Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Renan Calheiros. Crédito: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Fachin homologa delação contra Renan Calheiros

Por Redação

30 de dezembro de 2018 : 09h43

No Zero Hora

STF homologa delação que atinge o senador Renan Calheiros

Acordo teria sido homologado no fim do mês passado, tornando-se novo obstáculo aos planos de Calheiros para se eleger presidente do Senado

29/12/2018 – 09h46min

Uma nova pedra foi colocada no caminho do senador Renan Calheiros (MDB-AL) para chegar à presidência do Senado na próxima legislatura. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin homologou a delação premiada do lobista Jorge Luz, que relatou à Procuradoria-Geral da República (PGR) ter realizado pagamentos milionários de propina ao senador e seu grupo político. As informações são do jornal O Globo.

Após uma negociação que durou mais de um ano, a PGR assinou, no início de novembro, o acordo de delação com Luz e seu filho Bruno, ambos lobistas que atuavam na Petrobras e tinham relação com políticos do MDB. No acordo, mantido sob sigilo no STF, teria ficado acertado um ressarcimento aos cofres públicos de, aproximadamente, R$ 40 milhões – valor calculado com base nos crimes e repasses de propina operados por eles.

Expectativa de novas delações

Trata-se da primeira delação capitaneada pela Lava-Jato de Curitiba que obteve o aval da atual procuradora-geral da República Raquel Dodge — a lentidão na assinatura dos acordos tem sido uma crítica dos procuradores da força-tarefa. A expectativa dos investigadores é de que, depois dessa, novas delações sejam destravadas na atual gestão da PGR, e de que a operação retome o fôlego.

Por conta da delação já homologada, Fachin permitiu que Bruno Luz, atualmente preso em Curitiba, saísse temporariamente da carceragem da Polícia Federal para passar o Natal em casa, de acordo com fontes da PF. O documento foi expedido para a Justiça Federal de Curitiba na semana passada. Já Jorge Luz está em prisão domiciliar desde fevereiro deste ano para tratar problemas de saúde.

Contrapontos

A defesa de Jorge e Bruno Luz afirmou que não iria fazer comentários. Já a defesa de Renan Calheiros negou as acusações. “O senador Renan já afirmou que conheceu Jorge Luz há aproximadamente 20 anos e desde então nunca mais o encontrou. Repita-se que o senador jamais autorizou, credenciou ou consentiu que terceiros utilizassem o seu nome. Não por outra razão, nove processos já foram arquivados seja pelo Supremo Tribunal Federal, seja pelas instâncias ordinárias”, disse, em nota enviada ao jornal O Globo, o advogado Luís Henrique Machado.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

13 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Railton Melo

01 de janeiro de 2019 às 20h19

Esse Fachim é um filho da puta, foi só o senador declarar na rede o retalhamento do corpo do preso político LULA para recomeçar a perseguição de quem o defende. Esse tipo de justiça já é manjado

Responder

Darcy Sales

01 de janeiro de 2019 às 11h10

As provas são só as delações Miguel? Nem um papelzinho, nem um email, nada? Então tá! É por isso que leio mais o Fernando Brito.

Responder

Luis Campinas

30 de dezembro de 2018 às 21h34

Nos bons tempos do cafezinho, uma matéria como essa daria uma boa análise do Miguel. N texto, entre tantas e boas reflexões, trataria do papel central desempenhado pelo judiciário e MP no combate a tudo que se apresente como resistência ao fascismo, que eles ajudaram a implantar a mando de quem muito visitaram. Sintomático que o acordo dessa delação tenha ocorrido, exatamente depois de declarações contundentes do senador a favor de Lula e seu papel importante no senado federal. Como diriam as “santas” teorias conspiratórias: Teori foi aquele que não se permitiu silenciar diante de Moro e muito provavelmente não desempenharia o papel que seu substituto ínclito único de esquerda, por sei lá quais motivos, se dispôs a cumprir. Quem sabe um dia, saibamos as razões, assim como de tantas outras coisas estranhas, mas que produzem resultados sempre para os fascistas!

Responder

    Alan Cepile

    31 de dezembro de 2018 às 19h44

    Nego reclama, reclama, reclama do Miguel, mas percebem, por comparação simples, que O Cafezinho é melhor que os outros blogs puxadinhos do PT, aí sempre estão por aqui…

    Responder

      Luis Campinas

      31 de dezembro de 2018 às 20h30

      Eu gostava das tiradas dele, portanto é pela história dele sim com um mix de incredulidade com alguma esperança que o caldo não entorne muito. Vamo olhando, não tanto quanto antes mas olhando. É bom acompanhar!

      Responder

      marco

      01 de janeiro de 2019 às 14h30

      Também acho o blog um “não alinhado”.
      Um blog “plural”.

      Responder

Paulo

30 de dezembro de 2018 às 18h55

Pobre Alagoas, já perdeu Floriano Peixoto e Teotônio Vilela e ganhou Calheiros e Collor…

Responder

Alan Cepile

30 de dezembro de 2018 às 16h50

Não tem problema, a bárbie do Paraná já está articulando um salvamento do amigo Renan, afinal, não se abandona um companheiro na estrada.

Responder

Justiceiro

30 de dezembro de 2018 às 15h30

Renan canalheiros quer ser presidente do Senado,de novo.

Já conta com os votos da bancada do PT.

Responder

    Paulo

    31 de dezembro de 2018 às 10h19

    Prezado justiceiro. Tenho acompanhado alguns de seus comentários esdrúxulos e prepotentes neste blog.
    Deixa eu chutar no mesmo tom que o Sr. Utiliza: vc tem por volta de 30 anos, está desempregado, mora com a mãe e não tem sequer uma namorada. Só isso pra justificar sua participação ativa e espantosa nas respostas aos petistas.

    Responder

      Justiceiro

      31 de dezembro de 2018 às 10h45

      Quem parece criança mimada é você.

      Deixe de parolagem e conteste meu comentário. quero ver você negar.

      Responder

        Carlos Eduardo

        31 de dezembro de 2018 às 11h31

        Não vai negar pq ele sabe que é verdade, simples assim.

        Responder

Renato

30 de dezembro de 2018 às 11h35

É górpi , é górpi, é górpi, é górpi !

Responder

Deixe um comentário