A entrevista de Lula a Bob Fernandes

Crédito: Sebastian Palmer.

A brilhante estratégia de Glenn Greenwald

Por Redação

11 de junho de 2019 : 10h36

Por Renato Janine, em sua página no Facebook

Brilhante, a estratégia de Glenn Greenwald:

1. Assumiu o protagonismo do jogo. Seus alvos estão fazendo exatamente o que ele quis ou previu. Ele controla o tabuleiro. Pela primeira vez desde 2015, a extrema-direita perdeu a iniciativa.

2. Os procuradores e Moro responderam a ele justamente o que ele queria: confirmaram a autenticidade das fitas. Foram debater a forma, não o conteúdo. Assim disseram: você, Glenn, diz a verdade.

3. Ele previu até o argumento que iam usar: a defesa da lei e da privacidade. E respondeu a isso domingo, antes mesmo da reação do grupo: vcs não fizeram isso com Dilma? Que moral têm? Assim, tirou deles o argumento moral, que era o principal da LavaJato e que esta conduziu para a ideia de que os fins justificam os meios.

4. Enquadrou a mídia pátria. A imprensa internacional caiu matando. A Folha de hoje tem um relato bom das reações no estrangeiro. E os jornais de fora que li chamam todos nosso governo de exceção de “extrema-direita”. Nenhum usa o eufemismo “direita” (direita é Merkel, cara-pálida!) ou “liberal” (liberal é o Economist, stupid!). Vai ser difícil passar pano por muito tempo.

5. Ao dizer que não divulgaria as intimidades dos membros do grupo , mostrou-se superior a eles (que publicaram conversas privadas de dona Mariza – sem falar na subtração do iPad do pequeno, hoje falecido, Artur) – e deve ter causado medo de que divulgue. Acuou-os.

6. Finalmente, anunciou que soltará mais dados a conta-gotas. Tornou-se senhor do tempo ou, se quiserem, é quem decide quais serão as próximas etapas, o desdobramento do assunto (até porque ninguém sabe o que ele sabe).

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

100 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ricardo

10 de julho de 2019 às 18h32

Isso tudo é LIXO !!! não tem qualquer validade o que esse militante, calhorda, falsifica, o único objetivo é prejudicar a lava-jato, tentar soltar o chefe da quadrilha LULADRÃO e sua corja de corruPTos.

Responder

Nunes

28 de junho de 2019 às 16h02

Voçes gostam é da canalhice!!

Responder

Félix Beserra

15 de junho de 2019 às 20h49

Alguém saberia dizer como o cara conseguiu ter acesso aos diálogos, pois ainda não encontrei essa resposta na internet?.

Responder

Ustra

13 de junho de 2019 às 18h27

Você não passa de um covarde escondido no anonimato. Não vejo problemas com extrema-direita, vejo com a esquerda: pregações contra relações sociais de gênero, raça, família e arte. Esse vagabundo americano será deportado, lidem com isso.

Responder

Jocelaine

13 de junho de 2019 às 16h47

Vejam até onde as coisas podem chegar no nosso país. Um jornalista, divulga “supostas conversas” entre Moro e Dallagnol e ainda é aplaudido pelos que não querem ver o Brasil deslanchar. Esse cara deve ser expulso imediatamente. E ainda tem alguns canais que o chamam para dar entrevista. ISSO é trepudiar na nossa cara.

Responder

    Valteir

    14 de junho de 2019 às 00h38

    Vc sabia que os EUA vai destruir todo o nosso agronegócio com a privatização das nossas refinarias. E o vai fazer para que a China não tenha a possiblidade de importar alimentos do Brasil, visto que os dois países estão em guerra e o Bozo está seguindo orientação direta de Washington.
    Não há como tocar agronegócio com derivados de petróleo caro. E a destruição já começou com o fechamento de uma grande fábrica de uréia com a privatização de parte da tubulação de gás. O gás subiu, matéria prima para a fabricação de uréia, a fábrica fechou.
    E você falando em Brasil deslanchar. Como estais a ver o país sendo desmontado. A cegueira ideológica é cruel.

    Responder

Romualdo

12 de junho de 2019 às 04h30

Fiz uma brincadeira ontem (nem tanto. No Brasil, tudo é possível) sobre a possibilidade da dona marreca estar por detrás do vazamento das armações do seu marreco de Maringá. E muita gente ficou brava, não sem razão (será?).
Mas este vídeo é sério. Tem uma análise brilhante do bem informado jornalista Pepe Escobar. Primeiro que o The Intercept Brasil não é lá aquela coisa maravilhosa que muitos de nós pensam. Calma pessoal, lógico que foi ótimo o vazamento das safadezas de seu marreco e outros vaza-jateiros. Mas devemos estar alertas para quem é o dono daquele veículo: o magnata franco-estadunindense Pierre Omidyar. O sujeito é figura do establishment nos eua e o Brasil pode estar de peão no meio de uma guerra entre setores do grande capital dos eua: o representado pelo “trumpismo” e a máquina política deixada por Clinton encrustada no aparelho de estado daquele país. Então, quando o Intercept diz que tem muito mais para noticiar e que se noticiou menos de 1%, tenhamos cautela. Nessa hora é bom lembrar que não foi divulgado quase nada do material passado a Glenn Greenwald em confiança por Snowden (Snowden tinha cópias de algo entre 20 mil e 58 mil arquivos da NSA. Até hoje só 1.182 arquivos foram publicados). Então amigos, se alguém tem ilusão que será revelado algum diálogo mostrando a interferência dos eua na vaza-jato, pode “ir tirando o cavalinho da chuva”.
Bom, já incomodei vocês demais. Com a palavra quem sabe: Pepe Escobar. https://www.youtube.com/watch?v=WR2bJHN2Qes

Responder

O Corno

11 de junho de 2019 às 22h16

é gorpe! volta dilma!

Responder

Edu

11 de junho de 2019 às 22h07

A farsa está desabando, irmão… Como é mesmo que vcs dizem?…

é aceita que dói menos, né?

Responder

VazaJato

11 de junho de 2019 às 22h04

Rapaz……

Como tem comentariozinho pago por aqui, não é?

Responder

Justiceiro

11 de junho de 2019 às 20h54

EXTRA! EXTRA!

Eu também tenho alguns arquivos que foram hackeados do telefone de dona Marisa Letícia.

Numa conversa dela com Lula, ela diz que a cozinha já foi comprada e é igual a do triplex, que Léo Pinheiro fez questão de construir uma adega para ele guardar seus vinhos, e ainda depositou 50 milhões na conta dele, ula, no exterior.

Vou mandar esse material para um Deputado de confiança, para ele divulgar.

Quero ver quem vai dizer que estou mentindo.

Responder

    Paulo Rogério

    11 de junho de 2019 às 22h42

    Chola mais

    Responder

Paulo

11 de junho de 2019 às 18h50

Aliás, vejam a ironia da história: um gay brasileiro foge do Brasil a pretexto de perseguição pessoal; outro gay, americano, joga lenha na fogueira da política brasileira, demonstrando, ao menos, coragem, embora valendo-se de meios ilícitos…

Responder

    Sanduba

    11 de junho de 2019 às 20h54

    Um gay corajoso com cidadania americana você quis dizer…

    Responder

      Justiceiro

      11 de junho de 2019 às 20h56

      O viado é americano mesmo, de nascimento.

      Mora no Brasil de canalhice.

      Responder

        VazaJato

        11 de junho de 2019 às 21h59

        Que comentário mais “coceirinha no boga”, hein?!, Justiceiro….

        Responder

        Nei Silvio

        12 de junho de 2019 às 09h33

        Viado é um belissimo animal , homosexual, é uma diferença individual q não requer ser a favor ou contra , agora defender O SATANÁS , E TEREM votado nelle , não é coisa de homens nem mulheres , muito menos de seres humanos …

        Responder

Paulo

11 de junho de 2019 às 18h48

“2. Os procuradores e Moro responderam a ele justamente o que ele queria: confirmaram a autenticidade das fitas. Foram debater a forma, não o conteúdo. Assim disseram: você, Glenn, diz a verdade”.

Uma coisa não implica na outra.

3. Ele previu até o argumento que iam usar: a defesa da lei e da privacidade. E respondeu a isso domingo, antes mesmo da reação do grupo: vcs não fizeram isso com Dilma? Que moral têm? Assim, tirou deles o argumento moral, que era o principal da LavaJato e que esta conduziu para a ideia de que os fins justificam os meios”.

Esquece o professor Renato que um ato foi autorizado judicialmente, sob controle estatal, portanto. Já as denúncias contra a Lava-Jato não se sabe sequer de onde partiram, já que o seu divulgador nem a essa dignidade se deu.

Responder

    silvio oliveira da silva

    11 de junho de 2019 às 21h08

    Negativo. a conversa da dilma foi gravada apos a expiraçao do prazo autorizado p isso.tanto que moro foi repreendido por teori zavascks por ter divulgado a gravaçao pois dilma nem era objeto da autorizaçao p escuta. . Va se informar.

    Responder

Elenildo dos Santos

11 de junho de 2019 às 18h27

http://www.conexaojornalismo.com.br/colunas/politica/brasil/janio-moro-desiste-da-delacao-da-odebrecht-porque-atinge-serra,-temer-e-padilha-73-44766Sexta-feira, http://www.conexaojornalismo.com.br/colunas/politica/brasil/janio-moro-desiste-da-delacao-da-odebrecht-porque-atinge-serra,-temer-e-padilha-73-4476612 de Agosto de 2016
Jânio: Moro desiste da delação da Odebrecht porque atinge Serra, Temer e Padilha

O jornalista e colunista da Folha, Jânio de Freitas, decano desta profissão tão violentada, sabe o que diz. Neste artigo ele revela que a delação premiada de executivos da empreiteira Odebrecht subiu no telhado. A razão? Moro não esperava que no rol dos acusados surgissem nomes como os dois estelionatários da Presidência da República – o grupo político que articulou a queda do governo legitimamente eleito. Leia o artigo.

por Janio de Freitas, na Folha de S. Paulo

A discussão entre dirigentes da Odebrecht e a Lava Jato, sobre um acordo de delação premiada, encontra dificuldades resistentes de parte a parte. A ponto de ser admitida a hipótese de uma situação nova e de decorrências imprevisíveis, com a mais importante das empreiteiras e os métodos da Lava Jato postos em xeque.

Há um mês, Sergio Moro e os procuradores divulgaram que só aceitariam mais um “acordo” de delação. Havendo, porém, duas empreiteiras a discuti-lo, era já um degrau mais alto nas pressões contra as dificuldades de dobrar a Odebrecht e a OAS, nas pessoas de Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro. Nem por isso os dois saíram correndo para conceder o que lhes é exigido, na concepção de preço que a Lava Jato arbitra, sem parâmetros prévios, e submete à aprovação do STF.

Marcelo Odebrecht está preso em Curitiba há um ano e dois meses, a se completarem na próxima semana. Aguardou quatro meses para a primeira e breve inquirição. Só na semana passada foi ouvido pela primeira vez no grupo de procuradores, como noticiado pela Folha. Léo Pinheiro recebeu outra pena. Os ex-diretores da Petrobras, que agiram com várias empreiteiras, estão em suas casas de férias em Itaipava e Angra dos Reis, e em edifícios luxuosos de Ipanema e Leblon.

Leia artigo:
Um Brasil para derrotados

O impasse entre a Lava Jato e a Odebrecht deixou bem caracterizado o seu início: os vazamentos da força-tarefa curitibana de repente arrefeceram, e logo sumiram mesmo por largo tempo. As informações propostas pela Odebrecht, para análise da possível delação, davam rumo diferente à temática da Lava Jato: entrevam lideranças do PSDB, governo paulista, Michel Temer e PMDB, enfim, muitos daqueles que, se mencionados em depoimentos distantes, foram entregues depressa aos resguardos do silêncio.

A Lava Jato nada foi verificar ou quis descobrir nesses veios da corrupção, como sabem, não o digam ou digam o contrário, os que têm as informações básicas sobre o que se passa lá e nas adjacências. A confluência de novos citados e o sumiço de vazamentos faz parecer a existência de uma contradição nessa fase da Lava Jato, em cobrar mais delações e desprezar delações a mais do que o esperado ou desejado.

Só há quatro dias um assunto da nova temática apareceu, com a revelação da Folha, pela repórter Bela Megale, de que dirigentes da Odebrecht informaram a Lava Jato sobre doação “por fora” de R$ 23 milhões (hoje, R$ 54,5 milhões) “à campanha” presidencial de José Serra em 2010.

Além daquele montante, haveria ainda R$ 2,4 milhões (R$3,6 milhões de hoje) doados por meio do Comitê Financeiro Nacional da Campanha, portanto, legais em princípio.

Parte daquele montante anterior foi depositada no exterior. E aí há, digamos, um equívoco. Partido não precisa de dinheiro no exterior, o que até exige complicadora remessa para o Brasil. Depósito no exterior indica como destino, não campanhas, mas bolsos e contas pessoais, mesmo se encobertas por terceiros.

Ainda no ramal novo, o aparecimento de Michel Temer e Eliseu Padilha, se bem que citados por “Veja”, traz delicada contribuição para o seu governo. Não foi por casualidade destoante que a composição do ministério encheu-se de pendurados na Justiça e estrelas das citações a jato. Pode-se agora deduzir afinidades a conduzirem as escolhas. No fundo, é de fato o mesmo grupo do PMDB e da Câmara. O governo montado por Temer tem unidade, pois. De cima a baixo.

Nem mesmo é casual a proteção que Michel Temer e seus aliados proporcionam a Eduardo Cunha para protelar sua cassação, já adiada, e agora marcada para 12 de setembro.

Responder

José Ulysses de Castro e Carmo

11 de junho de 2019 às 18h17

Esta, faltando umas noções beeem básicas de direito constitucional e processual penal pra uma galera hein. A imparcialidade é (deve ser) o cerne da jurisdição. Juiz não se “junta” a ninguem pra fazer nada. Ele julga de forma equidistante e equânime. Os preceitos q regem o poder judiciårio são talvez ainda o q de mais nobre temos num Estado de Direito (q se esvazia). O retrocesso civilizatorio tá, mesmo, mto grande pra até pessoas esclarecidas admitirem certas coisas mto graves!

Responder

    José Luiz

    13 de junho de 2019 às 19h07

    Perfeito.

    Responder

Joaquim

11 de junho de 2019 às 17h55

Pilantra sem vergonha , aqui como têm ignorantes que ainda acreditam no Lula ele dá Ibope,devia ser preso e expulso de canalhas aqui já está lotado.

Responder

Edson

11 de junho de 2019 às 17h52

Se alguém ainda acredita no judiciário deste país não entendeu o que um canalha quis dizer com a célebre e ordinária frase ” com o supremo e tudo”.
Pobre de nós mortais.

Responder

Luiz José dos Santos

11 de junho de 2019 às 17h32

https://www.youtube.com/watch?v=8qqL5vmAsn8

Responder

    Conservador com MICROPENIS

    11 de junho de 2019 às 17h43

    Como nos conservadores somos hipócritas, podia colocar a Betina, seria mais útil kkkkkkk

    Responder

darcy

11 de junho de 2019 às 17h21

A grande pergunta é simples: quem vai condenar quem? Se esse golpe foi cuidadosamente preparado, cada nome colocado em seu devido lugar, os vazamentos seletivos fazendo a festa para a imprensa, o aceleramento do julgamento de Lula, queimando celeremente etapas, leia-se instâncias, apostando corrida com as eleições, o Moro atuando livremente em plena campanha eleitoral ainda soltou aquele último do Palocci, tudo isso sob a complacência do STF, portanto, todos corruptos, farinha do mesmo saco, tudo a mesma sopa. Respondam: quem vai julgar quem? Condenar, nem pensar. .

Responder

    Elenildo dos Santos

    11 de junho de 2019 às 18h22

    O acordo do ex- senador Romero Jucá,de Roraima,com Supremo Tribunal Federal e tudo,para tirar do caminho quem atrapalhar os planos de corrupção da quadrilha por ele comandada já diz tudo.

    Responder

Elo

11 de junho de 2019 às 16h54

Brilhante????? Esse Glenn é um medíocre pelos seus métodos e por sua postura. Protetor da bandidagem. A análise de sua reportagem é fraca, medíocre, tendenciosa e pretensiosa.

Responder

    Conservador com MICROPENIS

    11 de junho de 2019 às 17h02

    Como vc é mediocre….
    Prêmios de jornalismo investigativo do Prêmio George Polk,[91] o Prêmio de Jornalismo Online 2013,[92] o Prêmio Esso de Reportagem por seus artigos no jornal O Globo sobre a vigilância massiva da NSA sobre os brasileiros (tornando-se o primeiro estrangeiro a ganhar o prêmio),[93] o prêmio Libertad de Expresion Internacional 2013 da revista argentina Perfil[94] e o Prêmio Pioneiro 2013 da Electronic Frontier Foundation.[95] A equipe que Greenwald liderou no The Guardian recebeu o Prêmio Pulitzer também pelas reportagens sobre a NSA.[96] A revista Foreign Policy nomeou Greenwald como um dos 100 principais pensadores globais de 2013.[97]

    Em 2014, Greenwald recebeu o Geschwister-Scholl-Preis, um prêmio literário anual alemão, pela edição alemã de No Place to Hide.[98] Greenwald também foi nomeado o ganhador de 2014 da Medalha McGill de Coragem Jornalística do Colégio Grady de Jornalismo e Comunicação de Massa da Universidade da Geórgia

    Responder

      Demostenes

      11 de junho de 2019 às 23h15

      Meus parabéns. Muito bom.

      Responder

    Elenildo dos Santos

    11 de junho de 2019 às 18h25

    Vai atrás do teu bolsa-família e deixa de ser parcial. http://www.conexaojornalismo.com.br/colunas/politica/brasil/janio-moro-desiste-da-delacao-da-odebrecht-porque-atinge-serra,-temer-e-padilha-73-44766Sexta-feira, http://www.conexaojornalismo.com.br/colunas/politica/brasil/janio-moro-desiste-da-delacao-da-odebrecht-porque-atinge-serra,-temer-e-padilha-73-4476612 Jânio: Moro desiste da delação da Odebrecht porque atinge Serra, Temer e Padilha

    O jornalista e colunista da Folha, Jânio de Freitas, decano desta profissão tão violentada, sabe o que diz. Neste artigo ele revela que a delação premiada de executivos da empreiteira Odebrecht subiu no telhado. A razão? Moro não esperava que no rol dos acusados surgissem nomes como os dois estelionatários da Presidência da República – o grupo político que articulou a queda do governo legitimamente eleito. Leia o artigo.

    por Janio de Freitas, na Folha de S. Paulo

    A discussão entre dirigentes da Odebrecht e a Lava Jato, sobre um acordo de delação premiada, encontra dificuldades resistentes de parte a parte. A ponto de ser admitida a hipótese de uma situação nova e de decorrências imprevisíveis, com a mais importante das empreiteiras e os métodos da Lava Jato postos em xeque.

    Há um mês, Sergio Moro e os procuradores divulgaram que só aceitariam mais um “acordo” de delação. Havendo, porém, duas empreiteiras a discuti-lo, era já um degrau mais alto nas pressões contra as dificuldades de dobrar a Odebrecht e a OAS, nas pessoas de Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro. Nem por isso os dois saíram correndo para conceder o que lhes é exigido, na concepção de preço que a Lava Jato arbitra, sem parâmetros prévios, e submete à aprovação do STF.

    Marcelo Odebrecht está preso em Curitiba há um ano e dois meses, a se completarem na próxima semana. Aguardou quatro meses para a primeira e breve inquirição. Só na semana passada foi ouvido pela primeira vez no grupo de procuradores, como noticiado pela Folha. Léo Pinheiro recebeu outra pena. Os ex-diretores da Petrobras, que agiram com várias empreiteiras, estão em suas casas de férias em Itaipava e Angra dos Reis, e em edifícios luxuosos de Ipanema e Leblon.

    Leia artigo:
    Um Brasil para derrotados

    O impasse entre a Lava Jato e a Odebrecht deixou bem caracterizado o seu início: os vazamentos da força-tarefa curitibana de repente arrefeceram, e logo sumiram mesmo por largo tempo. As informações propostas pela Odebrecht, para análise da possível delação, davam rumo diferente à temática da Lava Jato: entrevam lideranças do PSDB, governo paulista, Michel Temer e PMDB, enfim, muitos daqueles que, se mencionados em depoimentos distantes, foram entregues depressa aos resguardos do silêncio.

    A Lava Jato nada foi verificar ou quis descobrir nesses veios da corrupção, como sabem, não o digam ou digam o contrário, os que têm as informações básicas sobre o que se passa lá e nas adjacências. A confluência de novos citados e o sumiço de vazamentos faz parecer a existência de uma contradição nessa fase da Lava Jato, em cobrar mais delações e desprezar delações a mais do que o esperado ou desejado.

    Só há quatro dias um assunto da nova temática apareceu, com a revelação da Folha, pela repórter Bela Megale, de que dirigentes da Odebrecht informaram a Lava Jato sobre doação “por fora” de R$ 23 milhões (hoje, R$ 54,5 milhões) “à campanha” presidencial de José Serra em 2010.

    Além daquele montante, haveria ainda R$ 2,4 milhões (R$3,6 milhões de hoje) doados por meio do Comitê Financeiro Nacional da Campanha, portanto, legais em princípio.

    Parte daquele montante anterior foi depositada no exterior. E aí há, digamos, um equívoco. Partido não precisa de dinheiro no exterior, o que até exige complicadora remessa para o Brasil. Depósito no exterior indica como destino, não campanhas, mas bolsos e contas pessoais, mesmo se encobertas por terceiros.

    Ainda no ramal novo, o aparecimento de Michel Temer e Eliseu Padilha, se bem que citados por “Veja”, traz delicada contribuição para o seu governo. Não foi por casualidade destoante que a composição do ministério encheu-se de pendurados na Justiça e estrelas das citações a jato. Pode-se agora deduzir afinidades a conduzirem as escolhas. No fundo, é de fato o mesmo grupo do PMDB e da Câmara. O governo montado por Temer tem unidade, pois. De cima a baixo.

    Nem mesmo é casual a proteção que Michel Temer e seus aliados proporcionam a Eduardo Cunha para protelar sua cassação, já adiada, e agora marcada para 12 de setembro.

    Responder

    FREDERICO LINHARES COUTO

    12 de junho de 2019 às 02h07

    Quadrúpede sem capacidade de concatenar idéias costuma encher o texto de adjetivos. Escola “Capitão Nascimento” de sofística. Estardalhaço, esculacho, enquadrada, faz tudo com as palavras, menos silogismo. Que sua vida dure muito tempo, que fique mais 100 anos passando vergonha.

    Responder

Luciano

11 de junho de 2019 às 16h51

A água da lava jato e suja rsrs
E uma quadrilha.

Responder

Fernando Vieira Fontes

11 de junho de 2019 às 14h41

Como um hackeamento de celulares de um juiz federal e um promotor, responsáveis por uma operação que desmantelou um dos maiores esquemas de corrupção da história brasileira, operado por um jornalista inglês, já envolvido em ações semelhantes no exterior, poder ser vista como algo razoável? Isso não pode ser considerado um crime contra o Estado???

O pior é que ainda tentam fazer com que o grave sejam as frases do Moro e Dalton comemorando por terem conseguido prender tantos poderosos do congresso.

Existe uma diferença imensa entre o grampeamento do Lula, operado por ORDEM JUDICIAL, que depois ainda foi condenado em mais 2 instâncias, desse caso.

Tristeza de ver o caminho da mídia brasileira.

Responder

    João de Deus

    11 de junho de 2019 às 15h01

    O Jornalista não fez exposição da vida pessoal, caso contrário dessa quadrilha que nessa matéria é desmascarada. Uma manipulação muito mais além do inimaginável, nem disfarçaram para combinar mesmo antes de vencer o pleito as negociações de cargos e entrega do Pais.No Brasil, jais mais o pilantra Mouro teria recurso para fazer grampo em menos de duas horas e entregar a rede Globo como fazia. Logo já os EUA aumentou o consumo de Diesel do Brasil, pegou a bade de Alcântara, aviação e muito mais, um verdadeiro sucateamento do País. Sem contar o perigo desses Milicianos Governando O Bozo seus filhos Queiroz e CIA.Parte de otários foram enganados com esse falso moralismo e falso patriotismo mas hj a verdade aparece nua e crua.

    Responder

    Conservador com MICROPENIS

    11 de junho de 2019 às 15h16

    Companheiro bunda mole infelizmente o TELEGRAN disse que não houve hackeamento. Eu aposto na conge, será que o conge pulou uma cerquinha e foi pego?

    Responder

    degas

    11 de junho de 2019 às 15h20

    Há diversas inconsistências no seu comentário:

    1) Que hacker? Quem publicou disse apenas que havia uma fonte, nem eu, nem vc sabemos quem é e como obteve o material.

    2) Hackeamento de celulares operado por um jornalista inglês??? Primeiro, ele é americano, não inglês. Segundo, vc tem como provar que o Glenn operou o hackeamento??

    3) Lula foi grampeado por ordem judicial sim, porém a conversa dele com a Dilma foi obtida APÓS o término oficial do período de interceptação, portanto, foi obtida de maneira ilegal.

    4) Ainda sobre esta conversa obtida ilegalmente, para grampear o Palácio do Planalto é necessária a autorização do Supremo, que não aconteceu, portanto, há outra ilegalidade aí.

    5) Mais uma vez sobre esta conversa obtida ilegalmente, o mais ilegal de tudo foi a divulgação da conversa pro Jornal Nacional, uma vez que a conversa era com a atual presidenta que tinha foro privilegiado e só poderia ser divulgada de novo pelo Supremo.

    6) Apesar da autorização judicial, Moro ouviu conversas entre o acusado e a defesa, o que fere a garantia ao contraditório, a ampla defesa e a inviolabilidade da comunicação entre advogado e cliente

    Responder

      Léo Carioca

      11 de junho de 2019 às 17h23

      Só corrigindo que o planalto não foi grampeado, o telefone não era da Dilma

      Responder

      anonym

      11 de junho de 2019 às 22h14

      o choro é livre!

      Responder

    Marcio

    11 de junho de 2019 às 16h21

    Hackeamento?? Tô sabendo de nada e o TELEGRAM tb não, já que emitiu comunicado que nem sabe de onde tiraram tal ideia.

    Responder

      Conservador com MICROPENIS

      11 de junho de 2019 às 16h30

      Corno é sempre o último a saber… fica vendo a rede globo trouxa kkkkkk

      Responder

    FREDERICO LINHARES COUTO

    12 de junho de 2019 às 02h24

    Imbecil, o grampo de Lula e Dilma não estava autorizado. O período durante o qual as escutas estavam autorizadas já havia expirado. Caixa alta só funciona com quadrúpede bolsominion, deslumbrado que é com gritarias irracionais e ordens de capitão. Em segundo lugar, o juiz divulgou o áudio para impedir a nomeação de Lula à casa-civil, que poderia impedir o impeachment, e para manter-se competente para julgar a causa. Ser julgado pelo STF não é burlar a justiça.Moro agiu com fins políticos, na qualidade de juiz da causa, demonstrou interesse pessoal na condenação, ao prestar auxílio à acação. Moro deu orientações para os acusadores, sugeriu inverter ordens da operação, queixou-se de que havia muito tempo sem operação e pediu uma nova.Os procuradores agiram com fins políticos para impedir Lula dar entrevista durante as eleioções, pois seu objetivo com o processo era o de impedir um partido por eles rejeitados de se eleger. Mas enfim, ou vc é burro ou é cínico e finge de bobo pq o juiz ladrão favoreceu o seu lado. Se fosse na Venezuela e envolvesse um direitista favorito às eleições vc voltava a raciocinar em dois segundos.

    Responder

Joseh

11 de junho de 2019 às 14h36

Se querem justiça…não devem passar pano quente em quem não as respeitou (Moro e Cia.).

Quem de vocês gostaria de ser preso…por processos tendencioso…lawfare!

Prisão coercertiva para ambos, de preferência as 05:00 da manhã, e como não terão uma boa explicação, pressão preventiva…porque eles podem estar destruindo provas..

Responder

Xandre

11 de junho de 2019 às 14h13

Sérgio Moro está mais forte do que nunca com a população. E é isso que interessa. Todos sabemos da reputação da mídia de esquerda mundial sem credibilidade faz tempo, e que só inflencia só os já enviesados esquerdistas. Esse canalha não fez estratégia brilhante coisa alguma, cometeu crime gravíssimo de espionagem e deve ser preso é estraditado o mais urgente possível. E quem estende de outro jeito sofre de esquediotopatia crônica e têm fumado muita maconha estragada.

Responder

    Justiceiro

    11 de junho de 2019 às 14h42

    Se vc achasse realmente que não tem credibilidade não estaria aqui comentando.

    Trouxa!

    Responder

      Conservador com MICROPENIS

      11 de junho de 2019 às 15h18

      O companheiro xadrinho com com o c. na mão

      Responder

    Ultra Mario

    11 de junho de 2019 às 15h02

    É mais fácil o anjo vingador Sérgio Moro e seu lorde supremo Jair Bolsonaro serem corruptos e bandidos do que O MUNDO INTEIRO estar conspirando contra eles.

    Responder

    Vitor

    11 de junho de 2019 às 15h23

    Crime de espionagem quem esta cometendo a muito tempo é essa corja da lava jato. Além de crimes de lesa pátria.

    Responder

Marcio

11 de junho de 2019 às 14h07

“Falarão que estamos acusando com base em notícia de jornal e indícios frágeis… então é um item que é bom que esteja bem amarrado. Fora esse item, até agora tenho receio da ligação entre petrobras e o enriquecimento, e depois que me falaram to (sic) com receio da história do apto… São pontos em que temos que ter as respostas ajustadas e na ponta da língua”

DALLAGNOL, Deltan (2016)

Responder

erich

11 de junho de 2019 às 14h04

Desejo ao glenn toda sorte, força e coragem nesse momento,
e que ele tome todo cuidado em viagens de avião principalmente.

Responder

Marcio

11 de junho de 2019 às 13h45

SERGIO MORO & DD NA CADEIA!!!!!

Responder

Henrique

11 de junho de 2019 às 13h31

E no fim do dia, glen e seu conge tiveram apenas uma boa noite de sexo. Na mais.

Responder

Eliasafe Gomes de Souza

11 de junho de 2019 às 12h59

Só vou lembrar pros passadores de pano que o que foi revelado é crime, passível de prisão pros 2 “conjes”, fora que de acordo com o CP a sentença é anulada.
Se reclamam da ilegalidade da forma que foi obtida a conversa por que não reclamaram quando foi com a Dilma? Ainda que fosse com outra pessoa o grampo eles pegaram ela, e é proibido mesmo assim, pior ainda, tornou público.

Responder

    Dinho

    11 de junho de 2019 às 13h15

    Eliasafe, você já ouviu falar da Teoria dos frutos da árvore envenenada (ou Teoria da prova ilícita)?

    Responder

      VazaJato

      11 de junho de 2019 às 18h52

      Mas vc pensou nisso quando o Moro vazou grampo ilegal da Presidenta da República?

      Responder

        VazaJato

        11 de junho de 2019 às 18h53

        Pergunto ao rapaz da árvore envenenada….

        Responder

Dulce

11 de junho de 2019 às 12h57

Sou 100% Sérgio Moro
Sou 100% Deltan Dallagnol.
SEM CHANCES SR. GLEEN

Responder

    Emilia Amoedo

    11 de junho de 2019 às 13h17

    Tem que sair muito mais coisa desse armário. E tem mais, àqueles que estão de acordo com o Moro e seus comparsas saibam que vcs também estão passando pano pra milicianos. E entendendo que milicianos são grupos de pessoas do poder público que arrogam pra si a defesa do lugar (no caso em questao o próprio país) sob coaçao (prisão ilegal) e ainda cobrando taxa (alto cargo no 1o escalão do governo e ainda um acordo espúrio com o governo dos EUA e que desvia 8 bilhões da Petrobrás pra Curitiba). Esses caras são bandidos! Nada.mais. Quem protege Moro e Dalagnhol são coniventes com a milícia judiciária. Sao igualmente bandidos.

    Responder

    Dulce

    11 de junho de 2019 às 14h03

    Não importa o quanto eles são mafiosos, quanto eles são bandidos, eu estou com eles.

    Responder

      Janco

      11 de junho de 2019 às 15h24

      É isso, aí Sra. Dulce. Abraça o diabo e não larga.

      Responder

      VazaJato

      11 de junho de 2019 às 18h55

      Vish, Dona Dulce!… Feio, hein?!
      A senhora já repetiu essas palavras em voz alta, diante do espelho, pra se ver/ouvir falando? De preferência, na frente do filho pequeno…

      Responder

    Sônia Maria de Souza Danta

    11 de junho de 2019 às 14h20

    Sou 100% Brasil, precisamos urgentemente pensar em nós.
    Daltan, Moro e etc… eståo nem ai conôsco. Está na hora de acordar-mos! Moro, se tivesse preocupação em acabar com a corrupção tinha investido em todos os setores, partidos e políticos. Fato é que todos os processos relacionados a denúncias do Aécio eram engavetados ou arquivados. Vc acredita nisso em tudo o que vimos e que foi lardeado pela iimprens? Precisamos nos proteger! Estamos na pindaíba! Agora é um governo que não tem nenhum projeto pra resolver nossas agruras e ainda vem com a mesma história de Previdência. Nos entregar aos banqueiros e a nossa própria sorte! Não se iludam povo, que se esta previdência passar é o que vai acontecer conôsco. Precisamos nos
    informar mais em defesa de nós povo e não ficar defendendo fulano ou sicrano!

    Responder

Dinho

11 de junho de 2019 às 12h42

Eita!!! Existe um ditado que diz “A ignorância é uma virtude”. Mas aí, galera, isso é só um ditado. Defender bandido, principalmente os que têm só nove dedos, das ignorâncias, é a pior delas!

Responder

Amanda Fernandes Teixeira Cordeiro

11 de junho de 2019 às 12h39

Glenn é brilhante, agora é ele quem dá as cartas nas próximas semanas e meses, quem sabe… A casa caiu para o Moro e seu grupelho desonesto. Viva a Constituição Brasileira! Lula Livre!

Responder

Marcio

11 de junho de 2019 às 12h36

Esse militante està cometendo crimes graves contra a soberania nacional (sabendo da fragilidade da Lei brasileira) em prol do crime organizado que destruiu o Brasil nas ultimas decadas.

Precisa ser investigado urgentemente.

Responder

    Benoit

    11 de junho de 2019 às 13h39

    O Glenn Greenwald é jornalista e nada do que voce diz se aplica a ele. Ele tem todo o direito de noticiar o que parece ser relevante, aliás já recebeu um dos prêmios de jornalismo de mais prestígio. Talvez voce esteja falando do juiz responsável pelo “julgamento”.

    Responder

      Marcio

      11 de junho de 2019 às 13h48

      O Padrinho vai ficar na cadeia, pode ficar de boa.

      Responder

    CezarR

    11 de junho de 2019 às 14h16

    Quem feriu a Lei de Segurança Nacional – EXPRESSAMENTE – foi o Moro ao divulgar conversa privada da Presidente da República!

    Responder

ivete souza

11 de junho de 2019 às 11h53

O que fizeram é crime, isso é espionagem,esse criminoso tem que ser deportado,só o Brasil que aceita um sujeito sair da casa do… pra fazer o q quer é não ser punido.

Responder

    Vicente P Oliveira

    11 de junho de 2019 às 12h03

    Fumou alguma coisa estragada ou é pirada mesmo?

    Responder

    Honorio Luiz Grassi

    11 de junho de 2019 às 12h12

    Tem que divulgar mais. E vai divulgar. Que deportar que nada. Ele tá fazendo aqui o mesmo que fez com a sujeira da espionagem mundial do Tio Sam. Tem de divulgar a sujeira toda. De todos os lados..cores e siglas. Doa a quem doer. Só assim faremos alguma limpeza nessa país fdp. Viva Glen Greenwald

    Responder

    RAQUEL

    11 de junho de 2019 às 12h17

    ele tem que expor toda sujeira isso sim.

    Responder

    CezarR

    11 de junho de 2019 às 12h22

    Acho engraçada a cabeça de vocês, grava-se uma Presidente dá República em flagrante desrespeito à Lei de Segurança Nacional, fato que daria prisão perpétua nos EUA, aí vocês reclamam de quem obteve informação de fonte protegida… como diz aquele caipira do Youtube…. é de cair o rêgo da bunda!

    Responder

Garibaldi

11 de junho de 2019 às 11h38

Greenwald vai mudar a história das coisas. E teve que vir de um norte americano, quem sabe para fazer nós progressistas pensarmos sobre a relação com nossos irmãos do norte. Verdade que o governo tem sempre mostrado intenção de nos manter na vassalagem, mas tem muita gente decente por lá. Salve Glenn! Salve o jornalismo decente e independente! Acho que Moro já era, inclusive no governo, sob a iminência de novas divulgações. O desmantelamento dessa organização é a boa nova chegando no Brasil. Falta os milicianos, que logo também serão envolvidos.

Responder

    Marcio

    11 de junho de 2019 às 11h40

    Como assim…?? Viva os EUA agora…?? Kkkkk

    Gostam mesmo è de ser ridiculos…lixo.

    Responder

      Garibaldi

      11 de junho de 2019 às 12h59

      Obrigado pela preferência seu tosco

      Responder

a.ali

11 de junho de 2019 às 11h35

e as viúvas do cônje, choram!
e falando nisso, onde anda a rosânge? está tão sumida!ela que gosta, tanto, de se fazer presente nas redes sociais…
Tacla Duran vem pra trincheira, tb!

Responder

claudio Augusto Parente

11 de junho de 2019 às 11h23

DE$moroNOU

Responder

Fatima

11 de junho de 2019 às 11h19

Os malefícios que esta turma está promovendo ao nosso país é algo indescritível!
Tudo sob a chancela da falta de consciência política do povo brasileiro!

Responder

Marcio

11 de junho de 2019 às 11h10

De brilhante não tem nada, são reações normais, mais que previsíveis.

Por enquanto é apenas sensacionalismo barato.

Responder

    Geraldo

    11 de junho de 2019 às 11h22

    Mas não é pq vc tem 4 comentários em 8 que as merdas que vc fala se tornarão verdades kkkkk

    E valeu por me emprestar um das dezenas de nomes que vc usa aqui, TROUXA!

    Responder

      Marcio

      11 de junho de 2019 às 11h24

      Tò cagando e andando para sua opiniào.

      Responder

        Daniela

        11 de junho de 2019 às 12h06

        Como uma merda como tu pode “cagar“?

        Responder

        Derek

        11 de junho de 2019 às 15h11

        E nós para a sua opinião Márico.
        Falando nisso, tomou seu rivotril hoje?

        Responder

    Antonio

    11 de junho de 2019 às 11h44

    Esse fulano ai que gosta de “passar pano” pra criminoso, esta tão desnorteado, pois “acusou o golpe” , que acessa um site em que nao concorda com nada que é publicado aqui e vem vomitar asneiras, achanda que vai mudar a opiniao de leitores assiduos deste site.
    Na bo véio, vai procura uma enxada pra “carpinar”, otario.

    Responder

      Marcio

      11 de junho de 2019 às 12h10

      Tò cagando e andando para sua opiniào.

      Responder

Marcio

11 de junho de 2019 às 11h06

Se o teor das conversas è o das primeiras revelações não vai dar em nada…jàjà serà proibido de divulgar mais conversas pois è evidentemente ilegal o que fizeram.

Responder

    Vicente P Oliveira

    11 de junho de 2019 às 12h02

    Marcio irmão do eremildo ,como voce é idiota,menos,por favor ,idiotia demais cansa.

    Responder

      Marcio

      11 de junho de 2019 às 12h10

      Tò cagando e andando para sua opiniào.

      Responder

      o esperto,vc é MAIS UM ESQUERDISTAZINHO DE NADA.ME DIZ O QUE TEM DE ÃO ERRADO NA CONVERSA QUE FOI DIVULGADA.ESTAVAM COMBINANDO PROPINA?ESTAVAM ARMANDO A MORTE DE ALGUEM?VE SE TE ENXERGA

      11 de junho de 2019 às 12h29

      O ESPERTO,VC É MAIS UM ESQUERDISTAZINHO DE NADA.ME DIZ O QUE TEM DE TÃO ERRADO NA CONVERSA QUE FOI DIVULGADA.ESTAVAM COMBINANDO PROPINA?ESTAVAM ARMANDO A MORTE DE ALGUÉM? ESTAVAM COMBINANDO DE SOLTAR ALGUM VAGUBUNDO,LADRÃO DO PT DÁ CADEIA?VE SE TE ENXERGA,MANÉ.

      Responder

        Benoit

        11 de junho de 2019 às 13h36

        Eles estavam tramando pegar uma pessoa e pôr num cárcere privado, o que realmente fizeram.

        Responder

        Elin Ranck

        14 de junho de 2019 às 06h59

        E vc aínda pergunta? De qual planeta vc vem? Haja alienacao!

        Responder

Olavo

11 de junho de 2019 às 11h04

desMOROnou

Responder

degas

11 de junho de 2019 às 11h03

Excelente comentário do Renato Janine, o Glenn tem as cartas na mão e o jogo vai ser da forma que ele quiser.

Responder

Hilario Sousa

11 de junho de 2019 às 11h02

A mentira, dura, dura mas, não haverá de prevalecer nunca. A verdade, essa sim, sempre prevalecerá. Agora, o Dalanhol que se diz cristão, não sabe que a mentira tem como pai o satanás. É por essas e outras que o meu DEUS, não é o dele.

Responder

Marcio

11 de junho de 2019 às 10h55

Que jogue bem a cartas pois è a ultima chance que facção tem de soltar o Padrinho.

Responder

    Luiz Schmitz

    11 de junho de 2019 às 11h06

    Nunca é!

    Responder

Antonio José Lopes Couto

11 de junho de 2019 às 10h54

DesMOROnou

Responder

Deixe uma resposta