Coletiva de Rodrigo Maia (ao vivo) sobre medidas contra a crise

O manifesto por Lula e as prévias para 2018

Por Theo Rodrigues

04 de março de 2017 : 11h57

Por Theo Rodrigues, colunista do Cafezinho

 

Na última semana, um grupo de amigos lançou um manifesto em defesa da candidatura de Lula que viralizou pelas redes sociais.

Em apenas um dia, a petição online com o manifesto recebeu pelo menos 10 mil assinaturas.

As reações foram várias: muitas elogiosas, algumas mais críticas com relação ao açodamento do processo e outras de mero repúdio.

Desde o impeachment em meados de 2016, o campo político que alguns definem como esquerda, outros como progressista, encontra-se relativamente perdido sem saber como esboçar de forma unitária uma reação.

Nesse campo, ouve-se falar em pelo menos cinco possibilidades de pré-candidaturas a serem lançadas para a disputa de 2018: Lula, pelo PT; Ciro, pelo PDT; Marina, pela Rede; Luciana Genro, pelo PSOL; e um candidato do PCdoB.  

Dessa forma, deve ser considerado legítimo todo e qualquer manifesto que busque reunir apoios para essas pré-candidaturas.

Há, no entanto, uma outra agitação política concomitante que não pode ser abandonada, qual seja, o movimento por prévias.

A ideia é reunir em outubro e novembro deste ano todas as cinco pré-candidaturas, em um amplo debate sobre os rumos deste campo, que percorra todos os estados do país e que culmine em dezembro com prévias para a escolha de um candidato unificado.

Assim como já ocorre na França, a ideia é que qualquer eleitor que se identifique com o campo progressista possa participar das prévias.

Acredita-se que, dessa forma, não só a fragmentação de candidaturas poderia ser evitada, como também uma qualificação programática poderia ser executada.

Por isso, não ajuda em nada os discursos do presidente do PT, Rui Falcão, de que o partido só possui um plano para 2018 que é a candidatura de Lula, ou do presidente do PDT, Carlos Lupi, de que não abre mão da candidatura de Ciro Gomes.

As eleições municipais de 2016 estão aí para mostrar o resultado eleitoral obtido pela teimosia das burocracias partidárias.

Ao contrário do que clamavam desesperadamente os eleitores e as organizações da sociedade civil, os partidos foram divididos para a disputa e saíram derrotados em muitas capitais como São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Talvez seja a hora de ouvir um pouco mais o que pensam os eleitores e não apenas os filiados e os militantes.

Quiçá as prévias sejam a melhor oportunidade para isso.

 

Theo Rodrigues é sociólogo e cientista político.

Theo Rodrigues

Theo Rodrigues é sociólogo e cientista político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

65 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jose Severiano Lopes de Queiroz Neto

31 de dezembro de 2017 às 03h23

Espero, esperamos que com toda fôrça que podemos demonstrar através de manifestos em que todos que são a favor de um governo progressista de esquerda representado por nosso presidente LULA, que ele participará das eleições de 2018. Lutaremos até o fim para que o país possa ser respeitado novamente e que o povo deste país, independente de côr, credo, pobre ou rico, progressista reconquiste o sua cidadania. 2018 LULA lá.

Responder

Luciano Virgulino Coelho

07 de março de 2017 às 06h21

Conclamamos a volta de Lula! Conclamamos também que o deichem em paz, até agora nada foi comprovado, mesmo tendo seus bens apreendidos pela PF a pedido de Sergio Moro! O Brasil está sendo dirigido por um governo golpista, ilegítimo e machista. E o pior destes tiranos e alguns meios de comunicação a serviço deles substimam a inteligência do bom povo brasileiro e de modo especial os.bravos e bravas trabalhadores nordestinos. O governo do PT em comparação aos governos que o Brasil já teve, foi o quê mais tem feito pela classe social menos favorecida deste país. A volta de Lula a presidência será a salvação para esta pátria tão amada por nós brasileiros, más tão saqueada pelos corruptos e desonestos traidores do povo. O nosso ex- presidente Lula tem hoje o que poucos tem: experiência, administração reconhecida mundialmente, liderança, capacidade de negociação e tantas outras qualidades de um cidadão que ama sua Pátria e seu povo.

Responder

    Carlos Marcheschi

    08 de março de 2017 às 22h59

    por favor petista va estudar a lingua portuguesa, pequenos erros tudo bem, mas deiCHem com CH é o fim. Votei neste safado em 2002 e saltei de onibus com o mensalao. Nao posso acreditar que alguem ainda acredite nele?

    Responder

L'Amie

05 de março de 2017 às 22h22

A imagem do Lfante na sua simplicidade e segurança transmite ao observador uma força e majestade incomparáveis. Aqueles que vemos nas cerimônias da Índia têm o acréscimo da arte lhes aplicam o homem e destarte a grandeza se avoluma fazendo parecer um ser divinal. Lembro de filme com Lyz Taylor com nome de: A Trilha dos Elefantes onde pode-se constatar o que são: Firmes , Decididos, Tranquilos, Humildes , Capazes e Determinados. Assim considero equivocada a escolha deles para ilustração; a não ser que haja uma explicação a mais.

Responder

Anônimo

05 de março de 2017 às 14h34

Na oportunidade de ler todos os comentários, concluo que o consenso que se busca no povo ainda não se configurou o suficiente para que decida quais elementos devem e podem entrar em campo. Peço ao blogueiro que amplie o debate e a participação. Que reunindo tais opiniões faça o gotejamento, classifique-os e tabule para que nós comecemos o trabalho esclarecedor tão necessário ao processo decisivo que fará do povo o verdadeiro agente das reais e legítimas tomadas de rumo ao bem estar nacional. Isto porque diante dos fatos, melhor mesmo seria o afastamento de todos que estão aí, uma Assembléia Constituinte Independente, uma Nova Constituição passando pelo crivo do trabalhador e cidadão e as eleições em moldes e tempos mais fracionados. Deveríamos criar tensão e preocupação aos políticos com o tempo menor de mandatos a fim de que os resultados em seus períodos fossem os fatores legítimos da sua manutenção no cargo. Afinal, ganham muito, nada fazem de bom e ainda atrapalham os que querem trabalhar.

Responder

    L'Amie

    05 de março de 2017 às 22h28

    Nota: onde se lê Gotejamento, leia-se; COTEJAMENTO. Valeu, grato.

    Responder

Mineiro

05 de março de 2017 às 14h03

Primeiramente me parece que o único blog dito progressista, porque muitos não São , que fala o que tem que falar. Pra começo de conversa o Lula ta cheio de inimigos até dentro do seu partido e tem picareta lá, infiltrados que vai fazer de tudo pra não deixar o Lula ser candidato, pode apostar nisso. É os ditos progressistas dentro e fora do partido vão ter que cobrar uma postura da boa do Pt. É se não derrotar a parte tucana podre de dentro Do partido, a coisa não andar. A parte podre do partido vai ferrar com Lula. Tem gente infiltrada sem vergonha do Pt quer mais fazer acordos com os golpistas do que lutar contra eles. Ou se pelo menos a parte limpa do partido lute contra isso ou se corre um sério risco de um facista ser eleito em 2018. Porque do jeito que mesmo com Lula mas com partido apodrecido como está o Pt agora ,perder as eleições. Vai depender muito desse congresso que o Pt está realizando, se os golpistas tucanos saírem vitoriosos, nem o Lula vai ter salvação.

Responder

    Mande

    06 de junho de 2017 às 21h06

    This is really interesting as I do think people get hung up on BMI – I know I do as my BMI is showing me as overiewght!And I do agree that a lot of it – whether that’s under or over eating is a mind thing.Really interesting blogs – thank you.

    Responder

marcos augusto

05 de março de 2017 às 13h01

Somente Lula, ou quem ele indicar, poderá TENTAR salvar este país! Não tenham dúvida.

Responder

Irion

05 de março de 2017 às 12h59

Receita para acabar com a crise: CHAMEM O LULALÁ!!!! (para quem já resolveu uma vez, não será difícil…)

Responder

Silvio Gouveia

05 de março de 2017 às 12h52

Geringonça é o nome da associação feita em Portugal entre o Partido de Esquerda, Partido Comunista e Partido Socialista e que está no poder há um ano. Essa associação jogou a austeridade na lata do lixo e… ESTÁ DANDO CERTO!!?

Responder

Ninguém

05 de março de 2017 às 10h24

UMA IMAGEM VALE MAIS DO QUE 1MILHAO DE COMENTARIOS…

ESSE ELEFANTES REPRESENTAR A MANADA DO LULA..
BANDO DE ANIMAIS IRRACIONAIS..
BANDO DE BICHOS SUJOS.. SO SABEM COMER E CAGAR..

LULA LÁ.. NA VARA DO MORO..

Responder

    para ninguem

    05 de março de 2017 às 12h09

    ninguem mesmo…pobre microbio acefalo

    Responder

    Paula Regina

    05 de março de 2017 às 15h42

    Os elefantes estão entre os animais mais belos e majestosos do planeta. São símbolo de força, sabedoria, majestade. Diante deles se dobram até os leões. Já você, encolhido na tua vileza raivosa, é só mais um dos seres insignificantes e nocivos que habitam o mundo. Um verme, em suma.

    Responder

    ari

    05 de março de 2017 às 19h04

    Você é idiota assim mesmo ou só está querendo chamar a atenção?

    Responder

    Lula

    07 de março de 2017 às 21h56

    Vai para a pqp…

    Responder

joao guinle

05 de março de 2017 às 10h23

Não será o contrário? Lula nunca desejou de fato ser candidato novamente à Presidência. Não o fez quando teve a faca e o queijo na mão: petistas como Rui Falcão e Marta Suplicy lançaram o “volta Lula” em 2014, e ele não o levou adiante.
Não foi em respeito a Dilma Rousseff que ele deixou de ser candidato. Lula desistiu porque não podia vislumbrar a possibilidade – na época, ainda bastante remota – de não ser eleito nem a perspectiva, esta bem concreta, de fazer um governo pior do que os anteriores.
Por que, então, teria mudado de ideia agora que é réu em cinco ações penais, o PT foi varrido do mapa nas eleições municipais, Dilma sofreu impeachment e a economia está em frangalhos? Altruísmo? Senso de dever para com aqueles que o PT diz ter incluído e que voltaram à miséria?
Talvez Chico Buarque ou Leonardo Boff acredite de fato nisso, embora seja espantoso.
A desigualdade social e o desemprego galopam no País por obra e graça dos governos Lula e Dilma. Ele por não ter aproveitado o vento favorável na economia mundial que vigorou até 2009 para fazer as reformas que eram necessárias. Ela por se lançar na tal “nova matriz econômica”, que nada mais era do que desculpa para abraçar a irresponsabilidade fiscal como se não houvesse amanhã.

Responder

kleber doarte

05 de março de 2017 às 10h22

Não será o contrário? Lula nunca desejou de fato ser candidato novamente à Presidência. Não o fez quando teve a faca e o queijo na mão: petistas como Rui Falcão e Marta Suplicy lançaram o “volta Lula” em 2014, e ele não o levou adiante.
Não foi em respeito a Dilma Rousseff que ele deixou de ser candidato. Lula desistiu porque não podia vislumbrar a possibilidade – na época, ainda bastante remota – de não ser eleito nem a perspectiva, esta bem concreta, de fazer um governo pior do que os anteriores.
Por que, então, teria mudado de ideia agora que é réu em cinco ações penais, o PT foi varrido do mapa nas eleições municipais, Dilma sofreu impeachment e a economia está em frangalhos? Altruísmo? Senso de dever para com aqueles que o PT diz ter incluído e que voltaram à miséria?
Talvez Chico Buarque ou Leonardo Boff acredite de fato nisso, embora seja espantoso.
A desigualdade social e o desemprego galopam no País por obra e graça dos governos Lula e Dilma. Ele por não ter aproveitado o vento favorável na economia mundial que vigorou até 2009 para fazer as reformas que eram necessárias. Ela por se lançar na tal “nova matriz econômica”, que nada mais era do que desculpa para abraçar a irresponsabilidade fiscal como se não houvesse amanhã.

Responder

Ninguém

05 de março de 2017 às 09h46

Tentei publicar um comentário ontem cedo. Até agora, não apareceu. Vou tentar repetir o que disse:

Marina Itaú Silva de esquerda? Só se for canhota. Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá!

Luciana Golpeachment Genro de esquerda? Só se for da esquerda que a direita adora. Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá! Quá!

Responder

Dilma Coelho

05 de março de 2017 às 08h56

MANIFESTO PRÓ LULA PRESIDENTE 2018
http://www.peticaopublica.com.br/psign.aspx?pi=BR97926

Precisamos salvar o pais dessa quadrilha de ratos que o usurpou.

Responder

Adoniran Bressane

05 de março de 2017 às 06h20

É. Mas o certo mesmo é esquecer tudo. Passar um pano de chão no passado. Lançar um nome novo: ADONIRAN BRESSANE. quer um nome melhor do que esse?. Que sou eu.

Responder

Jose Manoel Martins

05 de março de 2017 às 05h03

Esta na hora de Lula conversar com Fernando Henrique Cardoso, depois com os demais partidos de esquerda. Algumas arestas deverão ser acertadas, como pedir para Aécio procurar seu rumo. Com este entendimento a esquerda tera a maioria no congresso e ai havera o desmonte do poder do PMDB

Responder

Antônio José da Paz Gomes

05 de março de 2017 às 05h02

Excluindo Marina Silva, concordo com as prévias, até porque não sabemos até onde vai a antidemocracia, perseguição e imaginação negativa do judiciário e golpistas. Toda cautela e pouca quando se convive com essa corja.

Responder

    Kayo

    06 de junho de 2017 às 21h27

    It’s great to read something that’s both enjoyable and provides pritamgasdc solutions.

    Responder

Érica

05 de março de 2017 às 04h41

Concordo com a maioria dos leitores deste blog, Lula seria a melhor opção, Marina nem sonhando faz parte do campo progressista, simplesmente porque não receberia votos… Mas acho importante haver esse debate em torno da possibilidade de prévias como tentativa de fazer a esquerda transmitir uma única mensagem, falar a mesma coisa para seus eleitores, tentar manter uma unidade e o mais importante, reunir todos os votos da esquerda num único candidato… Precisamos disso mais do que tudo!

Responder

Henrygeo

05 de março de 2017 às 04h31

Que proposta ridícula …. 2018 será como 89… espero claro q cheguemos lá …… dito isto a eleição de 2018 é a primeira após o fim da nova república. Assim sendo acredifo que seja legitimo que qq partido q assim quiser apresente seu ca didato para a população. Nada de candidatura única pós previas como foi toscamente defendido nesta postagem. E finalizando, me junto aos 90% dos comentários que são contrário s a considerar a marina como integrante do campo progressista! !

Responder

Anônimo

04 de março de 2017 às 22h45

Incluir Marina Silva entre os “progressistas” que devem ter seus nomes sujeitos a uma prévia destinada a unificar a esquerda, é algo um tanto “sem noção, não? Além do quê Marina apoiou o Golpe 2016. Não dá!!

Responder

Sandro Baraldi

04 de março de 2017 às 22h45

Olha nenhum nome me agradou, se estas forem as opções de esquerda, o povo vai acabar votando na direita

Responder

    Daniel

    05 de março de 2017 às 10h02

    Sim, um novo Janio Quadros, Collor, FHC, Aecio, ou seja o novo playboy Doria, o boneco de cera.

    Responder

João Carlos Rizolli

04 de março de 2017 às 22h36

Incluir Marina Silva como “progressista” e querer seu nome entre os sujeitos a uma prévia “nesse campo”, com vistas a unificar a Esquerda, é um tanto “sem noção”, não?

Responder

Mauro

04 de março de 2017 às 22h27

Não entendo porque a esquerda está tão preocupada com as próximas eleições, se é que virão (e se serão limpas). Quem deve se preocupar é a direita (eles estão com a bomba na mão, a politica deles é desastre na certa). O pobre idiota de direita vai eleger um escória.. um santo… um nazista … Vamos ver até onde vai a mer.. estamos indo para o abismo… então pulemos, quem sabe daí nasce um país de verdade… Eleição não vale mais nada ou já foi esquecido o que fizeram com os votos da dilma? AGORA COLOCAR A MARINA COMO ESQUERDA, É BRINCADEIRA NÉ.

Responder

Francisco Oliveira

04 de março de 2017 às 22h17

Este grupo de amigos poderiam organizar multirão documentos da verdade de Lula para divulgar na porta do tribunal onde trabalho o Sérgio Moro. Divulgar todas as falas de.defesa do ex-presidente. Alguns brasileiros poderão tomar conhecimento da verdade. Os brasileiros fascistas não serão convencidos.

Responder

Luciano Antonio Fraga de Almeida

04 de março de 2017 às 21h14

EM 2018, OS CANDIDATOS MEUS PREFERIDOS SERIAM:
PRESIDENTE : LULA
VICE CIRO
EM 2022
PRESIDENTE: CIRO
VICE: A ESCOLHER.

Responder

Irion

04 de março de 2017 às 21h09

PARABÉNS AO “O Cafezinho” por permitir a livre publicação de comentários, sem necessidade de se submeter/filiar a certos filtros como “Face, Twiter, Google, Yahoo..” e outras ferramentas de controle Imperial. Os blogs alternativos, que lutam por democracia midiática, têm que dar o exemplo! Dessa forma voltarei a contribuir com o site, espontaneamente, a partir de amanhã, voltarei a depositar R$ 50,00 mensalmente. Afinal, só costumo ajudar a patrocinar sites que são deveras democráticos! (aqueles interativos que permitem livres comentários, sem “filtros imperiais”)

Responder

Antonio Passos

04 de março de 2017 às 21h09

Prévias ? Desculpe mas, fala sério ! Se Lula for candidato não tem discussão, com todo respeito aos demais. Além do mais desde quando Marina é “esquerda ou progressista” ? Piada. Luciana Genro disputando prévia com LULA ! Brincadeira né.
União pode ser buscada entre Lula e Ciro e creio que haverá. Mas os outros JAMAIS sequer apoiaram os governos do PT. Vamos cair na real.

Responder

Pedro

04 de março de 2017 às 20h29

MARCHINHA DE CARNAVAL

Doutor, eu não me engano
O Sérgio Moro é mais um tucano

Doutor, eu não me engano
O Sérgio Moro é mais um tucano

Que não sabia mais o que fazer
O que ele queria é acabar com o PT

Ah Doutor, eu não me engano
O Sérgio Moro é um juiz leviano

Responder

Sérgio Pestana

04 de março de 2017 às 20h12

Análise muito boa. Nada de Marina, Luciana Genro e assemelhadas. PT E PC do B devem partir juntos com apoio de Ciro. O resto é figuração! Na luta, venceremos com o apoio do povo trabalhador sem tréguas contra os golpistas

Responder

jose luiz da silva

04 de março de 2017 às 19h55

por mim lula voltaria a presidencia hoje dia 04-04-2017.para esperar mais nao deixaram ele entrar como ministro da casa civil porque sabiam que ele ia salvar o pais junto com a dilmo seria a dobradinha historica e claro se deixassem lalu assumir perderiam a chande de aplicar o golpe ja planejado.

Responder

Simarone Rodrigues de Medeiros

04 de março de 2017 às 22h45

Concordo

Responder

Irion

04 de março de 2017 às 19h31

Sinceramente, não sei o que a golpista Marina está fazendo no meio dos demais!

Responder

Marcio Allen

04 de março de 2017 às 19h10

A candidatura é a de Lula e fim de papo.

Responder

LUIZ TAVE

04 de março de 2017 às 18h56

nao entendi o prq da nao publicaçao

Responder

LUIZ TAVE

04 de março de 2017 às 18h49

LULA presidente – CIRO Vice – Lindebergue planejamento – Waldih Damous justiça – GLEISE HOF Casa Civil – Vanessa GRaz Comunicaçoes – katia Abreu Agricu – DILMA Relaçoes Ext – Fatima Bezerra Educaçao – PAIM Dir humanos . LINDEBERG – Futuro Governador do Rio de Janeiro – – – WALDIH DAMOUS Futuro Ministro do STF .

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

04 de março de 2017 às 18h46

União das esquerdas no Brasil é difícil. Motivos? Marina (que finge ser de esquerda), PSOL, PV, PPS (que já foi o Partidão), sempre atacaram o PT quando era governo. Essas pseudo-esquerdas sempre lutaram para tirar votos do PT e não da direita. Pelas declarações do Ciro, dizendo que Lula presta um “desserviço” ao Brasil se for candidato, fica claro que o PT só pode contar com o PCdoB. Ademais, como formar um governo com o Cristovam Buarque dando as fichas no PDT? O discurso do Ciro é oportunista. Basta ver as pesquisas. É LULA 2018.

Responder

    Henrygeo

    05 de março de 2017 às 04h19

    Buarque foi pro Pps faz um ano pelo menos

    Responder

marco

04 de março de 2017 às 18h42

Pois eu acho,que falar em eleições,em plena vigência de um GOLPE DE ESTADO CONTRA OS ELEITORES,primeiramente,e contra O VOTO em segundo lugar,some-se nisso,a BRUTAL AUSÊNCIA DE ELEITORES NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS RECENTES,com alta abstenção,e votos nulos e brancos, é exatamente o que a REAÇÃO QUER.Discutir-se eleições e não mobilizar-se o povão,para ir às ruas,exigir seus direitos.Somente o POVÃO nas ruas,pode mexer com a pasmaceira atual.Ninguém pode garantir,validade de ELEIÇÕES,quando o PODER SEM VOTOS,manda e dirige o GOLPE DE ESTADO,ora em vigor.

Responder

AntôniaMariaNakayama

04 de março de 2017 às 18h18

Sim. As previas podem ser termometro e suporte a uma candidatura unica da esquerda. Juntos podemos ser fortes.

Responder

João Galafoice

04 de março de 2017 às 18h14

Não é possível pensar em prévias com lideranças políticas que apoiaram o Golpe de 2016 contra a Democracia e que apoiaram a PEC-55, por exemplo. É imperioso que qualquer iniciativa ou movimento neste sentido, tal qual o “Quero Prévias”, estabeleça linhas de corte e de definição do que é politicamente aceitável no contexto do campo progressista-democrático. O apoio ao golpe e a tópicos da agenda de destruição nacional deve descredenciar figuras que pretendam se colocar como ‘aceitáveis’ neste debate.

Responder

Luiz

04 de março de 2017 às 18h04

Marina não tem nada a ver com os outros nomes, na última eleição ela declarou apoio ao Aécio. Ela pende para o lado mais oportuno, seus vínculos ideológicos com a esquerda são no mínimo questionáveis, ela mesmo nega que seja de esquerda. Aliás não se posiciona sobre nada, sempre dá respostas genéricas e evasivas.
Quanto ao PSOL qualquer outro nome seria aceitável, menos Luciana Genro, que prestou um desserviço durante o processo de impeachment. Se não me falha a memória, quando a votação na Câmara estava próxima, ela publicou um artigo na Folha defendendo que o Impeachment não era golpe, e classifica-lo como tal era estratégia de vitimização do PT.
Por sinal, o PSOL é craque em marcar gol contra. Me deixou transtornado que justamente Katia Abreu, ruralista, fez uma defesa do governo Dilma muito mais corajosa do que qualquer membro do PSOL. Dos principais nomes do PSOL ouvia-se o mantra: “o governo Dilma é indefensável”. O que eles achavam que iria acontecer com a queda de Dilma? A resposta era óbvia e estava escrita na “Ponte para o Futuro”. Mais do que nunca aquela era a hora de defender Dilma, com todos os seus defeitos, pois a opção era o que estamos vendo agora: privatizações, reforma da previdência, trabalhista, do ensino médio, entre outras. Aquela era a hora de se posicionar, mas o PSOL mantinha a linha ” o governo é ruim, mas ser ruim não justifica um impeachment”, isso lá é defesa?

Responder

    Adoniran Bressane

    05 de março de 2017 às 06h45

    Concordo! Honestidade nem sempre é a melhor defesa.

    Responder

Gileno Araújo

04 de março de 2017 às 17h32

Vamos combinar de parar de chamar Marina de “esquerda” e “progressista”.

Responder

    Mineiro

    05 de março de 2017 às 19h13

    Assino em baixo ,essa ratazana de esgoto traidora junto madame loira desgraçada e golpista tem que ser chamada do que sempre foram. Traidora, golpista é vendedora de pátria, tem que definir quem é quem nesse jogo.

    Responder

Benoit

04 de março de 2017 às 17h24

Não tenho certeza de que a ideia realmente levasse aos melhores resultados. Positivo seria a possibilidade de se escolher um único candidato com um largo apoio. Mas é já de início duvidoso que os candidatos aceitassem um esquema desses. Afinal a campanha individual de cada candidato pode dar impulso aos diferentes partidos e caso acreditem de antemão não terem chances nas prévias, poderiam preferir o caminho individual com o partido pelas costas. Alguns dos candidatos já duelaram uns com os outros duramente e é difícil acreditar que quizessem agora renunciar em favor do outro, como por exemplo o Lula e a Marina. A Marina de qualquer modo parecia ter sido hipnotisada pelos círculos bancários e não sei se poderia ser incluida num projeto mais progressivo como esse. Que dizer da proximidade dela com um político reacionário como o Gabeira?

Um processo desses poderia é claro definir as coisas e chegar a um candidato com apoio mais amplo e com chances melhores. No entanto, mesmo um candidato mais popular e com mais apoio, que se estabelecesse num meio político limitado, poderia não ser um candidato com formato nacional ou um candidato para o momento especial que se vive. De modo que o processo das prévias poderia dar errado. Porder-se-ia chegar a um candidato com apelo entre as partes mais ativas, politisadas e organisadas do eleitorado mas com poucas chances com a maioria da população – a não ser que se contasse com sorte e o processo realmente escolhesse o politico mais adequado sob todos os pontos de vista, inclusive o ponto de vista eleitoral.

Lula é o político do futuro, mas não mais como presidente futuro do Brasil, mas sim como bandeirante político que abriu e mostrou caminhos, que estabeleceu ideias que o Brasil terá que acalentar se quizer ser um país com futuro. Mas acho que ele não precisa mais voltar a ser o presidente do Brasil com a idade dele numa época em que outros afundaram o país. Lula já é tricampeão e não precisa e nem deve mais se candidatar. Ele poderia ainda vir a ser um excelente ministro das relações externas, por exemplo. O problema com mais um mandato de presidente dele é que ao menor vacilo ele seria atacado implacavelmente. Com relação ao Lula as pessoas em geral têm a expectativa de que ele pudesse fazer milagres, ou que tudo o que ele fizer seria uma catástrofe. Como é que ele teria condições de governar agora com essas expectativas com respeito a ele? E a verdade é que o país tem ainda um caminho cheio de pedregulhos pela frente. Lula é a inspiração de que se precisa, mas não o candidato ideal.

Parece-me ainda cedo demais para a Luciana. Acho agora necessário alguém com mais experiência administrativa, um pouco mais velho do que ela e que ofereça menos superfície de ataque logo de início. Pode haver candidatos com algumas boas ideias, ou mesmo muitas boas ideias, mas sem experiência e sem chances reais. Neste momento, sobra o Ciro. Talvez ele fosse a melhor aposta. Ele me parece o melhor nome neste momento de crise profunda do país, apesar de alguns pronunciamentos menos felizes no passado. Minhas informações sobre isso são limitadas, posso estar completamente enganado e desatualisado, mas, se isso não for completamente o caso, talvez a discussão desses pontos que menciono pudesse ser útil.

Responder

    André Moura Carneiro Silva

    04 de março de 2017 às 17h28

    Sábias palavras!

    Responder

      Benoit

      04 de março de 2017 às 18h13

      Obrigado….

      Responder

    Sérgio Pestana

    04 de março de 2017 às 20h09

    Análise muito boa. Nada de Marina, Luciana Genro e assemelhadas. PT E PC do B devem partir juntos com apoio de Ciro. O resto é figuração! Na luta, venceremos com o apoio do povo trabalhador sem tréguas contra os golpistas

    Responder

Paulino

04 de março de 2017 às 16h43

O Cafezinho desde quando a Candidatura Marina é de esquerda?? Vocês beberam??? Para com isso!!!

Responder

Ricardo

04 de março de 2017 às 16h19

Lula 2018/Ciro vice

Responder

Maria Do Carmo Motta Do Amaral

04 de março de 2017 às 19h07

O maior erro da esquerda é ser por demais personalista. Cada partido se imagina como o dono da bola que submeterá os outros à sua vontade; caso contrário, não haverá jogo.
Olha apenas para seu próprio umbigo e acabam todos entregando o poder à direita, que não é besta nem nada.
O momento é de unir todas as forças democráticas e progressistas visando a vitória, aí, então, é chegado o momento de exercitar a prática de lidar com as diferenças sem se auto fragmentar perigosamente e mesmo irreversivelmente.

Responder

TOINHOP

04 de março de 2017 às 15h15

o povo brasileiro na sua grande maioria, não quer saber se candidato A ou B pertence á algum partido, o que ele mesmo que saber quais são as suas proposta para diminuir a desigualdade social é por este motivo que grande parte do povo brasileiro, clama pelo retorno de LULA 2018, É pra jà.

Responder

martha

04 de março de 2017 às 14h56

Como eleitora e militante do PT desde sua fundação, não me conformo com a manutenção do Rui Falcão na presidência depois de evidenciados tantos e tamanhos erros estratégicos do partido, que se distanciou anos-luz de suas bases. Como é que ele ainda tem apoio para se manter ali e continuar falando besteira ano após ano é que eu gostaria de saber. Fico desanimada com qualquer perspectiva das esquerdas quando o maior de seus partidos não consegue sequer renovar seu comando.

Responder

Luiz Carlos Jorge Romeiro

04 de março de 2017 às 13h55

Lúcido o artigo e a unidade referida é sem dúvida mais do que necessária, como se vê nao só aqui.Vencendo , continuará sendo o caminho natural para uma governabilidade progressista

Responder

C.Poivre

04 de março de 2017 às 13h46

Também não ajuda muito Ciro dizer que Lula prestaria um “desserviço” ao país sendo candidato. O que ele queria dizer com isso? O candidato preferencial dos brasileiros e lembrado com saudades não poderia ser candidato? Por quê?

Responder

Laercio Ferreira

04 de março de 2017 às 15h15

O VÍRUS , DAS DIRETAS JÁ , ATRAVÉS DE URNA ELETRÔNICAS COM VOTOS POR REPRESENTATIVIDADE SÃO IMPORTANTES NA VIDA DE UM PAÍS?? MAS NEO COLÔNIA , NO PAÍS DOS BANANAS E ABACAXIS OS POLÍTICOS BABACAXIS, NÃO FUNCIONA, O POVO E AS MASSAS DEVERIAM SEREM REPRESENTADOS NO CONGRESSO NACIONAL, MAS SÃO ATIRADOS AOS LEÕES DOS DOS IMPOSTO DE RENDA COMEDORES DE CATÓLICOS?? SÓ O DO BANCO HSBC QUE SÃO ISENTOS DE IMPOSTOS , OS 1% DA POPULAÇÃO BILINÁRIA DO PAÍS?? QUE MANDA E DESMANDA??

Responder

Deixe uma resposta