Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Um dia clássico da mídia: golpismo e apocalipse econômico

Por Miguel do Rosário

22 de janeiro de 2016 : 13h18

Análise Diária de Conjuntura – Manhã – 22/01/2016

[Excepcionalmente, em razão da extensão dela, vou liberar esta Análise para todos. Mas sejam generosos e façam uma assinatura do Cafezinho. Um Cafezinho forte é um Cafezinho com a sua assinatura.]

A grande imprensa hoje está num daqueles dias clássicos: homogênea, apocalíptica, golpista.

Mas hoje está num grau particularmente intenso.

Talvez ela tenha constatado que precisa forçar a barra, porque o carnaval vem aí, quando haverá inevitável distensionamento na conjuntura política, então é preciso agir agora.

O recesso parlamentar atrapalha muito o golpismo, então é preciso amplificar o jogo sujo na mídia.

Como os advogados entenderam o jogo da Lava Jato, e iniciaram uma batalha de comunicação, o procurador chefe da operação, Dalton Dallagnol, iniciou o contra-ataque.

E o ataque é direcionado especificamente à Marcelo Odebrecht, até agora o único réu que decidiu comprar briga de frente contra a conspiração midiático-judicial.

Em entrevista à rádio Bandnews, mas repercutida em toda a parte, Dallagnol diz que Marcelo poderia pegar pena de dois mil anos. A afirmação virou imediatamente manchete do Estadão.

ScreenHunter_354 Jan. 22 12.08

É uma forma de intimidar o réu, usando a mídia. E de intimidar também o Judiciário. Afinal, se o sujeito merece “dois mil anos de prisão”, como um juíz poderá absolvê-lo, ou mesmo condená-lo a “apenas” 1, 3, 5 anos?

Uma outra nota, publicada no Estadão, é uma experiência incrível: testemunhamos as entranhas da construção da nova narrativa do golpe, não sabemos mais se costurada pela mídia, pelos procuradores, ou por uma dobradinha combinada entre os dois, para criminalizar o PT.

A confusão entre mídia e procuradoria se dá porque, em determinados momentos do texto, a reportagem pára de dar aspas à tese da procuradoria, e começa a inventar, por conta própria, teorias sobre o papel do ex-tesoureiro petista.

Para fortalecer a tese, o jornal vai inclusive procurar uma declação do então presidente do PT, José Eduardo Dutra, dada em 2010.

Trecho da matéria: “As operações de arrecadação de propinas atribuídas pelo delator da Operação Lava Jato Milton Pascowitch ao ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto coincidem com a ascensão dele na estrutura do partido e reforçam as suspeitas de que o esquema de desvios e de corrupção na Petrobrás foi montado e sistematizado para atender também a interesses eleitorais e políticos.”

Desde o mensalão, o fogo cerrado das conspirações é sempre este: criminalizar a política e o PT. A corrupção, antes, era uma coisa tranquila. Os corruptos pensavam apenas em si mesmos. Merval Pereira, colunista do Globo, martela muito nessa tecla: a corrupção tucana era boa, a corrupção petista é má. É a narrativa principal do golpe, e vincula-se àquela que Gilmar Mendes tenta empurrar goela abaixo do Tribunal Superior Eleitoral, para cassar a candidatura de Dilma: as doações para o PSDB foram limpas, as doações para o PT, sujas.

Olha que interessante eu descobri na Folha de hoje. Vejam se isso também não são cases maravilhosos para se estudar nas escolas de jornalismo? São chamadinhas na capa do site da Folha.

ScreenHunter_351 Jan. 22 11.54

Esse é quase engraçado. É uma lição para o governo, que tomou a decisão insensata (eu diria mesmo pouco ética, porque privilegiou um órgão privado) de publicar na Folha o primeiro artigo de Dilma em 2016.

É uma lição particular para Jaques Wagner, que talvez tenha desenvolvido, como governador, vícios de coronel político segundo os quais a imprensa sempre pode ser domada, ao invés de entender que é preciso inovar e pensar formas criativas de democratizar a comunicação social e a comunicação do governo.

Em entrevista recente à Folha, Wagner surfou no antipetismo, e afirmou que o partido “se lambuzou”. Pois é, a lambuzada agora se volta contra o próprio Wagner. Trata-se, contudo, de uma chamada tão gritantemente ridícula que seus efeitos são duvidosos. Mas ela prova que a imprensa decidiu jogar sujo com Wagner, por entender que ele se tornou uma peça importante para o governo.

 

ScreenHunter_355 Jan. 22 12.28

A chamadinha acima, também na capa do site, é um exemplo da alquimia midiática. A Zelotes, que era uma investigação contra corrupção fiscal de grandes empresas, agora recebe um chapeuzinho onde se lê: MPs do setor automotiva.

Ou seja, transformaram a Zelotes numa coisa completamente diferente do que era. E nem se preocupam com o impacto dessa estranha mudança na opinião pública. O que importa é associar a Zelotes ao Lula, ponto final. Combater a sonegação, um crime que desvia mais de 500 bilhões de reais por ano dos cofres públicos? Não vem ao caso.

***

No front econômico, a campanha apocalíptica continua. O IBGE divulgou hoje que a inflação caiu, de 1,18% em dezembro para 0,92% em janeiro. Na comparação com janeiro do ano passado, manteve-se praticamente estável, com diferença insignificante de 0,03%. Não adianta, a mídia deu manchetes como sempre homogêneas, iguais, falando que é “maior taxa desde 2003”. Não é mentira. A mentira está no tom apocalíptico, que esconde o fato da inflação ter caído sobre o mês anterior.

Em janeiro de 2015, a inflação havia crescido sobre o mês anterior, e continuou crescendo no mês seguinte, mantendo-se acima de 1% em fevereiro, março e abril. Para este ano, a queda nos preços administrados, a volta das chuvas, e a persctiva de uma safra recorde, sinalizam declínio da inflação ao longo do ano. Não há razão, portanto, para um pessimismo exagerado, artificial, turbulento, que a mídia tenta impor.

ScreenHunter_356 Jan. 22 13.02

Falta falar da tentativa de desmoralizar a política econômica, tratando a decisão do Banco Central de não aumentar os juros como um “erro”, causado pela “interferência política” do governo. Como se as decisões de aumentar os juros fossem exclusivamente técnicas! Tudo é política! O BC aumenta os juros para “agradar o mercado”, para saciar um pouco a fome dos fundos abutres e tentar demovê-los de tentativas de atacar especulativamente o país. Nada mais político do que isso.

O Globo ataca a decisão do BC na capa, com a estratégia maquiavélica de sempre, embora com um toque bastante ridículo. “Analistas” consultados pelo jornal dizem que a autoridade do BC “ruiu”, com a decisão de não aumentar os juros.

É muita sabotagem.

A mídia quer manter, à força de editoriais truculentos, a política de juros altos, porque entende que precisa de recessão, tanto para continuar lucrando com o rentismo, quanto para manter o clima de crise política e apocalipse econômico, que por sua vez é necessário para subjugar o governo, derrotar o PT, e, eventualmente, dar um golpe ainda neste semestre, com a cassação da candidatura de Dilma Rousseff no TSE.

Os advogados de Marcelo Odebrecht entenderam que a batalha se dá na comunicação. Falta o governo ver a mesma coisa. Tanto a batalha política, quanto a econômica, tem de ser disputadas na comunicação.

O governo tem a vantagem de que houve uma mudança química na conjuntura, desde a grande manifestação em São Paulo, no dia 16 de dezembro, contra o golpe, seguida da decisão do STF de derrubar as manobras de Eduardo Cunha. O recesso parlamentar ajuda a dar um pouco de tempo para o governo respirar.

Mas se Dilma usar essa trégua relativa (e enfatizo o relativa, pois a mídia passou a atacar mais, justamente para evitar que alguns dias de estabilidade fortaleçam o governo) para voltar a se esconder, ou a dedicar à não fazer nada, então o clima de golpe se instalará de novo, e a atmosfera negativa, bombardeada com pesquisas Datafolha, marchas coxinhas e Lava Jato na mídia, servirá para pressionar os ministros do TSE a dispararem o tiro de misericórdia.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

43 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Andre Francisco

23 de janeiro de 2016 às 07h28

A grande imprensa muda o foco da Zelotes, é por auto proteção pois é grande sonegadora de impostos.

Responder

Wellington Gomes

23 de janeiro de 2016 às 00h36

Bando de petistas buceta aqui

Responder

Wellington Gomes

23 de janeiro de 2016 às 00h35

Cem anos de prisão pro Lu la é pouco

Responder

Diogo Scobee Marra

22 de janeiro de 2016 às 22h38

Até parece que alguém vai ficar preso!

Responder

Alfonso Tarallo

22 de janeiro de 2016 às 19h01

E a Dilma convida, fe forma oportunista, as multinacionais entreguistas, o capital financeiro para o conselhão do desenvolvimento!
É possível agradar todos??

Responder

Fabio Monteiro

22 de janeiro de 2016 às 18h34

exatamente, é o que eu falei.. defender Lula, Dilma e políticos da sua “visão”, embora eu não concorde eu atpe engulo.. mas ver um esquerdista defendendo esses graúdos das construtoras me cheira PUBLICIDADE.

Responder

Fabio Monteiro

22 de janeiro de 2016 às 18h31

Defendendo o marcelinho.
Homem cuja fortuna equivale a 8 milhões de brasileiros com um salário mínimo…

Defender Lula e Dilma, eu até concordo, Mas defender empreiteiro e dono de construtora que mamou nas nossas tetas ai fica feio pra vcs, mesmo sendo partidários. não precisa lamber o saco da construtora..

Responder

walker botelho

22 de janeiro de 2016 às 16h07

BALANÇO DE 2015
Inflação – IPCA 10,72
Dívida Pública % do PIB 67
PIB em % -3,7
Desemprego em % 7,5
Risco Brasil 502,3

Desemprego: O Ministério do Trabalho informou o balanço do emprego formal no ano de 2015: foram perdidos 1,5 milhão de empregos, pior desempenho em 24 anos, isso que é dado do governo, mas a realidade é bem pior.
Poupança perde R$ 53,6 bi em 2015, pior resultado em 20 anos, diz BC
Dólar atinge maior valor desde o Plano Real
Montadoras que suspenderam atividades no fim do ano voltarão a parar produção nos próximos dias, entre elas Fiat, General Motors e Ford.
Outra informação:2.390 alunos migram da escola particular para a pública no Espírito Santo.
Fundo Monetário Internacional (FMI) voltou a ampliar na terça-feira (19/01/2016) a projeção de retração econômica para o Brasil em 2016 e disse não esperar mais a retomada do crescimento em 2017 –
Engraçado, eu respeito os fanáticos defensores do PT, mas contra fato não há argumento.
Esses dados não foram inventados pela mídia.
FHC deixou uma economia estável, LULA aproveitou, gastou muito e roubou tb, e a DILMA está pagando um preço muito alto, por conta do PT.
Viva o PT. Esse ano será pior que o ano passado.

Responder

    Walfredo

    23 de janeiro de 2016 às 05h53

    A pergunta é: quanto poderia o quadro ser melhor sem o golpismo da oposição? Quantos bilhões de prejuízo ao Brasil os golpistas já causaram desde 2013?

    Responder

      Hell Back

      29 de janeiro de 2016 às 23h49

      Quantos Lava-Jatos e quantos mensalões somados?

      Responder

jose carlos lima

22 de janeiro de 2016 às 16h06

A República do Paraná é uma República do Galeão piorada. Nunca se viu em nenhuma parte do mundo tanto uso de forma abusiva e partidarizado de um processo. O conluio psdb-midia-mpf-pf tem usado todas as formas de forçar o réu para delatar. Cerveró foi humilhado de todas as formas e condenado a 40 anos de prisão para em seguida ser perdoado por aceitar a delação. Vem a condenação despropcional como forma de pressão e depois a DEScondenação e mais alguns milhões de premios de o réu aceitar dizer alguma coisa contra o PT e Lula. Contra tucano não vale delatar. Elite devassa e ignara a nossa, não aceita qualquer politica de inclusão que, se não derrubar o governo progressista faz uso de processo judicial tal fim: foi assim na Republica do Galeao, que durou 3 meses e levou Vargas, sob o temor de ser preso de forma injusta, ao suicidio, e nem assim os abutres pararam com o golpismo, o golpe veio dez anos depois e hoje estão ai os mesmos personagens….que o povo se levante contra essa mafia que usa o judiciário para golpes contra a democracia, nós pagamos os salaríos desses loucos varridos cheira-bunda dos irmãos Marinho

Responder

sijo somiko

22 de janeiro de 2016 às 15h10

Outro dia o Temer falou que o governo precisa falar menos e ouvir mais. Manchete da Jovem(?) Pan: “Temer fala para Dilma falar menos e ouvir mais.” Um barato, né?

Responder

    Hell Back

    29 de janeiro de 2016 às 23h38

    Meu Deus! Para a presidenta falar menos do que isso só se comunicando por telepatia. rs

    Responder

Sidnei Brito

22 de janeiro de 2016 às 14h50

Dois mil anos para Odebrecht?
E se ele entrar no jogo, aceitando uma delação, para quanto cairia a pena dele?
Pelo que se vê por aí, poderia cair para alguns “míseros” dois ou três anos, não é?
Não sei se ele é culpado ou não, ou se a pena por eventuais crimes merece mesmo ser de dois mil anos.
Só queria entender como alguém que merece pena dessa magnitude pode ser beneficiado em “milhares de anos” só porque resolve abrir o bico.

Responder

    Hell Back

    29 de janeiro de 2016 às 23h29

    Uma coisa que eu queria muito entender. Como é feito o cálculo das penas dos sentenciados. Alguém aí sabe?

    Responder

    Hell Back

    29 de janeiro de 2016 às 23h35

    Meu Deus! Para a presidenta Dilma falar menos que isso só se comunicando por telepatia. rs rs

    Responder

Claudio Zambrano

22 de janeiro de 2016 às 16h37

Quero ver imagem dela falando isso. Esse Azevedo não tem credibilidade nenhuma ! Não passa de um jornalista medíocre querendo aparecer.

Responder

Edilton Dias

22 de janeiro de 2016 às 16h09

Responder

Denes Gondim

22 de janeiro de 2016 às 15h53

Marcelo Odebrecht e seus advogados não são bobos. Já descobriram que nossas instituições ou boa parte dela, são muito influenciadas pela mídia. Resolveram topar a briga. Se vencerem, tudo bem. Mas, se perderem…. A solução talvez seja investir em propagandas pagas. Vamos esperar para ver essa briga que é cachorro grande.

Responder

Silvio Guedes

22 de janeiro de 2016 às 13h39

A lava jato está a serviço da mídia lixo. A mídia lixo desde quando existiu no Brasil, sempre teve lado, o lado dos escravocratas, dos banqueiros sem pátria, dos políticos corruptos comprados, da justiça praticada por juízes corrompidos, sempre do lado dos exploradores do povo dessa terra. Agora não tem como esconder o tempo todo da população brasileira, porque temos WEB, por fim a mídia lixo teve de assumir a própria existência que é covarde e traidora.
O plano A e B parece que está ficando distante.
Plano A do golpe do PSDB/mídia lixo, eliminar do governo a presidente Dilma e o vice Temer convocando novas eleições para evitar que as investigações os peguem, o plano B do golpe do PSDB/mídia lixo, colocar o Temer no lugar da presidente Dilma e aplicar a pauta “ponte para o inferno” de brutal retrocesso e evitar a justiça nos pés deles, plano C é sangrar o país com a ajuda da mídia lixo até as eleições de 2018, sem proposta para o país e agredindo a economia como um todo, esperando que essa mesma mídia lixo ao esconder os crimes deles os relance novamente ao poder, a mídia lixo quer ladrões no poder senão não sobrevive. Existe a visibilidade dentro do plano C do grupelho PSDB/mídia lixo também de destruir a reputação de qualquer político que possa ser presidenciável e que os contrarie nos seus planos de entrega de nosso país. O plano A e B parece que está ficando distante, mas fiquemos a postos porque ainda tem o TSE que ao que parece não está isento de interesses partidários, para acompanharmos de perto e não permitir injustiças que atentem contra a soberania do Brasil. Precisamos lutar contra o plano C, o povo brasileiro espera que a JUSTIÇA faça seu trabalho e encarcere também os tucanos corruptos junto com políticos mafiosos de outros partidos aliados deles, mais seus representantes da empresa mídia lixo que vem detonando o país em qualquer época.

Responder

Amaury Silva Lima

22 de janeiro de 2016 às 15h33

O PT deveria se orgulhar de ter estruturado a PF a ponto de prender intocáveis da elite como o Sr. Marcelo Odebrecht. Não entendo porque o partido não se orgulha de tal fato histórico.

Responder

    O Cafezinho

    22 de janeiro de 2016 às 15h45

    Quem prendeu Marcelo Odebrecht não foi a PF, foi a Globo, através de seu justiceiro premiado, Sergio Moro. E prendeu não para fazer uma revolução comunista, mas sim para subsidiar um golpe contra o voto popular, visto que a intenção é usar a prisão como forma de tortura e coação, para forçar o réu a entrar no jogo sujo de delações combinadas (vazadas seletivamente) da procuradoria.

    Responder

    Valdir Dantas

    22 de janeiro de 2016 às 15h48

    O Cafezinho A maior corrupção no BRASIL é. é uma lava jato inventada de 2003 pra ca pra incrinim]nar um partido e seu governo, onde os verdadeiros corruptos , por tras da capa de um juiz ditador aplica um golpe., E O PIOR É SABER QUE ESTA CHEIO DE IDIOTAS QUE IDOLATRA,M ESSES CORRUPTOS,Aqui tem advogados e policiais ,mas se continuarem assim, as carreiras vão desmoronar, protegendo os verdadeiros corruptos,

    Responder

      Hell Back

      29 de janeiro de 2016 às 23h18

      Sim! Eles serão os primeiros a perderem os seus empregos; por causa da famigerada “queima de arquivo”.

      Responder

    Rodrigo Figueiredo

    22 de janeiro de 2016 às 15h51

    O que o cafezinho tem a dizer sobre dinheiro da Odebrecht na Suíça????

    Responder

    Rodrigo Figueiredo

    22 de janeiro de 2016 às 15h56

    Outra pergunta pra cafezinho: Se a lava jato é pior que a ditadura, e a PF é sua polícia política! Qual é a função do Zé no Ministério da Justiça????

    Responder

    Amaury Silva Lima

    22 de janeiro de 2016 às 15h56

    Cafezinho, acho essa visão um total equívoco. Desde 2003 o Presidente indica sempre o primeiro da lista tríplice da PGR, além de ter indicado a maioria dos membros do STF. Tudo está sendo conduzido com respaldo dessas duas instituições, que são as garantidoras da legalidade e do respeito à Constituição. Espero que vocês percebam que a lava jato é um mérito, e não o contrário.

    Responder

    Pedro Lucas

    22 de janeiro de 2016 às 16h04

    Rodrigo Figueiredo
    Responde você.
    Você não assiste a globo,lê a folha????

    Responder

    O Cafezinho

    22 de janeiro de 2016 às 16h13

    Amaury eu não concordo. Mas não vejo em branco e preto. Vejo méritos na lava jato, já escrevi sobre isso.

    Responder

    O Cafezinho

    22 de janeiro de 2016 às 16h13

    Rodrigo, odebrecht atua em 60 ou mais países

    Responder

    O Cafezinho

    22 de janeiro de 2016 às 16h14

    Tem conta no mundo inteiro

    Responder

    Rodrigo Figueiredo

    22 de janeiro de 2016 às 16h14

    Tem na Suíça, sem origem???? Vindo do Brasil???

    Responder

    Rodrigo Figueiredo

    22 de janeiro de 2016 às 16h17

    Pedro Lucas, eu leio de tudo meu caro! Mas vou na fonte, ou seja, no próprio site da PGR!

    Responder

    Rodrigo Figueiredo

    22 de janeiro de 2016 às 16h18

    A PGR agora é golpista, né!!!!!

    Responder

    Andre Delage

    22 de janeiro de 2016 às 18h08

    Concordo o Pt tinha que ter orgulho de prender que desvia dinheiro público !!

    Responder

    Pedro Lucas

    22 de janeiro de 2016 às 18h13

    Rodrigo Figueiredo
    No site da PGR não consta esse tipo de informação.
    Ou você é mentiroso ou tem má fé.
    Ou os dois.
    Fala sério.
    Para parecer inteligente não basta contar mentirinhas.
    Acho que esta no caminho errado
    Meu caro
    Tenta contar historinha pra boi dormir.
    “””””leio de tudo meu caro! Mas vou na fonte, ou seja, no próprio site da PGR!””””
    hahahahahaahahahahaahahaahahahahaha.
    Disponibilizaram só pra você informação confidencial????
    hahahaahahahahahaahahahahaa
    Meu caro,digo,barato

    Responder

      Hell Back

      29 de janeiro de 2016 às 23h13

      Exato! Também fui lá e não encontrei nada, ou será que retiraram essa informação? Eles podem fazer isso?

      Responder

        Hell Back

        29 de janeiro de 2016 às 23h24

        Ou será que não me deixaram entrar?

        Responder

    Rodrigo Figueiredo

    22 de janeiro de 2016 às 18h44

    O site da PGR no inicio da lava jato disponibilizava trechos das delações via dropbox, depois de várias criticas quanto ao vazamento da investigação esses arquivos deixaram de ser publicados na internet, sempre algum jornalista conseguia trazer esses arquivos que tinham a assinatura dos delatores e o timbrado do Ministério Público Federal ou então divulgava via imprensa os vídeos dos mesmos. Mas como vc deve só ler cafezinho, com certeza não sabia disso! http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2014/10/09/ouca-a-integra-dos-audios-da-operacao-lava-jato/ esses aqui são trechos do depoimento judicial dos delatores.

    Responder

    Rodrigo Figueiredo

    22 de janeiro de 2016 às 18h49

    Os arquivos eram divulgados assim: http://s.conjur.com.br/dl/acordo-delacao-premiada-paulo-roberto.pdf

    Responder

    Pedro Lucas

    22 de janeiro de 2016 às 22h17

    Rodrigo Figueiredo amiguino você passou um link da uol. com.
    Sem condições de conversa.
    Você tem razão sou alienado só leio o cafezinho, desculpe.
    Dropbox, uol, folha, PGR, jornalista, imprensa, boechat .
    Tem toda razão
    Sou um IDIOTA perdem do meu tempo
    Tinha que ser como você é inteligente, cheio de informações e informantes, culto.
    Vou fazer o seguinte :

    Vou rir
    Hahahahahhaahhahahahaha

    Responder

    Hell Back

    29 de janeiro de 2016 às 23h23

    Porque se o PIG (globo) estiver a favor de alguma coisa o povo é contra. Porque tudo o que é bom para o PIG (globo) é ruim para o povo.

    Responder

Deixe um comentário