava na Petrobras.. Vá até os hospitais e as escolas veja a falta que faz o dinheiro que foi desviado.. E não adianta dizer que o PSDB também rouba.. um erro não justifica o outro. . Ainda mais do PT que sempre disse que estava do lado dos pobres e trabalhadores

Responder

    Carmem Witt

    15 de dezembro de 2015 às 01h00

    Bicudo ?? kkkkkk,NUNCA foi fundador de nada,,, só se fosse do psdbtucanoide,,, te informa !! não passe vergonha, ignorante!

    Responder

    Maria Lucia

    15 de dezembro de 2015 às 01h16

    Se informa melhor depois volta aqui, blz ?!

    #HipócritasDeMerda
    #ImpitimanÉMeuZovo

    Responder

    Maria Lucia

    15 de dezembro de 2015 às 01h16

    #HipócritasDeMerda
    #ImpitimanÉMeuZovo

    Responder

    Maria Lucia

    15 de dezembro de 2015 às 01h17

    #HipócritasDeMerda
    #ImpitimanÉMeuZovo

    Responder

    Maria Lucia

    15 de dezembro de 2015 às 01h17

    Responder

    Gf Andrezão

    15 de dezembro de 2015 às 16h03

    Responder

Neuza Lima

14 de dezembro de 2015 às 23h15

Adoro o Pato Donald, mas senti falta do Mickey Mouse, Pluto e Pateta!

Responder

Kleber Silva

14 de dezembro de 2015 às 22h38

#naovaitergolpe #dilmafica #foracunha #mimimicheltraidor

Responder

Ricardo Angolano

14 de dezembro de 2015 às 21h26

Quero ver a dos petistas!
Mesmo pagando a mortadela…

Meia dúzia de gatos pingados!!

Responder

Helio Eduardo Pinto Pinheiro

14 de dezembro de 2015 às 21h04

ISSO REPRESENTA O PESSOAL DA DIREITA??? KKKK VÃO COMEÇAR OS “MIMIMIS”…KKKKKKKKKKKKKK MANIFEST….KKKKKK DE ZUMBIS DIREITISTAS MORRE NA SAÍDA!!!!

Responder

Edson Luiz Raminelli

14 de dezembro de 2015 às 20h45

Responder

Felipe Cardoso de Oliveira

14 de dezembro de 2015 às 20h00

Responder

Cristiano Penha

14 de dezembro de 2015 às 19h58

P. DA VIDA…

O que me deixa P. da vida na discussões políticas da internet é que geralmente se é atacado e xingado por defender os governos do PT ao invés do PSDB, como se fôssemos ignorantes, não entendêssemos de economia ou história. Como se não soubéssemos a diferença entre o programa social desenvolvimentista de um e neoliberal do outro. Como se não tivéssemos sentido no bolso e nas ruas a melhora que o país teve nos últimos anos. Ora, mostrem os dados estatísticos sociais e econômicos, peguem notícias da época ou textos acadêmicos pra provar que o governo de FHC foi melhor, que o povo brasileiro errou por 4 vezes seguidas ou pra provar que esse país estava pronto em 2002. Mostrem o que o PSDB faria de diferente se tivesse vencido a última eleição. Fiquem indignados também quando aparecem políticos tucanos no meio de corrupção ou quando seus escândalos ficam engavetados caso do Mensalão Tucano e Cartel do Metrô ou por aqueles casos que simplesmente sumiram como as privatizações escandalosas ou compra de votos para reeleição. Ou pelo fato da PF naquela época não pegar ninguém e o Procurador Geral, indicado por FHC, ter sido apelidado pela imprensa de “engavetador” geral da república. A verdade é que nunca o PSDB fez nada contra a corrupção e o PT deu autonomia ao MPF, CGU e PF para combatê-la. Todos sabem que esse é um problema histórico que começa com o financiamento privado de campanhas, que o PT é contra mas a oposição é a favor. Comentem o fato de que esse país é uma República Federativa, onde outros poderes tem grande responsabilidade e Estados e Municípios são responsáveis por administrar quase metade das verbas e serem responsáveis diretos pela educação, saúde e segurança. Relembrem a história antes dizer que tudo deveria estar resolvido após 12 anos de governo. E não sejam ignorantes de dizer que com o PT o Brasil andou para trás. O PIB teria que recuar no mínimo 50% (reais) pra voltarmos a 2002, sem falar na renda, no salário mínimo ou nas conquistas sociais. O PIB em dólares aumentou quase 400%, de US$ 504 bilhões em 2002 para mais de US$ 2,4 trilhões em 2014, comprovando o aumento do poder de compra do brasileiro como nunca antes. Em 2002 éramos a 14ª economia do planeta e em 2014 a 7ª. A classificação de risco da S&P terminou o governo tucano no mesmo nível em que começou: B+, vários degraus abaixo da situação atual.

Nós sabemos que o Brasil atravessa um momento difícil por vários fatores, a começar pela crise mundial, ignorada pelo PSDB e mídia que usa crises externas muito menores, que não derrubaram as maiores economias ou o crescimento mundial à época, para explicar o fracasso de seu governo que deu errado na verdade pelo neoliberalismo, por ausência de política fiscal e pelo câmbio sobrevalorizado de US$ 1 = R$ 1 (como na Argentina que também quebrou) mantido através de juros elevadíssimos (para atrair dólares) o que elevou a dívida pública de 33% do PIB em 1994 para 82% do PIB em 2002, arrebentando a economia e causando até racionamento de energia por falta de investimento com uma seca bem menor que a atual, sem falar no desemprego elevado e ausência de políticas sociais. A dívida se manteve muito abaixo desse nível durante todo governo do PT subindo um pouco agora em 2015 para próximo de 66% com a diferença que seu perfil é muito melhor com títulos pré fixados e vencimento médio de 4,7 anos; em 2002 a maior parte era pós fixada, atrelada ao câmbio e com vencimento de um ano. Hoje temos US$ 370 bilhões de reservas internacionais que garantem a estabilidade macroeconômica e uma dívida líquida de 33% do PIB apenas. Em 2002 eram apenas US$ 38 bilhões de reservas, sendo parte empréstimos do FMI. Naquela época o FMI apareceu aqui para impor medidas drásticas como fez recentemente na Grécia. Alguém viu o FMI por aqui atualmente?

A crise mundial de 2008 é a maior desde 1929. Começou nos EUA, se alastrou pela Europa e derrubou o crescimento da China, de 14% para 6,5% , a menor taxa desde 1989. Sua causa é o neoliberalismo que desregulamentou o mercado financeiro nos EUA. Esses países são as maiores economias do planeta e os maiores compradores de commodities brasileiras mas também de produtos industrializados como aviões, máquinas ou de serviços que sofreram uma grande queda na demanda. A Argentina que também é um grande parceiro comercial reduziu suas importações do Brasil, afetando o setor automobilístico por exemplo. O Brasil ampliou muito seu comércio nesses 12 anos em relação ao governo passado. Exportávamos apenas US$ 60 bilhões em 2002 comparados a US$ 225 bilhões em 2014 ou 275% a mais. Então como uma crise dessa magnitude, que afeta as maiores economias do planeta e todos os emergentes, não nos afetou? A queda do petróleo de US$ 140 em 2008 para US$ 50 hoje, por causa da redução da demanda mundial e da política da OPEP de segurar preços pra inviabilizar o óleo de xisto americano mais caro de produzir, prejudicou imensamente os planos de investimento da Petrobras em um setor que é responsável sozinho por 13% PIB e boa parte das exportações. Tivemos a maior seca em décadas, mas sem Apagão como em 2001, que impactou nos preços de alimentos e energia por que as térmicas, que nem existiam no governo FHC, foram acionadas. Muitos ignoram, mas as manifestações em 2013 derrubaram as expectativas econômicas de empresários e consumidores, ainda mais com o discurso orquestrado de caos na Copa. Com expectativas ruins, o empresário não investe, o consumidor não consome, o governo não arrecada e o país entra numa espiral negativa como de fato aconteceu, nos levando a queda de arrecadação e a esse ajuste fiscal. Por isso a economia parou em 2014 (+0,1%), apesar de 2013 (+3%) ter crescido mais que em 2012 (+1,9%), demonstrando claramente que o país se recuperava até o povo sair na rua como micos amestrados da oposição e da mídia num momento onde não havia graves problemas na economia. Temos o movimento mundial de subida do dólar devido ao movimento do FED sinalizar que vai subir os juros em breve. A China passou a desvalorizar sua moeda para tentar exportar mais e sua bolsa teve várias quedas recentemente, o que mostra a gravidade da situação. É verdade também que o governo gastou demais, mas na expectativa de que a situação melhorasse e pra impedir que a crise chegasse aos brasileiros. Dilma desonerou impostos (R$ 100 bilhões/ano), baixou o preço de energia antes da seca, concedeu subsídios e taxas de juros mais baixas, tudo como o empresariado queria e pressionara, mas esses não investiram como o esperado. Propositalmente talvez para ajudar seu candidato? Para prejudicar um governo que proporcionou os maiores ganhos aos trabalhadores? Onde foi parar esse dinheiro das desonerações? Talvez no mercado financeiro, por que na produção ou no investimento é que não foi. As investigações da Lava Jato, que felizmente o governo não controla, também afetaram a economia e mais ainda a política.

Essas dificuldades atuais são grandes mas nem de perto lembram crises do passado com fuga de capitais, fome matando milhares, desemprego elevado sem assistência alguma, sequestro de poupança ou quando o FMI apareceu aqui no governo FHC pra emprestar US$ 42 bilhões em 1998 para salvar o dinheiro de especuladores antes da desvalorização cambial, impondo medidas duríssimas pois o país estava quebrado, o risco-país era altíssimo, não havia crédito externo, as reservas internacionais eram pífias e não cobriam nem as importações. Alguém impediu o PSDB de governar quando FHC foi reeleito em 1998 encondendo a crise que viria e prometendo não desvalorizar o real, como ocorreu em janeiro de 1999 e depois aumentando o IRPF para 27,5% e criando a CPMF para ajustar a economia, jogando o país numa grave crise social e econômica por 4 anos?

Todos estamos vendo a complexidade de governar com esse Congresso insano e corrupto onde o PSDB passou a votar contra toda austeridade fiscal que defendia além de mostrar seu lado golpista ao defender o impeachment sem base legal alguma. A oposição busca destruir qualquer chance de recuperação econômica pra voltar ao poder seja através de um golpe ou prolongando a crise até 2018. O custo dessa irresponsabilidade, bancada por Aécio Neves e Eduardo Cunha, está sendo enorme para o país: ao minar o ajuste que defendiam na campanha, atrasaram nossa retomada prejudicando milhares de empregos e jogando o dólar nas alturas, pois investidores avaliam que o país não vai conseguir colocar as contas em ordem criando mais despesas bilionárias. Agora colocaram o plano do impeachment em prática, sem base legal alguma, ameaçando nossa democracia e vendendo a ilusão que tirar Dilma e o PT do poder é a solução dos nossos problemas. É melhor aceitar o resultado das urnas e a continuidade das políticas sociais para não jogarem o país numa guerra onde todos sairão perdendo, com um golpe típico de república de bananas o que afetará inclusive os investimentos externos no país.

Como confiar num partido que quando governou saiu com uma aprovação mínima devido a enorme crise social e econômica? Que hoje é visto por alguns de seus líderes como sem projeto? Que não endossa nenhuma das políticas sociais do PT que mudaram a vida de milhões? Que age a favor de um golpe ao lado de Cunha, investigado por contas milionárias na Suíça? Um partido que nunca é investigado e que quer ver o país afundar pra ter alguma chance de voltar ao poder? Isso é ser a favor do Brasil? E o PMDB nessa situação: vai ficar do lado dos golpistas pra favorecer Temer a implantar o programa neoliberal Ponte para o Futuro e quem sabe enterrar a Lava Jato? Lembrem-se muito bem disso nas próximas eleições.

Se no dia de São Nunca a população resolver voltar ao PSDB, problema dela. Mas até lá, respeitem a democracia e se não querem ajudar, pelo menos não atrapalhem. Vão cuidar dos seus governos estaduais que estão cheios de problemas graves como falta de água, péssima educação, violência e impostos altíssimos. Deixem o governo fazer o que é preciso para o país voltar a crescer e superar suas mazelas sociais como aconteceu nos últimos 12 anos, não no governo do PSDB.

COMPARTILHEM

#NaoVaiTerGolpe
#DilmaFica
#ForaCunha

Responder

Francisco De Assis Assis Kelly

14 de dezembro de 2015 às 19h19

ALERTA GERAL!!!! INFORME-SE PARA NÃO SE TORNAR UM IMBECIL UTIL AOS PODRES E OCULTOS PODERES DO BRASIL!

O GOLPE DESMORONOU!!
Foi porque o povo assistiu e assiste um festival de perseguições a Lula, bem como indignidades, desrespeito, calhordices, trapaças, traições, aliança espúria com o ladrão mor da gangue da Câmara por parte dos perdedores da eleição, junto da globo e outras midias golpistas e sonegadoras de impostos e por ofenderem o povo ao tentarem manipulá-los escondendo so 500 anos da praga da corrupção.
O povo não é bobo, nem burro, nem idiota.

Não vingou, porque ninguém suporta gente hipócrita. Não existe revolta pela metade. Se vocêé contra a corrupção, então seja de forma geral, sem distinguir partidos ou poder
Querer derrubar Dilma e poupar o Cunha, FHC, Serra, Alckimin, Aécio e o resto da suja gang golpista é de um incoerência tão grande que chega a dar nojo!

E A AGORA TEMER, CUNHA, AÉCIO, SERRA, FHC E O RESTO DA GANG??? SUJOS GOLPISTAS!!!!
PARABÉNS DILMA!!!!

GUERREIRA, CIDADÃ. PATRIOTA!!!!

O POVO NÃO É BOBO!!!

OS MOTIVOS DO FRACASSO DO GOLPE DE UM DITA OPOSIÇÃO CORRUPTA, BANDIDA E SEM MORAL!!!

1) Impeachment liderado por Eduardo Cunha. Mesmo depois que ele começou a ser investigado pela Lava Jato os golpistas manteveram a aposta. Ensaiou um rompimento mas realinhou-se de forma ambígua depois que ele acolheu o pedido Bicudo/Reale.

O povo não é bobo. Entendeu que Cunha chantageou o PT para votar a seu favor e vingou-se quando o partido tomou decisão oposição.

2) Tentar atropelar as regras e a própria Constituição. O povo não é bobo. Sabe diferenciar um impeachment imperativo de uma armação golpista. Afora a fragilidade jurídica da acusação, houve a tentativa de controlar a comissão especial através de um inusitado “bate chapa” com voto secreto e até a interpretação de que a Câmara, e não o Senado, terá o poder de tirar Dilma do cargo se o julgamento dela for autorizado por 3/5 dos deputados.

3) Ficou também explícita demais a ambição do vice-presidente Michel Temer pelo cargo.
As “caneladas” dentro do PMDB para empurrar o partido rumo ao impeachment também foram muito sujas e culminaram com a truculenta derrubada do líder Picciani, que é contra o impeachment e continua sendo.

As articulações do PSDB sobre a participação num eventual governo Temer, da mesma forma foi um abuso ao Brasil seu povo e a democracia .

4) Boa parte da inteligência nacional posicionou-se contra tal impeachment.

Artistas, juristas, intelectuais, sindicalistas, religiosos e reitores, entre outros, são setores sociais que têm peso específico na formação da opinião média.

5) Por fim, a narrativa do impeachment não colou, ao passo que a denúncia do golpismo fez sentido e reverberou forte, afastando das manifestações aqueles que não querem figurar numa história antidemocrática.

A narrativa do impeachment não colou, entre outros motivos, porque o discurso foi DUVIDOSO E SEM CONSISTÊNCIA

. A acusação formal a Dilma foi de crime de responsabilidade por conta de pedaladas fiscais.

Mas para a rua, a oposição falava em corrupção, mar de lama, pixuleco e outras metáforas do grande escândalo em curso, que já atingiu tanta gente, inclusive do PT, mas não chamuscou Dilma.

Tanto que, no pedido formal, não foi acusada de ato de improbidade (desonestidade), ma de má gestão.

Responder

Fabio Hideki

14 de dezembro de 2015 às 16h56

Qual é a explicação para o fato do PT se comunicar tão mal ?

Responder

    Daniel

    14 de dezembro de 2015 às 23h25

    Eu gostaria de saber também. É como se ele tivesse que pedir “permissão” para a mídia para trabalhar

    Responder

Rodrigo Souza Verscentt

14 de dezembro de 2015 às 18h54

prefiro viver num pais governado pelo exercito do q vivier em um pais comunista . #vai_pra_cuba_cominista

Responder

    Maite Pontes Lindo

    14 de dezembro de 2015 às 19h17

    Responder

    Roberto Amaral

    14 de dezembro de 2015 às 22h02

    Rodrigo Souza Vercentt vc sabe o que é comunismo? Que pais comunista vc vive? Vc sabe o que é viver sem liberdade? A internet também serve para obter informações. Pesquise um pouco sobre o que é comunismo e sobre como é viver sob regime de ditadura militar.

    Responder

    Rodrigo Souza Verscentt

    15 de dezembro de 2015 às 11h33

    sei sim vejo um brilhante exemplo do bem q o comunismo faz . na venezuela , cuba , corea do norte entre outros

    Responder

    Rodrigo Souza Verscentt

    15 de dezembro de 2015 às 11h34

    o Maite Pontes Lindo se existice intervençao milita na favela conserteza n teria criminalidade la

    Responder

Eliana

14 de dezembro de 2015 às 16h27

O Pt está tão perdido que deixou
o PIG colar no Partido uma aliança com o Cunha
que sempre foi a oposição que teve.
Nas manifestações de quarta a pauta deve ser
a defesa da democracia, contra o golpismo
da direita.

Responder

Marcos Portela

14 de dezembro de 2015 às 17h42

?OBCECADOS PELO PODER, não conseguindo CHANTAGEAR o GOVERNO para não ser CASSADO, o LADRÃO evangélico CUNHA, “HERÓI” da REDE GLOBO e dos PANELEIROS da sociedade ALIENADA pela MÍDIA BRASILEIRA, agora tenta ROUBAR o meu VOTO e os da MAIORIA dos BRASILEIROS, iniciando a FARSA do GOLPEACHMENT com AJUDA dos CORRUPTOS do STF, TRAFICANTES de COCAÍNA do CONGRESSO, GANG dos LAVAJATISTAS do PARANÁ e dos SAQUEADORES da PRIVATARIA da DIREITA FASCISTA, com o objetivo de se APOSSAREM das RIQUEZAS do BRASIL para VENDÊ-LAS a preço de BANANA como fizeram com a VALE e trazer de VOLTA o FINANCIAMENTO EMPRESARIAL para CAMPANHAS POLÍTICAS, enquanto a PRESIDENTA, mesmo sendo sabotada, TRABALHA por melhorias no PAÍS e ainda LUTA contra o CAOS que foi INSTALADO pelos RATOS DA REPÚBLICA, que não tendo VOTOS suficientes para ELEGEREM um PRESIDENTE tentam pelo GOLPE, sem CONSIDERAR que para toda AÇÃO há uma REAÇÃO.

Responder

    Francisco De Assis Assis Kelly

    14 de dezembro de 2015 às 19h19

    ALERTA GERAL!!!! INFORME-SE PARA NÃO SE TORNAR UM IMBECIL UTIL AOS PODRES E OCULTOS PODERES DO BRASIL!

    O GOLPE DESMORONOU!!
    Foi porque o povo assistiu e assiste um festival de perseguições a Lula, bem como indignidades, desrespeito, calhordices, trapaças, traições, aliança espúria com o ladrão mor da gangue da Câmara por parte dos perdedores da eleição, junto da globo e outras midias golpistas e sonegadoras de impostos e por ofenderem o povo ao tentarem manipulá-los escondendo so 500 anos da praga da corrupção.
    O povo não é bobo, nem burro, nem idiota.

    Não vingou, porque ninguém suporta gente hipócrita. Não existe revolta pela metade. Se vocêé contra a corrupção, então seja de forma geral, sem distinguir partidos ou poder
    Querer derrubar Dilma e poupar o Cunha, FHC, Serra, Alckimin, Aécio e o resto da suja gang golpista é de um incoerência tão grande que chega a dar nojo!

    E A AGORA TEMER, CUNHA, AÉCIO, SERRA, FHC E O RESTO DA GANG??? SUJOS GOLPISTAS!!!!
    PARABÉNS DILMA!!!!

    GUERREIRA, CIDADÃ. PATRIOTA!!!!

    O POVO NÃO É BOBO!!!

    OS MOTIVOS DO FRACASSO DO GOLPE DE UM DITA OPOSIÇÃO CORRUPTA, BANDIDA E SEM MORAL!!!

    1) Impeachment liderado por Eduardo Cunha. Mesmo depois que ele começou a ser investigado pela Lava Jato os golpistas manteveram a aposta. Ensaiou um rompimento mas realinhou-se de forma ambígua depois que ele acolheu o pedido Bicudo/Reale.

    O povo não é bobo. Entendeu que Cunha chantageou o PT para votar a seu favor e vingou-se quando o partido tomou decisão oposição.

    2) Tentar atropelar as regras e a própria Constituição. O povo não é bobo. Sabe diferenciar um impeachment imperativo de uma armação golpista. Afora a fragilidade jurídica da acusação, houve a tentativa de controlar a comissão especial através de um inusitado “bate chapa” com voto secreto e até a interpretação de que a Câmara, e não o Senado, terá o poder de tirar Dilma do cargo se o julgamento dela for autorizado por 3/5 dos deputados.

    3) Ficou também explícita demais a ambição do vice-presidente Michel Temer pelo cargo.
    As “caneladas” dentro do PMDB para empurrar o partido rumo ao impeachment também foram muito sujas e culminaram com a truculenta derrubada do líder Picciani, que é contra o impeachment e continua sendo.

    As articulações do PSDB sobre a participação num eventual governo Temer, da mesma forma foi um abuso ao Brasil seu povo e a democracia .

    4) Boa parte da inteligência nacional posicionou-se contra tal impeachment.

    Artistas, juristas, intelectuais, sindicalistas, religiosos e reitores, entre outros, são setores sociais que têm peso específico na formação da opinião média.

    5) Por fim, a narrativa do impeachment não colou, ao passo que a denúncia do golpismo fez sentido e reverberou forte, afastando das manifestações aqueles que não querem figurar numa história antidemocrática.

    A narrativa do impeachment não colou, entre outros motivos, porque o discurso foi DUVIDOSO E SEM CONSISTÊNCIA

    . A acusação formal a Dilma foi de crime de responsabilidade por conta de pedaladas fiscais.

    Mas para a rua, a oposição falava em corrupção, mar de lama, pixuleco e outras metáforas do grande escândalo em curso, que já atingiu tanta gente, inclusive do PT, mas não chamuscou Dilma.

    Tanto que, no pedido formal, não foi acusada de ato de improbidade (desonestidade), ma de má gestão.

    Responder

Rejane Souza

14 de dezembro de 2015 às 17h34

Os jornalistas brasileiros, salvo os livres do pão com mortadela, são uma vergonha financiada.

Responder

Francisco De Assis Assis Kelly

14 de dezembro de 2015 às 17h27

ALERTA GERAL!!!!
OS ASSASSINATOS E IMPEDIMENTOS DE PESSOAS QUE QUEREM MUDAR OS DESTINOS DO BRASIL E DO POVO É REAL!!!

A TEORIA DA CONSPIRAÇÃO FOI CRIADA PARA ESVAZIAREM AQUELES QUE COLOCAM AS VERDADES DOS FATOS QUE ESTÃO OCULTOS.

ESSAS FORÇAS OCULTAS ATUANTES SÃO AS MESMAS E PAGAS COM O MESMO SUJO DINHEIRO. ELES SÓ MUDAM AS CARAS.

OS ASSASSINOS DE JK FAZEM PARTE DA MESMA GANG QUE ATUA NO BRASIL E NA AMERICA DO SUL HÁ DÉCADAS.

CLAREIA PARA VOCÊ AS MORTES DE GETÚLIO VARGAS ( QUE DIZEM QUE SE SUICIDOU-SE NADA FICOU CLARO), CASTELO BRANCO O GENERAL QUE ERA CONTRA A CONTINUIDADE DA DITADURA (SEU AVIÃO “EXPLODIU” EM VOO), DE TANCREDO NEVES (O MORTO FEITO VIVO EM FOTOS AO LADO DE “MÉDICOS”), ULYSSES GUIMARÃES NO TAL ACIDENTE DE HELICÓPTERO (NEM O CORPO FOI ENCONTRADO), EDUARDO CAMPOS (O AVIÃO “EXPLODIU” E NEM A CAIXA PRETA GRAVOU O VOO….)

E MAIS A RENÚNCIA DE JÂNIO QUADROS (QUE DENUNCIOU ESSAS “FORÇAS OCULTAS”, AS MORTES DO IRMÃO DE COLLOR (QUE O DENUNCIOU OU FOI OBRIGADO A ISSO…), DE SUA MÃE DONA LEDA COLLOR( “MORIBUNDA NUM HOSPITAL”), E A DO SEU TESOUREIRO DE CAMPANHA PC FARIAS E SUA NAMORADA ( A BALA NÃO TINHA ÂNGULO PARA ELE TER COMETIDO SUICÍDIO E MATADO A ELA ) O “IMPEACHMENT DE COLLOR(” QUE NÃO ACONTECEU PORQUE RENUNCIARAM ELE ANTES) E AGORA A TENTATIVA DE GOLPE CONTRA DILMA ROUSSEF.

SE INFORME PARA NÃO SE TORNAR UM IDIOTA, UM ZUMBI NAS MÃOS DOS “DONOS DO BRASIL” E DO SEU DESTINO; É MUITO ROUBO E INTERESSES ESCUSO POR TRÁS DESSAS ATROZES COVARDIAS.

Responder

Ivana Lorenzoni

14 de dezembro de 2015 às 17h27

TODOS NAS RUAS NO DIA 16/12. A HORA É AGORA.

Responder

Deixe um comentário