Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Livraria saraiva - Shopping Pátio Brasil - 13/03/2013 - crédito|Paulo Guimarães

Gilmar quer usar julgamento no TSE pra influenciar eleições em outubro

Por Miguel do Rosário

16 de fevereiro de 2016 : 18h13

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1) OR current_user_can(access_s2member_level1)]Análise Diária de Conjuntura – 16/02/2016

A capa do site do Globo hoje traz apenas ataques à Lula, mas fica a impressão de que houve um efeito bumerangue contra a própria mídia, em virtude da puerilidade das denúncias. Afinal, acusa-se Lula de quê mesmo? Nem eles sabem. [/s2If]

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1)]

***

Para continuar a ler, você precisa fazer seu login como assinante (na coluna da direita; ou abaixo da seção de comentários, se você estiver lendo pelo celular). Confira aqui como assinar o blog O Cafezinho. Qualquer dúvida, entre em contato com a Thamyres, no assinatura@ocafezinho.com. [/s2If]

[s2If current_user_can(access_s2member_level1)]

ScreenHunter_09 Feb. 16 17.30

Enquanto isso, avolumam-se nas redes sociais denúncias contra as irregularidades envolvendo a mansão dos Marinho em Paraty.

Em post anterior, o Cafezinho mostrou as ligações entre a Camille, empresa vinculada, por laços societários, ao “triplex” dos Marinho, e a Briks, empresa do bandidão da Fifa, Eugenio Figueredo.

Por uma desses coincidências que algum procurador da Lava Jato poderia chamar de “divina”, Eugenio Figueredo aparece hoje no noticiário, porque será ouvido por causa de acordo firmado há pouco entre procuradores de vários países, incluindo Brasil, para investigar a corrupção na Fifa.

É engraçado que notícia tão importante não aparece com destaque em nenhum jornalão, que preferem dar mais importância ao depoimento de Lula para um procurador de São Paulo.

Lula dará um depoimento para esclarecer a situação do tal triplex no Guarujá, do qual ele afirma não ser dono. É uma situação um tanto ridícula, e que se torna ainda mais ridícula sob o contraste do triplex dos Marinho em Paraty, este sim notoriamente pertencente à família mais rica do país, embora sua propriedade esteja oculta, soterrada sob o peso de empresas laranjas.

O golpe hondurenho agora vai ficar para setembro, segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Isso é novidade. Antes se falava que o julgamento final sobre a denúncia do PSDB contra a eleição de Dilma Rousseff seria finalizado antes do primeiro semestre. A informação oficial era inclusive de que o processo poderia se encerrar ainda em maio, antes da entrada do novo ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes.

Essa prorrogação dá mais tempo ao governo para se defender e construir uma contra-narrativa à narrativa que a mídia vem martelando na cabeça da opinião pública, com auxílio luxuoso da Lava Jato.

Mas também dá tempo para a oposição cozinhar o golpe por mais tempo. O TSE, por sua vez, pode ser transformado num tribunal criminal, se decidir mesmo ouvir os delatores da Lava Jato.

A nossa corte suprema, o STF, ter se tornado um tribunal criminal já é algo bizarro, porque não é o comum em cortes similares. Se até mesmo o TSE se tornar criminal, então teremos avançado mais ainda para dentro do processo da criminalização da política e espetacularização do judiciário.

A esta altura, não é possível subestimar a força dos golpistas, ainda mais com Gilmar Mendes na presidência do TSE, agora tendo Toffoli como seu fiel escudeiro.

Uma fonte de São Paulo me liga ainda para informar sobre um fato curioso, mas que ilustra bem a virada de Dias Toffoli, ministro do STF e do TSE. Tofolli nomeou, para seu juiz auxiliar no STF, Rodrigo Capez, que vem a ser irmão de Fernando Capez, presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, acusado de ser o líder da máfia da merenda no estado.

A minha fonte me contou que Rodrigo Capez, assim como seu irmão, é um juiz profundamente reacionário, identificado com o PSDB e com a direita política. É sintomático que Toffoli o tenha escolhido.

A mudança no calendário do julgamento no TSE provavelmente se dá por cálculo político-eleitoral. Deve ser já a primeira iniciativa de Gilmar Mendes, antes mesmo de tomar posse. Interessante é que a mídia divulga a notícia de maneira discreta, sem alarde, apesar de ser uma informação capital.

Gilmar quer usar o julgamento no TSE como espetáculo para prejudicar o PT nas eleições de 2016. Aliás, ele nem escondeu isso. Em discurso recente, externou mais uma vez seu proselitismo furiosamente antipetista, insinuando exatamente isso: que o PT pode usar dinheiro desviado nas eleições de 2016.

As atividades parlamentares seguem se desenvolvendo com relativa normalidade. A histeria golpista está restrita à mídia. Até mesmo Aécio Neves, líder dos carbonários golpistas no PSDB, constatou que este papel estava prejudicando sua imagem e divulgou, via imprensa, que agora irá posar de estadista, ajudando inclusive a aprovar algumas reformas propostas pelo governo.

O campo da esquerda viveu um dia nervoso com os debates no senado em torno do projeto de José Serra, que pretende retirar a obrigatoriedade da Petrobrás de ter no mínimo 30% da exploração nas jazidas do pré-sal. É um projeto que pode ser aprovado no Senado, e aparentemente houve um acordo entre a ala que defende o projeto e o Planalto de que, se aprovado, não haverá veto da presidenta.

No front da economia, o dia foi bastante negativo, com divulgação da queda nas vendas no varejo em 2015.

É uma semana negativa na economia e na política.

Ontem o boletim Focus, do Banco Central, reajustou negativamente quase todas as previsões para 2015. O PIB deve cair mais, a inflação deve ser um pouco mais alta.

Tudo vai espetacularmente mal.

A conjuntura, apesar de tudo, parece relativamente estável. Governo e prefeitura do Rio exoneraram deputados para que participem da votação para liderança do PMDB na Câmara, em favor de Leonardo Picciani. A batalha do impeachment, com isso, parece já vencida, de antemão, pelo governo.

Aliás, esta é a razão de apostarem agora todas as suas fichas no golpe hondurenho. Michel Temer, vice-presidente do PMDB, deu declarações recentes dizendo que o partido deveria concentrar esforços para ter seu próprio candidato presidencial em 2018.

A fala de Temer me parece positiva, porque ajuda a diluir as histerias dentro do partido em favor de uma ruptura irresponsável. O horizonte para uma alternância política no campo federal dever ser 2018.

Para as eleições municipais deste ano, todos parecem muito cautelosos em prever grandes reviravoltas.

PS: Não deu para fazer a edição da manhã desta análise por causa da reportagem exclusiva sobre o triplex dos Marinho em Paraty. Agradeço a compreensão. [/s2If]

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

14 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Pedro Lúcio Gomes Gil

17 de fevereiro de 2016 às 16h10

UM GAMBÁ CHEIRA O OUTRO !!!

Responder

Rodolfo Souza

17 de fevereiro de 2016 às 16h04

Esse Gilmar é perigoso!!!!

Responder

Fatima Paris

17 de fevereiro de 2016 às 13h42

Vou imprimir o retrato desses 2 e espalhar pelos canteiros, creio que os mosquitos não ousarão se aproximar, não sei… talvez as plantas morram tb.

Responder

J Stélio Carvalho

17 de fevereiro de 2016 às 10h44

Responder

Auxiliadora Machado

17 de fevereiro de 2016 às 04h35

O verde oliva cede lugar para a capa preta?

Responder

Antonio Carlos Baioco

17 de fevereiro de 2016 às 00h32

CIDADÃO SEM CARÁTER. .PASSADO SUJO…..

Responder

Mauricio Gomes

16 de fevereiro de 2016 às 21h03

Cassação do porco beiçudo já! Fora Gilmau Mentes, o cancro do STF!

Responder

Helio Eduardo Pinto Pinheiro

16 de fevereiro de 2016 às 22h18

O DA ESQUERDA É O RETARDADO ESCROTO DA REDE ESGOTO! O OUTRO…, BEM, O OUTRO É PSDB ROXO!!! KKKK

Responder

Neide D'Orazio

16 de fevereiro de 2016 às 21h38

Não aguento mais essa máfia agindo descaradamente…

Responder

Mônica De Salles Carvalho

16 de fevereiro de 2016 às 21h19

Responder

Francisco Nogueira

16 de fevereiro de 2016 às 21h17

Por que o gilmar não se candidata pra levar uma surra do Cid Gomes ou do Lula

Responder

Kleber Silva

16 de fevereiro de 2016 às 20h25

##17VouComLula #LulaEuConfio #Lula2018

Responder

Deixe um comentário