Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

(Brasília - DF, 04/06/2019) Entrega do Projeto de Lei da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ao Presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Foto: Carolina Antunes/PR

As últimas trapalhadas de Bolsonaro

Por Redação

05 de junho de 2019 : 16h29

Recentemente, Jair Bolsonaro parou num restaurante de beira de estrada e almoçou com cerca de 50 caminhoneiros que estavam no local. Perguntado sobre políticas públicas para reduzir o preço do diesel, Bolsonaro desconversou, dizendo que a maior parte do preço se devia ao ICMS, responsabilidade de governos estaduais.

É uma mentira deslavada. O governo federal é o controlador da Petrobras, que detêm, na prática, o monopólio da produção, refino e distribuição do óleo diesel no país.

Não haveria nenhum problema em estabelecer políticas de preço mais estáveis. Bastava não exagerar, como fez Dilma, e sobretudo investir no aumento da capacidade de refino, coisa que Bolsonaro não vem fazendo.

Na verdade, se tivéssemos um governo com projeto nacional, o setor de petroquímica seria um de nossos principais trunfos para alavancar o crescimento econômico do país. Somos um dos poucos países que tem muito petróleo e gás, e uma demanda interna sólida, em função de sermos uma nação continental, com 210 milhões de habitantes, detentora de enormes riquezas naturais.

Com um setor petroquímico desenvolvido, poderíamos ter políticas públicas específicas para a categoria de caminhoneiros, além de usar parte dos recursos para fomentar outros tipos de transporte, em especial o ferroviário.

No mesmo almoço, ainda tentando desviar dos assuntos que realmente importam para os caminhoneiros, como o preço do diesel e a condição das estradas, o presidente trouxe à tôna o assunto das armas, perguntando se eles eram a favor do decreto que flexibiliza o seu uso. Uma das categorias incluídas foram os caminhoneiros, que agora terão mais facilidade para portar armas.

A medida do governo é, naturalmente, mais uma de suas imbecilidades. O que vai acontecer é simplesmente aumentar o número de caminhoneiros assassinados por criminosos, porque o motorista não tem nenhum preparo para usar arma, não é militar (diferente de Bolsonaro); ao mesmo tempo, o ladrão, após saber, pela mídia, que os caminhoneiros agora estão andando armados, tenderá a ser mais violento, talvez matando o motorista antes mesmo que este se renda.

Outra trapalhada de Bolsonaro é seu projeto de lei para alterar o Código de Trânsito no Brasil.

Como sempre, Bolsonaro usa a lógica do “tiozão do zap”. Seus projetos não são fundamentados em nenhum estudo sobre sua efetividade, e representam, por isso, mesmo um enorme risco para milhões de brasileiros, visto que o país tem sido, há anos, um dos campeões mundiais de acidentes de trânsito.

Para se ter uma ideia, a taxa de mortalidade nas vias brasileiras é duas vezes maior que a dos Estados Unidos.

Um estudo feito pelo Centro de Pesquisa e Economia do Seguro (CPES), da Escola Nacional de Seguros, divulgado amplamente na imprensa há dois anos, estimava que o Brasil sofrera um prejuízo de R$ 146,8 bilhões com mortes e ferimentos relacionados ao trânsito em 2016, e mais R$ 217,11 bilhões em 2015. Ou seja, em dois anos, acidentes de trânsito produziram prejuízos ao país da ordem de mais de R$ 350 bilhões, o que dá em média R$ 175 bilhões por ano. Em dez anos, portanto, acidentes de trânsito significariam prejuízo de R$ 1,75 trilhão! É quase duas vezes o que Bolsonaro quer economizar, no mesmo período, com uma reforma da previdência voltada para assaltar a aposentadoria do brasileiro mais pobre.

Em 2016, ocorreram 33.346 mortes mais 28.032 casos de invalidez permanente.

Na verdade, essa contabilidade financeira é um tanto cínica, feita por profissionais ligados ao mercado de seguro, porque os custos da morte e da invalidez permanente são incalculáveis.

Ainda no decreto de Bolsonaro, ele quer remover a proibição da cadeirinha de segurança para crianças pequenas.

Outra mudança proposta por Bolsonaro é elevar para 40 pontos, o limite de pontos em que o condutor tem sua carteira suspensa. Durante um evento público em Goiás, hoje, o presidente disse que, se dependesse dele, este limite seria de 60 pontos.

Não há nenhum bom senso nas ações de Jair Bolsonaro.

Um governante responsável, diante da redução expressiva do número de acidentes, e após estudos que comprovassem a elevação do nível de educação dos motoristas, poderia propor o abrandamento das leis de trânsito. Mesmo assim, deveria fazê-lo de maneira muito moderada, com testes, para que não implicasse em retrocesso de conquistas alcançadas. Bolsonaro propõe mudanças perigosíssimas, sem nada que as avalize cientificamente; e num momento em que, ao contrário, a quantidade de acidentes é extremamente elevada.

Se somarmos a isso o fato de que o governo não está fazendo os investimentos necessários na conservação de nossas estradas, que Bolsonaro também propôs a redução de testes toxicológicos para “motoristas profissionais”, e apenas nos resta constatar que ingressamos em tempos muito perigosos para todos nós.

s

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

43 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Bricia

07 de junho de 2019 às 11h51

Pergunta que não quer calar: os caminhoneiros conseguiram almoçar durante essa conversa? E os que conseguiram, tiveram problemas de indigestão?
Esse é um presidente difícil de engolir.

Responder

Alan C

06 de junho de 2019 às 15h17

Excelente texto.

Sobre esse bozo, já disse, anda e respira, já um feito pra ele. Exigir coerência seria demais.

Responder

João do Amor Divino de Santanna e Jesús

06 de junho de 2019 às 13h59

Percebo, inequivocamente pelos comentários que me antecederam que a polarização no Brasil tem seus dias contados.
Fico muito feliz em ver a convergência entre brasileiros, que necessariamente nos levará a ter Ciro Presidente.
Será uma alegria no futuro poder comemorar junto com todos os colegas comentaristas.

Responder

    Zé Maconha

    06 de junho de 2019 às 14h48

    Aonde você viu convergência aqui?
    Agora fiquei curioso hahaha.

    Responder

Zé Maconha

05 de junho de 2019 às 20h40

É bom ver o nível de discussão elevado aqui no Cafezinho hahaha.

Responder

    Brasileiro da Silva

    06 de junho de 2019 às 00h56

    O que se esperar de uma discussão em que participa um usuário de drogas?

    Responder

      Zé Maconha

      06 de junho de 2019 às 05h37

      Você usa drogas , álcool , cafeína , etc

      Responder

    Olavo

    06 de junho de 2019 às 08h48

    Nível bom é no Blog 247, Tijolaço e DCM… Nestes sites pixulequentos os chupadores de bolas da esquerda podem babar a vontade nos bagos dos bandidos corruptos.

    Responder

      robertoAP

      06 de junho de 2019 às 13h37

      Cuidado olavista, não vai cair da borda da terra plana. É muito perigoso quando se vai até lá. A chance de desaparecer no espaço é altíssima.
      Continua estudando, pois a próxima lição do Ola é sobre a causa do vento,que segundo o mestre cartomante , ainda é um mistério.

      Responder

        Estocadora de Vento

        06 de junho de 2019 às 16h25

        Nao interessa de onde vem o vento, o importante é inventar um jeito de estocá-lo!!!

        Responder

Paulo

05 de junho de 2019 às 19h40

Bolsonaro cada vez mais parecido com Jânio Quadros. Será que vai proibir o fio dental, nas praias? Sim, porque a proibição do biquíni é originalidade do Jânio…

Responder

    Fernando

    06 de junho de 2019 às 02h07

    Paulo , pode continuar a usar seu fio dental sem receios !

    Responder

      Fernando

      06 de junho de 2019 às 10h00

      Eu vou continuar usando o meu fio dental.

      Responder

    Paulo

    06 de junho de 2019 às 15h06

    Se Bolsonaro proibir fio dental eu me suicido. E quero ser colocado de bruços no caixão, com meu bundão bem empinado e com meu fio dental preferido bem atochado no rabo. Noffa !

    Responder

Marcos

05 de junho de 2019 às 18h37

A última e maior trapalhada foi deixar Lula, Haddad, Ciro, a esquerda e o Miguel do Rosário de quatro e revirando os olhinhos ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

    cid elias

    05 de junho de 2019 às 18h39

    Bala na tua cara, miliciano de merda!

    Responder

      Marcos

      05 de junho de 2019 às 18h52

      Vem meter bala na minha cara, cuzão !

      Responder

        cid elias

        05 de junho de 2019 às 23h01

        manda o endereco, miliciano de merda!

        Responder

          Marcos

          06 de junho de 2019 às 00h12

          Pode procurar pelo Marcos Oliveira,o Marcos Macaco , aqui no 9ºBPM, em Honório Gurgel-RJ.Vou, aguardá-lo ansiosamente, cuzão. Já dei muito porrada em maconheiro esquerdista; vai ser um prazer enfiar a ponta no fuzil no rabo de mais um !

          Brasileiro da Silva

          06 de junho de 2019 às 00h58

          Agora vc judiou do petralha criado pela avó em tanquinho de areia sintética e Toddynho….

          Marcos

          06 de junho de 2019 às 09h56

          Cala a boca seu trouxa, não gosto de puxa-saco, vai dar para quem tem tempo.

          Marcos

          06 de junho de 2019 às 15h01

          Brasileiro da Silva, o tal Cid elias, como todo maconheiro petista, vai arregar, cagar no pau. São sempre assim quando têm que sair da internet para o mundo real !

          Olavo

          06 de junho de 2019 às 08h45

          A boneca carregou, kkkķkkk. Calma militonto, o macaco vai apenas te dar um corretivo. Estes esquerdopatas são uma piada. Valentões no teclado, mas uma mocinha nas ruas. Kkkkkkkkkkkk, corre não biba…

          Olavo

          06 de junho de 2019 às 09h58

          E não se esqueçam bando de idiotas a terra é Plana.

Olavo

05 de junho de 2019 às 17h41

Queiroz livre!!!

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

05 de junho de 2019 às 17h33

Vai ser uma carnificina. Revólver e pistolas enfrentando fuzis e metralhadoras. Qual a chance de 1 caminhoneiro contra uma quadrilha inteira? ZERO, número igual ao QI destas bestas.

Responder

Luiz Schmitz

05 de junho de 2019 às 17h03

O porte de armas, liberado aos caminhoneiros, é um salto rumo ao faroeste. Alguns já usam os caminhões como armas a qualquer desavença com motoristas de carros, imagina com armas. Isso sem contar a turma do rebite, que não é pequena. Há outros desatinos que não têm desculpa, como o atirador que pode levar a arma carregada para o clube. Tem muita coisa perigosa por aí! É como diz o Azenha no blog dele. É a “necrofilia política”.

Responder

    Zé Maconha

    05 de junho de 2019 às 17h15

    O dia que um louco de esquerda comprar um fuzil , ir na manifestação fascista e matar uns 50 , eles talvez aprendam.

    Responder

      Marcos

      05 de junho de 2019 às 18h53

      Do jeito que só tem maconheiro na esquerda , ele é bem capaz de atirar nos próprios “cumpanheiros” ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Responder

        Zé Maconha

        05 de junho de 2019 às 20h51

        Hahaha o dia que você tiver mais medalhas do que Michael Phelps , mais dinheiro que o Bill Gates( que já foi detido com maconha) , mais sucesso do que o Obama e a deputada maconheira do PSL na política , e tocar guitarra melhor que Jimmy Hendrix , aí você poderá questionar a capacidade dos maconheiros.
        Viu os twits da deputada?
        Segundo ela maconha já é legal pra caramba.

        Responder

          Marcos

          05 de junho de 2019 às 22h01

          O maconheiro petista pega , no mundo, meia dúzia de pessoas bem sucedidas que deram alguns tragos em maconha , ou até eram viciados em drogas mais pesadas e os cita como regra , como se todo maconheiro fosse genial . Eu dou daqui, pegando a população de uma única rua , exemplo de maconheiros fracassados, fodidos, na merda , que furtam coisas de casa e da vizinhança para comprar um baurete. Um de meus maiores ídolos, Tim Maia , era maconheiro…. O Tião Maconheiro, mas ele era a exceção da exceção da exceção……a enorme maioria dos maconheiros está fadada ao fracasso, caro mulambo esquerdista ! kkkkkkk

          Zé Maconha

          06 de junho de 2019 às 06h00

          Sei não , as universidades de todo mundo estão cheias de drogados.
          Até o ministro do Bolsonaro disse isso hahaha.
          Você acha que um pobre tem dinheiro para se viciar em cocaína?
          Os pobres bebem cachaça.

          Marcos

          06 de junho de 2019 às 08h49

          Pensei que você fosse um pouquinho mais esperto , mas já vi que você é apenas mais um otário esquerdista. Dê um pulinho na favela de Acari , no Chapadão ou em qualquer baile funk dentro de comunidade que você verá um bocado de pobretão cheirando cocaína. Já a mulambada esquerdista das faculdades , especialmente o pessoal de humanas , vai só no baurete. São os pobretões maconheiros e fracassados esquerdistas que têm medo de entrar em favela!

          Quero o dolar a R$ 2,00 para voltar a ir à Disney...

          06 de junho de 2019 às 10h05

          Pobre tem medo de entrar na favela rs….Lá só tem milionário, para um cara que se diz policia vc é bem otário… Policia de verdade NUNCA se identifica seu trouxa.

          J Fernando

          06 de junho de 2019 às 14h41

          kkkkkkkk, cara, na mosca…
          Mas, como ele é eleitor do Bolsonaro, deve achar que está arrasando, se identificando como polícia e dando lições sobre direita e esquerda nos comentários.

          Marcos

          06 de junho de 2019 às 16h15

          “se identificando como polícia “. Não é se identificado como “polícia”; é se identificando como “policial”. O maconheiro petista nem escrever sabe . É esse o legado dos analfabetos colocados na universidade por Lula e Dilma !

          Marcos

          06 de junho de 2019 às 14h43

          “Polícia de verdade nunca se identifica” . Os remelentos esquerdistas estão assistindo muito CSI ou estão achando que o PM é oficial de inteligência da ABIN. O que a maconha não faz ao cérebro !

Nostradamus ( bacia & banquinho )

05 de junho de 2019 às 17h02

O Parlamento Brasileiro tem que impedir esse louco de continuar destruindo nosso país. Não vai sobrar nada. Essas medidas são pensadas para aumentar a participação da próxima intentona bolsonarista nas ruas… contra o STF e contra o Parlamento. Quem não sacou ainda ? Fora desgraçado!

Responder

    Marcos

    05 de junho de 2019 às 18h51

    Esse parlamento não conseguiu impedir que Lula, Dilma e o Petê quebrassem e saqueassem o país ( parlamento que , docemento, saqueou o país com a ajuda de Lula) ?

    Responder

      cid elias

      05 de junho de 2019 às 23h06

      “o pt quebrou o pais“…e o marcuzinho eh macho pra krai
      imbecil idiotizado, vtnc

      Responder

        Marcos

        06 de junho de 2019 às 00h16

        A bonequinha petista ficou nervosinha. Não se pode falar mal do partido preferido dos maconheiro, que a bichorra petista dá logo piti ! kkkkkkk

        Responder

        Quero o dolar a R$ 2,00 para voltar a ir à Disney...

        06 de junho de 2019 às 10h08

        Bom é o micro PIB do bozo, equivale ao micro pênis dos bolsominions kkkkk

        Responder

          Marcos

          06 de junho de 2019 às 14h59

          Que nada, maconheiro, bom mesmo foi o PIBão que Dilma enfiou no orifício anal dos esquerdistas : -3,5 em 2015 e -3,3 em 2016. Quanto ao micro pênis dos bolsominions, se eles não o satisfazem garanto que o meu não o decepcionara. Se é comprimento e espessura que você deseja, é comprimento e espessura que você terá. Só não vá pedir pra tirar porque está ardendo ! kkkkkkk


Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?