Ciro Gomes ao vivo na Band

Manifesto dos governadores que defendem a justiça e Lula Livre

Por Miguel do Rosário

09 de julho de 2018 : 09h12

Nota de governadores em defesa da liberdade do ex-presidente Lula:

Na manhã de hoje [08/VII], o povo brasileiro recebia a auspiciosa notícia da libertação do Presidente Lula. O Desembargador competente para apreciar liminares durante o plantão reconduzia o Brasil à senda da legalidade democrática e respondia às aspirações nacionais de reconstitucionalização do país.

A condenação do Presidente Lula se deu de forma contrária às leis brasileiras e à jurisprudência de nossas cortes superiores. A decisão condenatória foi proferida por magistrado desprovido de competência legal, cujas condutas têm revelado, reiteradamente, total ausência de imparcialidade. Basta lembrar da divulgação ilegal de diálogos telefônicos mantidos pelo Presidente Lula, que foi prontamente rechaçada pelo Supremo Tribunal Federal.

Agora, o mesmo magistrado, atipicamente, se insurgiu contra a decisão do desembargador de plantão, determinando às autoridades policiais que se abstivessem de cumpri-la. Essa atitude revela muito mais que zelo na condução dos processos submetidos à sua jurisdição: revela inaceitável parcialidade, além de desprezo pela organização hierárquica do Judiciário.

De modo ainda mais atípico, o Desembargador prevento antecipa o retorno de suas ferias e avoca o julgamento do habeas corpus, revogando a liminar concedida.

Lula, como todos os brasileiros, não pode ser beneficiado por privilégios ilegais. Mas também não pode ser perseguido, como evidentemente tem sido.

Apenas a aplicação imparcial das leis que dispõem sobre a liberdade e as condições de elegibilidade podem dar lugar a eleições legitimas em 2018.

Assinam o manifesto os governadores da Bahia, Paraíba, Piauí, Sergipe, Minas Gerais, Acre, Pernambuco e Ceará.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

20 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ricardo

09 de julho de 2018 às 14h58

É o nova República com seus novos atores sociais co existindo com a República velha, da Vassalagem, do Compadrio do curral eleitoral, onde um grupo tido como “intelectual” monopolizava o debate. A república velha das informações do dia seguinte estampada no jornais, na nota manipulada, onde quem tem o poder de influenciar dava a sua verdade. A nova República é dinâmica, tem a informação ao vivo, on line. Vê, ouve deduz e não se deixa influenciar por grupos de interesse. Os velhos golpes, as armações de bastidores, a república do favorecimento ilícito, dos conchavos, do toma lá da cá está morrendo. Esse grupelho de governadores do NE representam os velhos coronéis, que tentam por cabrestos no povão. Querem atropelar a lei para manter sua governabilidade dentro da zona de conforto. Esse manifesto velho na República nova é um lixo do passado que não serve para nada. Xô esquizofrênicos tudo agora é questão de tempo para vcs sumirem do mapa.

Responder

    Rosa

    09 de julho de 2018 às 16h26

    Pode espernear, mas a esquerda do Brasil está crescendo e ficará forte como nos países civilizados. Com PT ou sem PT, com Lula ou sem Lula e vocês terão que aprender a conviver com partidos políticos que pensam diferente.Ou terão ataques de birra.

    Responder

Ferreti

09 de julho de 2018 às 12h12

Lula já foi condenado pelo TRF-4. Portanto, não cabe mais aquele Tribunal soltar H.C. para o reclamante. Favreto sabe disso mas, petistas como é, foi de encontro a lei. H.C., no caso de Lula, só cabe no STJ ou STF, o que Wadih e Favreto fizeram foi tentar – isso sim -, um golpe.
A coisa foi tão canhestra, que o pedido de H.C. foi feito na sexta, após o expediente normal, quando Favreto assumiu o plantão, e pior, o H.C. foi dado em pleno domingo.
E os petistas já tinham conhecimento que o Desembargador ia soltar Lula, que Wadih e Paulo Pimenta foram cedo para curitiba, para acompanhar a saída de Lula.

Será que Miguel vai publicar meu comentário? .

Responder

gN

09 de julho de 2018 às 11h56

8 governadores…em 26 unidades federadas (sem contar o DF)…nossa mudou tudo…

Responder

    Rosa

    09 de julho de 2018 às 12h33

    Somos minoria, querido.
    Mas, fazemos barulho.
    Se fôssemos maioria não haveria golpe.

    Responder

      fabio Lima

      09 de julho de 2018 às 13h14

      Enquanto vocês fazem barulho, nós decidimos. Decidimos manter os corruptos presos. Podem continuar a fazer barulho à vontade !

      Responder

        Rosa

        09 de julho de 2018 às 15h24

        Papo pra boi dormir.
        Quero ver o corrupto FHC na cadeia. Tem apartamento em Paris no valor de 40 milhões de reais. Tem apartamento em Nova York, tem fazenda. Onde conseguiu dinheiro pra tudo isso? Era um simples professor.
        E Serra, Aécio, Alckmim, Temer. e milhies de outros. Quando irão pra cadeia? Se irão?
        Vamos pra rua derrubar esse temer pra que ele possa ir logo pra cadeia Sqn.
        Se Lula é esse ladrão todo, porque não conseguiram provar depois de devassar sua vida toda durante anos.
        Onde está a ladroagem dele?

        Responder

        Rosa

        09 de julho de 2018 às 16h31

        Fazemos barulho.
        elegemos presidentes, por sinal quatro vezes seguida…
        elegemos senadores, deputados, prefeitos…
        e somos indispensáveis para a política brasileira não acabar com os direitos dos desfavorecidos.

        Responder

      Alan Cepile

      09 de julho de 2018 às 13h28

      Minoria sim, mas barulhenta infelizmente não… O PT hoje é um partido casa da mãe Joana, não há 3 membros do partido que pensam igual, nem a candidatura Lula é unanimidade no partido, Haddad almoça e janta com quem quer e dá as declarações que quer sem passar pela Gleisi, chegou a dizer, inclusive, que não havia golpe no Brasil quando foi se encontrar com (acreditem) FHC… O partido não consegue (ou não tem interesse) de organizar um levante popular, não é o super partido da esquerda brasileira?? O que houve?? Descobriu agora que não tem força?? O golpe nem liga pro PT, faz o que quer…
      Se um candidato do PT ganhar a eleição, o que eu acho quase impossível, será alvo fácil do golpe com STF com tudo, e o petismo precisa ponderar isso, ter responsabilidade!
      Quero Lula livre, votei nele 2x, mas agora ele deveria liderar uma coalizão de esquerda, aproveitar o seu nome e carisma, e entender definitivamente o que tá muito explícito diante dele, que com ele como cabeça é inviável, o golpe irá prosseguir, a esquerda irá se enfraquecer e assim haverá grande chance da direita assumir por 4 anos, desta vez chancelada por uma eleição, o que seria desastroso.

      Responder

        Rosa

        09 de julho de 2018 às 15h45

        Pessoas que pensam igual dentro do partido?
        Em nenhum lugar do mundo há duas pessoas que pensam igual. Graças a Deus.

        Levante popular? desde quando o povo brasileiro é politizado o suficiente para participar de um levante. se soubessem votar já estaria de bom tamanho.Mas, votam num presidente de esquerda e nos demais: senadores e deputados votam na direita conservadora. KKK

        Responder

YURI ARN

09 de julho de 2018 às 11h33

11 ONZE GOVERNADORES SAFADOS ?? EM VIAS DE PERDEREM O EMPREGO IGUAL EM 2016 QUANDO O PT SUMIU DO MAPA ??W

ENTAO TOME 200 CONCURSADOS FEDERAIS UNIDOS P MANTER LULA NA CADEIA P SEMPRE..
OBRIGADO .. AGORA O LULA NAO SAI NUNCA MAIS ..

Integrantes do Ministério Público e do Poder Judiciário acabaram de protocolar no CNJ um processo disciplinar contra o desembargador plantonista Rogério Favreto.

Eis um trecho:

“A decisão de concessão de habeas corpus em favor do paciente Luiz Inácio Lula da Silvan concedida pelo Desembargador Federal plantonista Rogerio Favreto, Tribunal Regional Federal da 4ª Região, datado de 8 de julho de 2018 viola flagrantemente o princípio da colegialidade, e, por conseguinte a ordem jurídica e o Estado Democrático de Direito (…).

O dever de estabilidade está conectado ao dever de respeito aos precedentes já firmados e à obrigatoriedade de justificação/fundamentação plausível para comprovar a distinção da decisão, sob pena de flagrante violação da ordem jurídica. A quebra da unidade do direito, sem a adequada fundamentação, redunda em ativismo judicial pernicioso e arbitrário, principalmente quando desembargadores e/ou ministros vencidos ou em plantão, não aplicam as decisões firmadas por Orgão Colegiado do Tribunal”.

São signatários:

1. Adriana Palma Schenkel – Promotora de Justiça – MPRJ
2. Adrianni Fátima Falcão Santos Almeida – Promotora de Justiça – MPGO
3. Adriano Alves Marreiros – Promotor de Justiça – MPM
4. Ailton Benedito de Souza – Procurador da República – MPF
5. Alessandra Ferreira Mattos Aleixo – Juíza de Direito – TJRJ
6. Alexandre Fernandes Gonçalves – Promotor de Justiça – MPDFT
7. Alexandre Schneider – Procurador da República – MPF/RS
8. Alfredo Carlos Gonzaga Falcao Junior – Procurador da República – MPF/PE
9. Américo José dos Reis – Promotor de Justiça – MPES
10. Ana Lúcia Vieira do Carmo – Juíza de Direito – TJ/RJ
11. Ana Paula Monte Figueiredo Pena Barros – Juíza de Direito – TJRJ
12. Andrea Bernardes de Carvalho – Promotora de Justiça – MPDFT
13. André Fetal – Promotor de Justiça – MPBA
14. André Luis Cardoso – Promotor de Justiça – MPRJ
15. André Luiz Farias – Promotor de Justiça – MPRJ
16. André Uliano – Procurador da República – MPF/PR
17. Antônia Brasilina de Paula Farah – Juíza de Direito – TJSP
18. Antonio Alves Cardoso Junior – Juiz de Direito – TJRJ
19. Antonio César Hildebrand e Silva – Juiz de Direito – TJSP
20. Antonio Marcos Dezan – Promotor de Justiça – MPDFT
21. Arinda Fernandes – Procuradora de Justiça – MPDFT
22. Artur José Santos Rios – Promotor de Justiça – MPBA
23. Assuero Stevenson – Promotor de Justiça – MPPI
24. Audo da Silva Rodrigues – Promotor de Justiça – MPBA
25. Benis Silva Queiroz Bastos – Procuradora de Justiça – MPDFT
26. Berenice Maria Scherer – Promotora de Justiça – MPDFT
27. Bernardo Guimarães Carvalho Ribeiro – Procurador do Trabalho – MPT 5ª
Reg.
28. Bruno Amorim Carpes – Promotor de Justiça – MPRS
29. Bruno Araujo Guimaraes – Promotor de Justiça – MPES
30. Bruno Baiocchi Vieira – Procurador da República – MPF/GO
31. Camila de Fátima Gomes Teixeira – Procuradora de Justiça – MPMG
32. Carla Mendonça de Miranda Barreto – Promotora de Justiça – MPES
33. Carlos Elias Silvares Gonçalves – Juiz de Direito – TJ/RJ.
34. Carlos Frederico de Oliveira Pereira – Subprocurador-geral de Justiça Militar
35. Carlos Henrique Abrão – Desembargador – TJSP
36. Carmen Eliza Bastos de Carvalho – Promotora de Justiça – MPRJ
37. Carolina Cassaro Gurgel – Promotora de Justiça – MPES
38. Carolina Rebelo Soares – Promotora de Justiça – MPDFT
39. Cassio Murilo M Granzinoli – Juiz Federal – TRF 2ª Reg.
40. Catarina Campos Batista Gaudencio – Promotora de Justiça – MPPB
41. Cátia Gisele Martins Vergara – Promotora de Justiça – MPDFT
42. César Danilo Ribeiro de Novais – Promotor de Justiça – MPMT
43. Clarisier Azevedo Cavalcante de Morais – Procuradora da República – MPF
44. Clarissa Lira Martins – Promotora de Justiça – MPES
45. Claudia Braga Tomelin – Promotora de Justiça – MPDFT
46. Cláudia Fernanda de Oliveira Pereira – Procuradora – MPC/DF
47. Cleber de Oliveira Tavares Neto – Procurador da República – MPF/RJ
48. Cleonice Maria Resende Varalda – Promotora de Justiça – MPDFT
49. Consuelita Valadares Coelho – Procuradora de Justiça – MPDFT
50. Cristiane R. Correa – Promotora de Justiça – MPRJ
51. Cristiano Salau Mourão – Promotor de Justiça – MPRS
52. Cynthia Maria Sabino Bezerra Camurri – Juíza de Direito – TJSP
53. Débora Balzan – Promotora de Justiça – RS
54. Denise Sankievicz – Promotora de Justiça – MPDFT
55. Diego Gomes Castilho – Promotor de Justiça – MPES
56. Domingos Sávio Tenório de Amorim – MPF – PRR5.
57. Douglas Araújo – Procurador da República – MPF/RJ
58. Eduardo José Oliveira de Albuquerque – Procurador de Justiça – MPDFT
59. Eduardo Paes Fernandes – Promotor de Justiça – MPRJ
60. Elaine Costa de Lima – Promotora de Justiça – MPES
61. Elias Gomes Zam – Promotor de Justiça – MPES
62. Eline Levi – Procuradora de Justiça – MPDFT
63. Ellen de Freitas Barbosa – Juíza de Direito – TJRJ
64. Elmo Gomes de Souza – Juiz Federal – TRF da 2ª Reg.
65. Eugênio Amorim – Promotor de Justiça – MPRS
66. Fabiana Meyenberg Vieira – Juíza do Trabalho Substituta- TRT 9ª Reg.
67. Fabiano Rangel Moreira – Promotor de Justiça – MPRJ
68. Fábio Baptista de Souza – Promotor de Justiça – MPES
69. Fabio Costa Pereira – Procurador de Justiça – MPRS
70. Fabio Langa Dias – Promotor de Justiça – MPES
71. Fábio Souza Carvalho Melo – Promotor de Justiça – MPRN
72. Fabricio Admiral Souza – Promotor de Justiça – MPES
73. Fátima Pacca A. Winkler – Promotora de Justiça – MPRJ
74. Fausto Faustino de França Júnior – Promotor de Justiça – MPRN
75. Fernando Aurvalle da Silva Krebs – Promotor de Justiça – MPGO
76. Fernando M Zaupa – Promotor de Justiça – MPMS
77. Flávia Varejão Rossoni Gama – Promotora de Justiça – MPES
78. Flávio Itabaiana de Oliveira Nicolau – Juiz de Direito -TJRJ
79. Francisco Helio de Morais Junior – Promotor de Justiça – MPRN
80. Geisa Lannes – Promotora de Justiça – MPRJ
81. Getúlio Alves de Lima – Promotor de Justiça – MPDFT
82. Giuliano Seta – Promotor de Justiça – MPRJ
83. Goiaci Leandro de Azevedo Júnior – Promotor de Justiça – MPSP
84. Gustavo Padilho Rosa – Promotor de Justiça – MPES
85. Hamilton Carneiro Júnior – Promotor de Justiça – MPAL
86. Harley Wanzeller Couto da Rocha – Juiz do Trabalho – TRT/8ª
87. Helena Rodrigues Duarte – Promotora de Justiça – MPDFT
88. Isabela Lobão dos Santos – Juíza de Direito – TJRJ
89. Isabel Augusto Cristina de Jesus – Promotora de Justiça – MPDFT
90. Israel Pinheiro Torres – Promotor de Justiça – MPDFT
91. Itala Maria De Nazare Braga Cicerelli – Promotora de Justiça – MPBA
92. Jaqueline Ferreira Gontijo – Promotora de Justiça – MPDFT
93. João Miu – Procurador da República – MPF/RJ
94. Jonas F. L. Pinheiro – Promotor de Justiça – MPDFT
95. José Carlos de Oliveira Campos Júnior – Promotor de Justiça – MPMG
96. José J. Benfica – Juiz de Direito (aposentado) – TJMG
97. Juliana Kalichsztein – Juíza de Direito – TJRJ
98. Karel Ozon Monfort Couri Raad – Promotor de Justiça – MPDFT
99. Karla Dias Sandoval Mattos Silva – Promotora de Justiça – MPES
100. Karoline Araújo do Prado – Promotora de Justiça – MPDFT
101. Katie de Sousa Lima Coelho – Procuradora de Justiça – MPDFT
102. Kleber Martins de Araújo – Procurador da República – MPF
103. Leandro Cadenas Prado – Juiz Federal – JFPR
104. Leandro Lara Moreira – Promotor de Justiça – MPDFT
105. Leandro Lobato Alvarez – Promotor de Justiça – MPDFT
106. Leonardo Augusto de Andrade Cezar dos Santos – Promotor de Justiça –
MPES
107. Leonardo Giardin de Souza – Promotor de Justiça – MPRS
108. Leonardo Teles – Juiz de Direito – TJ/RJ
109. Liliane Guimarães Cardoso – Promotora de Justiça – MPDFT
110. Liv Ferreira Augusto Severo Queiroz – Promotora de Justiça – MPRN
111. Lívia Cruz Rabelo – Promotora de Justiça – MPDFT
112. Livingstone dos Santos Silva Filho – Juiz de Direito – TJRJ
113. Lúcia Helena de Lima Callegari – Promotora de Justiça – MPRS
114. Luciana Asper y Valdes – Promotora de Justiça – MPDFT
115. Luciana Bertini Leitão – Promotora de Justiça – MPDFT
116. Luciana Costa Medeiros – Promotora de Justiça – MPDFT
117. Luciano Rocha de Oliveira – Promotor de Justiça – MPES
118. Luís Henrique Ishihara – Promotor de Justiça – MPDFT
119. Luiz Antonio Bárbara Dias – Promotor de Justiça – RS
120. Luiz Gomes da Rocha Neto – Juiz de Direito – TJPE
121. Marcelo Alvarenga Faria – Promotor de Justiça – MPRJ
122. Marcelo Rocha Monteiro – Procurador de Justiça – MPRJ
123. Marcelo Rocha Monteiro – Procurador de Justiça – MPRJ
124. Marcelo Teixeira – Promotor de Justiça – MPDFT
125. Marcelo Villas – Juiz de Direito – TJRJ
126. Márcia Frainer Miura – Juíza do Trabalho Substituta – TRT 17ª Reg.
127. Márcia Pereira da Rocha – Promotora de Justiça – MPDFT
128. Márcio Luís Chila Freyesleben – Procurador de Justiça – MPMG
129. Márcio Vieira de Freitas – Promotor de Justiça – MPDFT
130. Marcos Eduardo Rauber – Promotor de Justiça – MPRS
131. Marco Tulio de Oliveira e Silva – Procurador da República – MPF/GO
132. Maria Claudia Bedotti – Juíza de Direito – TJSP
133. Mariane Guimarães de Mello Oliveira – Procuradora da República – MPF/GO
134. Marvin Moreira – Juiz de Direito – TJRJ
135. Marya Olímpia Ribeiro Pacheco – Promotora de Justiça – MPDFT
136. Mauro Vasni Paroski – Juiz do Trabalho – TRT 9ª Reg.
137. Max Guerra Kopper – Promotor de Justiça – MPDFT
138. Milton de Carlos Júnior – Promotor de Justiça – MPDFT
139. Misael Duarte Pimenta Neto – Promotor de Justiça – MPPR
140. Moema Ferreira Giuberti – Promotora de Justiça – MPES
141. Naira Assis Barbosa – Juíza de Direito – TJ/SP
142. Neuza Gonçalves Soares Mação – Promotora de Justiça – MPES
143. Newton Cezar Valcarenghi Teixeira – Promotor de Justiça – MPDFT
144. Nilton de Barros – Promotor de Justiça – MPES
145. Patrícia Ceni – Juíza de Direito – TJMT
146. Patricia Pimentel Chambers Ramos – Promotora de Justiça – MPRJ
147. Paula Gonzalez Teles – Juíza de Direito – TJRJ
148. Paulo Luciano de Souza Teixeira – Juiz de Direito – TJRJ
149. Péricles Manske Pinheiro – Promotor de Justiça – MPDFT
150. Priscila Naegele Vaz Xavier – Promotora de Justiça – MPRJ
151. Rachel Mergulhão Tannembaun – Promotora de Justiça – MPES
152. Rafael Meira Luz – Promotor de Justiça – MPSC
153. Rafael Paula Parreira Costa – Procurador da República – MPF/GO
154. Rafael Silva Paes Pires Galvão – Promotor de Justiça – MPRN
155. Renata Beatriz Oliveira Ferreira Nemer – Promotora de Justiça – MPES
156. Renata Guarino Martins – Juíza de Direito – TJRJ
157. Renato Barão Varalda – Promotor de Justiça – MPDFT
158. Ricardo Prado Pires de Campos – Procurador de Justiça – MPSP
159. Rita de Cássia Mendes de Souza – Promotora de Justiça – MPDFT
160. Rita de Cássia Nogueira Lima – Procuradora de Justiça – MPAC
161. Roberta dos Santos Braga Costa – Juíza de Direito – TJRJ
162. Rodrigo de Magalhães Rosa – Promotor de Justiça – MPDFT
163. Rodrigo Dias da Fonseca – Juiz Trabalho – TRT da 18ª Reg.
164. Rodrigo Merli – Promotor de Justiça – MPSP
165. Rogério Leão Zagallo – Promotor de Justiça – MPSP
166. Romulo Paiva Filho – Procurador de Justiça – MPMG
167. Ronaldo Lara Resende – Promotor de Justiça – MPRS
168. Ronie Carlos Bento de Sousa – Juiz do Trabalho – TRT 18ª Reg.
169. Ruth Kicis Torrents Pereira – Procuradora de Justiça – MPDFT
170. Sérgio Cunha de Aguiar Filho – Promotor de Justiça – MPRS
171. Sérgio Fernando Harfouche – Procurador de Justiça – MPMS
172. Sérgio Louchard – Promotor de Justiça – MPCE
173. Sérgio Luiz Rodrigues – Promotor de Justiça – MPRS
174. Silvia Regina Becker Pinto – Promotora de Justiça – MPRS
175. Silvia Regina Portes Criscuolo – Juíza de Direito – TJRJ
176. Silvio Miranda Munhoz – Procurador de Justiça – MPRS
177. Sueli Lima e Silva – Promotora de Justiça – MPES
178. Suzane Viana Macedo – Juíza de Direito – TJRJ
179. Sylvia Therezinha Hausen de Arêa Leão – Juíza de Direito – TJRJ
180. Tathiana Correa Pereira S Façanha – Promotora de Justiça – MP/MS
181. Thiago Gomide Alves – Promotor de Justiça – MPDFT
182. Tiago Boucault Pinhal – Promotor de Justiça – MPES
183. Tomás Busnardo Ramadan – Promotor de Justiça – MPSP
184. Vilmar Ferreira de Oliveira – Promotor de Justiça – MPTO
185. Vivian Caldas – Promotora de Justiça – MPDFT
186. Viviane Tavares Henriques – Procuradora de Justiça – MPRJ
187. Vladimir Aras – Procurador Regional da República – MPF
188. Walmor Alves Moreira – Procurador da República – MPF/SC
189. Wesley Miranda Alves – Procurador da República – MPF/MG

Responder

    Rosa

    09 de julho de 2018 às 15h11

    Viola a ordem jurídica?
    E que ordem jurídica existe no Brasil?
    Só aquela que interessa aos poderosos.
    Lula é um preso político de acordo com a Fundação Internacional de Direitos Humanos. E agora?
    Todas as decisões são políticas.

    Responder

Grupo de Juristas Renomados em defesa da Democracia

09 de julho de 2018 às 11h29

esta na hora do corajoso povo guerreiro do nordeste comecar a comparar porque o Nordeste, que sempre vota em governadores esquerdistas, esta tao atrasado e o porque o Sul/Sudeste esta tao adiantado. Nao da para eles conseguirem a igualdade votando do jeito que votam. A regiao precisa desta reviravolta para evoluir.

Responder

    Alan Cepile

    09 de julho de 2018 às 13h32

    MG, RJ e RS são “exemplos” de como se administra…. Viva o sudeste avançado!

    #sqn

    Responder

    Rosa

    09 de julho de 2018 às 16h05

    Você deturpa tudo ou só em ocasiões especiais.
    O sudeste sempre foi mais abastado que o NE.
    Primeiro, por conta da lavoura cafeeira, segundo devido à industrialização.
    Os nordestinos não votaram sempre na esquerda.
    E na ditadura militar não havia democacia como você sabe.
    Estude a história da esquerda no Brasil pra não falar bobagens.

    Responder

fabio Lima

09 de julho de 2018 às 11h12

Não é à toa que o Nordeste é a mais atrasada região do país !

Responder

    Rosa

    10 de julho de 2018 às 11h45

    O Brasil todo é atrasado, querido.
    Em relação à Europa, estamos na Idade Média.
    Até seu sudestezinho, conservador.

    Responder

stalingrado Lula da Silva

09 de julho de 2018 às 11h11

O gol de placa do PT contra o Partido da Justiça foi sensacional.
Lula vai conseguir eleger o poste Haddad e será anistiado na sequência.
#HaddadNoGovernoLulaNoPoder.
P.S. O Professor de Direito Ciro Jeirissati agora está no ‘imbroglio’ da indefinição. É contra ou a favor do Partido da Justiça?

Responder

Rosa

09 de julho de 2018 às 10h50

Levante popular? Isso não aconteceria no Brasil e se acontecesse seria fracassado.
O povo brasileiro não é politizado. Acha errado fazer greve e não apoia o outro trabalhador que está fazendo greve. Repete o que a Globo diz. Se Globo falou é certo.
Apenas uns 35% a 40% da população brasileira é politizada. Isso eu sendo muito otimista.
A ideologia da classe dominante é ainda muito poderosa e convence aqueles que não tem informação.
Um levante popular com gente politizada é uma coisa. Mas, sem consciência política da maioria do povo brasileiro seria um fracasso. Não haveria adesão. O maior inimigo da democracia é mesmo um povo iletrado e isso a direita consegue formar bem. Temos que ganhar nas eleições legítimas, apesar do contra ataque em que usam de todas as ações ardilosas, enganadoras possíveis para enfraquecer a esquerda.
Um levante popular não nos daria legitimidade. O golpe foi sujo, mas usando instrumentos democráticos. O que fez milhões de brasileiros afirmarem que não foi golpe. Pois apenas um impeachment. Os sem-noção.
Enquanto os de classe mais baixa repetirem que as manifestações políticas de esquerda são de gente que não tem nada o que fazer e só querem provocar tumulto é sinal que não se pode contar com grande parte da população que está despolitizado. Também já ouvi: espero que os vândalos não destrua meu golzinho velho. É o cúmulo.Mas, estamos no Brasil. população sem estudo, sem formação política. Por isso presidente golpista tratou logo de enfraquecer a educação nas escolas e defender a escola sem partido. Ou escola sem discussões políticas. É triste nossa realidade.

Responder

Alan Cepile

09 de julho de 2018 às 09h30

Não adianta pedir nada pra golpistas, só uma revolução popular poderia dar jeito nisso, mesmo assim tenho dúvidas se funcionaria, primeiro pq nosso povo não é acostumado com isso, e segundo pq o partido que se diz dono da esquerda em nenhum momento manifestou interesse de um levante popular, só sabe ficar de mimimi.

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com