Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Brasil avança, apesar da histeria golpista

Por Miguel do Rosário

26 de fevereiro de 2016 : 17h05

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1) OR current_user_can(access_s2member_level1)]
Análise Diária de Conjuntura – 26/02/2016

O Brasil avança, apesar de tudo.

O barulho das lutas políticas e partidárias cria uma enorme nuvem de poeira que não nos deixa ver que a floresta continua firme.

O noticiário econômico de hoje foi excelente. O governo iniciou janeiro com um vigoroso superávit primário, uma notícia estupenda para afastar os temores de um colapso fiscal. [/s2If]

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1)]

***

Para continuar a ler, você precisa fazer seu login como assinante (na coluna da direita; ou abaixo da seção de comentários, se você estiver lendo pelo celular). Confira aqui como assinar o blog O Cafezinho. Qualquer dúvida, entre em contato com a Thamyres, no assinatura@ocafezinho.com, ou pelo whatsapp +5521993199917. [/s2If]

[s2If current_user_can(access_s2member_level1)]

A dívida pública líquida caiu 0,4%, neutralizando em parte o aumento de 0,8% da dívida bruta.

O governo anunciou que o preço da energia elétrica vai baixar a partir de abril.

A confiança do comércio, segundo a FGV, atingiu maior nível em seis meses.

A intenção do consumo das famílias paulistas cresceu 4,1%, segundo a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Esse é o maior valor do indicador desde julho de 2015,

Essas são as razões, aparentemente, pelas quais o golpismo voltou a atacar com muita virulência. A temperatura política tem de permanecer alta, para insuflarem as marchas coxinhas de março, por um lado, e para subsidiar a votação no TSE, de outro.

No front político, as coisas continuam sob o empuxo sinistro e autoritário das conspirações midiático-judiciais.

A Globo perdeu a fleuma e resolveu apelar para a intimidação de blogs, notificando extrajudicialmente aqueles que abordarem temas incômodos à empresa. Sinal de medo.

Sergio Moro, previsivelmente, prorrogou por mais cinco dias a prisão provisória de João Santana. Soltar o publicitário é derrota para Moro, porque até o momento o juiz não conseguiu nenhuma prova de que os recursos recebidos por ele tenham qualquer envolvimento com a Lava Jato ou com o escândalo da Petrobrás. Mas ele o mantém preso, enquanto a mídia faz o trabalho de demolir a reputação de João Santana na opinião pública, através de todo o tipo de manipulação das notícias.

Entretanto, há luz no fim do túnel.

O apoio à Lava Jato hoje está bastante trincado pelas críticas crescentes da comunidade jurídica e setores políticos de que se trata de uma operação política autoritária, seletiva, truculenta e, em muitos casos, delinquente.

O deputado Wadih Damous apresentou projeto de lei que pode pôr um fim ao uso golpista da delação premiada. Como é hoje, a legislação dá um poder ilimitado aos procuradores de conspirar contra o governo, porque eles podem torturar o réu infinitamente, até que este delate exatamente aquilo que eles querem ouvir.

Será uma linda ironia que a Lava Jato termine como terminou a Operação Mãos Limpas, mas talvez sem promover a depuração política terrivelmente antidemocrática que ocorreu na Itália. Na Itália, recentemente, mas como consequência dos abusos de poder cometidos por procuradores e juízes, aprovou-se a Lei Vassili, que pune juízes e procuradores que prejudicam, de qualquer maneira, o direito dos réus.

Aqui no Brasil, o projeto de Lei de Wadih irá criminalizar o vazamento de informações judiciais, que se tornou um negócio entre autoridades e grupos de mídia, um instrumento essencial da conspiração midiático-judicial, e garantir aos réus o direito de optar pela delação premiada em liberdade. Não se poderá mais fazer o que faz Sergio Moro, usar a prisão preventiva, que é uma prerrogativa arbitrária, medieval, do magistrado, para forçar a delação.

A democracia brasileira respira.

O próprio arbítrio gera os argumentos necessários para combatê-lo. [/s2If]

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Enio

27 de fevereiro de 2016 às 13h22

O artigo 22 da Lei 4737, de 15/7/65 da Constituição Federal referente ao TSE:
Art. 22. Compete ao Tribunal Superior:
I – Processar e julgar originariamente:
a) o registro e a cassação de registro de partidos políticos, dos seus diretórios nacionais e de candidatos à Presidência e vice-presidência da República.
É fácil observar: Quanto a presidência e vice-presidência, está na Constituição Federal do Brasil, só podem processar e julgar CANDIDATOS. Não podem mudar a lei, não podem enganar o povo brasileiro.

Responder

Messias Franca de Macedo

26 de fevereiro de 2016 às 23h01

Renan coage a Dilma
Sem o Renan, o Cerra não saía da Mooca

https://www.youtube.com/watch?v=hRZsTCDjuGo

Responder

Messias Franca de Macedo

26 de fevereiro de 2016 às 22h58

Quem são os responsáveis pelo ódio que avança: um 1964 em câmera lenta

26/02/2016

Por conspícuo e impávido jonalista Rodrigo Vianna

Não é exagero afirmar que estamos em meio à maior ofensiva conservadora no Brasil, desde 1964.
(…)
A tabelinha mídia/Judiciário avança e aperta o torniquete. Estamos diante de um 1964 em câmera lenta. E não há outro caminho, a não ser enfrentar as ameaças.
(…)
Quando o caldo entornar de vez, cada um pagará sua cota por levar o país para um clima de confrontação e ódio. Por enquanto, eles comemoram, porque só um lado bate.
Em breve, talvez, essa gente vai perceber que quem apanha sem parar não esquece jamais os nomes de seus algozes.
A história vai dar o troco. Não tenham dúvidas.

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.revistaforum.com.br/rodrigovianna/palavra-minha/37769/

Responder

Messias Franca de Macedo

26 de fevereiro de 2016 às 22h16

Perdão pelo ‘fora de pauta’!

O verdadeiro acarajé baiano ‘desMOROliza’ ainda mais a ‘PORCA-tarefa’ nazifasciterrorista &$ golpista de meia tigela IMUNDA!
Entenda a criminosa palhaçada jurídico-policialesca!

***

Funcionária da Odebrecht diz à PF que ‘acarajé’ era porção de comida baiana

26/02/2016

(…)

FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/02/1743729-funcionaria-da-odebrecht-diz-a-pf-que-acaraje-era-porcao-de-aperitivo.shtml

Responder

Leandro

26 de fevereiro de 2016 às 19h53

URGENTE: http://tinyurl.com/j7tuxww É O FIM DO ESTADO DE DIREITO PARA INÍCIO DA DITADURA DO JUDICIÁRIO E DA POLÍCIA

Responder

Messias Franca de Macedo

26 de fevereiro de 2016 às 19h33

ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃO BRASIL DO BEM!
Os nazifasciterroristas &$ [mega]corruptos &$ golpistas descarados estão mesmo dispostos a distender ao máximo a corda de uma guerra civil!
Entenda o estado de sítio em curso que se pretende preâmbulo do golpe jurídico-midiático que se arrasta desde o antanho do Mentirão

***

Assessor de Lula espera ação da Lava Jato contra ex-presidente e família na semana que vem; até caseiros teriam sigilos fiscal, bancário e telefônico quebrados

publicado em 26 de fevereiro de 2016 às 18:45

Coincidentemente, os irmãos Marinho partem para a ofensiva contra a blogosfera

Por conspícua e impávida jornalista Conceição Lemes

Nesta sexta-feira, 26, o blogueiro Eduardo Guimarães denunciou:

Confira prova de que Lava Jato e mídia formam uma polícia política

(…)

FONTE [LÍMPIDA!]:http://www.viomundo.com.br/denuncias/assessor-de-lula-espera-acao-da-lava-jato-contra-ex-presidente-na-semana-que-vem-ate-caseiros-de-sitio-frequentado-por-lula-teriam-sigilos-fiscal-bancario-e-telefonico-quebrados.html#comment-955542

Responder

    Zero

    26 de fevereiro de 2016 às 23h19

    Cambio na escuta!
    Cuidado a N$A ta ouvindo.

    Responder

Deixe um comentário