31.03 Coletiva com o ministro da Saúde

PSOL continua onde sempre esteve, quem ocupa o espaço do PT é a direita evangélica

Por Redação

31 de outubro de 2016 : 23h05

Comentário de Thandara Santos, no Facebook, em complemento ao post: Presidente do PSOL em entrevista à Folha: ‘começamos a ocupar o espaço do PT’

O próximo que disser que o PSOL está assumindo o vácuo deixado pelo PT na disputa eleitoral vai ganhar um curso de análise de dados.

Não estou comemorando a derrota do PSOL no Rio ou em qualquer lugar. Pedi voto ao Freixo no primeiro e no segundo turno e tenho certeza de que o PSOL apresenta o melhor projeto para a cidade do Rio de Janeiro (e para Belém, para Sorocaba, etc).

O meu ponto é que o PSOL não está ocupando o espaço que foi um dia do PT. Quem está fazendo isso é a direita e os partidos ligados ao pentecostalismo. Vimos isso no primeiro e no segundo turno em todo o país.
E não há nada a comemorar.

E sei que muitos militantes do PSOL fazem essa mesma leitura da conjuntura. Muitos, não todos, infelizmente

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

35 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

mariio agustin Rivero

02 de novembro de 2016 às 00h50

Concordo que politica e uniao de ideias e cojuntura ….mais vi o lula e a dilma sem folego na luta contra a midia . Eles que vivenciarom a ditadura nao deberiam ter relaxado …era sabido que a dereita junto com a cia ia provocar um caos em cualquer oportunidade

Responder

mariio agustin Rivero

02 de novembro de 2016 às 00h45

Vou lembrar a camaradas que izquierda em sua maior perfeita e pura expresao e socialismo e comunismo . E o fim da propiedade privada e meios de producao na mao dos trabalhadores ….o resto e mais o menos capitalista … E capitalismo e bancos e guerra . Acho que o problema nao esta no psol e sim nos grandes erros do pt de confiar na globo … No judicial … No sistema capitalista ..cade lei de meios de comunicacao ?

Responder

Geraldo Jr.

01 de novembro de 2016 às 13h16

Olhar a realidade, mais do que nosso próprio umbigo.
Acrescente-se
aí, as manifestações de 2013, 2014. Falta uma reflexão séria sobre esse
contexto. Indico o Livro do Jessé De Souza : A Radiografia do Golpe
Leiam ! Excelente Livro !

Responder

Geraldo Jr.

01 de novembro de 2016 às 13h11

Concordo com Thandara.
E repito o que escrevi no face:

Na atual conjuntura, taticamente falando, a Katia Abreu demonstrou estar mais a esquerda do que parcela do PSOL.

Tendo claro que vivenciamos um GOLPE DE ESTADO, a unidade da esquerda era o caminho correto, politicamente falando.

Tendo esse foco, se Freixo fosse eleito, seria uma “porrada” na elite, a classe dominante.

Mas, mesmo se não fosse eleito, também seria uma vitória.
Pra quem?
Seria um salto na CONSCIÊNCIA POLÍTICA dos excluídos e Trabalhadores.

Porém, parcela desses grupos “puritanistas” não parecem compreender o
atual contexto, e acreditam que a verdade e o caminho, na política, é
único e exclusivamente deles. Tais atitudes são tão diferentes do
Fundamentalismo de Crivella.

Parabéns a reflexão de Jandira Feghali ! Texto: https://www.ocafezinho.com/…/jandira-feghali-esquerda-sem-p…/

Também torci pela vitória do Freixo. Mas com foco claro : Abaixo o
Golpe ! Cadeia pra elite ! Moro e Polícia Federal representam os
interesses da elite !

Ou basta o rico roubar, depois “dedurar”, pagar e ficar livre?!

Quase todos os corruptores, donos de empresas, milionários, não estão
na cadeia. Ganharam “Delação Premiada;Pagaram fiança ( são ricos, têm
dinheiros ) e estão livres. Grande Juiz, este, não é? E gente da
esquerda ecoando esses “elogios” vide Rede Globo …..

Responder

Rogério Maestri

01 de novembro de 2016 às 12h21

O que a grande imprensa vê no PSOL é um partido irresponsável sem a possibilidade de gerir qualquer executivo ou mesmo fazer uma oposição parlamentar conseqüente.
O PSOL é a oposição que os partidos conservadores querem, anedótico, bizarro, com teses estapafúrdias e sem a minima capacidade de agregar nada. Logo fazem campanha por eles.

Responder

lara

01 de novembro de 2016 às 05h41

kkkkkkkkkkkkkk então quer dizer que a ultima esperança da esquerda foi derrota por uma lavada??? kkkkkkkk eu avisei antes e aviso de novo ninguem no brasil em estado lucido ira eleger candidatos socialistas/comunistas, pra finalizar vou tirar sarro de voces esquerdistas chupaaaaaaaaaaaaaa seus comunistasssssssss perderam agora so resta irem pra venezuela ou cuba kkkkkkkkkkkkkkk-e deixo aqui uma aviso ao senhor miguel do rosario que é bom não me censurar hein pois se me censurar eu vou voltar a fazer postagem diarias dizendo que o senhor apoia a censura

Responder

    Maria do Carmo Oliveira

    01 de novembro de 2016 às 06h29

    Ts, ts… Mais uma pobre de direita que não sabe nem onde está o próprio nariz… Cai na real, moça! Quem defende e sempre defendeu os seus, os meus, os nossos direitos, é a esquerda. Todo avanço trabalhista, econômico e social que já ocorreu neste país, foi protagonizado pela esquerda. A direita faz o que sempre fez desde que o mundo é mundo, se locupleta! Quem não consegue enxergar isso, ou é um cínico canalha (e corrobora com a roubalheira que, desde 1500, grassa neste país) ou um completo paspalho, um pato pateta que combate quem o defende e defende quem o ofende… Se você fizesse uma leitura da história, mesmo que fosse rasa e rasteira, veria que esse seu “entusiasmo” pelo refluxo (momentâneo) das esquerdas no Brasil, é um traque. Antes de fazer sua “análise” das eleições, olhe o resultado das urnas, não foi a esquerda que perdeu, foi a antipolítica que ganhou, os analfabetos políticos causaram mais mal a este país (com a decisão indecente de votar nulo/branco) do que a própria direita (embora tenham sido levados a isso pelo combate cotidiano feito pela mídia elitista contra a esquerda). A história não perdoa os imbecis! Mas, pelo jeito, de história você não entende e nem quer entender, né? Seu negócio é permanecer a reboque, recebendo as migalhas que a direita/elite atira em seu caminho. Certamente mais uma adepta da “meritocracia”, esse conceito cretino, criado pela elite para subjugar as mentes menos, digamos, aptas a pensar… Siga adiante, pata pateta, continue comemorando a SUA DERROTA na história, seus descendentes ficarão agradecidos!

    Responder

      Elvi Got

      01 de novembro de 2016 às 08h43

      Parabéns vou divulgar.

      Responder

      Luis

      01 de novembro de 2016 às 09h05

      Maria do Carmo belo texto! Falou com maestria tudo que penso. Deprimente ver os argumentos toscos dos “pobres de direita”, essa gente que abdicou do direito de pensar e refletir.

      Responder

    ZeDasKouves

    01 de novembro de 2016 às 07h52

    Perdemos?
    Quem perdeu foram os OTÁRIOS vestidos de CBF corrupta, fazendo papel de palhaços lá na Paulista.
    São esses que nunca vão se aposentar e terão salário de miséria e desemprego garantido para os próximos 20 anos, com essa PEC 241.
    Quem perdeu e perdeu rude, perdeu feio foi você por ser mais uma IDIOTA ÚTIL nas mãos das aves de rapina que tomaram o poder no Brasil.
    Qualquer coisa, peça pro Malafaia ou o Edir Macedo ou o Waldomiro ou qualquer destes picaretas de biblia nas mãos, que te dê um pouco de “maná” quando a fome e a miséria chegar na sua mesa.
    E olha que ela está vindo a passos largos…

    Responder

      Elvi Got

      01 de novembro de 2016 às 08h38

      Vou publicar seu texto.

      Responder

      lara

      09 de novembro de 2016 às 22h22

      desemprego garantido??? kkkkkkkk voce esqueceu que dona marmota deixou mais de 10 milhoes de pessoas sem emprego???

      Responder

    Rogério Maestri

    01 de novembro de 2016 às 08h59

    Minha cara amiga, como diria a minha sábia e querida avó: Nunca se joga os fogos antes da festa.
    Certamente como nesta eleição como na próxima as esquerdas serão batidas, com isto haverá um bom movimento de depuração e quando voltarmos mais forte não só para disputarmos eleições, mas sim para modificarmos realmente o Brasil, aí poderemos conversar, tenho 63 anos e o que aprendi é ter paciência, pois o que sobra ao povo brasileiro é a paciência.

    Responder

      Antonio Carlos Lima Conceicao

      01 de novembro de 2016 às 09h24

      O Brasil vai convocar a esquerda depois do terra arrasada neoliberal.

      Responder

    Antonio Carlos Lima Conceicao

    01 de novembro de 2016 às 09h22

    Quem ganhou é quem tem dinheiro suficiente para viver de rendas.
    Todos trabalhadores e pequenos empresários perderam, mas ainda não perceberam.

    Responder

    Pedro Tietê

    01 de novembro de 2016 às 10h43

    Você é nossa melhor censura

    Responder

      lara

      09 de novembro de 2016 às 22h25

      censura é com o dono deste site amigo: o senhor miguel do rosario

      Responder

    Dimas Trindade

    01 de novembro de 2016 às 14h44

    Nossa que medo!

    Responder

Torres

31 de outubro de 2016 às 23h57

União das esquerdas?
Só vejo pancada.
E nenhuma sensatez de nenhum lado.
Onde foram os moderados?

Responder

    Rogério Maestri

    01 de novembro de 2016 às 08h54

    Para que haja união das esquerdas os partidos devem ser de esquerda, e um partido como o PSOL que só divide todos os demais, critica o PT e outros partidos, festeja a derrubada de Dilma, só pensa em assumir o lugar do PT, festeja a farsa da lava jato, tem uma pauta de governo nada de esquerda, com tudo isto se pode dizer claramente o PSOL NÃO É UM PARTIDO DE ESQUERDA.

    Responder

      Torres

      01 de novembro de 2016 às 09h04

      Existe essa briga sobre a verdadeira esquerda.
      A pensar sobre o assunto percebo que não existe nenhum partido de esquerda.
      E tb nenhum de direita.

      Responder

        Antonio Carlos Lima Conceicao

        01 de novembro de 2016 às 09h19

        Existe, sim. Estamos vendo a substituição de um período de esquerda, com as limitações do governar (um governo é tanto esquerda ou direita quanto pode), por um de direita.

        Responder

          Torres

          01 de novembro de 2016 às 09h25

          Sim, esse é o ponto.
          A briga para ver quem é esquerda de verdade é uma besteira.
          Partidos são ideológicos, puristas.
          Governos não.
          Governos precisam mesclar as políticas.

          Antonio Carlos Lima Conceicao

          01 de novembro de 2016 às 09h50

          Sim. Partidos têm ideologia e forçam o governo a adotar suas medidas programáticas. A correlação de forças dará a tendência.
          Nesse momento, a correlação de forças é totalmente de direita.
          A direita está atropelando tudo.
          A direita não tem apoio do povo. Tem o apoio da mídia e do capital que transformam seus poderes em votos.

          Torres

          01 de novembro de 2016 às 10h07

          Creio que tem apoio de grande parte da população tb.
          Aí estão as eleições municipais.
          Veremos se isso se mantém no cenário nacional.

          Antonio Carlos Lima Conceicao

          01 de novembro de 2016 às 15h11

          Torres, o que não faltam são dados a demonstrar que o resultado das eleições municipais foi interpretado convenientemente.
          Dória foi eleito com os votos do eleitor tucano fiel. Ele teve poucos votos a mais que Serra em 2012. As campanhas eleitorais foram extremamente curtas e com pouco dinheiro para os petistas. Um petista que recebesse um centavo por caixa de 2, seria preso, o empresário que desse um dinheirinho também. Já para a direita foi tudo liberado. Como o PT não conseguiu conversar com o eleitor, o eleitor que não é de direita se absteve ou votou em branco ou nulo.
          Somado a isso, ainda tivemos prisão de petista antes das eleições sem ninguém saber o motivo. Uma agressiva campanha de mídia.
          Acrescentando, o número de candidatos que o PT lançou caiu na mesma proporção da queda dos votos. Não dá para votar em um partido sem candidato.
          Por fim, uma derrota eleitoral no plano municipal não implica uma mudança do eleitor no plano federal. Em minha cidade, desde 2002 o PT ganha para os governos federal e municipal enquanto o DEM ganha para o governo municipal e todos com muita vantagem.

          Torres

          01 de novembro de 2016 às 16h35

          Bem, estou apenas tentando uma análise.
          Em Goiânia o governo do PT foi o pior da história da cidade.
          O PT acabou por lá.
          Vamos ter que esperar pra ver o que acontece.

          Antonio Carlos Lima Conceicao

          01 de novembro de 2016 às 19h49

          O governo do PSDB foi um horror. FHC saiu com baixíssima popularidade. Os candidatos tucanos nem gostavam de mostrá-lo nos seus programas nas eleições seguintes. O DEM foi um partido com morte decretada.
          Tudo muda em política.

          Torres

          01 de novembro de 2016 às 21h15

          O governo FHC tb teve boas coisas.
          Lei de responsabilidade fiscal foi a melhor delas.
          Na minha visão, somente o governo Dilma, a partir de 2013 é que foi uma merda.

          Antonio Carlos Lima Conceicao

          05 de novembro de 2016 às 15h13

          Foi justamente quando Dilma plantou as bases de um desenvolvimento mais duradouro.
          Os juros estavam baixíssims, os menores da história (em 2012), planos de expansão da logística, desoneração da produção industrial, forte investimento na indústria do petróleo. Só que isso contrariou os interesses da parte não produtiva e muito rica do país e também dos EUA.
          Os EUA, como é sabido, forçaram a Arábia saudita a aumentar a produção de petróleo, derrubando os preços intencionais e, consequentemente, atingindo em cheio seus adversários geopolíticos: Rússia, Venezuela e o governo brasileiro.
          Os EUA não produzem mais nada no mundo. Você tem alguma coisa em sua casa feita nos EUA? Eles precisavam combater os Brics para manter sua força econômica principal: o dólar como moeda internacional que estava ameaçado pelo banco dos Brics.
          Quem mais financiou as jornadas de Junho foram corporações dos EUA. Eles também varreram com aquela história de Primavera Árabe governos inimigos.
          O futuro do Brasil é sombrio. Haverá dois setores que vão crescer com esse modelo liberal: o financeiro e o agroexportador, porém, são setores que não geram empregos nem renda, apenas divisas para sustentar um pequeno grupo e alimentar os EUA.

          Torres

          05 de novembro de 2016 às 15h20

          Só o baixo preço do petróleo não causaria estragos ao Brasil.
          Dilma preferiu adiar o ciclo de baixa na economia e agravou a crise.
          Saber lidar com a geopolítica é uma das características importantes na presidência.
          Realmente os EUA produzem muito pouco, mas quem produz é a china, que deve passar por uma crise logo.

      Antonio Carlos Lima Conceicao

      01 de novembro de 2016 às 09h16

      Crivella e seu partido são claramente de direita.
      Freixo foi apoiado abertamente pelo PIG.
      Será que essa turma apoiaria um político de esquerda contra um de direita?
      Não estou dizendo que Freixo é de direita, mas parece que o PIG não o acha de esquerda ou não acha que ele governaria à esquerda.
      Quem está sendo efetivamente perseguido e preso são os petistas. O inimigo dos golpistas ainda é o PT.
      Alguém viu alguma mínima resistência à PEC 241?
      Tivesse o PT forte, essa PEC não passaria nem a pau. Cadê a força dos demais partidos de esquerda??

      Responder

        Rogério Maestri

        01 de novembro de 2016 às 12h22

        O que a grande imprensa vê no PSOL é um partido irresponsável sem a possibilidade de gerir qualquer executivo ou mesmo fazer uma oposição parlamentar conseqüente.
        O PSOL é a oposição que os partidos conservadores querem, anedótico, bizarro, com teses estapafúrdias e sem a minima capacidade de agregar nada. Logo fazem campanha para eles.

        Responder

        Rogério Maestri

        04 de novembro de 2016 às 18h39

        Antonio, o Pig apoia porque sabe que pode cooptar não o partido, mas da prefeitura, logo ficaria refém mais ainda do que o Crivella de Universal.

        Responder

      Guanabara

      01 de novembro de 2016 às 13h10

      Em tempo, por ande anda Sininho? Está nos States fazendo algum cursinho pela CIA?

      Responder

Deixe uma resposta