Cafezinho 5 minutos: o conceito de autocrítica

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O julgamento do operário

Por Tadeu Porto

20 de janeiro de 2018 : 15h33

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Por Tadeu Porto*

Enganam-se aqueles que pensam o ex-presidente mais popular da história do país será julgado pela justiça brasileira nesse verão. iludem-se, também, quem imagina que a audiência do dia 24 de janeiro decidirá o futuro do cidadão Luís Inácio da Silva.

Quem vai à juízo, nesse segundo ano subsequente do Golpe de Estado que vivemos, é o Lula operário e trabalhador que, não satisfeito com a desigualdade e injustiça do seu país, ousou fazer uma política diferente: incluir a população mais pobre na pauta do dia.

Não há a menor amparo dentro da legislação brasileira que justifique o porquê de um caso tão diminuto (uma reforma num apartamento comum) ser tratado de forma tão célere e intensa, enquanto 51 milhões de reais em espécie – valor equivalente ao lucro líquido das Lojas Americanas no segundo trimestre de 2016 – cai nas pautas de esquecimento da grande mídia e dos tribunais de qualquer instância.

Contudo, há sim uma explicação conjuntural para o caso: Lula é o principal inimigo, do presente e do futuro, da agenda neoliberal e excludente que nossa elite golpista deseja implementar no país.

O presidente Lula é inimigo do Golpe no tempo presente, pois é o único político do país que sobreviveu aos ataques fascistas da negação da política e consegue, assim, representar efetivamente a maioria do povo brasileiro. Hoje, o grande nome para barrar a perversidade de reformas como a previdenciária é Luis Inácio.

Já o nome Lula foi e será eterno inimigo da burguesia nacional, pois esta nunca aceitará que um trabalhador ou trabalhadora ouse melhorar a vida de outro de sua classe. Essa elite vira lata e entreguista nunca mediu esforços para manter seus privilégios, dos latifúndios aos juros exorbitantes, e sabe que, tão certo quanto dois mais dois são quatro, se a classe trabalhadora sonhar em se ajudar, as regalias dos capitalistas estarão com os dias contados.

Assim, no dia 24 de janeiro próximo não é uma pessoa que será julgada, mas sim um ideal: se um operário pode mudar – para melhor – a vida de todo um país.

*Tadeu Porto é editor do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense. Esse texto foi publicado, primeiramente, no Nascente (periódico do SindipetroNF) nº 1024.

Tadeu Porto

Colunista do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gustave Lejeune

21 de janeiro de 2018 às 19h10

Tem provas das asneiras que zurra? Apresen-te-as. Mala de dinheiro, quarto cheio de gana e aeronave entupida de cocaina vc fica calando e nao abre sua boca imunda. Nao é bandido conivente com a safadeza só porque e gente sua? Vabundo dedcarsdo….

Responder

Messias Franca de Macedo

21 de janeiro de 2018 às 12h28

HÁ 11 MESES, LÉO PINHEIRO INOCENTOU LULA E MP NÃO ACEITOU DELAÇÃO

Considerada a “bala de prata” contra Luiz Inácio Lula da Silva, que seria eleito mais uma vez para comandar o País se as eleições fossem hoje, a delação do empresário Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, só foi aceita depois que ele decidiu mudar sua versão para incriminar o ex-presidente; em junho do ano passado, a delação “travou” depois que ele inocentou Lula, segundo apontou reportagem da Folha; também no ano passado, em agosto, a delação foi suspensa quando vazaram trechos que incriminaram o senador Aécio Neves (PSDB-MG), e não Lula; relembre os dois casos

21 DE ABRIL DE 2017

(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: https://www.brasil247.com/pt/247/parana247/291506/H%C3%A1-11-meses-L%C3%A9o-Pinheiro-inocentou-Lula-e-MP-n%C3%A3o-aceitou-dela%C3%A7%C3%A3o.htm

Responder

    Messias Franca de Macedo

    21 de janeiro de 2018 às 12h28

    [Leviano, irresponsável, covarde… Criminoso Léo Pinheiro!
    Lembrar que este safadão corrupto apontou o dedo imundo para o honrado presidente Lula na condição de colaborador, portanto, na condição, pasme, de poder faltar com a verdade perante o juízo!
    Hã “juízo”!
    Sei!

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    Por delatar Lula, Léo Pinheiro escapa da prisão comum com ajuda de Moro
    Por emérita e impávida jornalista Cíntia Alves
    21/09/2017

    Jornal GGN – A delação informal contra Lula no caso triplex rendeu a Léo Pinheiro, ex-sócio da OAS, um agrado por parte de Sergio Moro. O juiz impediu que o empresário seja transferido para o presídio comum para cumprir pena de 26 anos por uma condenação que sofreu já em segunda instância. Na decisão, Moro disse expressamente que o benefício estava sendo concedido não só a Pinheiro, mas também a Agenor Medeiros, porque ambos ajudaram na condenação do ex-presidente.
    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: https://jornalggn.com.br/noticia/por-delatar-lula-leo-pinheiro-escapa-da-prisao-comum-com-ajuda-de-moro

    Responder

      Messias Franca de Macedo

      21 de janeiro de 2018 às 12h29

      O corrupto mentiroso [perdão pelo pleonasmo!] Léo Pinheiro – e torturado pela infame PORCA-tarefa do farsante &$ títere da CIA ‘mor(T)o’ …
      Léo Pinheiro se enrola e entrega que triplex não é do Lula

      https://www.youtube.com/watch?v=8AiHPKqOrkQ

      Responder

Messias Franca de Macedo

21 de janeiro de 2018 às 11h02

JURISTAS APERTAM O CERCO A MORO E O POVO FAZ O MESMO NAS RUAS. A FARSA RUIU.
https://www.youtube.com/watch?v=9itvOJwE-oo

Responder

    Messias Franca de Macedo

    21 de janeiro de 2018 às 11h03

    TRF4 cria precedente para mãe de Zucolotto [‘Cumpadi’ e primeiro-amigo do farsante de piso ‘mor(T)o’! Adendo do matuto velho!] que pode beneficiar Lula
    Por egrégio e intrépido jornalista e escritor Luis Nassif
    11/01/2018 16:44

    A mãe do primeiro-amigo de Sérgio Moro, Carlos Zucolotto Júnior, foi executada pela Secretaria da Receita Federal por dívidas fiscais.
    Foi penhorado um imóvel de sua propriedade.
    (…)
    O juiz de 1ª instância deu ganho de casa à mãe do primeiro amigo. E a decisão foi confirmada pelo desembargador Jorge Antônio Maurique.
    Os argumentos invocados pelos magistrados foram os seguintes:
    Fala sobre os direitos humanos e o ser humano “como vértice de proteção da moderna teoria constitucional”.
    Levanta a tese do mínimo existencial. Cita autores alemães para concluir que “sem o mínimo existencial, o homem não vive, vegeta”.
    Seguem-se inúmeras citações de autores alemães para defender o “bem de família”.
    Encerra a sentença com uma afirmação taxativa:
    “O titular do direito de propriedade é aquele em cujo nome está transcrita a propriedade imobiliária”.
    No mesmo TRF4, tramita a denúncia contra Lula, a respeito do triplex de Guarujá.
    (…)
    Agora, com o precedente aberto para a mãe do primeiro amigo, cria-se uma jurisprudência no âmbito do próprio TRF4, que certamente será seguido em outras ações. Afinal, o TRF4 é um tribunal sério, composto por juízes que se dão o respeito e respeitam a sua profissão.
    Ou não?

    FONTE [LÍMPIDA!]: https://jornalggn.com.br/noticia/trf4-cria-precedente-para-mae-de-zucolotto-que-pode-beneficiar-lula-por-luis-nassif

    Responder

Igor

21 de janeiro de 2018 às 10h36

Operário que totalmente EMBRIAGADO pelo poder, se tornou o MAIOR CORRUPTO(note-se que é impossível se escrever corruPTo sem o PT) e líder da MAIOR QUADRILHA de roubo do dinheiro público da história da República Brasileira.

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com