Live de Haddad e Pimenta

Divulgação. Fonte: http://www.paulonegrao.com.br/2018/04/criada-comissao-externa-da-camara-para.html

Toledo: O que a esquerda ganhou na Câmara?

Por Miguel do Rosário

02 de fevereiro de 2019 : 13h56

No Portal Disparada

THOMAS DE TOLEDO: O que a esquerda ganhou com as eleições para a Câmara?

Por Thomas Toledo

Eleições para qualquer casa legislativa raramente se dão em torno de um programa eleitoral, esquerda ou direita, porque as bancadas já foram eleitas. Tratam-se, portanto, de um acordo para a divisão de cargos na mesa diretora e nas comissões, que dão o ritmo de toda atividade parlamentar. Assim, o que conta não são as melhores ideias, discursos mais inflamados ou quem adesiva mais perfis nas redes sociais, mas a habilidade em movimentar peças para assegurar os interesses próprios de cada agremiação.

Ontem, na eleição pra mesa diretora da Câmara, cada partido de esquerda jogou suas cartas. O PT pretendia acima de tudo ficar com a liderança da oposição e assumir um ou dois lugares na mesa. O PSOL, lançar uma candidatura sem chances de vencer, mas boa para bater bumbo à plateia das redes sociais. O PSB queria uma vaga na mesa. O PDT, também ansiava pela mesa e por tirar do PT o protagonismo de liderar a oposição. O PCdoB precisava garantir o reconhecimento da incorporação do PPL e assegurar a presença nas comissões que dão visibilidade e força a seus deputados se posicionarem para enfrentarem as reformas bolsonaristas.

Quem baixou a primeira carta foi o PSOL, lançando unilateralmente a candidatura de Freixo, o que gerou um mal estar na esquerda, que sabia de sua inviabilidade. Em seguida, o PCdoB e o PDT anunciaram que não fechariam com Freixo e que apoiariam um candidato que tivesse chance real de vencer para terem vagas na mesa e nas comissões. O PT fez o terceiro movimento: afastou o PSB do PCdoB e PDT, prometendo-lhes a primeira chamada da chapa na mesa, em troca de ficarem com a segunda chamada e a liderança da oposição; ao PSOL, o PT prometeu apoio público a Freixo pra jogar pra plateia e nos bastidores fechou apoio parcial a Maia.

No meio da semana, o PT publicou um chamado provocador à “unidade da esquerda”, instando publicamente o PCdoB e o PDT a apoiarem seu bloco, sem prometerem nos bastidores aquilo que estes demandavam. PCdoB e PDT ficaram quietos e mexeram suas peças, com um desfecho surpreendente.

O bloco da centro-direita juntou mais de trezentos deputados, o que lhe dá maioria na mesa. O do PT, PSB, PSOL e Rede aglutinou 97 deputados. Tudo parecia indicar que PCdoB e PDT caminhavam pro isolamento, quando inscreveram uma chapa com uma miríade de partidos de centro e alcançaram surpreendentemente 105 deputados. Ficaram em segundo lugar, o que garante a liderança da oposição e duas chamadas na mesa.

Cheque-mate nos planos do PT de ser o partido que liderará a oposição, tarefa que caberá agora ao PDT. Pra completar, a articulação desastrosa petista quase deixou-os fora da mesa, pois sua chapa só conseguiu duas chamadas e o PT, mesmo tendo a maior bancada, conseguiu apenas a última suplência.

Quando PT e PSOL perceberam que tinham fracassado, partiram para a baixaria. Atacaram a incorporação do PPL ao PCdoB e usaram o palanque da câmara para fazerem um discurso sectário contra este partido. O líder comunista respondeu que na luta contra o governo Bolsonaro eles precisarão estar juntos. Mas qual clima fica? Manuela escreveu um desabafo de quem está cansada de sempre ver seu partido se sacrificar pelo “bem maior”, sem ter o apoio dos aliados para suas demandas. Ou seja, feridas ficaram abertas.

Essas eleições à câmara deixaram claro que não há mais espaço para o PT seguir impondo hegemonismo a todo custo. A candidatura fake de Lula nas eleições, a anulação do PSB, a cooptação por chantagem do PCdoB, o isolamento do PDT e lançamento tumultuado da chapa Haddad/Manu gerou rusgas na esquerda e facilitou a vitória de Bolsonaro. Em vez de melhorar o clima, as eleições à câmara pioraram.

Resta agora saber até quando o PT ficará disputando poças d’água, quando se tem um oceano pra navegar e até quando o PSOL seguirá fazendo ao público o papel de virgem vestal, sem de fato garantir o que interessa: a resistência real ao bolsonarismo, ocupando espaços que não devem ser tomados por eles.

Por último, para vencer o bolsonarismo, “frente de esquerda” é inútil nesta correlação de forças, ainda mais se for liderada pelo PT, que mostrou nestas eleições ter a maior rejeição na sociedade. Bolsonaro só ganhou graças ao antipetismo. Portanto, é preciso uma “frente ampla” que aglutine além da esquerda, setores do centro, do campo popular, democrático e nacional. Primeiro o programa, depois os líderes.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

39 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Nilson Messias

07 de fevereiro de 2019 às 13h25

PT e PSOL, não ganharam nada. A direita ganhou tudo!

Responder

Rivelino Jorbélio

04 de fevereiro de 2019 às 02h34

Camarada Zé:

Boa noite.

Nesse momento, de madrugada, você vai fazer o seguinte:

Aí no escuro da noite, sem se levantar, do fundo de seu quarto (ou do sofá da sala), irá falar assim:

— Páááátria Educadora.

Sim! E com firmeza, certo? Bem cravado. No escuro mesmo. Com inabalabilidade e desassombro. Assim ó: «Pááááátria Educadora».

Naturalmente que a Renata — sua filha, irá acordar. E sua mulher irá acender a luz e vai verificar. Não se preocupe. Não tem problema. Não fale mais nada! Fique em silêncio. Quietinho. E nem acenda a luz.

Depois de uns dez minutinhos, tudo voltará como antes.

Aí você vai se levantar, devagarinho; irá até ao banheiro aí no corredor, olhará bem dentro de seu OlhO (mas bem dentro mesmo), no espelho grande e com enoooorme firmeza, a luz acesa, irá FALAR com a boca bem cheia, em um só fôlego:

— Pátria Educadôôôôôra.

Alguma dificuldade? Lógico que não! Você quando criança tomou seu leite Ninho, não tomou? Então, fortaleza.

Com a boca bem cheia — beleza? —, e com precisão e energia: Pááááátria êducadôôôôra.

RJ.

Responder

Vinícius

03 de fevereiro de 2019 às 18h44

Esse site é de esquerda?
Esse site é anti petista?
Esse site é patrocinado por Ciro?
Por favor, tirem minhas dúvidas.

Responder

    Carlos Eduardo

    04 de fevereiro de 2019 às 12h55

    Sim, não e não.

    Responder

Zé Maconha

03 de fevereiro de 2019 às 11h01

PSOL= manteve postura crítica ao PT e fez oposição , mesmo quando Lula tinha 90% de aprovação.
Quando veio o golpe , a perseguição a Lula e a ascenção da extrema direita ficou ao lado do PT e de Lula na dificuldade.
PDT= fez parte do governo Lula , nunca criticava a corrupção petista na época , Lupi e Ciro lambiam Lula como dois cachorrinhos.
Na dificuldade apoiaram o golpe , abandonaram Lula e agora articulam pra isolar o PT.
O PDT é um partido de hipócritas e canalhas da pior espécie.

Responder

    Ultra Mario

    03 de fevereiro de 2019 às 16h15

    Peraí, mas não era o Ciro que era o traidor por ter saído do governo devido a corrupção?

    O PSOL não eram os traidores, a esquerda que a direita gostava, por tere, saído do partido devido a corrupção?

    A Marina também, outra que saiu do governo devido a corrupção.

    Petistas são hipócritas de primeira linha. Criam uma narrativa e acreditam nela com todas as forças.

    Assim como o PSDB em seu período de maior decadência, ficam truculentos, dão seus últimos relinchos e saem do cenário nacional.

    Responder

    Johnny Mendes

    04 de fevereiro de 2019 às 14h48

    Companheiro existe um equívoco no seu comentário sobre o posicionamento do PSOL, não sei se por esquecimento ou de forma intencional, no seu comentário vc não colocou certos FATOS que o contradiz, como por exemplo o PSOL ter se posicionado contra o golpe nos 45 do segundo tempo depois de perceber a gravidade da situação e suas consequências, ou da manifestação do PSOL contra o PSOL puxado por Chico Alencar contra a candidatura de Boulos, o motivo disso? O fato do Boulos ter um bom diálogo com Lula e o PT, e o pior de todos os fatos é que o PSOL só rompeu com a barreira do isolamento após a perda de um dos seus melhores quadros que foi a execução de Mariele, pois até esse momento o PSOL estava fazendo coro com a perseguição ao Lula…

    Responder

josé marques da silva

03 de fevereiro de 2019 às 02h46

SEMPRE FOI ASSIM , A TAL “ESQUERDA” SÓ SE UNE NA CADEIA ! Vão se fuder todos os que acham que são apenas manobras parlamentares !
Depois escrevem livrinhos que fulano não quis se juntar por isto e mais aquilo , um quilo disso ,um grilo menos daquilo … É TUDO E APENAS BRIGA DE PODER , pois jogam e sempre jogaram fora ideologia defensora do povo na primeira lata de lixo ! Voces são é medrosos , MARIELE FOI BRAVA , LUTADORA E MERECE TODAS AS ROSAS JOGADAS AO SEU CAIXÃO O QUE ELA NÃO MERECE É UMA ESQUERDA EGOÍSTA E FAMINTA PELO PODER ! “ESQUERDA” OU “DIREITA” É APENAS A MÃO QUE ROUBA O POVO ! O Senador Lindiberg juntamente com Requião possuem depoimento semelhante a isto, na votação da exploração do Petróleo , onde dizem que estava ganho a questão mas daí após a parada pro almoço e uma reunião no Palácio tudo mudou ! E aí , vão continuar a chamar isto de esquerda e aquilo de direita ??? ahhh me dão licença que vou junto com o MARANHÃO … vou é pro banheiro ! que manobras furadas são essas ??

Responder

NeoTupi

03 de fevereiro de 2019 às 02h35

O que a esquerda (PT, Psol) ganhou foi votos populares nas próximas eleições.

Responder

    Carlos Eduardo

    04 de fevereiro de 2019 às 12h59

    Isso é sério mesmo???

    Responder

      Pedro Accioli

      04 de fevereiro de 2019 às 14h57

      Se liga mané, a esquerda cirandeira não consegue mais do que 5% nas intenções de voto sem o apoio de Lula!!!

      Responder

NeoTupi

03 de fevereiro de 2019 às 02h32

O que eu vi foi o Pdt e Pcdob aceitarem legendas de aluguel emprestadas pelo governismo para escolher a oposição que queriam, a mais frouxa.
O que se diz nos bastidores é que foi Rodrigo Maia quem articulou esse bloco com o Pdt e Pcdob para tirar do PT a liderança da minoria.
O PT, Psol, Psb e Rede cumpriram seu papel perante o eleitorado de oposição. Isso não é derrota. E mais cedo ou mais tarde o pêndulo do eleitor de centro muda novamente. Basta a vida não melhorar sob esta nova direção.
Fico com aquela frase do Darcy Ribeiro: “(…) detestaria estar ao lado dos vencedores”.

Responder

ALTAMIR GOMES PINHEIRO

02 de fevereiro de 2019 às 22h41

Surpreende a não compreensão do fenomeno politico que ocorre no Brasil. O PT é o maior partido do Brasil e o fato de não ser hegemonico não significa que não deva liderar a oposição. O PDT não existe mais a partir do momento em que oscila com os altos e baixos dos humores de sua estrela provisoria, Ciro Gomes, que já se sabe mudará de legenda tão logo o quadro politico assim o inspire. PDT não tem certeza se será oposição. Mas quer liderar a oposição. Não tem voto e precisa de Ciro Gomes pra dizer que não é nanico. Ciro Gomes não tem partido e precisa do PDT pra se livrar da pecha de caudilho. O que faz um analista politico achar que o PT tem que abrir mão de sua natural posição de lider da oposição? Moro na Baixada Fluminense, terra onde Leonel Brizola “brincou” de ganhar eleiçoes, mas aqui só existe uma resistencia reconhecida a supremacia da direita: o PT. Agora, o Cafezinho quer ser mais realista que o rei. Quer impor um partido que não tem voto, a não ser amarrado pelo cabresto de um caudilho que não tem sigla, a não ser em e´poca de eleição. O Cafezinho já era. Desisto…

Responder

    Pedro Accioli

    04 de fevereiro de 2019 às 14h58

    PT virou um antro de cirandeiros atualmente, não representa mais os trabalhadores e se consegue bastante voto ainda é graças ao carisma de Lula, no dia em que ele falecer, o PT irá começar a minguar!!

    Responder

Justiceiro

02 de fevereiro de 2019 às 22h07

O que as esquerda ganhou?

UMA NABA!!!

Responder

    Zé Maconha

    03 de fevereiro de 2019 às 11h09

    O Justiceiro tenta parecer educado mas é só ler umas verdades nos comentários que começa a dar xiliques e usar seu palavreado xulo de pobre de direita infantil.
    Ou ele é um moleque sustentado pela aposentadoria dos pais e virgem ou é um tiozão assalariado casado com uma baranga gorda.

    Responder

Nelson Perez de Oliveira junior

02 de fevereiro de 2019 às 21h11

Quem tem 12 por cento dos votos tem rejeicao de 88 por cento dos eleitores. Partidos q tem estratégias palacianas não tem rua. Pt tem rua e sempre terá. O Ciro sempre tera Paris. Pra fugir quando não jogam do jeito q ele quer. Q candidatura fake vc fala. Lula tinha o direito de ser candidato. E o foi e com duas semanas o Haddad foi pro segundo turno. Se mostrassem as coisas de Queiroz e Flávio hj era o presidente do Brasil. O PC do b e a prostituta da vez. Cada vez vai ficar menor. E os partidos q foram contra o PT vao ficar menores porque a pauta da direita vai lhe tirar os votos. Vamos esperar a próxima eleição e com nossos 25 ou 30 por cento dos votos quem vai conosco pro segundo turno. Até lá o povo vai ver o ferro q a direita fez e os traidores da esquerda. Até lá a ONU condena o Brasil e se Lula for pro Nobel vai ficar feio pro cafezinho q e a esquerda q a direita gosta! K

Responder

    Roque

    02 de fevereiro de 2019 às 21h20

    A ONU tá cagando e andando para o calango bebum… E tem outra, o Lula tá presos babaca.

    Responder

    Zuzu

    04 de fevereiro de 2019 às 08h15

    Larguem do Lula… Quanto mais o PT e a esquerda ficarem colados nele, mais repúdio da populacao em geral terao. Duas coisas que os petistas tem dificuldades de enxergar:
    -Lula ficará preso por um bom tempo e tem mais 8 processos para responder, e sera condenado em no mínimo, mais uns 4 deles.
    – A ONU jamais se pronunciará a favor de Lula, a 5 anos que estao te enrolando com essa ladainha.
    – Lula Nobel da Paz é uma piada… Ele foi inscrito para concorrer, que é só pagar as altas taxas, nao significa nada, qualquer um pode fazer. Mas ele ganhar é impossível, pois ele esta ligado a diversos casos de corrupcao, que mesmo que se “nao provados” eliminam qualquer chance dele. Essa história é só mais uma jogada de marketing para manipular o povao e colocar Lula em evidencia por mais um tempinho…

    Responder

    Pedro Accioli

    04 de fevereiro de 2019 às 17h28

    Cala a boca seu lacrador ou petista otário!!! Grande m***** o Haddad ter ido para o segundo turno sem nenhuma chances de vitória! Vocês entregaram a vitoria ao Bozo de presente e nunca serão perdoados por isso!!!! Todo mundo sabia que o PT não ia ter chances de vencer sem o Lula!, devido ao enorme sentimento antipetista da população!!! Todo mundo sabia que não iam deixar o Lula ser candidato e todo mundo sabia que o Ciro era o unico do campo progressista com chances de vitória!!!! Ouvir verdades doi mas é preciso meu caro! O antipetismo não é algo apenas

    Responder

Cleide

02 de fevereiro de 2019 às 20h42

Quem vai pras ruas nao sao os outros partidos e sim a militancia do PT que é grande. Pt tem que fazer isso mesmo. Ciro nao ganhou pq nao teve voto e ainda dividiu as esquerdas. Nao esquecendo que PT elegeu 53 deputados. Queriam o que??Trair sua militancia que apoia e da voto?? os nanicos querem ser protagonistas> Vao a luta, Vao pra rua. Vcs é que estao entregando o pais aos derrotados DEM e o medocre Bolso. Vcs foram culpados. Que vergonha. Triste com PCdo B. Agora so faltam se alinharem com o Bolso, Triste,

Responder

    Pedro Accioli

    04 de fevereiro de 2019 às 18h33

    Ciro não ganhou porque foi sabotado ao extremo pela cupula petista e de forma imperdoável! Colocaram o Haddad com votos suficientes para passar para o segundo turno e sem chances de vencer neste!!! Ou seja, grande m****!!!! Agora a tendência é o PT cair porque depende de um homem: Lula e este está preso e no dia em que falecer, o fim do partido será certo!!!!

    Responder

Robert Roal

02 de fevereiro de 2019 às 19h00

“…PT, que mostrou nestas eleições ter a maior rejeição na sociedade. Bolsonaro só ganhou graças ao antipetismo.”

E o PDT, diante dessa constatação, atuou para diminuir ou aumentar a rejeição ao PT?

Responder

Marcos Videira

02 de fevereiro de 2019 às 18h24

É preciso uma Frente Ampla que reúna TODOS os democratas.
E o PT precisa entender que ele é apenas PARTE dessa Frente e não o DONO da Frente.
Aliás, a facada que o PT deu nas costas do PCdoB foi de fuder !!!

Responder

Paulo

02 de fevereiro de 2019 às 18h16

A esquerda, na câmara, levou o que a Luzia levou atrás da horta….e no senado, aparentemente, o onyx fritou até o Renan, que teve de retirar a candidatura.
Flawless victory para o Bolsonaro….

Responder

Samuel

02 de fevereiro de 2019 às 17h13

Falou tudo e não é de hoje. Não da pra implementar uma estratégia programática se sua principal motivação enquanto partido é ser protagonista de tudo sempre… certa parte da esquerda não entende e fica jogando pra plateia das bolhas..

Responder

Rodrigo

02 de fevereiro de 2019 às 17h05

O PT bem ou mal ainda representa a maioria da esquerda, mas o PDT/Ciro até se unem ao Bolsonaro para destruir o PT. Voltamos aos tempos da Arena. Oposição de faz de conta!

Responder

    Nill

    02 de fevereiro de 2019 às 18h17

    O PDT não está interessado em destruir o PT, ele se auto-destrói sozinho. Na verdade, o PDT, bem como o PCdoB deram seu grito de independência ao não admitirem mais ser tutelados por um partido que só quer o protagonismo através do confronto suicida. Esses dois partidos estão na verdade priorizando o país ao fazerem uma oposição responsável e não aquela em que o PT aposta , que é a oposição pela oposição, indo contra rigorosamente tudo que é proposto pelo governo de plantão, sem ao menos tentar contribuir com idéias agregadoras ou pelo menos tentar mudar aqueles pontos dos quais diverge. Nenhum governo, veja bem, nenhum governo é 100% bom ou 100% ruim. Cabe à oposição filtrar o que é de interesse real do povo e contribuir tentando aprovar o que for possível, e resistir denunciando aquilo que lhe é prejudicial. É isso.

    Responder

    cleide Nunciacao

    02 de fevereiro de 2019 às 20h48

    Insistem em dizer que o derrotado foi o PT, mas é ainda maior bancada na camara, como entao maior derrotado?? derrotado foram aqueles da esquerda que abandonaram seus eleitores e estao tentando ganhar apoio de um governo fake. TRiste. Ciro foi derrotado pelo voto e nao pelo PT. Abandonou o povo brasileiro quando ele mais precisava. Me decepcionou. Como Pt nao querer protagonismo?? Tem maior numero de brasileiros que votaram neles, entao nao pode trair quem votou pra isso. Quem quiser protagonismo vai a luta, vai pras ruas que nem a militancia do PT.

    Responder

      Pedro Accioli

      04 de fevereiro de 2019 às 18h35

      PT virou um antro de cirandeiros acorda!!!!

      Responder

Carlos

02 de fevereiro de 2019 às 15h21

Só uma pergunta: se a situação fosse o contrário, estaria ainda tratando como uma jogada de gênio do pragmatismo politico, ou seira considerada uma traição, mais um exemplo de que se vendeu?

Responder

Nill

02 de fevereiro de 2019 às 15h10

Perfeito!!! Provavelmente, eu não conseguiria ter sido mais preciso nesta análise. O PT tentou ganhar nas duas pontas e se ferrou, como tem sido recorrente, aliás.

Responder

JOAO BATISTA

02 de fevereiro de 2019 às 14h50

Leitura precisa do cenário. Bingo!

Responder

Zé Maconha

02 de fevereiro de 2019 às 14h39

Já nem disfarçam mais , primeiro abraçaram a extrema-direita , agora abraçaram o ódio.
O ódio ao PT é só uma expressão do ódio aos pobres , inclusive o ódio que os pobres tem de si mesmo.
Texto cheio de rancor , inveja , em vez de enfrentar o ódio o usa como justificativa para um discurso sectário.
Brizzola daria um chute na bunda do idiota que escreveu isso.
Realmente o PT é bom demais para o Brasil , nem o povo , nem mesmo a esquerda merecem o bem que o PT fez a esse país.
Falo isso como eleitor do PSOL e que sempre criticou o PT ,mesmo quando Lula tinha 90% de aprovação e Ciro e Lupi lambiam Lula como cachorrinhos.
Criticar a candidatura de Lula passou de todos os limites.
PDT vão dar o cú pro Moro e pro capitão miliciano que vocês ganham mais.

Responder

    Pedro Accioli

    04 de fevereiro de 2019 às 17h11

    Deixa de ser trouxa!!! Todo mundo que não for petista odeia o PT e tem muita gente que se declara de esquerda neste país que não quer mais ver o PT mas nem de perto! Típica opinião de petista fanático e de cirandeiro aproveitador!!!

    Responder

    Pedro Accioli

    04 de fevereiro de 2019 às 17h12

    Vai vc petista fanático!!! Tem muita gente de esquerda neste país que não quer ver o PT mas nem de perto!!!!

    Responder

brasileiro

02 de fevereiro de 2019 às 14h21

Ótimo resumo da situação atual.

Responder

Zé Maconha

02 de fevereiro de 2019 às 14h13

Que nojo!
Abracem logo a extema-direita e parem de conversa.
Ao invés de pregar contra o ódio cego e burro ao PT o usam como justificativa para atacar o PT com esse discurso sectário.
O ódio ao PT é o ódio á esquerda , aos pobres , aos que defendem nossa soberania.
Achar que ele não se estenderá aos outros partidos é uma desonestidade intelectual absurda.
Tenho certeza que o autor não é burro o suficiente pra acreditar nisso.
Brizzola se revirando no túmulo , alguém duvida que se ele estivesse vivo mandaria esse PDT de hoje à merda?

Responder

    Pedro Accioli

    04 de fevereiro de 2019 às 17h12

    Vai vc petista fanático!!! Tem muita gente de esquerda neste país que não quer ver o PT mas nem de perto!!!!

    Responder

Deixe uma resposta

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com