Live com Marcio França, pré-candidato a prefeitura de São Paulo

Lula: “é preciso que o PT defina qual é o manifesto que interessa para o PT”

Por Redação

01 de junho de 2020 : 18h38

Trechos de matéria de Joelmir Tavares, na Folha, com uma resenha das falas de Lula na reunião do PT:

(…)

Na fala, transmitida em redes sociais, o ex-presidente disse ter lido os manifestos do Estamos Juntos (inicialmente assinado por artistas e intelectuais) e do Basta! (organizado por advogados e outros representantes do universo jurídico).

Alguns dos manifestos, segundo Lula, são “feitos com boas intenções” e contam com “gente muito boa assinando”, mas também há “aqueles que estão fugindo do barco” — que apoiaram Bolsonaro e agora querem se desvencilhar dele.

“Nós precisamos apoiar qualquer manifesto que for para resolver o problema do Brasil, [mas] não podemos ser levados pela euforia”, acrescentou Lula, afirmando que a sigla não pode se deixar ser usada por pessoas que são contra Bolsonaro, mas apoiam a política econômica do ministro Paulo Guedes.

“[Tem] muita gente de bem que assinou. E tem muita gente que é responsável pelo Bolsonaro. O PT tem que discutir com muita profundidade, para a gente não entrar numa coisa em que outra vez a elite sai por cima da carne seca, e o povo trabalhador não sai na fotografia.”

O petista disse não ter certeza se o objetivo das mobilizações é tirar Bolsonaro, “porque o que interessa para a elite brasileira é a política de desmonte do Guedes. Eles estão tentando reeducar o Bolsonaro, mas não querem reeducar o Guedes”.

Após as justificativas, Lula defendeu que o PT tome “muito cuidado” diante das iniciativas. “Para a gente não pegar o primeiro ônibus que está passando. É preciso que a gente analise todos esses manifestos e que conversemos com os organizadores para saber o que eles querem.”

Na opinião dele, “há um interesse muito grande da elite brasileira em voltar a governar o país sem o PT”.

“As pessoas acabaram de cometer um ato ilícito, tirando uma presidente democraticamente eleita pelo povo, e aí perceberam que o troglodita que eles elegeram não deu certo. Eles agora querem tentar tirar o troglodita para quê?”, afirmou.

“Até o Fernando Henrique Cardoso, que é um dos ajudaram a derrubar a Dilma, porque se acovardou, [assinou]”, continuou o petista, citando a adesão do tucano ao Estamos Juntos. “Eu não posso aceitar com muita facilidade aquilo que as pessoas que ajudaram a destruir o país estão querendo fazer”, disse, sem citar nomes. ​

Lula falou aos colegas de legenda que o PT deve “agradecer a todos os brasileiros e brasileiras de todos os pensamentos ideológicos que foram para a rua protestar contra o Bolsonaro”, mas não pode abrir mão de propagar suas ideias e reafirmar a defesa dos trabalhadores.

“O PT não é uma coisa qualquer que pode ser menosprezada. Eu vejo uma tentativa muito grande de isolar o PT, de fazer com que o PT desapareça do cenário político”, insistiu.

“Eu acho que todos esses manifestos têm uma importância para a sociedade e para a democracia, mas é preciso que o PT defina qual é o manifesto que interessa para o PT, qual é a linguagem que interessa para o PT”, discursou.

(…)

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

23 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

dcruz

03 de junho de 2020 às 18h16

O Lula como sempre está coberto de razão, pelo menos ele usa argumentos irrefutáveis para não se meter em qualquer manifesto dos muitos que estão surgindo e ainda surgirão. É dose colocar seu nome com gente que está ali só porque foi atingida pessoalmente pela sanha do bozo, estão momentaneamente “de mal”, a primeira benesse do bozo eles voltam a comer na mão do facínora. Lula foi particularmente feliz quando coloca que muitos estão ali contra o bozo, mas não falam nada contra a política nefasta do Guedes. Mais uma aula lúcida de Lula.

Responder

Miramar

03 de junho de 2020 às 12h33

A parte mais difícil de fazer oposição a Bolsonaro é saber que parte dos políticos, cidadãos e imprensa associa a oposição a seu governo a militância nos partidos tradicionais de esquerda. (Que eu carinhosamente chamo de cambada). Nenhum cidadão decente, independente de ser de esquerda ou direita vai querer se associar a isso. Há uma série de opositores radicais de Bolsonaro que mantém um “Impeachment já” preso na garganta com medo de que isso se transforme em um “volta cambada”. Não creiam nisso. Quanto mais rápido nos livrarmos de Bolsonaro, mais distantes estaremos dessa gente. Eles precisam da continuidade do governo para sobreviverem. E a palavra certa é sobreviver. Ninguém acredita na possibilidade real do lulopetismo voltar a gerir o país, ainda que, e todo mundo sabe disso, o bolsonarismo seja mero petismo de sinal trocado. O desprezo a dignidade humana mais básica é similar.
Então, não tenham medo, gritem Fora Bolsonaro sempre. E saibam: quanto antes Bolsonaro cair, mais livres do PT estaremos.

Quanto a Ciro, ninguém que não se identifique precisa gostar dele. Suas ideias e biografias falam por si, transformando-o em alguém muito superior a qualquer líder político brasileiro vivo. É, para a nossa geração, o que foram José Bonifácio e Rui Barbosa para as suas.

Responder

Nelsonz

03 de junho de 2020 às 00h44

Esta elite kantiana acha q pode mudar o mundo com manifesto e grito do Ipiranga! Tem e medo de povo na rua! Se o Bolsonaro tomar Rivotril e se desculpar pondo.o rabo entre as pernas salvam se todos! E deixam ele levar a família em paz com as mordomias até o fim! Este povo de manifesto, os seus organizadores não querem tirar Bolsonaro, queriam e querem doméstica lo e fazendo isto entregam o Brasil e seu povo de vez a barbárie capitalista!

Responder

RENATO LEONARDO MARTINELLI

02 de junho de 2020 às 22h36

Em uma frente unitária ou em uma ampla aliança em defesa da democracia, a pauta é uma só, única, o programa é a defesa da democracia, a defesa do Estado Democrático de Direito e suas Instituições, é só isso.
Lula está confundindo o que está sendo discutido nos últimos dias, com vários manifestos sendo divulgados e assinados por milhares de pessoas, com uma frente ampla com objetivos eleitorais, que é uma é uma frente que se forma em torno de um programa de governo com objetivos econômicos , políticos e sociais e éticos.

Responder

Alexandre Neres

02 de junho de 2020 às 19h13

O título da matéria é maldoso, com o intuito de realçar que o PT só quer comandar e não comandado, quando na verdade o intuito é outro.

Tá cheio de liberais de meia-tigela, de empresários, de políticos como Doria, Witzel, Huck, Moro, que apoiaram Bolsonaro com unhas e dentes e agora quer tirar o time de campo para se desvencilhar daquele ser abjeto. O mesmo se sucedeu na Alemanha nazista. Não quero ficar perto de quem tá fedendo, de quem cheira ao cadáver putrefacto. Não podem se dizer enganados, pra bom entendedor pingo é letra.

Tem uma turma que quer execrar o bozo, mas passa pano pra Guedes. Foi poupado da reunião infame na medida em que suas falas não foram divulgadas a contento. FHC, Temer, grande mídia e caterva, tenho desprezo por essa súcia, nenhum comentário sobre a política criminosa do posto ipiranga e da sua falta de preparo para ocupar o cargo. Globo quer trazer até Bolsonaro em defesa da democracia. Gabeira disse quando Bolsonaro tomou posse que ele era um cara afável, brincalhão. Pode ser, com gente como ele que pertence ao mesmo grupo dos brancos sem problemas financeiros, com mais de 60 anos, hétero, que frequentam os mesmos lugares, estudaram juntos etc…

Quero saber de ação antifascista, não de assinar mais um manifesto com Lobão, com o procurador carequinha ou dalanhóis que nos levaram pro buraco. Não posso compactuar com o teto de gastos, com o ultraneoliberalismo do Guedes ou com nenhuma menção ter sido feita às inúmeras perdas de direito dos trabalhadores nos últimos anos. Tô fora!

Quero levantar meu punho fechado, junto com o Emerson de Osasco. Um baita furacão atingiu os EUA. Basta de assassinatos recorrentes tanto lá quanto aqui. Até quando vai valer a máxima de que a carne mais barata do mercado é a carne negra? George Floyd vive! Marielle Franco vive! Ágatha Félix vive! Evaldo vive! João Pedro vive! Espero que as pessoas repensem sua visão míope e do século passado acerca das pautas identitárias, pois jovens negros são assassinados a rodo em nosso país, a questão é candente e estruturante em nossa sociedade, pra certas pessoas quererem impedir ou adiar esse debate ad eternum. Quantas matérias foram feitas neste blogue tratando do tema? A questão racial é de somenos importância? Será bem-vinda uma autocrítica, isso não está na moda?

Responder

Alan C

02 de junho de 2020 às 17h31

Meu comentário não foi publicado.

Responder

Marcos Videira

02 de junho de 2020 às 12h44

MIGUEL
Publique a minha análise sobre as falas de Lula.

Responder

Elaine

02 de junho de 2020 às 12h19

A direita nos colocou a mercê do neonazismo. É óbvio que ela tem a obrigação de reagir e nos tirar desde buraco, até pela própria sobrevivência. Agora se a deixarmos sozinha nesse movimento vamos ser duplamente prejudicados. Ela vai assumir o protagonismo político e nós vamos nos ferrar.
É hora de união minha gente!
Vamos dar uma tregua e deixar para brigar depois que Bolsonaro cair.
Pense nisso turma da esquerda.

Responder

Elaine

02 de junho de 2020 às 12h03

Entendo o receio do Lula. Concordo com suas críticas mas não ao ponto de desprezar o movimento pois a situação do Brasil é dramática e estamos as portas de um regime neonazista.
Nesse momento precisamos deixar as diferenças de lado e deixar para resolve-las depois que o tsunami tiver passado.
Ainda bem que Haddad assinou o manifesto. A nossa oposição está fraca diante desse governo fascista e ainda por cima vamos deixar a direita reinar sozinha como salvadora do país?

Responder

Henrique Martins

02 de junho de 2020 às 11h26

URGENTE

Bolsonaro está destruindo a cultura e a educação no Brasil.
Portanto, sugiro aos músicos e atores que forem democracatas para aderirem ao movimento ‘Somos 70 por cento’. É a chance deles de recuperar a cultura e a educação no Brasil antes que seja tarde demais. Se Bolsonaro der um auto-golpe eles não vão trabalhar mais e a censura vai correr solta. Tratá-se de uma questão de sobrevivência.

Sugiro também aos jogadores que são democratas para aderirem urgentemente ao movimento, pois a torcida de futebol paulista vai conseguir adesão de todo os torcedores do Brasil. Eles não podem ficar de fora. Não precisamos de caras como Neimar. Esse garoto precisa entender que o futebol brasileiro não se resume nele. Muito pelo contrário. Nosso país tem e sempre teve jogadores maravilhosos como atletas e como pessoas.
O fato é que nós os ’70 por cento’ precisamos neste momento emprestar forças para o STF, TSE e Congresso pararem Bolsonaro.
É um absurdo deixarmos um fascista e neonazista comandar o nosso país. Um homem que despreza as minorias e que diante de uma terrível pandemia está contribuindo para a morte de nossos idosos, dentre outras coisas igualmente graves.
Sugiro que os nossos músicos se unam para compor e gravar uma música do tipo da We Are de World que os americanos fizeram para a África. Vamos dar exemplo ao mundo. Se esse sistema de eleição na base de fakes continuar vamos ter Trumps e Bolsonaros no mundo todo. O regime democrático vai parar no ralo. Vão vencer as eleições sempre os mais desonestos, ignorantes, fascistas e neonazista. Gente que pensa que a Terra é plana. Meu Deus. Vamos reagir! Não só pelo Brasil mais pelo mundo.
Sugiro aos atores gravarem peças de teatro e mini novelas no mesmo sentido para exibirem na internet.
Dá-lhe torcida de futebol brasileira. Mostra sua força para esses desgraçados que estão destruindo o Brasil.
A propósito, leva a mal não Lula, mas nós não vamos precisar de você.

Responder

    João Francisco da Silva

    02 de junho de 2020 às 17h27

    Me desculpe amigo : Lula não precisa de mais nada. O Brasil precisa de LULA. Enquanto não pedirem desculpas a ele, a Dilma e ao PT, o país não sairá do caos pois eles representam a verdadeira DEMOCRACIA que foi vilipendiada pelo golpe.

    Responder

    Henrique Martins

    02 de junho de 2020 às 22h56

    Acho até que não vamos precisar de uma música nova não. Nós já temos músicas compostas na época da ditadura e os artistas podem interpreta-las.
    Por exemplo: Cálice e Apesar de voce de Chico Buarque, Eu quero é botar meu bloco na rua, de Sérgio Sampaio, O bêbado e o equilibrista, de Aldir Blanc e João Bosco – principalmente para os artistas defenderem a cultura – , Como nossos pais, de Belchior, Comportamento Geral, de Gonzaguinha, Alegria, alegria, de Caetano Veloso, Aquele Abraço, de Gilberto Gil, Mosca na Sopa, de Raul Seixas, Primavera dos dentes, do Secos e Molhados, e, sobretudo, o hino de Geraldo Vandré.

    Eu espero que Chico, Caetano e Gilberto Gil possam nos ajudar mais uma vez para impedir a instalação de uma ditadura fascista e neonazista no país liderando esse movimento dos artistas. Eles comeram o pão o que o diabo amassou na ditadura e sabem o risco que estamos correndo. Ninguém melhor do que eles para liderar esse movimento entre os artistas.
    Não sei quais atores sofreram nas maos da ditadura, mas se tiver alguém eu peço que nos ajude .

    Responder

Alexandre Neres

02 de junho de 2020 às 10h51

Não basta desfiar um rosário de motivos contra a escalada autoritária, mas na hora de agir repetir os mesmos vieses que se critica, tolhendo a liberdade de expressão e impedindo que os diversos pontos de vista se manifestem para compor um mosaico. Basta de migué. Abaixo a censura!

Responder

Paulo

02 de junho de 2020 às 03h07

Querem a companhia do PT para derrubar Bolsonaro, mas não querem governar com o PT, ou seja, no day after, o PT voltará a não ser ouvido pela grande mídia e o establishment voltará a demonizá-lo.
Lula está certo. Há que se lutar contra o autoritarismo bolsonarista, mas sem se perder a identidade construída à custa de muita luta e sacrifícios.

Responder

Alan C

01 de junho de 2020 às 22h45

Quando Lula diz “há um interesse muito grande da elite brasileira em voltar a governar o país sem o PT”, o que ele quer? Que a elite se ajoelhe perante São Lula da Silva e implore para que ele volte???

Responder

JOHN

01 de junho de 2020 às 21h24

“O Lula não tá nada bem”

Responder

Martha Aulete

01 de junho de 2020 às 20h37

E o PT, hein?, aquela coisa desgraçada.
Isso tudo me lembra o PT… “Muito engana-me, que eu compro”. E a Copa do Mundo no Brasil, hein? Em vez de se construir hospitais, construiu-se prédios inúteis.
“Muito engana-me, que eu compro”
E o PT®? Qual o poder constante de sua propaganda ininterrupta?
Eis:
Vive o PT© de clichês publicitários bem elaborados por marqueteiros. Estilo do brilhante e talentoso João o Milionário Santana. Nada espontâneo.
Mas apenas um frio slogan (tal qual “Danoninho© Vale por Um Bifinho”/Ou: “Skol®: a Cerveja que desce Redondo”/Ainda: “Fiat® Touro: Brutalmente Lindo”). Não tem nada a ver com um projeto de Nação.
Eis aqui a superficialidade do PETISMO:
0.“Coração Valente©”
1.“Pátria Educadora™” [Buá; Buá; Buá].
2.“Pronatec©”
3.“A Copa das Copas®”
4.“Fica Querida©”
5.“Impeachment Sem Crime é Golpe©” [lol lol lol]
6.“Foi Golpe®”
7.“Fora Temer©”
8.“Ocupa Tudo®”
9.“Lula Livre®”
10.“®eleição sem Lula é fraude” [kuá!, kuá!, kuá!].
11.“O Brasil Feliz de Novo®”
12.“Lula é Haddad Haddad é Lula®” [kkkk]
13.“Ele não®”.
14.“Minha Casa, Minha Vida©”
15.“Saúde não tem preço®”
16.“Haddad agora é verde-amarelo®” [rsrsrs].
17.“Rede cegonha©”
18.“LUZ PARA TODOS™” (kkk).
19. (…e agora…): “Ninguém Solta a Mão de Ninguém©”
20.“Água para todos©” (é mesmo?)
21.“Mais Médicos®”
22.PT = “Controle social da mídia” [™] (hi! hi! hi!): desejo do petismo.
23.“Brasil Carinhoso©” [que momento açucarado].
24.“Bolsa Família®”
25.“SKOL®: a Cerveja que desce RedondO”.
PT© é vigarista e aderente ao charlatanismo.
Vive de ótimos e CALCULADOS mitos publicitários.
É o tal de: “me engana que eu compro”.
Produtos disfarçados, embalagens mascaradas e rótulos mentirosos. PT!
Nós todos apreciamos consumir alguma coisa, com certa constância. Então isso seria bom… Mas não nesse caso. PT é uma farsa, um simulacro.

Responder

Marcos Videira

01 de junho de 2020 às 20h29

(1) “Tem muita gente que é responsável por Bolsonaro”.
Sim, isso é verdade. A principal pessoa responsável pela eleição de Bolsonaro chama-se Luiz Inácio Lula da Silva.
(2) “Que o PT defina qual é o manifesto que interessa ao PT”.
Sim, do ponto de vista dos mesquinhos interesses do PT. Porém, eu assino o manifesto que interessa ao povo brasileiro e não a uma parte (partido). Lula continua colocando o PT acima dos interesses nacionais.
(3) “FHC é um dos que ajudaram a derrubar Dilma, porque se acovardou”.
Sim, FHC e muitos outros ajudaram a golpear Dilma. Como também golpearam Dilma: Renan Calheiros, Eunício de Oliveira e tantos outros, com os quais Lula fez aliança em 2018. Lula continua com um pragmatismo em que só ele pode errar. Os outros não, a menos que venham beijar sua mão.
(***) Conclusão: Lula deve escrever o manifesto do “Estamos Separados” (porque somos melhores).

Responder

    Rivellino

    04 de junho de 2020 às 20h29

    dilma é uma baranga política. Uma brega. Cafonérrima! Hiper Kitsch.

    Responder

Alexandre Neres

01 de junho de 2020 às 19h54

Vamos nos esquivar da frase marota que intitula a matéria.

Tudo aqui é pinçado a dedo com o intuito de, bem, vocês já sabem do quê.

Doria, Huck, Witzel, PSDB de forma geral, com raríssimas exceções.

Não quero me ligar a golpistas que agora estão fedendo e querem se desvencilhar de Bolsonaro, depois que o puseram onde ele está. A Globo tem a pachorra de chamar até Bolsonaro para a frente antifascista.

Não quero geleia geral. Não quero o neoliberalismo do Guedes, que foi escondido debaixo do tapete na reunião fatídica de 22/04/2020. Querem alguém limpinho e cheiroso pra tocar esse projeto nefasto para o povo brasileiro.

Não ao fascismo! Não ao racismo! Não ao golpe! Pelos direitos dos trabalhadores!

PS Será que esses imbecis se deram conta, depois do que está acontecendo nas ruas dos EUA, da importância da questão do racismo, tanto lá quanto aqui, pra querer varrer essa questão estruturante da nossa sociedade para debaixo do tapete? George Floyd vive! Marielle vive! João Pedro vive! Pr’esses tomadores de café requentado, quem merece destaque é Neymar

Responder

Paulo

01 de junho de 2020 às 19h26

Ou seja, embora correto no diagnóstico, erra a mão de novo no receituário. Concordo no aspecto de que muitos querem tirar o Bolsonabo mas não o Porco Guedes. Porém, tirando o Capetão, preservamos a democracia. Esse deve ser o 1º objetivo. E, ainda, se houver também impeachment do Mourão ou cassação da chapa, convocar-se-ão eleições em 90 dias. Seria o cenário ideal, embora improvável…

Responder

    Paulo

    01 de junho de 2020 às 19h28

    Nota: isso se os impedimentos/cassação vierem até o fim deste ano. A partir do ano que vem a eleição será indireta, feita pelo Congresso Nacional. Será que é isso que o Botafogo está esperando?

    Responder

    Elaine

    02 de junho de 2020 às 16h30

    De fato, o edifício democrático está pegando fogo e todos nós vamos ficar sem teto se não reagirmos. Portanto, não podemos dispensar nenhuma ‘lata de água’.
    Eu aceito dar a mão a Frota e CIA limitada para salvar o país do fascismo e neonazismo. Depois que a democracia estiver salva eu solto as maos e dou um belo soco na cara deles, sobretudo, por terem nos colocado nesta situação.

    Responder

Deixe uma resposta