Hangout com Miguel do Rosário: Bolsonaro nos EUA

Robson Sávio – A cleptocracia e o exercício da hipocrisia

Por Wellington Calasans

04 de outubro de 2017 : 08h01

Da Redação do blog O Cafezinho,

O Colunista do Cafezinho, Robson Sávio, faz neste vídeo imperdível uma análise da conjuntura política brasileira e denuncia o falso moralismo da cleptocracia que está no poder.
Assista e compartilhe com os seus contatos.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Maggie de Fátima

05 de outubro de 2017 às 21h31

Não adianta mais denunciar, é preciso agir!

Responder

Maggie de Fátima

05 de outubro de 2017 às 21h31

A vergonha de um país sem vergonha: NOSSOS HOSPITAIS NÃO TEM O BÁSICO P ATENDER A POPULAÇÃO.Políticos vermes. Só legislando em causa própria, até qdo?

Responder

Mauro Kempes

05 de outubro de 2017 às 19h04

O tripé da alienação política economia religião é foda…

Responder

Ruth Rosini

04 de outubro de 2017 às 21h38

certíssimo,

Responder

Clerisnaldo Carvalho

04 de outubro de 2017 às 21h25

Boa fala do prof. R. Savio. É um caminho possível contra as tentativas de desrazão e ruptura do espaço público pelo violência dos Dórias e Bolsonaros da vida…..

Responder

Reginaldo Augusto

04 de outubro de 2017 às 12h54

NÃO AO FUNDO.
1.7 BI. É MUITO DINHEIRO.
É UM ABSURDO.
Ainda mais para jogar fora sem propósito e sem sentido.
É MUITO.
NÃO. NÃO. NÃO.

Responder

Douglas Soares

04 de outubro de 2017 às 12h54

Excelente análise. Parabénsn

Responder

Bernardo Peres

04 de outubro de 2017 às 12h11

Muito boa análise, mas faltou dissertar sobre dois aspectos: quem ou o que estaria por trás insuflando essa patrulha moralista; onde se quer chegar, qual o objetivo.

Responder

Arlete Nieviadomski

04 de outubro de 2017 às 12h05

Ótima análise da conjuntura.

Responder

Deixe uma resposta