Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Merval e a “coincidência de datas”

Por Redação

30 de julho de 2019 : 11h25

Em sua coluna de hoje, com título “Coincidência de datas”, Merval Pereira, membro do Conselho Editorial do Grupo Globo, inaugura um conceito revolucionário, muito útil em teorias de conspiração: a coincidência elástica. É mais ou menos assim: 23 dias e duas horas antes do tiro que matou Kennedy, o diretor do FBI à época deu uma entrevista a um grande canal de TV dizendo que “tudo ia ficar bem”.

O que uma coisa tem a ver com outra? Nada. Mas o conceito de Merval vem para mudar isso.

A teoria de conspiração de Merval é baseada nas seguintes “concidências”:

Nove dias depois [de fazer o primeiro contato com o hacker], a 21 de maio, Glenn Greenwald esteve visitando Lula na sede da Polícia Federal em Curitiba, para fazer uma entrevista com ele, que havia sido autorizada pela Justiça no início do ano.

É certo, portanto, que Greenwald já tinha o material quando conversou com Lula na cadeia. No dia 9 de junho, dezenove dias depois da entrevista, o Intercept Brasil começa a divulgar as conversas hackeadas.

Entre o primeiro dia em que o hacker fez o contato com Glenn Greenwald, e a publicação, passaram-se exatos 29 dias, ou quatro semanas. Glenn Greenwald, ao publicar os diálogos, declarou: “ficamos muitas semanas planejando como proteger a nós e nossa fonte contra os riscos físicos, riscos legais, riscos políticos, riscos que vão tentar sujar a nossa reputação.”.

No fim do mês de abril, no dia 27, uma entrevista com Lula foi publicada pela Folha de S. Paulo e o El País e, como se fosse premonitório, o ex-presidente garantiu ter (…) “obsessão de desmascarar o Moro, de desmascarar o Dallagnol e a sua turma”.

Nove, dezenove, vinte e nove dias (ou quatro semanas, Merval ainda nos faz esse grande favor de transformar dias em semanas…)

O que uma coisa tem a ver com outra? Qual a coincidência que ele encontrou entre o fato de Glenn receber um material jornalístico e nove dias depois obter a autorização para uma entrevista que vinha pedindo há mais de um ano?

O que a fala de Lula ao El Pais, sobre sua “obsessão de desmascarar o Moro, de desmascarar o Dallagnol e sua turma” tem de premonitório? Isso é o que todos que acompanham a farsa lavajateira vem falando desde meados de 2014, quando os objetivos golpistas da operação ficaram bastante claros. É claro que Lula, uma das principais vítimas da farsa (visto que perdeu a liberdade, o bem supremo do mundo), tem “obsessão” para desmascarar os seus autores.

Não há nada de “premonitório” na fala de Lula. Quer dizer, para não tirar toda a razão de Merval, poderíamos dizer que a “praga de Lula é forte”.

Mas não há coincidência nenhuma, obviamente. Ou não deveria haver, porque Merval Pereira inventou uma nova maneira de conceituar uma coincidência, e que vem revolucionar as teorias de conspiração.

Anotem isso. Estou escrevendo esse post no dia 30 de julho de 2019; daqui a vinte e nove dias (ou quatro semanas), um membro do ministério irá ser demitido (ou não).

Para Merval, será uma “coincidência de datas”.

Defender Bolsonaro, Moro e as falcatruas da Lava Jato reveladas pelo Intercept está começando a afetar seriamente o compromisso de alguns profissionais de imprensa com mais prosaica das qualidades jornalísticas: a lógica. 

Quando alguém pesquisar as origens das deformações do nosso sistema de justiça, não poderá esquecer o papel desempenhado por alguns jornalistas do mainstream para que chegássemos a esse ponto.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

51 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Omar Telada

04 de agosto de 2019 às 11h04

Metal é o maior LOROTEIRO da Globo. Nada do que diz se fundamenta. É o PLÁSTICO BOLHA, só serve para preencher espaço vazio, dar proteção às né raridades espúrias do patrão, e pipocar, estourar nas mãos, bocas e redes só Isis dos analfabetos políticos e demais reses que só conseguem ir adiante se tiver um berra te tocando para conduzí-las.

Responder

Roberto C.A.Vieira

31 de julho de 2019 às 07h56

De acordo com comentário anterior a Petrobrás e o país estão tendo enormes prejuízos com a operação Lava-jato. Resumindo:
Quando um cirurgião encontra um paciente com um câncer agressivo, ele analisa os riscos e os benefícios e toma a decisão do que fazer. Portanto, agora existe prejuízos, para no futuro, o Brasil lucrar não somente na parte financeira, mas lucro moral, lucro na história do povo, lucro de valores restaurados, lucro de nós transformarmos num país sério e que a partir de então desfrutaremos de uma reputação completamente diferente de tudo que estamos acostumados. Quanto aos comentários de que Bolsonaro não está preparado emocionalmente para conduzir a nação, até agora, em nossa recente democracia, quem estava preparado? Collor, Sarney, FHC, Lula, Dilma e finalmente Temer? Todos já esqueceram, que Bolsonaro, é o primeiro presidente, que foi eleito, sem utilizar-se de nenhum recurso da mídia tradicional, ou seja, a imprensa na forma como conhecemos, rádio, TV, jornais, se não se reinventar, será como o orelhão, telefone fixo, banca de jornal, etc…
Vamos dar tempo a tempo!

Responder

Orlando

30 de julho de 2019 às 23h46

A maior aliada da mídia é a desmemória do povo. Para a imensa maioria das pessoas, só o presente existe, mas um presente também ele comandado pela inconsciência — tão inconsciente, que é, lembrando um trecho do diário de Tolstói, como se a vida jamais tivesse sido.

Passo os olhos nas chamadas do noticiário hoje e só consigo lembrar de uma coisa: passamos quase 20 anos — 20 anos! — vivendo sob exacerbado personalismo político, sob um crescente populismo, marcado por discursos nos quais o deboche e o sarcasmo se transformaram em recursos demagógicos de largo uso. A logorreia coalhada de disfemismos servia a um método ilusionista, cuja pretensão era camuflar a política que menosprezava e ridicularizava as instituições do país, apoiava e fazia alianças com regimes ambíguos ou abertamente ditatoriais, mantinha a maioria do Congresso Nacional submissa e corrompia, de forma sistemática, os mais diferentes setores. E enquanto Lula vomitava verborreia e Dilma repetia alucinações linguísticas, a máquina esquerdista avançava para se eternizar no país e perverter todos, absolutamente todos, os nossos valores.

E o que fazia a mídia? O que fazia a imprensa? Como se comportavam os jornalistas? Riam. Gargalhavam. Espojavam-se nos perdigotos lançados pelos dois presidentes, refestelavam-se nos discursos escatológicos. Lula e Dilma defecavam sobre o país — mas os jornalistas, com poucas e elogiosas exceções, diziam sentir perfumes exóticos, sentiam-se inebriados pelas palavras recheadas de excrementos.

Onde estavam os jornalistas de hoje nos últimos 20 anos? Que autoridade moral eles têm para fingir indignação agora, se antes, durante 20 anos!, veneraram as piores verborragias? Que autoridade moral eles têm se, durante 20 anos!, ficaram de joelhos e aplaudiram as mais vexaminosas diarreias verbais?

Responder

NeoTupi

30 de julho de 2019 às 19h34

Merval chega a ser cômico: Entrevistas com Lula foram feitas na frente de agentes das PF, sem possibilidade de conversa privada. Como iriam combinar algo contra Moro na frente de agentes da PF comandada por Moro?

Responder

    Marcio

    30 de julho de 2019 às 19h55

    E’ obvio que o Bundevaldo nào foi pessoalmente…tem um monte de gente que vai e vem todos os dias. Tonto !!

    Responder

      NeoTupi

      30 de julho de 2019 às 20h41

      Sua própria conclusão só confirma que o argumento do Merval é ridículo.

      Responder

    Marcello

    31 de julho de 2019 às 18h58

    Não seja tão inocente, toda entrevista se dá após as partes conversarem sobre o escopo do evento. E foi exatamente isso que aconteceu.

    Responder

Paulo

30 de julho de 2019 às 18h53

Cada qual terá a sua versão. Mas parece óbvio que a divulgação dos dados hackeados teve autorização de Lula (era fundamental a sua anuência, e de seus advogados, para esconjurar o risco de que isso prejudicasse ainda mais sua defesa – e ainda assim creio que avaliaram mal, ou a política se sobrepôs às consequências jurídicas). O grande homem (?) jamais o faria – a divulgação dos dados – sem essa autorização. E, sim, eu me lembro da fala fora de contexto do Lula, na entrevista a Mônica Bérgamo e Florestan Fernandez Jr, ao falar em “desmascarar Moro e Dallagnol”. Quando começaram a ser publicadas as conversas e mensagens entre os membros da Lava-Jato, eu já fiz, naturalmente, a associação…

Responder

Dercio Conceicao

30 de julho de 2019 às 18h40

materia sem pé nem cabeça – uma falação desconexa do autor (lembra as conversas tontas da DilmAnta) em favor das narrativas favoraveis ao Lula Livre.

Responder

NeoTupi

30 de julho de 2019 às 18h19

Bozo conseguiu o inimaginável: colocou na pauta seu prórpio impeachment. O assunto já se alastrou pelo Congresso, e não só pela oposição, pelo centrão também, pelo oficialato das FFAA que prefere o Mourão, o oportunista governador tucano de SP já sinaliza virar oposição, a sociedade civil, a direita civilizada não aguenta mais tanto vexames e prejuízos. O mercado só falta acabar de passar o confisco das aposentadorias para apoiar nos bastidores a troca pelo Mourão.

Responder

Cesar Saldanha

30 de julho de 2019 às 17h53

Só que em sua narrativa esqueceu de incluir que o primeiro contato jornalistico de Greenwald, para apresentar ao público as falcatruas de Moro e Deltan, foi oferecido ao programa do Fantástico da TV Globo em que trabalha, e é claro, que foi negado. Santo esquecimento!!

Responder

    Admar

    30 de julho de 2019 às 19h27

    Perfeito, eles Bolsominions estão cegos de ódio e esquecem que a Rede Esgoto foi a primeira mídia consultada pelo Glen, mas ela como Mordia e Assoprava o governo do Cabeça Oca, rejeitou o material. Só um energúmeno pra crer que o Intercept dependeria da aprovação do Lula para divulgar a Farsa a Jato!!!

    Responder

JEAN RAFAEL CHAGAS DA SILVA

30 de julho de 2019 às 17h40

É incrivel ver o que mais de 30 anos de doutrinação nas escolas e universidades pode fazer. A completa negação da realidade para viabilizar uma narrativa sem o mínimo fundamento. São incapazes de enxergar a realidade à sua frente. Antonio Gramsci realmente foi um gênio, pois o marxismo cultural aplicado no Brasil foi um sucesso! Hoje nos deparamos com uma legião de cérebros lavados com ideologia marxista. Yuri Bezmenov tinha razão. Aos cérebros lavados de plantão, procurem a entrevista de Yuri no youtube e vejam como foram manipulados para chegar onde chegaram. O nome disso, imunização cognitiva.

Responder

NeoTupi

30 de julho de 2019 às 17h27

Exatos 7 dias que os hackers estão presos, e suas mensagens periciadas pela PF.
– Nada encontrado que desabone os jornalistas e as reportagens do The Intercept.
– Nenhuma teoria da conspiração dos morominions foi encontrada.
– O único desmentido até agora foi Moro.
– A oposição exige preservar todas as provas. Moro quis apagar. Quem tem medo da verdade?

Responder

    Marcio

    30 de julho de 2019 às 18h47

    Por curiosidade, o que foi apagado…?

    Responder

Lord Joseph Weed III

30 de julho de 2019 às 17h22

A lógica abandonou o Brasil há muito tempo.
A eleição de Bolsonaro é a prova disso.
Ou formamos uma frente ampla contra o fascismo ou os militares derrubam Bolsonaro e instalam uma ditadura.
Uma coisa está clara , a direita e os militares já perceberam que Bolsonaro não tem condição intelectual , emocional e moral de governar.

Responder

Guilherme Nagano

30 de julho de 2019 às 13h42

Pelo jeito essa Vaza Jato já deu o q tinha q dar! O envolvimento da Manuela D’Ávila mostra envolvimento da esquerda p desmoralizar a Lava Jato!

Responder

    Luizzz

    30 de julho de 2019 às 14h55

    Parece fanático religioso anunciando apocalipse kkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Grampola

    30 de julho de 2019 às 16h34

    Diz ai bolsominion, que crime eles cometeram?

    Responder

    Batista

    30 de julho de 2019 às 17h24

    Para desmoralizar a Lava Jato bastam os fatos disponíveis, acompanhados por um bocadinho que seja de ignorância a menos no devoto bolsomoroiano.

    Deixemos o lado criminoso dos lavajateiros, mais que comprovado nos documentos sendo divulgados pelo The Intercept, Folha, Veja, Band, etc., e chequemos os resultados pelo lado econômico, com prejuízos gigantescos causados pela operação, através das ações dos lavajateiros, como por exemplo na razia da ‘corrupção maior do mundo’, na Petrobras, entre 2014 e 2017.

    Entre 2000 e 2013, ‘com a maior corrupção do mundo e tudo mais’, a Petrobras apresentou lucro líquido em todos os balanços anuais, sendo que entre 2009 e 2013, a média dos lucros líquidos obtidos foi de R$25 bilhões.

    Em 2014, foi lançada a operação Lava Jato que passou a investigar corrupção na Petrobras de forma mais intensa até 2017, conseguindo a façanha de causar prejuízos a mesma no período, superiores a R$75 bilhões, além de R$100 bilhões de lucros líquidos não obtidos, totalizando prejuízos de R$175 bilhões, contra R$4 bilhões da tão propagandeada recuperação de dinheiro da corrupção, com vitória do Prejú na ordem dos R$171 bilhões líquidos, sem entrar nos quesitos, desemprego, destruição da industria da construção pesada (com forte atuação no exterior), da indústria naval e de empresas tantas que giravam em torno da Petrobras: ‘Ei, ei, ei, Moro é o nosso Rei”, né não?

    Para finalizar, se o desavisado procurar onde se informar ao invés de desinformar-se adestradamente, saberá que a Bardella, outra de nossas,outrora, gigantes da indústria pesada, no “pedido de recuperação judicial ontem apresentado a 9ª Vara Cível de Guarulhos, aponta como responsáveis pela deterioração das das condições da empresa a crise econômica que o país enfrenta e os efeitos da Operação Lava Jato.”

    Fala, bolsomoroiano, explica a lógica da corrupção acima de tudo e a destruição pra cima de todos, que eu te escuto.

    Responder

maria do carmo

30 de julho de 2019 às 13h41

moro e bolsonaro criminosos mentirosos contumazes!!! Quem apoia sao iguais!!!

Responder

Alexandre Neres

30 de julho de 2019 às 13h32

“Passaram-se exatos 29 dias” é realmente hilário. Seria um número cabalístico? Por sua vez, uma semana antes das eleições Moro vazou uma delação do Pulhocci que segundo ele, chefe da LJ, e seus subordinados (diversos procuradores) não tinha fundamento algum, o que prejudicou sobremaneira a candidatura do Haddad. A questão é o timing da força-tarefa. O tempo inteiro casa certinho com o da política, o que Merval Pereira (ou Abukir) tenta fazer com certa elasticidade, porém não logra êxito.

Responder

    José Ricardo Romero

    30 de julho de 2019 às 15h24

    Claro que é cabalístico. Se você somar 2 mais 9 dá 11 e 11 é… eu já esqueci, mas é cheio de significados.

    Responder

    BORGES

    30 de julho de 2019 às 15h37

    Seria interessante o Merval analisar cabalisticamente também os números das leis, artigos e etc para saber o que deu errando quando esses juízes e procuradores as desrespeitaram.

    Responder

Marcio

30 de julho de 2019 às 13h15

O engraçado è que o hacker chegou atè o contato da Dilma mas pensou bem de nào contar nada pra ela.

“Dilma…? Vixe, essa aqui è retardada completa, deixa buscar o contato de outro alguem….” Kkkkkk

Responder

Francisco

30 de julho de 2019 às 12h55

Que Merval cumpra o ofício para o qual foi designado, desinformar opinando, vá lá, é do jogo sabujos à cancha para atrapalhar o bom andamento da porfia, mas o Cafezinho entrar nessa de ‘reperdiscutir’ as hilárias diatribes mervalinas ao invés de centrar o foco no conteúdo das informações vazadas, ou seja, no que interessa ou deveria interessar a quem se pretende preocupar com a plena restauração da democracia e da justiça, no Brasil, pois escancara a farsa jurídica-midiática lavajateira de forma mais que comprovada, com os criminosos nus e crus, pegos em flagra pelados com a mão no bolso, em plena luz do dia.

Responder

Justiceiro

30 de julho de 2019 às 12h39

– meu amado preeesidente Lula, eu ter em meus mãos materrial que pode destruirr Serrgio Morro e Deltan Dalaguenou.

– Isso ´verdade mesmo?:Isso vai me tirar da cadeia? Olha, vou lhe confessar: o triplex e meu, o sítio é meu…eu tenho muito dinheiro. Vou confiar em você porque a Gleisi já disse que você é nosso aliado. Então vou lhe confessar: tudo que Moro diz de mim é verdade. Infelizmente esse filho da puta me pegou. mas me diga, como você pode me ajudar?

– como eu dizer, eu ter materrial pra derrubar Sergio Morro e Dalagnou. Eu tirrar o senhorrr daqui.

– Então vá em,frente que eu quero me vingar de Sérgio Moro e desse filho da puta do Dalagonou, dalognou…porra! nem sei falar o nome desse cara direito. .

Responder

    RUBY

    30 de julho de 2019 às 16h48

    Cheio de graça sua historia, mas como seguidor do juiz vc deveria saber que ele afirma que o triplex nao é do acusado, que o acusado não tem dinheiro no exterior. mas que vai condena-lo por …. sei lá o que? teje preso. quero ser ministro…

    Responder

Marcio

30 de julho de 2019 às 12h20

“É claro que Lula, uma das principais vítimas da farsa (visto que perdeu a liberdade, o bem supremo do mundo), tem “obsessão” para desmascarar os seus autores.”

Respeite as instituiçoes do seu Pais e a Democracia oh raça de beduino, vendedor de tapetes sujos.

Civilize-se passou da hora !!

Responder

Marcio

30 de julho de 2019 às 12h02

Logog apòs a Cretina Davila ter sido contactada pelo novo atacante manco da esquerdalha podre, assim como operavam as organizaçoes criminosas italianas na època alguem levou a informaçào para o Chefe de Quadrilha, Pilantra Maximo na cadeia….ou alguèm duvida ?

Responder

    Ulisses

    30 de julho de 2019 às 12h23

    Depois de tanta safadeza desta direita cretina, até você sabe que escreve bobagens que ninguem acredita!

    Responder

      J Fernando

      30 de julho de 2019 às 12h58

      Mas, ele sabe que tem público nOcafezinho.
      Assim como muitos bolsominions, nada do que Moro, Dallagnol ou Bolsonaro faça de errado, ele considera errado. Os argumentos são rasos, mas você se engana quando diz que ninguém acredita: o autor dos comentários e os eleitores bolsonaristas acreditam piamente. E passam pano.

      Responder

        Marcio

        30 de julho de 2019 às 13h12

        Voces dois tambèm acreditam.

        Responder

    mario

    30 de julho de 2019 às 14h32

    Tá levando um jabaculê para defender a podridão da direitalha. ha ha ha

    Responder

ari couto

30 de julho de 2019 às 11h56

Pior que o Merval é o A. Garcia. Quem se interessar, entre no site Notícias Agrícolas e veja o artigo dele. Confesso que me fez o estômago revirar. Infelizmente, parte da população, acostumada a ouvir esses trastes, não sabe mais o que é jornalismo

Responder

    Marcio

    30 de julho de 2019 às 12h05

    Fatos sào fatos e blà blà blà e opinioes sào zero.

    Responder

Marcio

30 de julho de 2019 às 11h54

Merval acertou em cheio o alvo e afundou o barco carregado de mortadela vencida…!! Kkkk

Coloco aqui meu ultimo comentario:

Esses pilantras hackearam metade do Brasil (de graça para dar um ar politico ao negoçio…Kkkkkk) e o que o Bundevaldo consegue copiar, tirar do contexto, e atè ser pego a modificar è isso: Moro, Lula, Deltan, Lula, Moro, Deltan, Lula, Moro, Lula, Deltan….tente disfarçar um pouco pelo menos o raça de cretino.

Jogou tudo no lixo (pois de lixo se trata) desde o começo.

Com tantos gringos inteligèntes a esquerdalha podre arrumou um imbècil completo para fazer o serviço e os tontos ainda ficam de boca aberta esperando a proxima palhaçada.

Responder

    mario

    30 de julho de 2019 às 14h33

    Falou o gari da “grobo”, he he he

    Responder

Giordano

30 de julho de 2019 às 11h47

Muito doidão! kkkkkkkkk

Responder

degas

30 de julho de 2019 às 11h42

No mundo invertido, o bandido Lula é a ingênua vítima, a Lava Jato é um complô e o falso Pulitzer não é um ex-produtor de pornografia gay, mas um intrépido jornalista que está revelando de forma irrefutável os crimes do Moro.

No mundo real, a gente sempre pode convidar o pessoal a levar os “crimes” do Moro à justiça como foram levados os do Lula, dizendo que ele infringiu a lei X e existe a prova Y. Nunca farão isso porque sabem que não têm nada em mãos, apenas o poder de fazer ruído na parte vermelha da imprensa.

No mundo real, todos também já perceberam para quem o Verdevaldo trabalha e sabem que nada é feito na gang petista sem anuência do chefão. Portanto, faz realmente sentido o que o Merval está levantando sobre a cronologia dos fatos e os recadinhos do corrupto e lavador de dinheiro.

Responder

    Schell

    30 de julho de 2019 às 11h51

    Não me venha com essa conversa de “bodega”; o texto trata exatamente de pessoas com esse esboDegado: o uso da lógica, hoje, tão distante de certa gente-ainda-encantada-com-o-nazismo.

    Responder

    Luiz

    30 de julho de 2019 às 11h52

    Cara, essa droga que você usou está estragada. Ou você é um robô, ou é um completo alienado, ou é um minion. Até a direito xucra já percebeu os crimes praticados pela lava jato. Mas exigir raciocínio de um minion, é o mesmo que exigir do seu “mito” alguma inteligência.

    Responder

      Admar

      30 de julho de 2019 às 11h59

      Pois é, elegeram um Miliciano Destrambelhado com problemas Cognitivos que fez muitos discípulos!!!

      Responder

      degas

      30 de julho de 2019 às 12h04

      Beleza, Luiz, você viu um crime na Lava Jato? Faça o que eu disse acima. Diga qual lei específica foi descumprida e mostre a prova que você tem disso à justiça. Pronto, resolvido o problema. Não sei por que vocês não cobram isso de seus líderes.

      Quanto ao Merval, o que ele escreveu faz realmente sentido. Mas, pelo menos por enquanto não há provas de que aquilo realmente aconteceu. Se aparecerem provas será mais algum tempo de cana para o bandido Lula.

      Responder

        Marcio

        30 de julho de 2019 às 13h06

        O Lula è experto sò tràz proveito, proteçào ideologica (que ele nào sabe nem o que è, sò explora a idiotice dos outros) dessas coisas mas nào è ele o mandante direto.

        Quando ele viu que os processos estavam indo para frènte resolveu se candidatar pessoalmente a Presidencia para ter o alibi da sentencia politica…o bicho è mala mesmo, mas sào coisas simples, infantiis, de terçeiro mundo que jà vimos hà muito tempo mas ainda nesses lugares desastrados fazem sucesso.

        Responder

          Luizzz

          30 de julho de 2019 às 14h38

          Já o teu português é de quarto mundo para baixo!

          Marcio

          30 de julho de 2019 às 18h51

          Sim.

    Marcio

    30 de julho de 2019 às 11h58

    O grande jornalista Bundevaldo (que provavelmente lè esse site….aproveito para mandar um beijo…Tchau Bundevaldo !! Kkkkk) è um receptador de galinhas roubadas. Kkkkk

    Responder

    Marcio

    30 de julho de 2019 às 12h07

    A inversào de valores, das partes e dos fatos, alèm do desrespeito as sentèncias por parte dos atrapalhados ideologicos è uma tragedia, uma praga, nunca vì um povo maluco igual esse.

    Responder

    maria do carmo

    30 de julho de 2019 às 13h35

    degas chega de bobagens, chega de tolices!!!

    Responder

    Janaína

    30 de julho de 2019 às 16h28

    Concordo plenamente com você Degas.

    Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?