Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

¨É suicídio viajar em algo tão velho ¨: protesta esposa de marinheiro. Macri rebate, ¨quantidade de anos não importa¨

Por Tulio Ribeiro

22 de novembro de 2017 : 14h22

(crédito imagem: freslineas)

O presidente da Argentina Mauricio Macri, em visita a base naval de Mar Del Plata neste 20 de novembro, teve de se aclarar com a parte mais tenebrosa de sua política de arrocho econômico com objetivo de garantir o pagamento aos rentistas , seja da Europa, do seu país ou dos Estados Unidos.

Diante de olhos desesperados com sumiço do submarino argentino, o mandatário se manteve inerte ao ouvir relatos de familiares que traduz a situação atual do governo em cumprir planos financeiros ditados pelo norte, em detrimento da preocupação com a vida.

¨É praticamente um suicídio viajar em algo tão velho. Não pode investir com o orçamento estatal na compra de um submarino novo e evitar isto? Tem que morrer alguém para trazer uma mudança? Por mais que o desenlace seja o melhor, é jogar com a vida de nossa gente e nossos familiares. Não são vocês que perdem suas famílias. Porque não vão chefes das forças armadas dentro de um submarino assim. É muito fácil falar, mas não são eles que estão lá dentro¨. Protestou a esposa de um marinheiro.

Macri, com a frieza que lhe é peculiar para questões sociais, respondeu: ¨Sim está bem cuidado. Não importa a quantidade de anos. Eu entendo perfeitamente, mesmo não sendo especialista, estou seguro até porque existe também chefes no submarinos . Estavam todos convencidos de que estava em condições mesmo sendo antigo.¨

O sucateamento do estado, da saúde, o desinvestimento em defesa , o abandono da Malvinas com enormes riquezas de petróleo que trariam renda a população é o paradigma do neoliberalismo implantado no Chile de Pinochet , na Bolivia de Estenssoro e que agora se aplica a Argentina contra a verdadeira razão de uma nação: sua população.

Tulio Ribeiro

Túlio Ribeiro é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Hunta

23 de novembro de 2017 às 11h07

Chapecoense!

Responder

Celso Junqueira

22 de novembro de 2017 às 18h59

O Papa Francisco falou, há dias, sobre os verdadeiros cristãos. Procurem saber o que ele disse.

Responder

Mar

22 de novembro de 2017 às 17h13

A direita não está preocupada com o bem estar das pessoas, eles querem que sobrem dinheiro para eles roubarem.

Responder

    Cláudio

    22 de novembro de 2017 às 21h34

    A esquerda deve estar muito preocupada né. Deve ser por isso que os kirchner renovaram toda a frota !

    Responder

      Jorge

      23 de novembro de 2017 às 06h14

      Exatamente, não entendi colocar a culpa no Macri. Se os submarinos são velhos, é porque estavam lá com os Kirchners.

      Responder

        Gerson

        23 de novembro de 2017 às 09h44

        Não se façam de inocentes uteis. Vocês nunca ouviram falar em sucateamento, de não comprar peças para reposição? É igual ao que fizeram por exemplo com a Vale do Rio Doce na década de 90 (Collor + FHC). Sucatearam, sucatearam, enquanto ao mesmo tempo passavam a imagem para a população que não valia pena investir. Quem comprou por 3 bilhões está até hoje rindo a toa.

        Responder

          Yvette Teixeira

          23 de novembro de 2017 às 16h21

          Pois é, passei por isso aqui na Bahia. ACM, Paulo Souto, Aleluia, Imbassay, etc, sucatearam a Coelba para poder privatizar, eu estava lá nesta época.

Franco Mesquita

22 de novembro de 2017 às 17h12

OS VERDADEIROS INIMIGOS DA HUMANIDADE SÃO ESSA ESPÉCIME DE “GENTE” SEM SENTIMENTOS, OS QUAIS, QUIÇÁ NÃO VENHAM A SER EMISSÁRIOS DE ALGUMA ENTIDADE MALIGNA OU DO SUBMUNDO DA OBSCURIDADE. E AINDA USA DE SEU CINISMO E FRIEZA ULTRAJANDO AS PROVÁVEIS VÍTIMAS DE SUA IRRESPONSABILIDADE E DESCASO ADMINISTRATIVO.

QUE O PAPA FRANCISCO O EXCOMUNGUE, SERVIÇAL DO IMPÉRIO DO MAL E DOS ESPECULADORES FINANCEIROS.

Responder

    Elza

    22 de novembro de 2017 às 17h20

    Estou cada vez mais convencida que são emissários de uma entidade maligna do submundo, da obscuridade, opisitores de Cristo Rei.

    Responder

Henrique

22 de novembro de 2017 às 15h52

Poxa, mas eu pensei que depois de 12 de governo dos Kirchner toda a frota da marinha havia sido renovada !

Responder

    Celso Junqueira

    22 de novembro de 2017 às 18h15

    Mas não precisava ter sido destruida pelo governo Macri.

    Responder

Luiz

22 de novembro de 2017 às 15h24

Porque os povos latino americanos não se unem em uma gigantesca revolução social. Quero ver EUA encararem uma América latina rebelada. Teremos apoio incondicional de China e Russia. É tudo geopolítica meus amigos. EUA estão pouco se lixando para a humanidade, desde que rendam lucros aos seus rentistas. O Brasil está sendo destroçado à olhos vistos e não há nenhuma centelha de reação. Vamos nos unir e expulsar esses sabotadores de nação para a terra que eles tanto amam, os EUA.

Responder

Reginaldo Gomes

22 de novembro de 2017 às 15h13

Só acredito em teorias da conspiração!!!
Mas, porque???
Porque com o passar dos anos a HISTÓRIA confirma que todas as teorias da conspiração eram verdadeiras e todas as certezas que a mídia noticia eram mentiras.
(é um bom filtro da realidade, é só pesquisar)

Responder

JOÃO CARLOS AGDM

22 de novembro de 2017 às 14h44

Por favor,não falem em “neoliberalismo”.
O que está acontecendo não é nenhum tipo de política econômica. não tem um mínimo de racionalidade econômica.
O que está acontecendo lá na Argentina é como aqui no Brasil.
SÃO MEDIDAS DESTRUTIVAS. SÃO MEDIDAS DELIBERADAS PARA DESTRUIR PAÍSES.
NÃO SÓ O BRASIL.

Responder

    Yev

    22 de novembro de 2017 às 18h23

    Bullseye.

    Responder

jose carlos vieira filho

22 de novembro de 2017 às 14h38

É preciso rever essa desculpa de ignorância do povo para os desastres que acontecem na AL.
Na Argentina, com um nível de educação muito maior que o nosso, o Macri, que é um mafioso ainda mais malévolo que o bosta daqui, foi eleito.
Aquí, foi preciso um golpe.

Responder

    José H. da Silva

    22 de novembro de 2017 às 21h35

    É verdade, foi eleito, mas na Argentina como no Peru, o Império jogou pesado. Perderam no Equador (tivesse ganho a direita Assange teria sido preso). Vamos ver o Chile. Quando ao Brasil, parece um automóvel furtado/roubado sendo desmanchado. Mas a América Latina sobreviverá e os neofascistas serão derrotados. Como afirmou um argentino: “A América Latina Chegará ao século XXI ou unida, ou dominada”. A UNASUL e outras medidas rumo à integração são malditas para o Império. Cabe aos latino americanos construir a integração e a solidariedade. As direitas têm a grande mídia, mas o povo é quem deve decidir. As redes sociais podem ser um grande instrumento de luta, junto com os blogs alternativos.

    Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?