Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Fantasma do Jaburu — Temer vaga pelos corredores do palácio. Aliados fogem do jantar

Por Bajonas Teixeira

21 de maio de 2017 : 19h32

Por Bajonas Teixeira

Ontem para o almoço, Temer fez uma feijoada no palácio do Alvorada. Compareceram algumas lideranças partidárias. Hoje para o jantar, ele programou outra. Nenhum líder partidário, contudo, se animou a dar as caras.  O jantar foi cancelado. Essa sabotagem é um fato muito importante, porque assinala o isolamento do presidente. Seu principal interesse no jantar era articular a votação de medidas econômicas na quarta-feira, mostrando aos seus grandes parceiros, os empresários poderosos, que tem força e condições para continuar governando. Por que os aliados fugiram? Porque os pratos servidos por Temer usam um ingrediente que, nesse instante, pode causar indigestão: as notas verdes, que compram votos.

Hoje, ninguém duvida que os jantares e almoços de Temer são ocasiões em que se acerta a compra de votos para votar as emendas, leis e alterações da Constituição que interessam ao governo e aos interesses que ele representa. Não há dúvida, que foi assim que ele comprou o apoio à reforma da previdência e à reforma trabalhista. Não há a menor chance de ter sido diferente com a terceirização irrestrita. Muito bem. Então o que seria a ceia de Temer hoje?

Seria o momento de discutir o preço das pencas de deputados que apertariam o botão do “sim” na votação em seu favor na quarta-feira. Acontece que Temer se tornou um risco ambulante, um ativo tóxico de alta periculosidade. Um césio-137 vivo ou, na sua condição de vampiro presidencial, morto-vivo.

Temer quer mostrar poder para atrair o apoio das grandes entidades de empresários. Convencê-los de que ainda pode continuar governando em favor deles, como vinha fazendo até aqui. Diz uma matéria da Folha de hoje:

“A equipe do peemedebista discute fazer ofensiva sobre a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), CNI (Confederação Nacional da Indústria), Concepab (Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil), entre outras”

Esse “entre outras” no final inclui a FIESP, de seu amigo Paulo Skaf, maior apoiadora do impeachment de Dilma entre os empresários, e a FEBRABAN, que é a federação dos bancos. Junto com a CNA (Agricultura), e CNI (Indústria), formam a coligação para a qual realmente Temer trabalha: os grandes interesses do latifúndio, do capital financeiro e da indústria que querem liquidar todo o legado de Lula, da democracia, e, através das reformas, aplicar um castigo inesquecível do qual o Brasil nunca mais se ergueria.

Sem conseguir mostrar seus préstimos, tendo suas iniciativas sabotadas, como a comilança que serviria de aperitivo para a votação da quarta,Temer vai perdendo as rédeas do poder. Talvez sua vida útil não ultrapasse a próxima semana.

 

 

 

 

 

 

quer dizer, Uma repórter da Globo disse que seria um “repeteco”, termo interessante, que lembra a feijoada requentada. Acontece que ninguém apareceu para degustar a iguaria.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

61 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Vera Lúcia Leopoldo

23 de maio de 2017 às 00h32

Fora Temer.

Responder

Katinha Ladeira

22 de maio de 2017 às 17h45

Ta provando do seu proprio veneno E pouco CADEIA

Responder

Edileuza Teodoro

22 de maio de 2017 às 16h35

quero saber quem vai sair mas sujo?Dilma ou Temer eu acho que Dilma saio de cabeça erguida agora ja o traidor vergonha

Responder

Roberto de Azevedo

22 de maio de 2017 às 15h52

O tribufú do Jaburú.

Responder

Andrea

22 de maio de 2017 às 10h21

A pergunta agora é, quem tá servindo o feijão novinho, quem será que já está servindo o aperitivo para as votações que se aproximam? Esses cara de peroba, vão ficar sem boquinha mesmo no meio do tiroteio? Já vimos que não.

Responder

Antonio Rio

22 de maio de 2017 às 11h17

Quem quer aparecer na foto? Purulento fica só.

Responder

Gleides Alencar Peixoto

22 de maio de 2017 às 03h42

Amei cara de pau

Responder

Eline Lima

22 de maio de 2017 às 03h06

A Dilma saiu de cabeça erguida e cheio de gente ao redor!!! Essa é a diferença da pessoa honesta e desonesta!!!

Responder

    Antonio Claudio Oliveira

    22 de maio de 2017 às 08h13

    É gostar de ser enganada. Falar de Dilma honesta? Acorda carinha, você com certeza mamava.

    Responder

    Eline Lima

    22 de maio de 2017 às 10h09

    Antonio e se vcs tivessem aprendido a lição e gostassem de honestidade pediam pra anular o impeachemant!!! Mas gostam msm é da máfia!!

    Responder

Eduardo Lcg

22 de maio de 2017 às 01h09

Imagina se o Temer resolve falar?! Tenho uma ideia meio doida aqui…. e se colocar Temer, Aecio, Gilmar e Cunha numa sala e prometer delacao premiada somente para um deles?

Responder

    Eline Lima

    22 de maio de 2017 às 02h59

    kkkkk acho que a do Aécio seria mais interessante!!

    Responder

Marcelo De Oliveira Júlio

22 de maio de 2017 às 01h05

Ninguém quer ser mais visto com Temer. Ele é o tipo de uma carniça ambulante!

Responder

Àlvares de Souza

21 de maio de 2017 às 21h59

É ” O Outono do Patriarca” de Gabriel Garcia Marquez.

Responder

Maria Divina Alves

22 de maio de 2017 às 00h57

Sera que a feijoada foi feita pelas maos da bela recatada.e do lar???

Responder

Ana Veronica Miyasaka

22 de maio de 2017 às 00h55

QUANDO O BARCO AFUNDA NEM OS RATOS PERMANCEM.

Responder

Gilmar Damaratt

22 de maio de 2017 às 00h32

Nem o boca mole será que não compareceu no jantar pra Corruptos golpistas .kkk

Responder

Maria Da Penha Fonseca

22 de maio de 2017 às 00h26

Vagando o #golpista já está há tempo… capiroto transvestido de vampiro.
#foratemer #golpista

Responder

Ana Claudia Ferreira

22 de maio de 2017 às 00h04

A justiça tarde mais não falha. Sua hora chegou. Tchau querido!!!!!!!!!

Responder

Kaká Ricardo Andre

21 de maio de 2017 às 23h58

E se fufu!! Cadê os amiguinhos empresários? JBS é dona de quase o Brasil todo, vc acha que agora os amiguinhos do barão vai apoiar esse baixinho? Kkkkk nunca!!!

Responder

Vladimir Martins correea

21 de maio de 2017 às 20h56

É isso ai! Temer vai provar do próprio veneno!aecio neves também!

Responder

Celia Ribeiro

21 de maio de 2017 às 23h55

Aqui se faz, aqui se paga!!!!

Responder

Marilene Flores

21 de maio de 2017 às 23h48

Bem feito ,Aqui se faz aqui se paga ,

Responder

Mariah Gross Schloss

21 de maio de 2017 às 23h47

Muita cara de Pau, cortar a saúde pública e ficar oferecendo rega-bofe pra esses pulhas que já tem salário altíssimo.

Responder

Ana Cristina Cordeiro

21 de maio de 2017 às 23h36

Cuidado que a cuca te pega te pega daqui te pega de lá kkk?kk chupaaaaaaaa Temerrrr

Responder

Dartanhan de Orleans

21 de maio de 2017 às 20h32

Ainda lembro de uma frase de Marcela Temer logo após os Bandidos do senado destituída da Presidência, ela Marcela se referia a Presidente ter perdiudo o emprego, e agora dona Marcela, como fica? Quem faz o mal aqui, paga aqui para todo mundo ver.

Responder

Luciano Fraga Fraga

21 de maio de 2017 às 23h24

Resta apenas as sombras de seus fantasmas, um monstro chamado traição.

Responder

João Luiz Souza

21 de maio de 2017 às 23h23

Temer achou que havia fantasmas na residência oficial, ironia, o fantasma é ele

Responder

    Pyna Ceballos

    22 de maio de 2017 às 02h03

    Ele é o DRACULA do Palácio… e no Jaburu encontra a estaca que fura o peito…

    Responder

Maria Gomes Máury

21 de maio de 2017 às 23h21

Fora besta fera

Responder

Maria Cecilia Ferrarez Bouzada

21 de maio de 2017 às 23h18

Temer está experimentando de um prato amargo que serviu faz pouco tempo a Dilma- a traição. Uma ratazana abandonada pelos seus iguais. Triste ocaso de um político que não deixou nenhuma marca positiva em sua trajetória.

Responder

Jorge Nascimento Nascimento

21 de maio de 2017 às 23h18

A função do vice presidente é manter a base unida e organizada…ser o escudeiro fiel do presidente.
Andar juntos …ajudar a solucionar problemas.
Temer fez tudo ao contrário.
Traiu quem deveria proteger.
Vai sofrer mto ainda…
Vagabundo!

Responder

Martha Silva

21 de maio de 2017 às 23h16

Nada como um dia atrás do outro!

Responder

Zacarias Zaca

21 de maio de 2017 às 23h12

Na hora de discutir a divisão das propinas estavam todos de mãos dadas mas quando o barco começa a afundar os ratos saltam todos

Responder

Rachel

21 de maio de 2017 às 20h11

Tomara que vá logo. Quanto mais tempo ficar mais tempo terão as forças do golpe que o apoiam p/se organizar.

Responder

Raimundo de sousa lima

21 de maio de 2017 às 20h04

Quem se junta com porcos, farelo come e no momento o farelo é só chefão.

Responder

Schell

21 de maio de 2017 às 20h01

Continuo com a dúvida: haverá eleições no ano que vem? A dita (in)justiça eleitoral efetivamente apurará a origem das doações (agora, de pessoas físicas?) ou fará como na de 2016, mais criminosa do que todas as anteriores? Afinal, o cara diz que gastou 80% do patrimônio informado à receita e, depois, continua com os mesmos bens e grana… O candidato tem 100% das doações vindas dos seus empregados e seu patrimônio… O candidato é financiado pelos pais, irmãos e filhos… O candidato chega no sábado com zero real de doação e, no domingo, acorda com mais de 1 milhão na referida conta… Então, se a (in)justiça eleitoral (com o mpe a reboque) efetivamente for verificar as doações, não sobra qualquer candidato… Só falta a vontade política e a boa vontade para com este país de merrecas.

Responder

Da Silva Jose

21 de maio de 2017 às 22h54

Vai golpista traidor,prova do próprio veneno.

Responder

Ana Koepp

21 de maio de 2017 às 22h54

Ele vai sofrer muito mais. Não vai morrer do coração, como a Dona Marisa, porque ele tem muito a pagar. Bairro ficar ainda mais solitário. Escreve

Responder

Vera Moura

21 de maio de 2017 às 22h50

E a Marcela? Anda fazendo as refeições sozinha???

Responder

Jailton Reis

21 de maio de 2017 às 22h50

Fantasmas.kkkkkk

Responder

Maria Do Céu Medeiros

21 de maio de 2017 às 22h49

#Foratemer

Responder

Juliana Fonseca

21 de maio de 2017 às 22h48

Que ótimo! Ele já está sangrando.

Responder

Rilma Bandeira Leitão

21 de maio de 2017 às 22h45

Com o dinheiro do povo.

Responder

Ronaldo Reus

21 de maio de 2017 às 22h44

Tem que sofrer esse filho da puta.

Responder

Nádya Gomes

21 de maio de 2017 às 22h42

Time Ciro Gomes

“A globo não tá fritando o Temer porque tem um compromisso ético e moral com a honestidade. O pensamento político da globo sempre foi pragmático, o importante é seus interesses serem atendidos.

Ou seja, frita o Temer porque ele já não tem condições morais de se segurar. Depois do Temer, vai tentar emplacar outro liberal, dessa vez sem máculas nesse mar de lama da lava-jato.

O objetivo? Tomar sua aposentaria e seus direitos trabalhistas.

Nada de novo sob o horizonte…”

Responder

Cleo Macedo Santos

21 de maio de 2017 às 22h42

Responder

Cleo Macedo Santos

21 de maio de 2017 às 22h42

Responder

Edilson Severiano

21 de maio de 2017 às 22h41

E calhorda deveria estar atrás das grades

Responder

Maria Ivone Dias Albuquerque

21 de maio de 2017 às 22h41

É a lei do retorno…

Responder

M Fatima Pinto

21 de maio de 2017 às 22h40

olha a data fevereiro

Responder

Sandra Hortencio Dos Santos

21 de maio de 2017 às 22h39

A feijoada para alguns é indigesta. Principalmente quando a carne principal é de porco.

Responder

TecTudo Eletro Refrigeração

21 de maio de 2017 às 22h37

Feijoada com produtos da Friboi??

Responder

Lucas Cardoso

21 de maio de 2017 às 22h36

#ForaTemer

Responder

Gisele Terra Lustre

21 de maio de 2017 às 22h35

Ele não saiu de lá por causa dos fantasmas!!! Ele é o próprio

Responder

Deixe um comentário