Fórum Reforma Tributária BandNews

REUTERS/Tiksa Negeri/direitos reservados

Prêmio Nobel vai para primeiro ministro da Etiópia

Por Redação

11 de outubro de 2019 : 12h10

Primeiro ministro da Etiópia recebe Prêmio Nobel da Paz

Abiy Ahmed é agraciado pelos esforços para alcançar a paz na Eritreia

Publicado em 11/10/2019 – 06:16

Por RTP* Oslo (Noruega)

A Academia Sueca concedeu ao primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed Ali, de 43 anos, o Prêmio Nobel da Paz pelos seus esforços para alcançar a paz na Eritreia. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (11) em Oslo, na Noruega.

“O primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, foi este ano galardoado com o Prêmio Nobel da Paz pelos esforços para alcançar a paz e a cooperação internacional e, em particular, pela sua iniciativa decisiva para resolver o conflito fronteiriço com a vizinha Eritreia”, afirmou o Comitê, em nota.

A Etiópia e a Eritreia são inimigos de longa data, tendo travado uma guerra na fronteira entre 1998 e 2000 e restaurado as relações apenas em julho de 2018, após décadas de hostilidade.

O júri destacou o “importante trabalho [de Ahmed] para promover a reconciliação, a solidariedade e a justiça social”.

O prêmio também visa a reconhecer “todas as partes interessadas que trabalham pela paz e reconciliação na Etiópia e nas regiões leste e nordeste da África”, acrescenta o comunicado.

“Abiy Ahmed Ali iniciou importantes reformas que proporcionam a muitos cidadãos a esperança de uma vida melhor e de um futuro melhor”, diz ainda a nota.

Desde que assumiu o cargo de primeiro-ministro da Etiópia, em abril de 2018, após três anos de protestos nas ruas, Abiy anunciou uma série de reformas que tinham como objetivo mudar o país, onde vivem cerca de 100 milhões de pessoas.

As medidas, que fizeram aumentar as esperanças do povo etíope, passaram por uma liberalização parcial da economia controlada pelo Estado e por uma reforma nas forças de segurança.

O Comitê Norueguês do Nobel acredita que é agora que os esforços de Abiy Ahmed merecem reconhecimento e precisam de incentivo.

“Este reconhecimento é uma vitória para todo o povo etíope, e é também uma motivação para fortalecer a nossa determinação em tornar a Etiópia – o novo horizonte da esperança – uma nação próspera para todos”, disse o gabinete do primeiro-ministro do país.

No ano passado, o prémio foi atribuído ao médico congolês Denis Mukwege e à ativista de direitos humanos Nadia Murad, devido aos esforços dos dois para acabar com a violência sexual como arma nos conflitos e guerras em todo o mundo.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Oblivion

12 de outubro de 2019 às 22h17

Para quem tiver estomago sugiro dar uma passadinha no 157 e ver a materia entitulada mais ou menos assim ”cartas marcadas tiram premio Nobel de Lula”. La o pml diz que o parlamento noruegues é de direita e extrema direita, entre outras coisas… Interessante que outros (e ate ele mesmo quando pensar assim era apropriado para ele, e pro pt) diriam que uma das razoes do sucesso da noruega é ter um estado forte e com empresas estatais muito fortes (ex. : statoil) e utilizar os impostos para o desenvolvimento da nação, em especial a educação.
Só pros babacas extremistas dos dois lados saberem, apoio a liberdade do Lula, tenho gratidão pelos 2 governos dele, mas as coisas param por aí, essa palhaçada de campanha eterna, politicagem da cupula podre do pt ta insuportavel. Agora mais essa, o problema é sempre os outros.

Responder

Wanderley

12 de outubro de 2019 às 14h06

Que peninha. Não reconheceram os nossos dois santos? Nem o santinho de Curitiba??

Responder

degas

12 de outubro de 2019 às 11h34

E parabéns ao corrupto Lula. Entre 301 candidatos dizem que ficou na 299ª posição. Conseguiram achar dois piores que ele.

Responder

    Wellington

    13 de outubro de 2019 às 20h19

    “Conseguiram achar dois piores que ele”

    Boa !! Kkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Jorge

    14 de outubro de 2019 às 09h14

    300 deve ter sido hitler e 301 o stalin

    Responder

Martha Aulete

12 de outubro de 2019 às 11h32

E o Nobel_PT, hein?
No Brasil é o “nivelar por baixo” a educação, a arte e a cultura. Sobretudo durante os 13 anos dos governos populistas e Kitsch do PT.

Os Ministros petistas –sindicalistas — são, e foram, assim:
meio-analfa, meio-picareta, meio-charlatão, meio vigarista, meio barango, meio canalha, meio Kitsch, meio mentiroso, meio traíra, meio cafona, né? E dilma, hein?

Nunca vi partido mais bregaço, mais Kitsch, mais cafonérrimo, mais bregão que o PT. Há muito partido ruim no Brasil, mas de todos o PT é o pior.

Responder

Miramar

11 de outubro de 2019 às 15h03

Quero deixar registrado meus parabéns aos petistas frequentadores do Cafezinho.
Sempre acreditei na desnecessidade da autocrítica e vejo minha opinião coroad por essa belíssima homenagem. O mundo se curva diante de Lula.

Ass: Ciro 2022.

Responder

Deixe uma resposta