Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Facebook de Ciro Gomes

Ciro: “comigo unidade é o cacete”

Por Redação

17 de setembro de 2019 : 13h17

No Estadão

Ciro vincula tática do PT pró-Lula a série de derrotas: ‘Agora e por três ou quatro eleições’

Ex-ministro critica o que chama de ‘burocracia’ petista e descarta unidade na centro-esquerda

Entrevista com Ciro Gomes, ex-ministro

Leonardo Augusto, Especial para o Estado

17 de setembro de 2019 | 05h00

BELO HORIZONTE – Candidato à Presidência derrotado pelo PDT em 2018, o ex-ministro Ciro Gomes afirmou que o “campo progressista” perderá as próximas três ou quatro eleições caso o que ele chama de “burocracia do PT” mantenha uma estratégia em “nome da direção imperial” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Como mostrou a Coluna do Estadão, cresceu entre políticos e analistas a percepção que Ciro decidiu radicalizar o discurso de defesa da democracia e romper com a “frente de esquerda”. “Agora ninguém mais vai enganar ninguém porque o que eu tinha para dar de engolir, de ter que fazer silêncio em nome da unidade, eles acabaram de liquidar”, disse Ciro ao Estado.

Ele esteve em Belo Horizonte para participar da filiação ao PDT da professora Duda Salabert, a primeira transexual a se candidatar ao Senado, nas eleições do ano passado – ela estava sem partido desde que se desfiliou do PSOL. Abaixo, os principais trechos da entrevista, feita por telefone.

O deputado Alexandre Frota lhe pediu desculpas sobre comentários que fez contra o senhor. O pedido foi aceito?

Não vou atribuir nenhuma relevância política a isso. Mas eu aceito as desculpas e reconheço nisso um gesto humano muito nobre. Porque eu, quando erro, gosto também de pedir desculpas. Aceito as desculpas dele e bola para frente.

O PT não apoiou o sr. na eleição presidencial de 2018 e lançou um candidato próprio. Agora, o sr. já se colocou como candidato para 2022. O sr. acredita que o PT pode, na próxima eleição presidencial, apoiar um candidato de outro partido?

O PT são vários PTs. E é importante que você entenda essa premissa para o raciocínio que vou elaborar. Esta burocracia do PT e a estratégia que essa burocracia está fazendo em nome da direção imperial do Lula é certeza da derrota do campo progressista no Brasil agora e pelas próximas três ou quatro eleições. Por quê? Porque você explodiu sobre a cabeça do povo brasileiro, tal como nosso povo é, dois gravíssimos problemas. Um, a corrupção generalizada. Você pode relativizar, como petista fanático dessa burocracia faz. A segunda questão é econômica (a crise).

Ambos os lados agem da mesma maneira?

São rigorosamente as duas faces da mesma moeda. E aí você vê na caricatura. O Datafolha publica uma pesquisa em que há uma violenta deterioração da popularidade do Bolsonaro, e o Bolsonaro faz um discurso dizendo, ‘tá bom, errei em alguma coisa’, mas se vocês falarem mal de mim, o PT vai voltar. No mesmo dia, a (presidente do PT) Gleisi Hoffmann, que interpreta esse PT corrupto e incompetente, que é uma pau mandado do Lula, sem nenhum tipo de atitude crítica, simplesmente o partido mais importante do País é dirigido por essa mulher. Ela diz o quê? Que vai ser nós contra o Bolsonaro. Enquanto isso alguém ilude o Flávio Dino, alguém fala em unidade comigo, e tal.

Algum partido já conversou novamente em unidade com você? Alguém do PT?

Comigo unidade é o cacete. Unidade é na luta. E na luta em cima da mesa. Agora ninguém mais vai enganar ninguém porque o que eu tinha para dar de engolir, de ter que fazer silêncio em nome da unidade, eles acabaram de liquidar.

Quando isso foi liquidado, na eleição do ano passado?

Quando entregaram o Brasil para o Bolsonaro. Ou você acha que o Bolsonaro se elegeria sem o que o PT fez? O Bolsonaro nunca foi o candidato da direita brasileira. O Bolsonaro foi engolido pela direita brasileira porque era o cara que foi identificado pelo nosso sofrido povo como o mais tosco intérprete do antipetismo que era a força dominante. Bolsonaro interpretou de forma tosca o sentimento de medo do povo. Porque também durante 14 anos não mexemos uma linha nas instituições para enfrentar o narcotráfico, o contrabando de armas, as facções criminosas comandando o crime. E a única política que foi implantada no Brasil foi a política do encarceramento do jovem pobre, negro.

Existe alguma possibilidade de o presidente Jair Bolsonaro não terminar o governo?

Acho que ele não termina o governo. Isso é um mero palpite. Espero que não seja pelo suicídio. Meu palpite, é um mero palpite, é que vai ser por renúncia. Os políticos, que de alguma forma foram negados também pelo caráter antipolítico que o Bolsonaro impôs na retórica dele, estão muito ressabiados com a bobagem que fizeram no impedimento da Dilma. Então, por exemplo, o PSDB sabe que talvez tenha se liquidado mortalmente naquele gesto burro. Se tivesse esperado o tempo fluir, até o final do mandato ruidoso da Dilma, tinha ganho as eleições. O que aconteceu, interromperam o mandato e passaram a ser corresponsáveis pelo desastre que veio daí adiante com Michel Temer e agora com o Bolsonaro. Produziram o Bolsonaro. Isso o PT também está vendo. Então a probabilidade de um impeachment hoje é pequena. Mas as energias são tão negativas e tão rápidas que não vejo como Bolsonaro termine o governo.

O que vai ser mais fácil na sua campanha em 2022, atrair apoiadores do Bolsonaro ou do PT?

Quero produzir corrente de opinião. O Brasil vai passar por muita confusão. Acho que o Brasil vai passar por momentos terríveis nos próximos seis meses. O cenário internacional está se deteriorando de forma grave. O nível de paciência do Paulo Guedes para as irracionalidade do Bolsonaro, e para a orgânica contradição do Bolsonaro com o liberalismo que o Guedes representa, tudo isso provavelmente sinaliza para uma saída do Guedes em algum momento. A deterioração da economia é um fato. O teto de gastos será atingido no ano que vem. O Bolsonaro votou a favor disso. É uma aberração. O ano que vem vai ser terrível. E isso tem um poder de combustão muito grande. De provocar novos alinhamentos na vida brasileira. Como eu calculo? Acho que o bolsonarismo doente são 15% da população. Acho que o petismo doentio são 20% da população. E o grande problema é que essa grande maioria (65%) está atomizada, sem compreensão.

O senhor veio a Belo Horizonte para participar da filiação ao PDT da professora Duda Salabert, a primeira transexual a se candidatar ao Senado, nas eleições do ano passado. Há uma tentativa de o partido se aproximar das chamadas minorias?

A professora Duda é uma figura extraordinária. Ela está saindo do PSOL. E escolheu o PDT. Isso para mim é uma grande honra. E, para nós, não é para reforçar luta identitária, é para reforçar a militância em torno de um projeto nacional que tenha compromisso com as diferenças, com a tolerância, com a igualdade, trabalhar para que seja respeita a fé, a preferência dessa ou aquela forma de amar, porque para nós todas elas são justas.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

34 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

J Fernando

18 de setembro de 2019 às 10h28

Essa tática do Ciro, de bater no PT, no Lula e nas esquerdas, já está manjadíssima. Mas, infelizmente, continua dando manchete e palco, portanto, ele vai continuar utilizando disso.
Ciro nunca conseguiu angariar simpatia de minha parte. Se ele for ao 2º turno contra um direitista, beleza, tem o meu voto. Mas, para isso ele precisa passar pelo 1º turno e aí, voto em outros candidatos de esquerda, mas não voto no Ciro.
Talvez Ciro não tenha nenhum bom influenciador, moderador ou o que quer que seja, para informá-lo de que “unidade é o cacete” queima ainda mais sua candidatura.

Responder

marcos

18 de setembro de 2019 às 09h48

nunca li tantas mentiras, nem dos bolsomerdinhas. e nao é uma minha opiniao, sao os NUMEROS:
lula tinha o dobro das intençoes de voto que o bozo, se tivesse concorrido teria ganhado disparadamente!
nem tudo mundo é tao burro de acreditar que a crise economica foi culpa do PT.
quanto a corrupçao, tudo mundo é corrupto, nao pode ser este o ponto de discriminaçao. corrupçao é a disculpa sempre boa para derrotar alguem de sucesso que incomoda.
na era PT a cota-salarios do produto nacional subiu de 44 para 51%. deve ser por isso que tanto incomoda…

Responder

Netho

18 de setembro de 2019 às 09h34

Independentemente de quem disponha das melhores condições para fazer o enfrentamento, com êxito, da direita liderada pela extrema-direita, o fato é que a tese é essencialmente consistente com a realidade política-eleitoral.
O PT e Lula perderam as condições de modificarem o status quo – ora configurado por conta dos seus próprios erros crassos cometidos -, e persistem na reincidência do erro crasso que é imaginar que a onda antipetista esmaeceu e reduziu sua envergadura por conta da acelerada queda de popularidade do “mau militar” dono do poder central.
O PT de 2018 repetiu o PT de 1989.
Brizola teria vencido Collor de Mello com um pé nas costas;
Até Mino Carta, insuspeito, deixa claro no seu editorial da Carta Capital desta semana, que o PT e Lula estão a caminho de repetir o mesmo erro: a insistência no protagonismo e com Haddad.
O PT e Lula cabem como uma luva na máxima de Talleyrand:
“Não aprenderam nada, não esqueceram nada”.

Responder

Ioiô de Iaiá

18 de setembro de 2019 às 07h49

Mesmo com boa vontade, fica difícil entender a estratégia do Ciro. Com esse discurso não vai receber apoio da esquerda. A direita já tem vários candidatos. O centro está super complicado e reduzido e não gosta desse discurso agressivo. Será que ele quer ser uma espécie de Marina de calças?

Responder

Eu

18 de setembro de 2019 às 01h39

Quem era o líder maior do país, do governo e do partido que liderou o mensalão e petrolao?
Todo mundo roubou e ele não sabia?
Seu braço direito roubou 100 milhões e ele queria colocar esse cara na presidência, tô mentindo?
Todos os ladrões presos tiveram cargo nos governos petistas, geddel, diretores do PT, publicitários…
Vcs não enxergam isso?
Acham mesmo que o judiciário, a mídia e o mercado permitirão uma candidatura de Lula?
Vcs acham que é vencem uma eleição nacional com a PF trabalhando 24 hs por dia pra prender petista?
Já deu, passem o bastão, ninguém aguenta Crazy hof e seus papagaios de Lula livre…
Lula vai ser solto, mas não por essa Campanha…suas condenações não serão anuladas, ele vai para o semiaberto e receber o convite pra ficar quieto….

Responder

Carlos Marighella

17 de setembro de 2019 às 23h11

As respostas do Ciro estão tão (mal) editadas que algumas estão até difíceis de entender.
O nível da grande imprensa brasileira é de dar dó.

Responder

Darcy Brasil

17 de setembro de 2019 às 21h48

Quantos milicianos existem no Brasil? Duvido que Ciro e os petistas conheçam esse número. Quantos conhecem? Sabemos que milhares de homens com formação militar se organizaram politicamente em todo o Brasil para defender a eleição de Bolsonaro. Eu vi, conheci de perto suas ações na cidade do Sul de MG onde residia. Desde Janeiro de 2018, esses homens compareceram em cada cidade que Bolsonaro visitou quase que em ritmo de ordem unida. Muitos deles estão associados aos contraventores do jogo do bicho, uma relação antiga que começou há dezenas de anos através do famigerado “arrego”. Controlam diversas empresas de segurança (qual o condomínio do Rio de Janeiro desconhece os serviços de segurança oferecidos por melicianos?). No início, negociavm “gato net”, bujões de gás. Atualmente, entraram firme no tráfico de drogas, de armas, cifrado em bilhões de dólares. Com Bolsonaro, passaram a oferecer o governo dos sonhos dos banqueiros, ruralistas e do imperialismo ianque. Alguma dúvida de que essas milícias, organizadas nacionalmente, também conhecem relações com a CIA? Lembram da visita de Bolsonaro à sede dessa agência de inteligência? Esqueceram? Não dão importância para isso? Se esqueceram que é com organizações paramilitares como as nossas milícias que a CIA tem semeado conflitos pelo mundo afora? Por que milhares de homens armados, acostumados a violar a lei recorrentemente, a matar impunemente, a usar extrema violência contra os trabalhadores e o povo, deixariam de atender ao chamado já implicitamente feito por Bolsonaro para fechar o Congresso Nacional e o STF e implantar no Brasil uma ditadura fascista? Em 1964, Juscelino e Lacerda também faziam, como Ciro e os petistas, discursos e intrigas visando vencer as eleições presidenciais marcadas para 1965. Ambos foram cassados e o povo comeu o pão que o diabo amassou por 21 longos anos.

Responder

WALFREDO FERREIRA DA SILVA

17 de setembro de 2019 às 21h24

Tem que algum repórter fazer essa pergunta ao CIRO GOMES :
PERGUNTA : Se o senhor no PDT tivesse 30% de votos dos eleitores no Brasil, abriria mão para dá a cabeça de chapa da candidatura á presidente a alguém do PT ?

Responder

Nelsonz

17 de setembro de 2019 às 21h21

Eu gostaria de ver a honestidade intelectual vigorar no cafezinho e comentar a entrevista do HADDAD que informou o que todo mundo já sabia, CIRO foi convidado para ser vice de CIRO em 2018. Seria uma grande aliança, mas CIRO apostou que o PT estava morto e LULA morto e preso. Apostou no antipetismo e quis que o PT entrasse no seu jogo de não ter candidato e não fazer o jogo politico de angariar aliados e ou bloquear adversários. Deu no que deu, ele teve 12 por cento e HADDAD de 3 a 24 por cento. Ele acha que o eleitorado do PT vai apoiar quem hostiliza o PT e LULA. O PT tem de 25 a 30 por cento do eleitorado, é o partido mais popular od BRASIL por que os outros são antiPETE, não tem identidade, tem odio e preconceito. Ciro negou a realidade politica do pais que o PT sempre esteve disputando a presidencia desde 89, ou como ganhador ou como vice.O PTé esquerda que foi testada nas urnas e em grandes estados do BRASIL, dos maiores só não governou SUMPAULO.Ciro e um arrogante sem noção que não faz autocritica, só critica e o cafezinho vai na onda, nunca exigiu atuto critica do FUJÃO!

Responder

    Nelsonz

    17 de setembro de 2019 às 21h23

    lEIA SE QUE ciro foi convidadeo a ser vice de LULA.

    Responder

cidadão

17 de setembro de 2019 às 20h22

Carta aberta ao Ciro:
Meu caro, depois de uma carreira política bem sucedida e ilibada, acho justo que tenha objetivo de candidatar-se e ter uma base de apoio ampla, como é a base eleitoral do PT.
Mas o “problema” é que o que levou mais de 47 milhões de pessoas a votar no Haddad, foi o Lula.
Então o PT tem mesmo é que se abraçar no Lula e não em você.
Vai lá, faz uma visitinha pra ele, e conversa numa boa, quem sabe ele te apoia e indica teu nome? Isso vai depender muito do que vai acontecer nos próximos meses. Os julgamentos que condenaram Lula estão em via de serem anulados. Se isso acontecer, é você que vai ter que apoiar ele…

Responder

Wellington

17 de setembro de 2019 às 19h30

Ciro ou ninguem è a mesma coisa, a primeira coisa que ele faria se eleito seria imprimir dinheiro em folhas A3 porque è maior do A4 e cabem mais !! Kkkk

Quem tem 30% dos votos è o PT…quero ver transferir 30% de votos radicais para quem mal tem 10%….arrumem outra saida, que esse sujeito circense è uma perda de tempo.

Responder

Patrice L

17 de setembro de 2019 às 18h36

O Ciro é um bosta

Responder

Justiceiro

17 de setembro de 2019 às 17h56

Miguel, o Senado está prestes a votar um aumento escandaloso do fundão eleitoral, passando de 1,8 bi para 3,5 bi. Mas isso não é nada perante as outras aberrações, como usar dinheiro do fundo partidário para pagar advogado para defender corrupto, comprar helicóptero, pagar viagem e estadia para seminário para quem não for filiado ao partido (imagine o que o pT não vai fazer com isso?); dificulta a prestação de conta, anistia quem já está respondendo a processo por crime de corrupção etc.

Nenhum blog de esquerda está falando sobre isso. Deve ser porque a esquerda apoia essa desgraceira toda. Mas você, Miguel, não é desses sabujos tipo Fernando Britto e Leonardo Attuch…

Por isso, pergunto: você não vai falar nada sobre o assunto? Gostaria de ler os comentários dos petistas sobre esse aumento abusivo do fundo eleitoral.

Responder

Luiz

17 de setembro de 2019 às 17h19

Ciro está tentando espaço onde não há. Nunca será aceito pela direita, que já está congestionada com todo tipo de aventureiro (Dória, Huck, Witzel, Bolsonaro, Moro e assemelhados). Pela esquerda, Ciro pode esquecer, já que “unidade é o cacete”. Então o que resta a Ciro, a turma do centro, de Eduardo Cunha? Esse turma só com muito dinheiro, pois é disso que gostam. Ciro poderá ter dignidade e lutar pela democracia, mas, ao que parece, continua de férias na França. Está caminhando para se tornar menor do que Marina. Essa, pelo menos, calou a boca. Já está ajudando. Aliás, não se viu da boca dela nenhuma frase em defesa da Amazônia. Toda farsa tem seus dias contados. Ciro é uma delas.

Responder

    Sepúlveda

    17 de setembro de 2019 às 18h13

    Mais um petista cego. O terceiro candidato mais votado e diz não ter espaço. Ciro é o nome do momento, profundo conhecedor de economia e dos problemas do Brasil. 14 anos do PT e sóvimos uma aliança espúria com setores da direita corrupta para manter a perpetuação do poder petista no Planalto. Não há absolutamente nada no Discurso petista que nos faça crer que será diferente num eventual futuro governo. É Lula de volta ao poder oferecendo oportunidades aos coronéis da política a roubar enquanto o PT finge não ver e não saber. Quando Dilma quis por fim nisso foi cassada por essa mesma gangue e a ida de Lula para a Casa Civil era justamente para dar-lhe poderes a fim de restituir o que a Presidenta havia cortado, principalmente com o MDB. Ou seja, Lula, o inocente, fala muito bem a língua dessa gente. Por essa e por outras coisas que o PT poderia ter feito e ntão fez enquanto estava no poder que pra maioria dos brasileiros Chega de Petismo.

    Responder

Alan C

17 de setembro de 2019 às 16h27

O que o título da matéria tem a ver com a matéria????

Responder

    Redação

    17 de setembro de 2019 às 16h43

    Ele fala isso, mas você tem razão. Mudei.

    Responder

      Wellington

      17 de setembro de 2019 às 17h09

      O que a imagem tem a ver com a matéria?

      Responder

        Redação

        17 de setembro de 2019 às 17h22

        Valeu. Mudei. Tinha a ver com o outro título.

        Responder

LUPE

17 de setembro de 2019 às 15h18

Caros leitores

Sem dúvida,
o estrago da Lava Jato na cabeça das pessoas
foi devastador.
Envenenou a cabeça das pessoas com a mentira
de que Lula é ladrão,
bandido traidor odiento,
“comunista”
e outras coisas que tais.

Venenos da Mídia (que promoveu a Lava Jato)
contra Lula, PT, esquerda, petismo.

Com isso ,
as pessoas
(principalmente as classes médias e altas)
passaram a ter esses elementos (Lula, PT, etc.)
como perigosíssimos e ameaçadores inimigos.

Bolsonaro encarnou a luta contra esses “perigosos inimigos”.

E quem é contra meu inimigo meu amigo é , diz o ditado.

Logo, Bolsonaro
e todo o resto da quadr…
podem falar o que quiserem
que as pessoas os têm como amigos

E amigos são amigos, merecem ser protegidos.

Afinal ,
vocês pensam que Steve Bannon
a serviço da CIA
é pouco formado para o Mal? É pouco inteligente?

Responder

    LUPE

    17 de setembro de 2019 às 16h34

    Ciro saca isso, esse ódio (e medo) a Lula e ao petismo.

    Por isso ataca………….. Às às às (com crase) ………. às pseudo esquerdas.

    Com isso fica no ar,
    a verdadeira esquerda o repele.

    Não sabe se vai ou se fica. Ou fica onde fica.

    Aonde??????????????????

    Na minha opinião, sozinho não tem força,
    vai partir nas eleições para renovados 8%……….

    Responder

Marcos Videira

17 de setembro de 2019 às 14h46

Há dois fatos inegáveis:
(1) Ciro rompeu definitivamente com a burocracia que hoje dirige o PT. Não vacila um segundo pra revelar os fatos que conhece sobre os erros do PT e bate firme, sem dó. O mesmo com Bolsonaro.
(2) O PT ataca Ciro com alta virulência, inclusive com o uso de fake news. Os sites Brasil247 e DCM produzem e repercutem difamações, propaganda negativa.
Portanto, duas conclusões:
(1) Ciro trabalha para viabilizar uma terceira via, como opção à polarização PT-Bolsonaro
(2) Ciro está tendo sucesso e ameaçando o projeto de poder do PT. Se assim não fosse, o PT não estaria diariamente atacando Ciro.

Responder

    Alan C

    17 de setembro de 2019 às 16h30

    O lulopetismo shiita e a bozolândia são duas pragas que se retroalimentam, uma precisa da outra e é assim que ambos querem permanecer, com a polarização.

    O Brasil precisa se livrar dessas duas porcarias.

    Responder

      Wellington

      17 de setembro de 2019 às 19h22

      Tem algumas dezenas de condenaçoes penais por corrupçào, lavagem de dinheiro, ecetera…, um mensalào, um petrolào de diferença.

      Responder

      Wellington

      17 de setembro de 2019 às 19h27

      A que chamam de polarizaçào è a coisa mais normal do Mundo, esquerda de um lado e direita do outro, funciona assim em qualquer lugar…mas è claro que isso incomoda quem gostaria ver tudo de um lado sò.

      O que aconteçeu quando nào tinha polarizaçào mas sò um lado nào precisa lembrar mais…

      Responder

    HABIB

    17 de setembro de 2019 às 20h06

    2) O PT ataca Ciro com alta virulência, inclusive com o uso de fake news. Os sites Brasil247 e DCM produzem e repercutem difamações, propaganda negativa.

    Gostaria que você indicasse quais são as fake news que o Brasil247 e o DCM estão vinculando sobre Ciro Gomes.

    * (2) Ciro está tendo sucesso e ameaçando o projeto de poder do PT. Se assim não fosse, o PT não estaria diariamente atacando Ciro.

    Onde você viu membros do PT atacando Ciro Gomes? Eu quero dizer grandes dirigentes partidarios, deputados, senadores e governadores do PT sendo agressivos com o Ciro?

    Eu acompanho o Ciro Gomes muito bem – bem melhor do que a maioria do pessoal que se diz Cirista – e eu não me recordo de uma unica vez que o os membros do PT atacaram Ciro. O que eles fazem é revidar as porradas que eles levam.

    Você poderia me dizer um momento – se você conhecer mais de um, eu também gostaria de saber – em que o PT começou a agressão?! Um momento onde o PT começou batendo e o Ciro Gomes apenas se defendeu?

    Aguardo a resposta.

    Abraços.

    Responder

    Eu

    18 de setembro de 2019 às 01h29

    Exatamente, ele está indo na fonte petista, as universidades, não para abduzir os doutrinados, mas para conquistar os novos…quanto mais a Crazy hof e o Jean BBB baterem nele, melhor…

    Responder

    Leonardo Buzatto

    18 de setembro de 2019 às 02h32

    Preciso!

    Responder

Paulo

17 de setembro de 2019 às 14h32

Ciro já desistiu de ser presidente , só quer atrapalhar o PT e a esquerda como um todo.
É a única conclusão que se pode tirar dessa frase:
Unidade é o cacete.
Miguel você parece um cara inteligente e lúcido , será que vale a pena morrer abraçado com o Ciro?
Ciro quer se eleger como? Quer governar com quem?
O centro já é de Doria ou Huck ou quem a globo quiser , ao dinamitar as pontes com a esquerda Ciro se enterra politicamente.
Da pena de ver os malabarismos que o Cafezinho precisa fazer cada vez que Ciro diz uma bobagem.
Uma hora até vocês vão cansar.

Responder

    NeoTupi

    17 de setembro de 2019 às 17h03

    Acho que Ciro partiu para o tudo ou nada, tipo perdido por 1, perdido por 1000.
    Na esquerda se queima, porque ele coloca sua candidatura presidencial acima da organização política popular. Principalmente quando todos os partidos de esquerda precisam crescer em 2020. No mínimo ele precisaria respeitar um pacto de não agressão até passar as eleições municipais de 2020.
    No eleitorado de direita, preferirão outros candidatos.
    No centro, para a maioria silenciosa, Ciro peca por superexposição, semelhante ao Aécio em 2015. E é a exposição que o eleitor médio acha maçante, não gosta (enxerga briga de partidos = briga na casa grande, apenas para ver quem fica com o poder). Se ele estivesse conseguindo grande exposição em defesa de direitos, teria mais chances de atrair votos.
    Mas não espere mudança de Ciro. Ele é e sempre foi péssimo estrategista eleitoral. Erra demais, mas prefere se vitimizar, colocando culpa nos outros, do que refletir e corrigir rumos.

    Responder

    Alexandre Neres

    17 de setembro de 2019 às 17h06

    Caro Paulo, na minha opinião a oposição não está desempenhando seu papel a contento. Está difícil aglutinar-se em torno de um objetivo. O maior inimigo do desgoverno é ele próprio, pois vive metendo os pés pelas mãos.

    Ciro acreditava que fosse herdar os votos do PT por inércia, só pode, ao se observar a tática eleitoral suicida que adotou na campanha. Será que acha que agradaria ao eleitor petista detonando geral? Lula de dentro da prisão deu um nó tático nele, mostrou quem sabe fazer articulação política. Será que ele não fez os cálculos demonstrando que para vencer as eleições precisaria dos votos petistas?

    Acho engraçado eleitores do Ciro querendo que o PT abdique de sua posição hegemônica gentilmente, já que teria bastante dificuldade em eleger um presidente. Alguém já viu algo parecido na Realpolitik? Mais, enquanto isso Ciro poderia continuar descendo o malho no PT. É um “jênio”. Ciro parece que até hoje não aprendeu que pra ganhar eleição precisa ter voto. Um teto de 13% é muito baixo, inda mais para quem tem uma soberba tão desmedida.

    Depois, fez aquele papelão no segundo turno, indo flanar nas Europa. Ciro não é trabalhista, não seguiu a picada aberta por Brizola em 1989. Começou bem, terminou pequenininho.

    Com o Brasil do jeito que está, ele direciona a metralhadora giratória para quem? Isso mesmo, o PT. Se já estamos desestruturados agora, imagina ainda sem o PT, um partido que tem mais estrutura e está mais espraiado no território nacional? Creio que ele deveria colocar suas ambições e questões pessoais um pouco de lado para ver se conseguimos ao menos tentar sair dessa draga, mas o ego dele não permite.

    Tudo bem, se ele tiver uma pretensão eleitoral, o inimigo-mor dele é o PT. Vale a pena ficar batendo no PT, junto com a Globo, enfraquecendo ainda mais a oposição num momento sinistro como este? Pode ser no caso dele. Já temos o candidato da extrema-direita, o do centro que será apoiado pela Globo, o da centro-esquerda capitaneada pelo PT e o Ciro imprensado por todo lado.

    Restou pra ele a inglória terceira via de Clinton, Blair, Marina, via esta que ao governar como a direita no caso dos dois primeiros abriu espaço para o crescimento da extrema-direita. Nessa toada, vai terminar com um eleitorado diminuto que nem a última. Mas o Miguel permanecerá firme, doa em quem doer. Enfim…

    Responder

Claudio Lessa

17 de setembro de 2019 às 14h29

Depois das revelações Glenn Greenwald, do Intercept,sobrarão só os cínicos e os hipócritas, simples assim, e não adianta lançar mão de “petistas fanáticos”, vale frizar, tenho menos ressalvas a um fanático.

Responder

Alexandre Neres

17 de setembro de 2019 às 13h34

Ciro, que de bobo não tem nada, sabe que toda vez que usar o nome de Lula vai ganhar holofotes, a grande mídia vai reproduzir suas declarações. Assim, ele tenta permanecer na boca do povo, ainda que à custa da maior farsa judicial brasileira de todos os tempos. Restou a ele esta personagem menor.

Responder

Deixe um comentário