Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Hacker: Carmen Lucia zombou da morte de sobrinho de Lula

Por Redação

01 de novembro de 2019 : 11h02

Reportagem da Veja publicada hoje, com trechos de diálogo entre o hacker Walter Delgatti Neto, que invadiu o Telegram de várias autoridades do país, e a ex-deputada Manuela D’Ávila, traz uma informação que revela o estado de espírito de pelo menos um ministro do STF, Carmen Lúcia, que foi a presidente do tribunal de setembro de 2016 a setembro de 2018, antes de Dias Toffoli assumir a função.

Trecho da matéria na Veja:

(…) No dia seguinte, 13 de maio, Manuela recebeu uma segunda mensagem do hacker. Dessa vez, ele se identificava como “Brazil Baronil” e garantia que também tinha conversas que mostrariam a parcialidade de ministros do STF, diálogos que teriam potencial para invalidar todos os processos da Operação Lava-Jato. Citou três magistrados que teriam sido alvo da interceptação: os ministros Cármen Lúcia, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso, que fariam parte de um grupo no Telegram. “Eu tenho uma conversa da carmem (que era para ser imparcial, segundo o princípio do juiz natural) dizendo sobre a norte (morte) do sobrinho do Lula. Fazendo até piada”, escreveu o hacker. “E ainda ela disse exatamente assim: quem faz mal para outrem, um dia o mal retorna, e pode ser até no sobrinho.” “A Rosa Weber saiu do grupo na hora!”

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

22 de fevereiro de 2021 às 09h38

A meu juízo, essa senhora sempre foi a mistura do que não com a exculhambação . Por isso o STF já deveria ter sido reformado.

Responder

Luiz Pereira

18 de novembro de 2020 às 20h00

Estou estranhando isso, Quem morreu foi o neto de Lula, não o sobrinho.

Responder

    Luiz Pereira

    18 de novembro de 2020 às 20h11

    Ah, acabo de ver que o sobrinho morreu também, mas em 2016 dois anos antes do Lula ser julgado

    Responder

Luiz

04 de novembro de 2019 às 17h57

Tenho percebido que os ministros do STF transitam do liberalismo econômico-político para o republicanismo e vice-versa. No momento, momento no qual ainda se tenta a legitimação ideológica da campanha denominada de Lava-Jato, os ministros de escopo republicanista estão como nunca apegados à forma da lei, e os liberais encontram na liberdade a ancora para suas decisões. Entre o republicanismo que afirma a existência de um espaço público por onde os “servidores” podem transitar mais ou menos livremente e a república que afirma e promove a cidadania, vai uma grande diferença. E o surgimento e queda do Império Romano é uma demonstração clara disto. Como é possível perceber, para os liberais é questão de jogar com a inversão dos polos, pois como sabemos o espaço público já tem dono e nunca será de ninguém. Sob o olhar mais circunspecto, atencioso e rigoroso, não acredito que a constituição federal de oitenta e oito possa ser interpretada sem o escopo da promoção da cidadania, e considero as leis de mercado, nela enunciadas (oferta e procura; livre iniciativa), neutras para a promoção social do sujeito brasileiro de direitos e deveres. Já a acumulação capitalista e o lucro explicam a existência do governo “bolsonaro”. Não pensamos como o ex-ministro Delfim Netto. Então, tal como num joguinho onde pudéssemos deslocar a Ministra Carmen sobre uma linha ideológica, assim como nos EUA, encontraríamos a ministra resistindo à pressão do dedo esquerdista da direita para a esquerda.

Responder

Paulo

01 de novembro de 2019 às 18h34

Gozado, o hacker não tem nada gravado do GM, L e DT? Huuuuummmmm….

Responder

AUREO MARCOS RODRIGUES

01 de novembro de 2019 às 15h59

DENUNCIA – NOTICIA – CRIME – PEDIDO DE PROVIDÊNCIA URGENTE – AÇÃO PÚBLICA INCONDICIONADA.

Requer que A ADVOGACIA DO SENADO, os SENADORES, a “IMPRENSA” e toda SOCIEDADE BRASILEIRA e as demais AUTORIDADES COMPETENTES DIGNAS, salve essas DENÚNCIAS em seus ARQUIVOS, que pode ser acessada através dos dois LINK – URL- https://mega.nz/#!OzRRyA4B!zjrGrJPKiKpmqIZLFgB7i39OTwsaKWBdDukl5KvlHlAshttps://mega.nz/#!juxABKzR!Tg5Da5mx-8JSp-AxIERkbaTCufYq20J-ClUKBMnBuHs – bem como requer que fiscalize, acompanhe e adote as providências urgente nas DENÚNCIAS DA AÇÃO PÚBLICA INCONDICIONADA que se encontra autuada no SENADO FEDERAL, sob o n. 00200.004885/2019-88 e 00100.087582/2019-11, para que as mesma seja julgada nos termos do artigo 5º inciso LIV, LV, LVII e LXXVIII, e nos termos do artigo 52 inciso II, e artigo 71 inciso II e IV todos da Constituição Federal, e nos termos do artigo 39, 283 e 630 do Código de Processo Penal, para que seja feito JUSTIÇA”, para trazer uma resposta a SOCIEDADE BRASILEIRA.

Pois a JUSTIÇA neste País, “NÃO” está sendo aplicada de forma equitativa, pois o CORPORATIVISMO está dominando as Autoridades Judiciarias Fiscalizadoras e essa OMISSÃO, fere a Democracia e o Estado Democrático de direito e põem em risco toda “SOCIEDADE CIVIL BRASILEIRA”, pois se não tiver uma CORREÇÃO já, o PODER JUDICIÁRIO, vai acabar com, o nosso Estado Democrático de direito e vai voltar os tempos da “DITADURA”, pois é somente a “SOCIEDADE CIVIL” e os membros do “LEGISLATIVO e do EXECUTIVO” que são desqualificados e presos, mais quando precisa aplicar a lei nos membros do PODER JUDICIÁRIO, ou do MINISTÉRIO PÚBLICO, os infratores são “PROMOVIDO” ao invés de ser “PRESO” e os processos são arquivados o ficam parados conforme mostra a notícia de fato junto a PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA sob. o nº. 1.20.000.000.442.2014.11 e o PEDIDO DE PROVIDÊNCIA-notícia-crime junto o CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA sob. o nº. 0005456.67.2014. 2.00.0000, Rp. nº. 457/MT. (2013/0162659-4) em tramite no SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA e AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO sob o n. 1.154.426 e o HABES CORPUS sob o n. 163114/2018 em tramite junto o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL.

Veja a INICIAL DA REPRESENTAÇÃO CRIMINAL, com 974 folhas, sob o n. 00200.004885/2019-88, que se encontra autuada no SENADO FEDERAL, que pode ser acessada através do LINK: https://mega.nz/#!OzRRyA4B!zjrGrJPKiKpmqIZLFgB7i39OTwsaKWBdDukl5KvlHlA – onde foram requerido pedidos para abertura da CPI – DA LAVA TOGA, e Veja também a INICIAL DA REPRESENTAÇÃO CRIMINAL com 453 folhas, sob n. 00100.087582/2019-11, que encontra autuada no SENADO FEDERAL em apenso ao feito sob o n. 00200.004885/2019-88, que pode ser acessada através do LINK: https://mega.nz/#!juxABKzR!Tg5Da5mx-8JSp-AxIERkbaTCufYq20J-ClUKBMnBuHs – onde foram requerido pedidos para abertura da CPI – DA LAVA TOGA, para ver que esses fatos que envolvem o REPRESENTANTE AUREO MARCOS RODRIGUES, são os mesmos fatos que envolvem o EX-PRESIDENTE LULA, e os mesmo fatos que envolveu o Juiz LEOPOLDINO MARQUES DO AMARAL, que denunciou o Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso, por um período de (9) nove anos, até ser morto e enterrado com suas provas, pois na sua carta http://www.prosaepolitica.com.br/wp-content/uploads/2010/03/CARTA-JUIZ-LEOPOLDINO.pdf, que foi enviada à CPI – DO JUDICIÁRIO – DA ÉPOCA, o Juiz Leopoldino, que foi assassinado já reclamava do TJ-MT, STJ , STF, MPF, e do Ministério Público Estadual do Estado de Mato Grosso.

Portanto requer que as AUTORIDADES COMPETENTES, adote as providências urgente nas DENÚNCIAS DA AÇÃO PÚBLICA INCONDICIONADA, para que sejam julgadas, nos termos do artigo 5º inciso LIV, LV, LVII e LXXVIII, e nos termos do artigo 52 inciso II, e artigo 71 inciso II e IV todos da Constituição Federal, para que seja feito JUSTIÇA”, para trazer uma resposta a SOCIEDADE BRASILEIRA, pois a POLICIA FEDERAL DO ESTADO DE MATO GROSSO, tem elemento e prova suficiente para abrir a caixa preta do Poder Judiciário Brasileiro e punir os infratores, que vem proferindo decisão contra o Direito em afronto a Constituição Federal, para favorecer criminosos em processo Civil e Criminal, com direito de pessoas INOCENTES.

Responder

Alexandre Neres

01 de novembro de 2019 às 13h35

Se isso for mesmo verdade, serve para demonstrar de forma cabal o que todo mundo já sabia: além de mosca morta e sabuja, Carminha é um ser desprezível.

Responder

chichano goncalvez

01 de novembro de 2019 às 11h41

É por estas e outras, que continuo a minha (nossa) campanha de: eleições diretas para juizes, em todos ou em todas as entrancias, tribunais, ou o raio que o parta, este supremo deve ser o pior em todos os tempos.

Responder

    Marcus Vinicius Machado Padilha

    01 de novembro de 2019 às 14h05

    Sei não amigo. Já pensou um judiciário tomado por fascistas/racistas/terraplanistas assumidos empoderados pelo voto?

    Responder

      Paulo

      01 de novembro de 2019 às 18h33

      Ou então por esquerdistas? Realmente, Judiciário não é para fazer política. Eleição é para políticos…

      Responder

Deixe um comentário