Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Janot confessa que decisão do STF sobre “prisão em 2ª instância” foi pra pressionar delator

Por Miguel do Rosário

20 de setembro de 2017 : 11h00

Janot confessou que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que mudou a cultura penal brasileira e pôs em risco a liberdade de milhões e milhões de brasileiros, de geração presentes e futuras, foi tomada em função de “pressionar” meia dúzia de réus da Lava Jato a se tornarem delatores.

***

Trecho de entrevista de Rodrigo Janot ao Correio Braziliense:

A Lava-Jato é uma sucessão de delações. Como isso começou?

Tem um momento para mim que foi um divisor de águas. O que deu impulso danado nas colaborações foi a decisão do STF, que disse: condenou em segundo grau, vai para a cadeia. Os caras começaram a fazer conta. A estratégia era empurrar, agora não tem mais jeito. Esse foi, na minha leitura, um dos pontos que gerou essa mudança. Grandes delações também chamaram todas as outras.

O Supremo vai rever alguma delas?

Não acredito que o STF vai recuar. Seria um prejuízo enorme.

A delação do Delcídio, com a prisão de um senador no exercício do mandato, foi decisiva?

Sim. Divisor de águas foi a colaboração do senador. Ele gravou, os fatos eram gravíssimos, e era um senador, líder do governo. Quando fiz o pedido de prisão, sabia que tinha cruzado o rubicão e que tinha queimado a única ponte atrás da tropa, que não tinha mais recuo. Era só para a frente. Foi um momento de muita tensão, era uma novidade e eu não sabia o que aconteceria.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

augusto2

21 de setembro de 2017 às 09h28

iSSO porque foi Delcidio, o golpista Janot é coerente.
Porque pelo tambem senador Aecioporto neves,o canalha golpista Janot NAO atravessou nenhum rubicão.
Nem vai.
Agora vai pra casa enquando costura uma assessoria qualquer com algum dos atores na cena politica a quem serviu.

Responder

Marcos Pinto Basto

21 de setembro de 2017 às 01h06

Na medida que vão enchendo latões de lixo com conluios e maracutaias travestidas de legalidades, os figurões do fraco poder judiciário não conseguem esconder todas as manhosas manobras que têm usado para conseguir delações que premiam sem ser investigadas. Contra Lula têm sido autêntico festival de contradições que mesmo assim, Sérgio Moro, um juiz que já devia ter sido sentado no banco dos réus, usou para condenar Lula a 9 Anos e 6 Meses de prisão. Pode ficar impune um crime desta gravidade?

Responder

Reginaldo Gomes

20 de setembro de 2017 às 17h03

CRIADOR E CRIATURA.
Janot com muita dedicação e empenho produziu o maior e mais astuto cagüeta da história.
Algo, digamos, geneticamente modificado. Só que ele se esqueceu que essa fauna , por si só, é imprevisível, dá com a língua nos dentes sem dó ; e quando geneticamente modificada, é um Deus nos acuda!
Essa criatura de língua grande, que agora está dentro de uma jaula , está fazendo muito estrago, já atacou bastante gente, mas , quem ela feriu de morte mesmo foi seu criador.

Responder

Maria Thereza

20 de setembro de 2017 às 11h52

Ah! seu janot. Tem certeza que era esse o único objetivo da condenação em 2ª instância, uma aberração, diga-se de passagem? Tenho convicção que há pelo menos mais um, muito mais importante pro golpe e seus executores.

Responder

Deixe um comentário